[Tec Labs]i – Potenciar a Inovação

I have a dream

[Tec Labs]i – Potenciar a Inovação
Tec Labs - Centro de Inovação da FCUL

“I have a dream”… Em português: “Eu tenho um sonho”. Esta poderia ser a frase utilizada para definir os grupos de trabalho da disciplina da FCUL em parceria com o ISCTE-IUL, projeto empresarial, que defenderam os seus “sonhos” no evento [Tec Labs]i – Potenciar a Inovação, no passado dia 4 de junho. Poderia ser… Mas apenas se no campo da imaginação tivessem ficado as ideias defendidas pelos jovens empreendedores. Assim sendo, ao adicionar-se “Man should be brave” (“O homem deve ser corajoso”) e “The best way to predict the future is to create it” (“A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo”), é possível alcançar uma definição mais fiel à realidade.

Todas estas mensagens entusiastas e de incentivo à ação foram utilizadas por alguns dos oradores do evento [Tec Labs]i – Potenciar a Inovação, com o intuito de fazer chegar os seus ensinamentos sobre empreendedorismo, inovação, acesso ao mercado de trabalho e  ciência do negócio ao público presente.

Para Rui Ferreira, administrador do Tec Labs – Centro de Inovação da FCUL, este tipo de estímulo para os jovens cientistas é “essencial num contexto de escassez de bolsas para investigação e de emprego. A opção de criação e lançamento do próprio negócio em torno das suas áreas de investigação, aplicada a uma escala global, será, sem dúvida, uma hipótese viável para a sua carreira futura e cada vez mais facilitada pela existência de entidades de suporte como o Tec Labs e de fundos para financiar projetos de base tecnológica, como nunca houve em Portugal”.


Fonte: Tec Labs - Centro de Inovação da FCUL
Legenda: Num ambiente descontraído, a interação entre oradores e ouvintes foi estimulada

Ao longo da manhã, foram apresentadas e debatidas formas eficazes de comunicar ideias pela autora do programa televisivo “The Next Big Idea”, Rute Vasco; foi dado a conhecer o plano de criação de modelos de negócio “Business Model Canvas”  pelo gestor de projetos do Tec Labs, Bruno Santos Amaro; e houve ainda espaço para, em contexto de mesa redonda, abordar a atitude empreendedora adequada aos tempos que correm, com a participação da Associação de Estudantes da FCUL e do Gabinete de Apoio Psicopedagógico (GAPsi) da FCUL.

Num ambiente descontraído, a interação entre oradores e ouvintes foi estimulada. Bruno Santos Amaro, desafiou o público a criar um negócio em apenas três minutos, tendo como ponto de partida a imagem de uma vaca. Entre a troca de ideias que se seguiu, houve tempo para expor a sua visão sobre “o que é ser empreendedor?”. Na sala, as palavras e/ou definições que se destacaram foram, “dinâmico”, “visão de negócio”, “inovador”, “resolver problemas com inovação” e “alguém que faz acontecer”.

Entre os muitos conselhos que ecoaram nas sessões, Cláudio Pina Fernandes, responsável pelo GAPSi - FCUL, reforçou: “Antes de procurar trabalho é importante parar um pouco e fazer uma auto-avaliação das nossas competências, necessidades e constrangimentos. Deve-se pensar no “o que é que eu sou?” e “o que é que eu quero?”. (…) A atitude cultiva-se, precede a questão do empreendedorismo. O importante é, seguramente, ir cultivando uma postura de mobilidade e de interesse pelas coisas”. 


Fonte: GCIC-FCUL
Legenda: "O importante é, seguramente, ir cultivando uma postura de mobilidade e de interesse pelas coisas”, reforçou Cláudio Pina Fernandes, responsável pelo GAPSi - FCUL

Precisamente com o objetivo de cultivar a atitude empreendedora dos seus munícipes, Ilda Pires, funcionária da área de apoio ao investimento e, Nuno Almeida, da área de apoio à criação de emprego, ambos da Câmara Municipal de Loures, marcaram presença nas sessões. “Achámos o tema fundamental para os dias que correm. Como técnicos, é sempre importante recolher estes conhecimentos e tentar, de alguma forma, transferi-los localmente. Tudo o que aqui aprendemos vamos tentar transpor para o nosso público”, esclareceram os colegas de trabalho daquele município.

