Opinião

CHILL: O que fazem galinhas em Ciências?

chicken tractor

Processo de mudança do chicken tractor

Imagem enviada pelos autores
Equipa Chill
Equipa CHILL
Imagens cedidas pelos autores

Num mundo cinzento e urbanizado, as pessoas procuram cada vez mais o contacto com a natureza e a terra. Desta forma, as hortas comunitárias, integradas nas grandes cidades, têm vindo a ganhar expressão. Assim, torna-se possível ter espaços comunitários, em pequenos terrenos espalhados pelos grandes centros urbanos, designados para o cultivo e que beneficiam diretamente as comunidades.

A HortaFCUL surgiu neste contexto, procurando seguir e aplicar os princípios da permacultura. Um exemplo de uma atividade promovida pela Horta FCUL, neste âmbito, é o reaproveitamento dos resíduos orgânicos da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, através da sua compostagem. Em 2018, a HortaFCUL tomou a iniciativa de adotar um casal de galinhas garnisé, introduzindo-as na família Horta, no espaço PERMALAB. Para isso, construiu-se um chicken tractor (galinheiro móvel), em madeira e com materiais reciclados, que foi integrado num sistema de agricultura de rotação de culturas. Os novos habitantes da Horta, começaram assim a contribuir para o funcionamento agrícola. Ao encontrarem condições favoráveis, nomeadamente abrigo fornecido pelo chicken tractor e alimento providenciado pelos macroinvertebrados provenientes da compostagem orgânica (complementados com ração), as galinhas retribuíram preparando a terra através dos seus serviços ecológicos. Para além de ajudarem a fertilizar a terra com os seus dejetos, têm ainda a capacidade de a revolver quando procuram alimento, arando-a.

Galinha e pinto
Mãe galinha com os pintos recém nascidos
Imagem enviada pelos autores

As galinhas contribuem ainda com ovos que são partilhados à quarta-feira, o dia de trabalhos da HortaFCUL ou oferecidos a membros da faculdade. Em 2019, decidimos associar-nos à HortaFCUL integrando a equipa que coordena as atividades e projetos afetos às galinhas e assumindo o papel de guardiões das mesmas. Este foi o projeto que mais nos interessou, não só pela ligação afetiva que criámos inicialmente com as galinhas, mas também porque sentimos que era o elo dos ciclos da HortaFCUL com maior capacidade de evolução no sentido de combater desperdícios e aumentar a produtividade dos sistemas.

Em meados de 2019, a Herdade do Freixo do Meio, uma herdade alentejana que procura seguir um sistema sustentável de agrofloresta, fez uma doação de um galo e duas galinhas da raça preta lusitânica, uma das raras variedades autóctones. Estes três novos habitantes, de maior dimensão, vieram agilizar o processo de preparação da terra tornando-o mais célere e eficaz aumentando a eficiência do chicken tractor. Como resultado, a rotação de culturas tornou-se também mais rápida e eficiente, aproveitando todo o potencial dos resíduos orgânicos produzidos no campus e minimizando as perdas de energia do sistema. No entanto, alguns fatores começaram a contribuir para a deterioração do conforto das galinhas e, consequentemente, a sua eficiência na preparação da terra.

As amplitudes térmicas entre o verão e o inverno eram difíceis de controlar e a falta de espaço tornou-se um problema, particularmente na relação entre os galos. Para complicar, surgiu uma praga de ácaros que afetou todas as galinhas e que foi potenciada pelas condições atuais do chicken tractor: a madeira serviu como abrigo para os ácaros e o pouco espaço tornou as galinhas alvos mais vulneráveis. Tornou-se evidente que seria preciso uma nova solução: um novo galinheiro, que permitisse às galinhas ficar mais confortáveis, com mais espaço, maior conforto térmico e com menor capacidade de propagação de pragas, mas mantendo a eficácia demonstrada anteriormente.

