No Campus com Helder Coelho

A ideia de mecanismo

Helder Coelho

Quando falamos de um mecanismo o que queremos dizer de facto? Por exemplo, em Engenharia, queremos referir a disposição (e organização) de uma série de elementos que compõem uma máquina ou artefacto (uma ponte para atravessar um rio), encarregue de alguma força (amplificar um som) ou movimento: traduzir algo em outra coisa. Em Biologia, falamos de algum traço ou aspeto para abordar e explicar os fenómenos, em Filosofia e Sociologia de uma teoria, um conceito ou abstração, e em Medicina de um arranjo de partes encarregues de uma função. Por outro lado, em Bioquímica queremos significar uma interação de drogas visando um certo efeito. Em geral, há uma causalidade (das causas ou das influências para os efeitos ou ações) envolvida com vários processos e a ocorrência de consequências que são esperadas.

Os prémios Nobel da Química 2015 e 2016 são bons exemplos do recurso a mecanismos. No primeiro caso, trata-se da reparação (e preservação) do ADN,  descobertos por Tomas Lindahl, Azis Sancar e Paul Modrich, ou seja, de uma caixa de ferramentas celular capaz de monitorizar e reparar erros de cópia do ADN, eventualmente capaz de fazer novos tratamentos contra o cancro. No segundo caso, Jean-Pierre Sauvage, Fraser Stoddart e Bernard Feringa desenvolveram máquinas moleculares (elástico, elevador, carro), uma espécie de robôs aptos a viajar até às células cancerosas para administrar remédios que as matem e curem o hospedeiro.

O Nobel da Medicina de 2016, atribuído a Yoshinori Ohsumi, recaiu também sobre o lado canibal das células (mecanismos da autofagia), um processo celular que dá origem à degradação (e reciclagem) de componentes da própria célula, importante na adaptação à fome ou na resposta a infeções (sistema de defesa). A autofagia é controlada por várias proteínas e cada uma delas regula uma fase distinta do processo. A degradação das células pode ter um efeito negativo, no crescimento de células cancerosas, e também em outras doenças como o diabetes do tipo 2 e o Parkinson. A compreensão da regulação da autofagia pode levar ao desenvolvimento de estratégias de tratamento de doenças e de fármacos. Por exemplo, através da indução da autofagia, as moléculas podem levar à diminuição das células tumorais.

Nas Ciências Sociais podemos também identificar os mecanismos de comportamento social, como a disposição espacial dos lobos quando vão de um lado para o outro (forma e ordem em fila indiana), a organização dos rebanhos (cardumes, manadas, bandos) de animais (os corvos em pequenos grupos) ou das multidões de pessoas (em atos de protesto), de contágio, ou ainda visando a ordem social construída sobre as relações pessoais (poder, ligações familiares, de amizade, e de amor e ódio). Por exemplo, nos conflitos sociais podemos encontrar a agressão e a violência (geradas pelo ódio e raiva), e recorrer a mecanismos  para as inibir (deixar de fazer), como a detenção via prisões (o controle temporal da atividade), o redirecionar para outro espaço e durante algum tempo, ou a observação/vigilância graças a mecanismos de agregação em grupos ou de classificação (processo encarregue de transformar factos físicos em entidades mentais) em tipos.

Os comportamentos dos indivíduos são ditados mais pela inteligência (razão, cultura, instinto) e menos pela moralidade. Numa demonstração ou manifestação (disposição política) sobre quem é o responsável por conduzir os protestos: um líder, a injustiça, a mágoa ou a raiva - Quem controla a agressão: o instinto ou a inibição?

Pode-se recorrer ao instinto (medo, ansiedade, frustração, depressão, solidão, culpa) dos indivíduos (tendência herdada de um organismo para dar uma resposta aos estímulos do ambiente envolvente, sem necessidade de recorrer ao pensamento analítico), à sua inteligência emocional, ou ainda a mecanismos de sobrevivência inata para reforçar a paz social ou reconduzir as vontades.

Como estudar as sociedades e os seus comportamentos? Olhando para as relações entre coisas, entre os homens e as coisas, ou entre homem e homem? Olhando para as ações dos homens, dos seus pensamentos, para a dinâmica das opiniões subjetivas ou para os factos objetivos? Recorrendo à simulação (modelos) social ou aos inquéritos (de pessoas) e à estatística?

Tomar conta do tempo, para o controlar ou observar a sua passagem, pode ser alcançado por um mecanismo neuronal, que envolve a representação, a medida e a tomada de decisão, e é conseguido pelo cérebro, o qual encarrega-se também de guiar o comportamento e de aprender a partir das consequências. No caso das ações terem resultados com êxito é o cérebro que assume a gestão do comando via o controle do eu. O comportamento envolve o pensamento (raciocínio) e os sentimentos (instinto, regras de contexto), e uma série de outros mecanismos, como a intervenção, a inibição, o ataque, a compensação, a identificação, a reação, a regressão, o desfazer, etc..

Helder Coelho, professor do Departamento de Informática de Ciências
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt
Banner Prémio de Doutoramento em Ecologia - Fundação Amadeu Dias

Já são conhecidos os vencedores da edição 2024 do Prémio de Doutoramento em Ecologia - Fundação Amadeu Dias, organizado pela Sociedade Portuguesa de Ecologia (SPECO).

Jorge Buescu, professor do Departamento de Matemática (DM) de CIÊNCIAS, reeleito Vice-Presidente da European Mathematical Society (EMS)

Jorge Buescu, professor do Departamento de Matemática (DM) de CIÊNCIAS, foi reeleito Vice-Presidente da European Mathematical Society (EMS).

