Opinião

O Mural HortaFCUL

Apesar do solo ser a matriz que suporta a vida, a nossa perceção sobre a sua importância está limitada pelos nossos órgãos sensoriais, insensíveis à sua riqueza, diversidade e relevância. A ignorância leva-nos a destruí-lo, a consciência a cuidá-lo!

Nas palavras de A. M. Galopim de Carvalho, “na sua imensa capacidade tecnológica, o homem pode destruir em horas um bem coletivo cuja formação necessita de milhares de anos a ser desenvolvido. Urge pois trazer este conhecimento ao cidadão, a começar na escola, onde os curricula estão longe de dar ao solo a importância científica, económica e social que, na realidade, tem”.

mural
Fonte Daniel Lopes

O projeto HortaFCUL, consciente da importância deste recurso natural no geral, e em particular para a sua horta, convidou o grupo de investigação Plant-Soil Ecology do CE3C e, através da iniciativa ArteViral, o artista "MONK.ey" para cocriar uma obra de arte em homenagem ao solo, como se de um prolongamento da horta se tratasse, tornando visível a sua componente subterrânea.

Porque cada elemento na HortaFCUL tem várias funções, este mural pretende estar na interface arte ciência, numa relação de grande sinergia entre o conhecimento científico sobre os constituintes do solo e a criatividade das artes gráficas. O processo colaborativo, que levou vários meses, mostrou-se muito produtivo e desafiante, na medida em que foi necessário transferir conhecimento da complexidade do solo, dos cientistas para o artista, para que este pudesse criar uma obra minimamente informativa.

O Mural tem como objetivo comunicar o conhecimento científico sobre os constituintes do solo da horta, a sua sucessão eco/geológica e a evolução da vida através da arte.

O mural artístico vai proporcionar uma atmosfera de criatividade, alegria e curiosidade e comunicar as seguintes articulações
Diversidade de elementos e estrutura do solo, nomeadamente o seu sistema geológico (rochas e pedras; areia; argila; sílica; matéria orgânica; fósseis; azoto; carbono; oxigénio) o sistema biológico (raízes (aprumadas, fasciculadas, tubérculos); micorrizas; invertebrados; bactérias; fungos; relações entre estes elementos) sistema hídrico (água), ciclos.
Sucessão ecológica e geológica do solo, desde a meteorização da rocha mãe, o aparecimento de minerais e nutrientes ao surgimento da vida nas suas várias formas em seres cada vez mais complexos.
Evoluçao da vida desde o big-bang, passando pelo caldo primitivo, o aparecimento das bactérias que originaram os seres eucariotas, até à atual diversidade de fungos, plantas e animais.

mural
Fonte Daniel Lopes

Tendo a Assembleia Geral das Nações Unidas declarado 2015 o Ano internacional dos Solos, a HortaFCUL decidiu assim implementar este ano o projeto, com o apoio financeiro para atividades extracurriculares da Universidade de Lisboa. Desde 2009 que temos vindo a trabalhar no solo da horta, transformando um solo argiloso bastante paupérrimo no que é hoje. Assim, esta quarta-feira dia 7 de outubro haverá um convívio junto à horta para celebrar o Mural, onde toda a comunidade FCUL está desde já convidada!

Madalena Gaspar, Florian Ulm, Daniel Lopes e David Avelar, P’los Guardiões da HortaFCUL
Impressão artística da missão Euclides no espaço.

A 25 de maio (sábado), às 21h00, vamos ver e compreender as novas imagens de entre as maiores alguma vez feitas do Universo, no Grande Auditório de CIÊNCIAS (Edifício C3). A entrada é livre.

Redes Doutorais Marie Curie Projeto PROMOTE

CIÊNCIAS vai participar numa das propostas vencedoras do concurso 2023 das Redes Doutorais de Ações Marie Skłodowska-Curie (MSCA DN).

Foto de entrega de prémio aos vencedores

No âmbito do projeto Invasives e como atividade inserida na

Dia Nacional dos Cientistas - 16 de maio

O Dia Nacional dos Cientistas foi instituído em 2016 por Resolução da Assembleia da República com o objetivo de reconhecer e celebrar a contribuição vital dos cientistas para o progresso da sociedade.

CIÊNCIAS e OKEANOS em parceria para monitorizar biodiversidade e alterações dos ecossistemas marinhos

O projeto foca-se em seis espécies que nidificam no Atlântico Norte, cuja ecologia e até a taxonomia são muito pouco conhecidas, por serem muito difíceis de estudar: estas aves são exclusivamente noturnas em terra, não pesam mais que 50 gramas e nidificam em pequenas cavidades em rochas ou solo.

Reitoria da ULisboa

O CWUR 2024 avaliou de entre 20.966 instituições de ensino superior e atribuiu à ULisboa o 211.º lugar (top 1.1%) e a 80.ª posição no panorama europeu.

