No Campus com Helder Coelho

Teoria da Imitação

Janela triangular

A teoria mimética envolve três elementos: o outro, o modelo, e a relação, e pode ser descrita através de uma forma, o triângulo

unsplash Florian Pérennès
Helder Coelho
Helder Coelho
Imagem cedida por HC

“A questão, crucialmente metafísica, é esta: a verdade, o que é e como se reconhece?” 
Hirokazu Koreeda, 2018

Desde os primeiros momentos de vida que nós (e os animais) imitamos os outros e copiamos os desejos dos outros, transformando-os em nossos (ações, emoções, hábitos).

A teoria mimética, proposta pelo antropólogo e filósofo francês  René Girard (1923-2015), parece ser o grande motor dos seres humanos, para o melhor ou para o pior. A violência das multidões, e os conflitos sociais em geral, pode ser explicada por esta teoria: inspirar-se no desejo do outro permite comunicar e sentir empatia pelo outro, e ao mesmo tempo disparar ciúmes e rivalidades (para ter um brinquedo). A teoria mimética envolve três elementos: o outro, o modelo, e a relação, e pode ser descrita através de uma forma, o triângulo.

Girard inspirou-se nos romances de Shakespeare, Cervantes, Stendhal, Balzac, Flaubert, Dostoiévski e Proust, onde as triangulações constituem o modo de desenvolvimento e animação das narrativas (mecanismo). Por exemplo, a ideia de bode expiatório deve ser considerada uma solução para promover o retorno da ordem social. Aquele que impede a satisfação de um desejo, que ele próprio despertou, torna-se objeto de ódio (ciúme, inveja: mediação interna).

Em Cervantes (caso da personagem de D. Quixote de La Mancha), Sancho Pança imita D. Quixote, e usa-o como modelo, isto é os seus desejos são miméticos. A publicidade (dos relógios e perfumes) recorre a atrizes do cinema (bem conhecidas) e explora as armadilhas dos nossos desejos.

Aristóteles explicou que uma criança adquire todos os seus conhecimentos imitando os adultos. No caso da linguagem, um bebé começa por repetir os sons que ouve, melhorando aqui e ali, até que atinge a perfeição. Aprende com exemplos. O que lemos nos jornais, e o que ouvimos e vemos na televisão e cinema, permitem também reproduzir e figurar (mimésis), e, com certeza, influenciar os nossos desejos e sonhos.

É o mecanismo mimético que nos permite interatuar uns com os outros, compreender os sentimentos dos amigos, e viver a compaixão e a empatia. Como se gera a rivalidade entre dois clubes de futebol? Graças à exploração da inveja, passa-se pela frustração, às expetativas e aos desejos, e mais tarde surge a perda das intenções. Ficam reunidas as condições mínimas, e depois há uma escalada até se revelar alguma crise. Basta a ativação de um rastilho, a repetição de ignições até se fazer explodir a amargura.

O desejo mimético é um impulso, instintivo, constitui a lei geral que governa a espécie humana (e animal), e aplica-se a indivíduos e multidões (veja-se o ritmo do discurso político, as pausas e a escolha das palavras). Qual é a origem da tendência instintiva da imitação? A descoberta dos neurónios espelho, em 1990, pela equipa de Giacomo Rizzolatti da Universidade de Parma, confirmou a existência do mecanismo mimético.

A palavra espelho corresponde ao aparecimento de uma atividade elétrica que se inicia quando um indivíduo executa uma dada ação porque observou o outro a executar a mesma ação. E, curiosamente, estes neurónios são também solicitados quando alguém se imagina a realizar aquela ação. Estes neurónios têm uma outra faceta, a seletividade: cada um só responde a um tipo de ação, e não responde quando se trata de outro gesto.

Os neurónios espelho são os grandes responsáveis pelos nossos êxitos sociais (interações, empatias) e pela formação de grupos, equipes ou amizades. No entanto, a imitação levanta vários problemas, que só se podem controlar com a vontade e a razão.

A nossa sociedade de consumo (com várias empresas atentas e municiadas das técnicas de marketing) explora até à exaustão este conhecimento, através da criação de dias de compras especiais (dia do pai, da mãe, natal, black friday, boxing day), ou via as épocas de saldos (primavera, verão, outono e inverno). Como enfrentar este frenesim consumista? Com a razão, o raciocínio e o pensamento.

