No Campus com Helder Coelho

Teoria da Imitação

Janela triangular

A teoria mimética envolve três elementos: o outro, o modelo, e a relação, e pode ser descrita através de uma forma, o triângulo

unsplash Florian Pérennès
Helder Coelho
Helder Coelho
Imagem cedida por HC

“A questão, crucialmente metafísica, é esta: a verdade, o que é e como se reconhece?” 
Hirokazu Koreeda, 2018

Desde os primeiros momentos de vida que nós (e os animais) imitamos os outros e copiamos os desejos dos outros, transformando-os em nossos (ações, emoções, hábitos).

A teoria mimética, proposta pelo antropólogo e filósofo francês  René Girard (1923-2015), parece ser o grande motor dos seres humanos, para o melhor ou para o pior. A violência das multidões, e os conflitos sociais em geral, pode ser explicada por esta teoria: inspirar-se no desejo do outro permite comunicar e sentir empatia pelo outro, e ao mesmo tempo disparar ciúmes e rivalidades (para ter um brinquedo). A teoria mimética envolve três elementos: o outro, o modelo, e a relação, e pode ser descrita através de uma forma, o triângulo.

Girard inspirou-se nos romances de Shakespeare, Cervantes, Stendhal, Balzac, Flaubert, Dostoiévski e Proust, onde as triangulações constituem o modo de desenvolvimento e animação das narrativas (mecanismo). Por exemplo, a ideia de bode expiatório deve ser considerada uma solução para promover o retorno da ordem social. Aquele que impede a satisfação de um desejo, que ele próprio despertou, torna-se objeto de ódio (ciúme, inveja: mediação interna).

Em Cervantes (caso da personagem de D. Quixote de La Mancha), Sancho Pança imita D. Quixote, e usa-o como modelo, isto é os seus desejos são miméticos. A publicidade (dos relógios e perfumes) recorre a atrizes do cinema (bem conhecidas) e explora as armadilhas dos nossos desejos.

Aristóteles explicou que uma criança adquire todos os seus conhecimentos imitando os adultos. No caso da linguagem, um bebé começa por repetir os sons que ouve, melhorando aqui e ali, até que atinge a perfeição. Aprende com exemplos. O que lemos nos jornais, e o que ouvimos e vemos na televisão e cinema, permitem também reproduzir e figurar (mimésis), e, com certeza, influenciar os nossos desejos e sonhos.

É o mecanismo mimético que nos permite interatuar uns com os outros, compreender os sentimentos dos amigos, e viver a compaixão e a empatia. Como se gera a rivalidade entre dois clubes de futebol? Graças à exploração da inveja, passa-se pela frustração, às expetativas e aos desejos, e mais tarde surge a perda das intenções. Ficam reunidas as condições mínimas, e depois há uma escalada até se revelar alguma crise. Basta a ativação de um rastilho, a repetição de ignições até se fazer explodir a amargura.

O desejo mimético é um impulso, instintivo, constitui a lei geral que governa a espécie humana (e animal), e aplica-se a indivíduos e multidões (veja-se o ritmo do discurso político, as pausas e a escolha das palavras). Qual é a origem da tendência instintiva da imitação? A descoberta dos neurónios espelho, em 1990, pela equipa de Giacomo Rizzolatti da Universidade de Parma, confirmou a existência do mecanismo mimético.

A palavra espelho corresponde ao aparecimento de uma atividade elétrica que se inicia quando um indivíduo executa uma dada ação porque observou o outro a executar a mesma ação. E, curiosamente, estes neurónios são também solicitados quando alguém se imagina a realizar aquela ação. Estes neurónios têm uma outra faceta, a seletividade: cada um só responde a um tipo de ação, e não responde quando se trata de outro gesto.

Os neurónios espelho são os grandes responsáveis pelos nossos êxitos sociais (interações, empatias) e pela formação de grupos, equipes ou amizades. No entanto, a imitação levanta vários problemas, que só se podem controlar com a vontade e a razão.

A nossa sociedade de consumo (com várias empresas atentas e municiadas das técnicas de marketing) explora até à exaustão este conhecimento, através da criação de dias de compras especiais (dia do pai, da mãe, natal, black friday, boxing day), ou via as épocas de saldos (primavera, verão, outono e inverno). Como enfrentar este frenesim consumista? Com a razão, o raciocínio e o pensamento.

Referência

Antunes, L., Nunes, D. e Coelho, H. Geometry of Desire, Proceedings of AAMAS2014, Paris, May 5-9, ACM Press, 2014

 

Helder Coelho, professor do Departamento de Informática de Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt
Palestra por Jennifer de Jonge

Centro de Biotecnologia Vegetal/IBB

Evolução Tecnológica e o Cadastro Territorial Multifinalitário no Brasil

VicenTuna anima Sessão de Boas-vindas

Receber os novos alunos numa sessão de boas-vindas é uma das tradições da FCUL. Agora, o espírito da cerimónia pode ser conhecido pela voz dos profissionais e alunos que fizeram parte da última sessão, através de uma reportagem multimédia presente na página do YouTube da Faculdade, bem como na pasta de vídeos do Facebook.