chicken tractor
As imagens refletem as condições atuais do chicken tractor, a compostagem de resíduos orgânicos produzidos na faculdade que servirá de alimento para as galinhas, talhão plantado após a passagem do chicken tractor, numa primera data e três semanas depois
Imagens enviadas pelos autores

A 1ª edição do Concurso de Ideias para a Sustentabilidade em Ciências veio proporcionar a oportunidade de avançar com esta ideia, nascendo assim o projeto “CHILL - CHIcken Tractors as an efficient and sustainable Link in closed Loop agriculture”. Pusemos mãos à obra! Começámos por excluir da construção do novo chicken tractor a madeira, como material estrutural, procurando um material que dificultasse a disseminação de novas pragas. Achámos ainda essencial, uma vez que o galinheiro tinha que ser móvel, que o material estrutural fosse leve, mas com elevada durabilidade. Optámos pelo alumínio. De seguida, era imperativo garantir que a capoeira (local de abrigo das galinhas, onde ocorre a postura de ovos) fosse isolada termicamente, protegendo as galinhas e futuros pintos de amplitudes térmicas extremas. Selecionámos um painel sandwich (um painel de chapa revestido internamente com esponja). Por fim, decidimos alterar a forma estrutural do chicken tractor, procurando implementar uma forma que nos permitisse aceder a todas as zonas do galinheiro, com maior facilidade. Assim decidimos desenhar um chicken tractor com uma forma ortorrômbica.

Em junho de 2020 tivemos uma incrível e agradável surpresa: nasceram vários pintos, tendo oito conseguido desenvolver-se de uma forma saudável. Acima de tudo, foi uma lufada de ar fresco nestes tempos de pandemia, em que parecemos rodeados de más notícias. No entanto, rapidamente nos voltámos a deparar com uma das principais razões pelas quais quisemos construir um novo chicken tractor: a falta de espaço. Fomos novamente confrontados com a urgência de assegurar o conforto das galinhas, uma vez que quando a nova ninhada se tornasse adulta, iria ultrapassar a capacidade de carga para a área do chicken tractor. Como tal, tomámos a difícil decisão de doar os pintos, ficando apenas com uma fêmea. Temos a certeza que irão ser bem tratados nas novas famílias, mas despedimo-nos com alguma tristeza e com votos de que, no futuro, possamos ficar com um maior número de pintos.

Pintos
Alimentação dos pintos
Imagem enviada pelos autores 

Hoje, temos três galinhas e dois galos, incluindo um dos elementos originais. Almejamos ter mais quando finalizarmos a construção do novo galinheiro. Acima de tudo, queremos garantir o bem-estar das nossas galinhas, que fazem parte desta família que é a HortaFCUL, e que são parte integrante e fundamental no ciclo de nutrientes e matéria. A nossa missão passa agora pela construção do novo galinheiro.

Afonso Ferreira, Florian Ulm, Francisco Azevedo e Silva, Inês Afonso e Tomás Simões, equipa CHILL, menção honrosa 1.ª edição do Concurso de Ideias para a Sustentabilidade
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt
Simulação de marés oceânicas

“Weak tides during Cryogenian glaciations” da autoria de J. A. Mattias Green, Hannah S. Davies, João C. Duarte, Jessica R. Creveling e Christopher Scotese foi publicado esta sexta-feira, 4 de dezembro, na revista científica Nature Communications. Neste trabalho os cientistas mostram que as marés tiveram um efeito de feedback positivo, que ajudou a que a Terra se mantivesse neste estado "congelado" por mais tempo do que expectável.

ULisboa

Em Portugal a ULisboa continua a liderar o US News 2021 Best Global Universities Rankings. Na edição de 2021 foram avaliadas 1748 instituições.  "Não é com certeza estranho a esta subida o empenho de todos os que trabalham na nossa Faculdade em particular durante este ano pejado de tantas dificuldades”, comenta Pedro Almeida, subdiretor da Ciências ULisboa.

