Quinze anos da HortaFCUL

Atividades na HortaFCUL, num Dia Aberto em 2015

A HortaFCUL é o primeiro e continua a ser o único exemplo de um coletivo de permacultura universitário ativo em Portugal

HortaFCUL

A HortaFCUL é o primeiro e continua a ser o único exemplo de um coletivo de permacultura universitário ativo em Portugal e é procurada por muitos membros ativos da sociedade civil, como referência para boas práticas ambientais, ecológicas e sociais em projetos de iniciativa cidadã. Em outubro de 2024 assinala 15 anos de existência.

Tome nota

74 guardiões
+ de 440 eventos (um evento a cada 11 dias)
Cerca de 450 dias de trabalho (1800 horas de trabalho voluntário)
Os eventos mais representativos - workshops, visitas guiadas e conversas - totalizaram 225 ocorrências em 13 anos, com uma média de 24 participantes por evento (5353 participantes no total).
Relativamente a parcerias e apoios diretos a outros projetos, houve 87 ocasiões documentadas (seis por ano em média).
Entre 2016 e 2023 foram produzidos perto de 48 toneladas de composto orgânico.
Entre 2021 e 2023 foram produzidas cerca de oito toneladas de vermicomposto.
Num ano dão entrada na HortaFCUL cerca de 4.2 toneladas de resíduos oriundos das cafetarias.

“São 15 anos recheados de atividades e eventos sobre sustentabilidade, permacultura, compostagem, produção alimentar urbana e jardinagem. E são sobretudo 15 anos de contactos, parcerias, amizades e cooperação entre projetos para ajudar a estabelecer iniciativas baseadas em comunidades em vários contextos urbanos e rurais, em particular na região de Lisboa, que foram celebrados no relatório recentemente divulgado”, escreve António Vaz Pato, guardião da HortaFCUL e estudante do mestrado de Biologia da Conservação, na Ciências ULisboa, no artigo “Act local, think global: a HortaFCUL ao serviço do ecossistema de Ciências”.

Os resultados apresentados no relatório "Living the sustainable development: a university permaculture project as an ecosystem service provider - The HortaFCUL case study (2009-2023)" assinado por António Vaz Pato, Florian Ulm, Miguel Sousa, Annika Haag, Tiago Dias, Diogo Ribeiro, Gil Penha-Lopes, Renata Reynaud, Beatriz Vicente, Ivo Rosa e David Avelar apresentam o impacto regenerativo e transformador da HortaFCUL e constituem uma primeira tentativa de resumir cientificamente o valor acrescentado de um jardim comunitário em Portugal. Este relatório está disponível no site da Faculdade.

“Este esforço de pesquisa deve incentivar futuros trabalhos nesta área, tornando de uma vez por todas os jardins comunitários objetos de estudo cientificamente válidos e pertinentes na academia.”
António Vaz Pato, pelos guardiões da HortaFCUL, in "Act local, think global: a HortaFCUL ao serviço do ecossistema de Ciências"

Atividades de divulgação da HortaFCUL, banca do C5
A HortaFCUL é procurada por muitos membros ativos da sociedade civil, como referência para boas práticas ambientais, ecológicas e sociais em projetos de iniciativa cidadã
Fonte HortaFCUL

Gabinete de Jornalismo da DCI Ciências ULisboa
noticias@ciencias.ulisboa.pt
Alunos da FCUL

A Schlumberger realiza uma sessão de recrutamento em Ciências. As grandes empresas procuram os melhores profissionais. A FCUL apoia a inserção profissional dos seus diplomados.
 

O evento é uma organização conjunta da Norton/Symantec e do mestrado em Segurança Informática do DI-FCUL.

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Fotografia de mesa com cinco pessoas sentadas, na Reitoria da UL

A rede pretende formalizar colégios doutorais em áreas transversais. Opinião de Maria Amélia Martins-Loução.

Fotografia de pessoas sentadas num dos anfiteatros da FCUL

A iniciativa acontece a 17 de março e é organizada pelos Departamentos de Física e de Informática.

Fotografia de Dois voluntários, sentados junto a uma banca no átrio do C5

Em fevereiro estão abertas inscrições para a admissão de novos voluntários.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

Vale a pena recordar a iniciativa do Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional da FCUL.

Fotografia de alunos a andarem, junto ao C8

A primeira edição do curso realiza-se já em 2012.

Outra forma de fazer turismo.

Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25.Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25

O Encontro decorreu em Junho no GeoFCUL.

Páginas