Verão na ULisboa em CIÊNCIAS

Foi com um sorriso na cara e com vontade de um dia regressarem, que os estudantes do programa Verão na ULisboa deixaram o campus de CIÊNCIAS, após as cerimónias de entrega de diplomas que decorreram nos dias 5 e 12 de julho.

Assinatura do Protocolo com a REDCORP

o passado dia 9 de julho a Direção de CIÊNCIAS assinou um protocolo de cooperação com a REDCORP, empresa de empreendimentos mineiros responsável pelo Projeto Lagoa Salgada.

CIÊNCIAS assinA um protocolo de colaboração com a Raiz Vertical Farms nas instalações de CIÊNCIAS, tendo sido assinado pelo Diretor da faculdade, Luís Carriço, e pela co-fundadora da startup Rede Vertical Farms, Inês Barros.

CIÊNCIAS assinou um protocolo de colaboração com a Raiz Vertical Farms, com o objetivo de instalar uma horta vertical no campus da faculdade.

Equipa do CSD Lab do BioISI

Uma equipa de investigadores do Laboratório de Estrutura e Dinâmica Celular (CSD Lab) do Instituto de Biossistemas e Ciências Integrativas (BioIS

Diogo Rodrigues Fernandes

Diogo Rodrigues Fernandes, doutorando de CIÊNCIAS e investigador no Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais (

Banner O Planeta Vivo

“Temos este mundo, ou nada. E temos um grande problema se não entendermos o planeta que queremos salvar.” Esta citação de Carl Sagan é o mote do documentário ‘O Planeta Vivo’, que estreou no passado dia 3 de julho na RTP.

Vista Aérea do Observatório do Paranal

O Observatório do Paranal, no deserto do Atacama no Chile, que faz parte do Observatório Europeu do Sul (ESO), vai receber em 2025 um telescópio made in Portugal para observar o Sol.

Nuno Gonçalves e Inês Leite posam com os prémios junto aos restantes investigadores do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA)

Nuno Gonçalves e Inês Leite, estudantes de CIÊNCIAS, foram premiados na SPIE Astronomical Telescopes + Instrumentation, a maior conferência internacional sobre instrumentação para a Astronomia.

Ranking de Leiden: Há três áreas de investigação de CIÊNCIAS em que a ULisboa é líder nacional

A Universidade de Lisboa (ULisboa) está em primeiro lugar a nível nacional em três áreas de produção científica de CIÊNCIAS no reputado CWTS Leiden Ranking: Ciências da Vida e da Terra, Matemáti

Banner Curso PRODIGI

A partir de 2025 a Universidade de Lisboa em parceria com o Instituto Politécnico de Lisboa, vai disponibilizar uma nova formação online em competências digitais.

 

Inês Fragata, Margarida Matos, Sara Magalhães e Cristina Máguas.

CIÊNCIAS inaugura hoje oficialmente a infraestrutura laboratorial de investigação - Unidade de Evolução Experimental.

Imagem alusiva ao Deep Tech Talent Initiative (DTTI), um programa do European Institute of Innovation and Technology (EIT)

O Mestrado em Bioestatística de CIÊNCIAS foi acreditado pela Deep Tech Talent Initiative (DTTI), um programa do European Institute of Innovation and Technology (EIT).

Dois professores de CIÊNCIAS eleitos sócios da Academia das Ciências de Lisboa

Pedro Miguel Duarte e Luís Eduardo Neves Gouveia, professores de CIÊNCIAS, foram eleitos sócios da Academia das Ciências de Lisboa.

O Centro de Congressos da Alfândega do Porto é o palco da edição de 2024 do Encontro Ciência.

Luís Carriço (Diretor de CIÊNCIAS) e Carlos Martins (Presidente da EPAL) junto a um dos novos bebedouros.

A Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa aderiu ao desafio da EPAL - Empresa Portuguesa das Águas Livres de consumir Água da Torneira nas suas áreas comuns, representando mais um compromisso com o Ambiente e com

 Rodrigo Freitas, Francisco Graça e Diogo Ávila no Pódio dos 3000 metros obstáculos no Campeonato Nacional Universitário de Pista ao Ar Livre

Rodrigo Freitas, estudante de CIÊNCIAS, sagrou-se bicampeão no Campeonato Nacional Universitário (CNU) de Atletismo Pista Ar Livre.

Desde ontem que CIÊNCIAS dispõe de um novo espaço: o Lounge C7!

Carolina Margarido, Catarina Lima e Raquel Costa seguram o prémio de primeiro lugar na segunda fase do Future Innovators Program da Unicorn Factory Lisboa

Carolina Margarido, Catarina Lima e Raquel Costa venceram a segunda fase do Future Innovators Program da Unicorn Factory Lisboa

A cientista Ana Russo, investigadora do Instituto Dom Luiz (IDL), visitou duas escolas básicas do concelho de Sintra no dia 23 de abril para rea

Branca Edmée Marques, cientista alumna de CIÊNCIAS

Branca Edmée Marques, alumna de CIÊNCIAS, será homenageada no dia 20 de junho pelos Museus da Universidade de Lisboa

Vanessa Fonseca, Catarina Frazão Santos, Rita Cardoso, Cláudio Gomes, Ana Duarte Rodrigues e Paulo J. Costa posam com os prémios para uma foto numas escadas

A faculdade conseguiu obter o segundo lugar entre as Escolas da Universidade de Lisboa mais galardoadas.

Páginas