Pedro Castro

Pedro Castro desenvolve modelos e algoritmos com base em programação linear inteira mista. O investigador no DEIO e CMAFcIO Ciências ULisboa é um dos vencedores do Prémio Científico ULisboa/CGD 2019.

Logotipo radar

Décima rubrica Radar Tec Labs, dedicada às atividades do Centro de Inovação da Faculdade. A empresa em destaque é a PrimeMakers.

Estudo valida Twitter para cibersegurança

Investigadores do LASIGE Ciências ULisboa e da Universidade de Londre apontam várias vantagens para a utilização do Twitter como fonte de notícias e alertas de cibersegurança, descritas num artigo realizado no âmbito do projeto DiSIEM, destacado como uma história de sucesso pela Comissão Europeia.

Tabela periódica

O livro “Os Elementos em Ciências - Uma viagem pela Tabela Periódica” editado pela Ciências ULisboa, no âmbito das comemorações dos 150 anos da tabela periódica, integra 73 textos sobre 88 elementos químicos, da autoria de 92 autores.

Duas pegadas de dinossáurios carnívoros e marcas interpretadas como rastos de natação de crocodilos, com os respetivos mapas de profundidade

A revista científica Lethaia publica este mês um novo trabalho sobre pegadas de dinossáurios terópodes e “crocodilos” do registo fóssil do Jurássico Superior da Bacia Lusitânica, em Portugal. O artigo contou com a participação das paleontólogas do Instituto Dom Luiz, polo Ciências ULisboa, Vanda Faria dos Santos e Elisabete Malafaia.

Imagem artística do satélite Ariel a caminho do ponto de Lagrange L2

Pedro Mota Machado, professor do DF Ciências ULisboa e investigador do IA, é o representante nacional da missão Ariel, que irá estudar em detalhe as atmosferas de exoplanetas.

Guilherme Carrilho da Graça

Guilherme Carrilho da Graça é um dos vencedores do Prémio Científico Universidade de Lisboa/Caixa Geral de Depósitos 2019.

Jens Hagemeyer, Carola Haumann e Ulrich Rückert

O projeto VEDLIoT, iniciado este mês e com uma duração de três anos, visa desenvolver uma plataforma de aprendizagem autónoma para a Internet das Coisas. O CoR-Labda Universidade de Bielefeld, na Alemanha, coordena este consórcio, composto por 12 parceiros, entre eles a FCiências.ID.

Centro de Testes Ciências ULisboa

Ciências ULisboa, através do seu Centro de Testes, e em parceria com a Associação Nacional de Cuidadores Informais lançam este mês “Famílias Seguras – Cuidar de Quem Cuida”, um programa gratuito de rastreio regular à COVID-19 para cuidadores informais, pessoas cuidadas e seus familiares em convivência direta e que conta com o Alto Patrocínio de sua Excelência o Presidente da República.

Mulheu a tapar o rosto

"Quando o medo de falhar deixa de ser tolerável, geralmente surgem sensações que geram tanto desconforto na pessoa, ao nível físico e psicológico que conduzem à adoção de estratégias menos saudáveis na gestão desse medo. Assistimos a dois grandes grupos de estratégias: o controlo e o evitamento", escreve a psicóloga Andreia Santos.

Primeira estrutura móvel com posto de colheitas biológicas está instalada no exterior do campus da Ciências ULisboa, entre o edifício C6 e a Faculdade de Letras da ULisboa

A primeira estrutura móvel com posto de colheitas biológicas no âmbito do projeto FIGHT COVID, lançado recentemente pela Faculdade e pela SGS Portugal, parceiras desde 2015, está instalada no exterior do campus da Ciências ULisboa, entre o edifício C6 e a Faculdade de Letras da ULisboa. 

Pódio

Em Portugal, a ULisboa continua a ser a universidade líder do Performance Ranking of Scientific Papers for World Universities 2020, mais conhecido por National Taiwan University (NTU) Ranking, que avalia o posicionamento das universidades de acordo com a respetiva produtividade, impacto e excelência dos artigos científicos produzidos em 24 áreas do saber.

chicken tractor

Afonso Ferreira, Florian Ulm, Francisco Azevedo e Silva, Inês Afonso e Tomás Simões apresentam o projeto “CHILL - CHIcken Tractors as an efficient and sustainable Link in closed Loop agriculture”. 