Fotografia de participantes na Training School

Realizou-se em Portugal, mais precisamente em CIÊNCIAS, no CE3C, de a 6 a 9 de maio a training school

Participantes no Dia Aberto

O campus ganhou vida, cor e energia proveniente do entusiasmo dos cerca de 2000 alunos de 170 escolas de norte a sul do País.

CIÊNCIAS esteve presente nesta edição, com a participação dos docentes do Departamento de Física: Alexandre Cabral, no painel de abertura “À conversa sobre carreiras espaciais” e

Semana Internacional da Compostagem

Uma das transformações necessárias às entidades que querem progredir pelo caminho da sustentabilidade é fecharem os seus ciclos de materiais, nomeadamente o orgânico.

A VicenTuna - Tuna da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa - completou 30 anos em janeiro de 2024. Para comemorar, realizou no dia 30 de abril de 2024, a Festa da Primavera, um espetáculo de música e divertimento dedicado à comunidade de CIÊNCIAS e ao público em geral.

Celebrações dos 50 anos do 25 de abril de 1974 da Academia das Ciências de Lisboa

A 9 de maio realiza-se a segunda de duas jornadas de debate académico e científico organizadas pela Academia das Ciências de Lisboa, que tem por objetivo ‘analisar e discutir a evolução do panorama científico português de forma prospetiv

Lançamento do projeto Barrocal-Cave marca um novo capítulo na Conservação da Biodiversidade em Portugal

O prestigiado Palácio Gama Lobo foi o cenário escolhido para o lançamento do projeto Barrocal-Cave, financiado pelo Prémio Fundação Belmiro de Azevedo 2023.

No passado dia 10 de abril, tivemos a honra de receber um grupo de estudantes e dois professores da Universidade de Leiden, na Holanda. Com um total de 40 estudantes, todos da área das bio farmacêuticas, a visita prometia ser entusiástica.

Miguel Pinto

No dia 29 de abril, Miguel Pinto visitou a Escola Básica Professora Aida Vieira, no Bairro Padre Cruz em Lisboa, para realizar oficinas de divulgação científica e atividades didáticas.

Fotografia de alguns dos oradores

O que é a sustentabilidade? Como podemos agir a nível local, procurando um impacto global? Estas e muitas outras questões marcaram a segunda edição da Semana da Sustentabilidade CIÊNCIAS, entre 15 e 19 de abril de 2024.

Grande Auditório durante a celebração do 113.º aniversário de CIÊNCIAS

Mais de 500 pessoas assistiram no Grande Auditório à celebração do 113.º aniversário de CIÊNCIAS, na passada terça-feira, 23 de abril, numa cerimónia marcada por distinções, homenagens e um balanço dos últimos meses, com os olhos postos no futuro. 

Buracos negros Gaia

Um grupo de cientistas descobriu um grande buraco negro, com uma massa quase 33 vezes superior à massa do Sol, escondido na constelação de Aquila, a menos de 2000 anos-luz da Terra, ao analisar a grande quantidade de dados da missão Gaia da ESA.

Alunos com mãoes no ar num sala de aula

É possível brincar com a Matemática e prova disso foram as várias atividades que se realizaram na Faculdade nos dias 13 e 14 de março de 2024. Março foi um mês dedicado a esta ciência, motor da sociedade. Leia a opinião de quem participou nestas atividades e ainda nas Jornadas de Matemática.

robot e criança

Ecossistema de grandes modelos de linguagem de IA Generativa para a língua portuguesa foi expandido com novas versões dos modelos Albertina e Gervásio.

Participantes da 1.ª edição do JAB

A 1ª edição do JAB, um evento inovador destinado a jovens empreendedores, organizado pela JUST - Júnior Iniciativa de Ciências ocorreu nos dias 22 e 23 de março passado e teve como foco a Educação de Qualidade, quarto Objetivo de Desenvolvimento Sustentável.

Pessoas

Uma comitiva da Shanghai Ocean University (SHOU), cuja origem remonta à Escola de Pesca da Província de Jiangsu, fundada em 1912, visitou Ciências ULisboa no passado dia 25 de março. Wang Hongzhou, presidente do Conselho da universidade chinesa, elogiou o avanço da investigação realizada na Ciências ULisboa, destacando as boas práticas de gestão, interdisciplinaridade e foco na missão. Durante a ocasião, Luís Carriço, diretor da Ciências ULisboa, reconheceu a importância das relações bilaterais com a China.

Alunos dinarmarqueses junto à tabela periódica

Um grupo de 25 estudantes do ensino secundário do Egedal Gymnasium & HF, da Dinamarca, visitou a Ciências ULisboa no passado dia 21 de março.

Páginas