No Campus com Helder Coelho

Teoria da Imitação

Janela triangular

A teoria mimética envolve três elementos: o outro, o modelo, e a relação, e pode ser descrita através de uma forma, o triângulo

unsplash Florian Pérennès
Helder Coelho
Helder Coelho
Imagem cedida por HC

“A questão, crucialmente metafísica, é esta: a verdade, o que é e como se reconhece?” 
Hirokazu Koreeda, 2018

Desde os primeiros momentos de vida que nós (e os animais) imitamos os outros e copiamos os desejos dos outros, transformando-os em nossos (ações, emoções, hábitos).

A teoria mimética, proposta pelo antropólogo e filósofo francês  René Girard (1923-2015), parece ser o grande motor dos seres humanos, para o melhor ou para o pior. A violência das multidões, e os conflitos sociais em geral, pode ser explicada por esta teoria: inspirar-se no desejo do outro permite comunicar e sentir empatia pelo outro, e ao mesmo tempo disparar ciúmes e rivalidades (para ter um brinquedo). A teoria mimética envolve três elementos: o outro, o modelo, e a relação, e pode ser descrita através de uma forma, o triângulo.

Girard inspirou-se nos romances de Shakespeare, Cervantes, Stendhal, Balzac, Flaubert, Dostoiévski e Proust, onde as triangulações constituem o modo de desenvolvimento e animação das narrativas (mecanismo). Por exemplo, a ideia de bode expiatório deve ser considerada uma solução para promover o retorno da ordem social. Aquele que impede a satisfação de um desejo, que ele próprio despertou, torna-se objeto de ódio (ciúme, inveja: mediação interna).

Em Cervantes (caso da personagem de D. Quixote de La Mancha), Sancho Pança imita D. Quixote, e usa-o como modelo, isto é os seus desejos são miméticos. A publicidade (dos relógios e perfumes) recorre a atrizes do cinema (bem conhecidas) e explora as armadilhas dos nossos desejos.

Aristóteles explicou que uma criança adquire todos os seus conhecimentos imitando os adultos. No caso da linguagem, um bebé começa por repetir os sons que ouve, melhorando aqui e ali, até que atinge a perfeição. Aprende com exemplos. O que lemos nos jornais, e o que ouvimos e vemos na televisão e cinema, permitem também reproduzir e figurar (mimésis), e, com certeza, influenciar os nossos desejos e sonhos.

É o mecanismo mimético que nos permite interatuar uns com os outros, compreender os sentimentos dos amigos, e viver a compaixão e a empatia. Como se gera a rivalidade entre dois clubes de futebol? Graças à exploração da inveja, passa-se pela frustração, às expetativas e aos desejos, e mais tarde surge a perda das intenções. Ficam reunidas as condições mínimas, e depois há uma escalada até se revelar alguma crise. Basta a ativação de um rastilho, a repetição de ignições até se fazer explodir a amargura.

O desejo mimético é um impulso, instintivo, constitui a lei geral que governa a espécie humana (e animal), e aplica-se a indivíduos e multidões (veja-se o ritmo do discurso político, as pausas e a escolha das palavras). Qual é a origem da tendência instintiva da imitação? A descoberta dos neurónios espelho, em 1990, pela equipa de Giacomo Rizzolatti da Universidade de Parma, confirmou a existência do mecanismo mimético.

A palavra espelho corresponde ao aparecimento de uma atividade elétrica que se inicia quando um indivíduo executa uma dada ação porque observou o outro a executar a mesma ação. E, curiosamente, estes neurónios são também solicitados quando alguém se imagina a realizar aquela ação. Estes neurónios têm uma outra faceta, a seletividade: cada um só responde a um tipo de ação, e não responde quando se trata de outro gesto.

Os neurónios espelho são os grandes responsáveis pelos nossos êxitos sociais (interações, empatias) e pela formação de grupos, equipes ou amizades. No entanto, a imitação levanta vários problemas, que só se podem controlar com a vontade e a razão.

A nossa sociedade de consumo (com várias empresas atentas e municiadas das técnicas de marketing) explora até à exaustão este conhecimento, através da criação de dias de compras especiais (dia do pai, da mãe, natal, black friday, boxing day), ou via as épocas de saldos (primavera, verão, outono e inverno). Como enfrentar este frenesim consumista? Com a razão, o raciocínio e o pensamento.

Referência

Antunes, L., Nunes, D. e Coelho, H. Geometry of Desire, Proceedings of AAMAS2014, Paris, May 5-9, ACM Press, 2014

 

Helder Coelho, professor do Departamento de Informática de Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

Entre os empregos mais bem pagos contam-se os que estão ligados às engenharias.