Pormenor de obra de arte

Atualmente, o antigo aluno da FCUL é post-doc na Universidade Federal do Rio Grande - Fundação Universidade do Rio Grande, no Brasil, sendo responsável por projetos na área da Biologia Antártica – Biologia Polar.

Miguel Ramos

Miguel Ramos, professor do Departamento de Matemática da FCUL, faleceu esta quinta-feira, dia 3 de janeiro. O corpo será velado no dia 5 de janeiro, entre as 17h00 e as 24h00, na Capela da Igreja das Furnas, em São Domingos de Benfica, assim como no dia 6 de janeiro, a partir das 12h00, seguindo-se a missa pelas 15h00. A cerimónia de cremação ocorre no Cemitério dos Olivais.

Miguel Ramos (1963-2013)

Estão disponíveis os calendários de exames do 2º ciclo para as seguintes áreas:

- Mestrados de Engenharia Geográfica e SIG

Repórter e câmara de filmar

Após as palavras , chegam os sons e as imagens  do dia em que a FCUL voltou a fazer parte da “Rota das Vocações de Futuro” da associação EPIS. A reportagem está disponível na página do YouTube da Faculdade, bem como na pasta de vídeos do Facebook.

 

O histórico de aluno no Portal da FCUL foi atualizado e renovado.

Relembramos que pode utilizar os vários meios ao dispor para deixar comentários ou sugestões sobre os serviços da FCUL.

Bruno Almeida, doutorado em História das Ciências pela Secção Autónoma de História e Filosofia das Ciências da FCUL e membro do Centro Interuniversitário de História das Ciências e da Tecnologia, ganha "Prémio Cultura 2012" atribuído pela Sociedade de Geografia de Lisboa.

Alunos informam-se sobre programas de mobilidade internacional

“É uma grande oportunidade que estou a ter, a Faculdade dá um grande apoio aos alunos. (…) Estou a gostar do convívio com os colegas, das aulas, das disciplinas e da cultura portuguesa”, sublinha Daniel Martins, aluno oriundo do Brasil a estudar Biologia na FCUL.

Pela 2.ª vez, o Dia Internacional proporcionou a divulgação de programas de mobilidade internacional junto dos alunos, esclarecendo dúvidas e curiosidades. Durante o acontecimento, trocaram-se experiências, conheceram-se hábitos e tradições de diferentes países e, acima de tudo, enalteceu-se o espírito de convívio em ambiente "além-fronteiras".

Candidaturas para Base de Recrutamento de Professores Auxiliares Convidados do DF

“MARAVILHAR-SE: reaproximar a criança da Natureza” 

Foi duplicado o espaço de armazenamento nas áreas de alunos. A nova quota é agora de 1 Gb.

 

Com o intuito de inovar e proporcionar os melhores temas aos alunos da Faculdade de Ciências no que diz respeito às novas tecnologias, a

David Luz e Pedro Machado, investigadores do Centro de Astronomia e Astrofísica da UL, fazem parte de uma equipa de investigadores que ao fim de dois anos conseguiu medir os ventos da atmosfera de Vénus a partir da Terra. Até então, só era possível fazê-lo recorrendo a sondas espaciais.

À semelhança dos anos anteriores o Departamento de Química e Bioquímica vai promover a realização de Ações de Formação para os professores do Ensino Básico e Secundário na modalidade oficina.

Encontram-se abertos concursos para recrutamento postos de trabalho de Professor Auxiliar, nas áreas disciplinares de Meteorologia, de Geofísica, de Engenharia Geográfica e de Oceanografia Física, Astronomia e Astrofísica, constantes do mapa de pessoal docente d

Empresa Outmind trabalha o conceito de marketing sensorial aliado à tecnologia

“Queremos dar a conhecer um novo espaço, uma nova marca, uma nova estratégia para o Tec Labs e também, claramente, incentivar as pessoas a terem uma atitude diferente face ao empreendedorismo”, sublinhou Luís Matos Martins, presidente do Conselho de Administração do Tec Labs.

Imagem alusiva à extração de óleos essenciais

Aquele que é hoje conhecido como o ISEO teve início em setembro de 1969, quando quatro cientistas da área da farmacognosia se reuniram, informalmente, em Leiden, na Holanda, para discutir problemas comuns, relacionados com a análise de óleos essenciais. Docentes/investigadores da FCUL participam, desde 1989, nesse congresso e já o organizaram por duas vezes.

Páginas