Referência

Antunes, L., Nunes, D. e Coelho, H. Geometry of Desire, Proceedings of AAMAS2014, Paris, May 5-9, ACM Press, 2014

 

Helder Coelho, professor do Departamento de Informática de Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

Aula aberta - Mestrado em Biologia Molecular e Genética

7 de Novembro, 11:00, sala 2.4.16

 

INFORMAÇÃO

Recent years have witnessed the emergence of new sequencing technologies that are revolutionizing the approach to public health problems.

Na FCUL existe uma unidade curricular designada Projeto Empresarial. Esta “cadeira”, comum ao ISCTE-IUL, prepara os alunos para a realidade empresarial e tecnológica. No total, cerca de 300 alunos já a frequentaram.

Carlos Rafael Mendes

A tese do antigo aluno da FCUL, Carlos Rafael Borges Mendes e recentemente premiada, contou com a orientação conjunta das professoras Vanda Brotas e Virginia M. Tavano.

Web of Science Book Citation Index - Trial para todos os membros b-on

Estão abertas as inscrições para a disciplina que promove o empreendedorismo - Projeto Empresarial. Todos os alunos de mestrado ou nos dois últimos anos de mestrado integrado podem candidatar-se até dia 16 de novembro.

A FCUL, bem como toda a Universidade de Lisboa está sem acesso à Internet desde cerca das 11:45 da manhã.

Professora Olga Pombo, autora do livro "O Círculo dos Saberes"

“Estou convencida que a imagem do círculo constitui um arquétipo, uma determinação conceptual prévia a toda a investigação”, defende Olga Pombo, docente na FCUL e autora do livro “O Círculo dos Saberes”.

Imagem ilustrativa do livro "O Círculo dos Saberes"

“A apresentação do livro seguirá um formato sério e discreto. O professor Shahid Rahman fará uma apresentação e apreciação do livro e eu agradecerei todas as suas palavras, sejam elas elogiosas, sejam críticas", afirma a autora Olga Pombo.

Trial para todos os Membros da b-on.

Pessoas a correr junto ao Marquês de Pombal

A primeira Corrida da Ciência aconteceu o ano passado por ocasião das celebrações dos 100 anos da FCUL. A edição deste ano integra-se na 2.ª Edição do AmbientALL – Universidade em Movimento.

O concurso de programação destina-se a alunos universitários e este ano junta 16 equipas, oriundas de oito instituições universitárias portuguesas. A equipa da FCUL chama-se BigO(1).

Imagem da professora Maria José Boavida

“Colega amiga”, “orientadora empenhada e humanista” e “investigadora solidária”, assim se recorda Maria José Boavida (1948 – 2012).

Desenho do campus da FCUL

As tabelas e notas científicas, assim como as regras elementares de segurança em laboratórios são algumas das mais-valias deste “livro”.

A fim de cumprir com o estabelecido no Regulamento Eleitoral, o Caderno Eleitoral para a eleição do Presidente do Departamento de Estatística e Investigação Operacional está disponível para consulta.

 O projecto CAMPUS UL realizado pelos alunos de mestrado em Engenharia Geográfica no âmbito das disciplinas de Fotogrametria Analítica e de Produção Cartográfica ganhou o segundo prémio no concurso internacional de projectos com fins educativos

lâmpada

"Criar, transferir e valorizar economicamente o conhecimento científico" é a causa primária do renovado centro de inovação, situado no campus da FCUL.

Hoje, quarta-feira, dia 10 de Outubro de 2012, registou-se uma quebra no acesso à Internet pelas 17h00 por cerca de 5 minutos.

A causa foi externa à Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e ainda não fomos informados das suas causas.

Estão abertas três vagas para bolseiros para a Unidade de Informática

Imagem do professor J. Sebastião e Silva

O Departamento de Matemática da FCUL apresenta obras selecionadas de personalidades da nossa história, nomeadamente os Compêndios de Matemática e os respetivos Guias para professores de José Sebastião de Silva, cujos direitos patrimoniais foram cedidos à Faculdade por um período de 30 anos.

Devido a uma avaria no equipamento de Videoconferência, o serviço encontra-se interrompido por tempo indeterminado. Pedimos desculpa pelo incómodo causado.

Alunos aguardam a sua vez na fila para as inscrições

Este ano, durante a 1.ª fase de inscrições, foi realizado um inquérito a 845 estudantes. De acordo com os resultados obtidos, o reconhecimento da competência científica (25%), a localização (22%) e a nota de candidatura (22%), foram determinantes na escolha da FCUL.

Abertura de Concurso para uma posição de substituição de Doutor Ciência na CFNUL na área Física Nuclear – Reações Nucleares, ver anúncio em http://www.eracareers.pt/opportunities/index.aspx?task=global&job

Páginas