Capa

Esta coleção de Livros Brancos foi organizada pela META-NET, uma rede de excelência parcialmente financiada pela Comissão Europeia, que levou a cabo uma análise dos recursos e tecnologias da linguagem atualmente disponíveis. A análise abordou as 23 línguas oficiais europeias assim como outras línguas importantes na Europa a nível nacional e regional. 

O Prémio João Branco é uma iniciativa conjunta da Universidade de Aveiro e da família do designer Jo

Dia 4 Fevereiro 2013 – 14:00h às 19:30h (Sala 2.2.15)

Primeiro plenário do IPBES

Grupo liderado por Henrique Miguel Pereira, investigador do Centro de Biologia Ambiental da FCUL, submete à apreciação da comunidade científica o desenvolvimento de um sistema de monitorização da biodiversidade baseado num conjunto de variáveis essenciais.

Rosto de Maria Antónia Amaral Turkman

“Ao longo dos últimos dois séculos a Estatística foi indispensável em confirmar muitas das maiores descobertas científicas e inovações da humanidade, tais como a partícula bosão de Higgs e a Revolução Verde na agricultura”, declaram Daniel Paulino, presidente da Sociedade Portuguesa de Estatística e Maria Antónia Amaral Turkman, coordenadora do CEAUL.

Dois artigos -- contando com docentes e investigadores do GeoFCUL no seu elenco de autores -- assinalados no “TOP 25 Hottest Papers” de Abril-Junho de 2011 da revista Journal of South American Earth Studies (Sciencedirect / Elsevier).

Rosto de Henrique Leitão

Henrique Leitão foi eleito membro efetivo da Académie International d'Histoire des Sciences, pela relevância da sua carreira e produção intelectual. Para o historiador das ciências foi uma “honra enorme” receber a distinção, “a maior ambição de qualquer estudioso ou cientista”.

Proposal for a REGULATION OF THE EUROPEAN PARLIAMENT AND OF THE COUNCIL.

Laying down the rules for the participation and dissemination in 'Horizon 2020 – the Framework Programme for Research and Innovation (2014-2020).

EUA represents over 850 universities and university associations across 47 European countries. Its highly diverse membership covers the full spectrum of universities participating in European research programmes.

Vai realizar-se de 18 a 20 de Março de 2013, em honra do Professor Ross Leadbetter, o "Symposium on Recent Advances in Extreme Value Theory ".

Face de Maria Amélia Martins-Loução

O Flora-On sistematiza informação fotográfica, geográfica, morfológica e ecológica de todas as espécies de plantas vasculares autóctones ou naturalizadas listadas para a flora de Portugal. Atualmente, através deste portal acede a 164 famílias, 836 géneros e 2991 espécies.

Cortejo académico na Aula Magna

A cerimónia de abertura do ano letivo de 2012/2013 marca uma nova etapa do ensino superior público.
Exegi monumentum aere perennius - Ergui um monumento mais duradouro que o bronze.
Da nova Universidade de Lisboa vê-se o mundo...

Crianças dos 5 aos 9 anos descobrem as Ciências na FCUL

A FCUL abriu as portas do conhecimento aos alunos do Colégio Infantes de Portugal, de Palmela. Durante uma manhã, os laboratórios de Biologia e de Química e Bioquímica foram explorados por cerca de 20 crianças com idades compreendidas entre os 5 e os 9 anos.

Encontra-se aberto concurso externo para o Banco de Portugal - Departamento de Supervisão Prudencial, com vista ao preenchimento de vagas de Técnico Superior para a área de supervisão

“A inovação é tipo ‘ovo de Colombo’, depois de se saber, parece fácil. Só que ‘saber’ significa um longo caminho de amadurecimento do conhecimento”, declara Maria Filomena Camões, docente do Departamento de Química e Bioquímica da FCUL, a propósito da atribuição da Bolsa Europeia de Excelência de Investigação.

A. M. Galopim de Carvalho num dos geoparques

O pioneiro da Geoconservação em Portugal sente-se agradado pelo reconhecimento dos mais de 20 anos de serviço em prol da preservação e salvaguarda dos geoparques, considerando o tributo um importante incentivo para a defesa territorial, para a promoção da geodiversidade e para o desenvolvimento sustentável baseado no património geológico.

Isaac Carrêlo e Rita Almeida, alunos do curso de Engenharia e Energia do Ambiente e Eva Barrocas, do curso de Biologia, viajaram até Cabo Verde para fazer parte da equipa Turtle Foundation. Durante um mês de experiências intensas, protegeram tartarugas e levaram os ensinamentos apreendidos na FCUL até à comunidade local.

Mapa

O Memorando de Entendimento celebrado com Portugal estabelece oito áreas programáticas para a respetiva alocação de verbas para 2009/2014. A abertura de concursos para Portugal deve acontecer ainda este ano.

Páginas