Ricardo Lima investiga em São Tomé e Príncipe

“(…) Se há algo de que não me arrependo foi em ter seguido este sonho de estudar Biologia. Nestes tempos de incertezas, se há algo que faz sentido é persistirmos numa profissão que nos satisfaz”, expressa Ricardo Lima, alumni da Faculdade e investigador do cE3c.

Logotipo

Nona rubrica Radar Tec Labs, dedicada às atividades do Centro de Inovação da Faculdade. A empresa em destaque é a FibFormula.

Universo

Assista ao Dia da Investigação da Ciências ULisboa transmitido pelo canal YouTube desta faculdade e fique a par da investigação de ponta e do importante papel que a Faculdade tem tido na transferência do conhecimento para a sociedade, na sustentabilidade e no combate à COVID-19.

Campus Ciências

Patrícia Tiago e Sergio Chozas, investigadores do cE3c Ciências ULisboa, apresentam o +Biodiversidade@CIÊNCIAS, um projeto que pretende aplicar o conceito de sustentabilidade nos espaços verdes da Ciências ULisboa e caracterizar e monitorizar a sua biodiversidade ao longo do tempo, envolvendo tanto a comunidade da Faculdade como os cidadãos que vivem e trabalham na área.

Esquema do vaso

Um grupo de guardiões da HortaFCUL realizou várias oficinas intituladas “Permacultura de Levar para Casa” no Centro Cultural de Belém, integradas na exposição “Agricultura e Arquitetura: Do Lado do Campo”. Durante a exibição da exposição, realizaram-se 24 oficinas, abrangendo um total de 500 alunos de diversas idades, desde a pré-primária ao 9º ano de escolaridade (dos 4 aos 14 anos).

Pormenor do Estudo em fio dos Painéis de São Vicente, por Almada Negreiros (1950)

Pedro Freitas, professor do Departamento de História e Filosofia das Ciências e investigador do Centro Interuniversitário de História das Ciências e da Tecnologia, escreve sobre Almada Negreiros, figura maior da cultura portuguesa do século XX.

abutre

"Centenas de cadáveres destes abutres encontravam-se sem cabeça, empilhados e intencionalmente escondidos sob arbustos", escreve Mohamed Henriques, doutorando do programa doutoral Biologia e Ecologia das Alterações Globais, juntamente com outros investigadores e conservacionistas numa carta publicada em outubro na Science.

O Dia da Investigação acontece a 28 de outubro de 2020

O Dia da Investigação acontece a 28 de outubro e será transmitido através do canal YouTube da Ciências ULisboa, anuncia a Faculdade em comunicado de imprensa. Consulte o programa e saiba quais são os temas em análise e os oradores das várias sessões, inscreva-se no evento e para ter uma ideia do que o espera assista à reportagem.

Flávio Gomes Oliveira a verificar se as armadilhas capturaram algum musaranho

Flávio Gomes Oliveira, doutorando do programa doutoral em Biologia e Ecologia das Alterações Globais, é um dos autores de um estudo publicado em outubro na Behavioral Ecology, cujos resultados integram a sua tese de doutoramento. Nesta entrevista o jovem investigador faz um balanço dos primeiros anos do doutoramento e deixa conselhos para quem quer seguir esta área.

Musaranho-de-dentes-brancos a ser devolvido à natureza

Um estudo realizado em Lisboa por um grupo de investigadores do CESAM, polo da Ciências ULisboa e da Universidade Adam Mickiewicz de Poznań, na Polónia, detetou diferenças substanciais no comportamento e metabolismo dos musaranhos-de-dentes-brancos que ocorrem na capital portuguesa, quando comparados com indivíduos provenientes de áreas naturais.

Páginas