Ricardo Marques, antigo aluno da FCUL, voltou ao campus, desta vez no papel de jovem empreendedor e futuro empresário. O objetivo da visita foi claro: ouvir e reter conselhos para o desenvolvimento do seu próprio negócio. “Estou prestes a assinar um contrato de incubação [virtual] aqui no Tec Labs por isso, vim aprender mais sobre o assunto, vim conhecer pessoas novas e, claro, fazer contactos. O apoio que aqui nos é transmitido a nível de financiamento, logística e gestão é fundamental para mim e para todos os que como eu têm uma formação científica”, explicou.

No período da tarde, o tempo foi concedido à apresentação e avaliação dos projetos desenvolvidos pelos grupos de trabalho da disciplina da FCUL em parceria com o ISCTE-IUL –Projeto Empresarial. Os trabalhos foram sujeitos à avaliação de um júri composto por personalidades com experiência empresarial relevante no apoio ao desenvolvimento de negócios, representantes das entidades FCUL; Tec Labs; Gelpeixe; Económico TV; ES Ventures; SGS; Vieira de Almeida & Associados; AUDAX, que basearam a sua avaliação em critérios, tais como, a eficácia da comunicação feita, o grau de inovação do projeto, a viabilidade técnica e financeira e o potencial de implementação.

Entre os projetos “SmartTech”, “Pic-a-Plant”, “H2T”, “Hyp-Tec”, “Fly Ideas” e “Think Solar”, o júri consagrou este último, centrado na criação de um dispositivo de carregamento de aparelhos eletrónicos integrando cacifos, spot publicitários e wi-fi para colocar em festivais de verão e/ou eventos públicos, vencedor.


Fonte: Tec Labs - Centro de Inovação da FCUL
Legenda:  “Think Solar”, distinguiu-se dos restantes projetos desenvolvidos pelos grupos de trabalho da disciplina da FCUL em parceria com o ISCTE-IUL –Projeto Empresarial

Quando questionados sobre a importância do desenvolvimento deste projeto e da frequência nesta disciplina Projeto Empresarial, as alunas do 5.º ano do mestrado integrado de Engenharia da Energia e do Ambiente, Catarina Balbino, Joana Jacinto, Inês Laurentino e Sara Gomes, foram perentórias: “Expandimos os nossos conhecimentos, numa vertente completamente diferente do que aprendemos aqui na FCUL [área da gestão]. Foi uma experiência completamente distinta com métodos de trabalho complementares. (…) Aconselhamos os nossos colegas a irem à luta e a frequentarem a cadeira de Projeto Empresarial pois é ótimo experimentar coisas diferentes e sair da nossa zona habitual por forma a adquirir conhecimentos de diferentes áreas”.

Para Rui Ferreira, em suma, “os alunos da FCUL tiveram uma experiência única que não vão esquecer ao longo da sua vida académica e profissional”.
 

+ [Tec Labs]i – Potenciar a Inovação

“Levo comigo experiências diversas, outros pontos de vista, novas formas de analisar. Sinto-me todos os dias, e cada vez mais, motivado para estas questões”, Pedro Pina, estudante brasileiro na FCUL através do programa Ciências Sem Fronteiras

“Qualquer que seja a situação, não desistam. Se não for este projeto, será outro. O importante é não parar, não desistir!”, Ana Pina, SGS

“O empreendedorismo é muito complicado. É preciso todos os dias acreditar e levar com portas na cara. Sempre que ouvirem criticas mais duras, não se deixem ir a baixo e procurem arranjar soluções”, Rui Pedro Batista, Económico TV

“Não é só a formação técnica que nos define. As iniciativas/projetos paralelos em que nos envolvemos acabam por ter um grande impacto no contexto de inserção profissional”, Eduardo Matos, presidente da AEFCL

Raquel Salgueira Póvoas, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura da FCUL
info.ciencias@fc.ul.pt
Estepe na Patagónia Argentina

O pastoreio é uma das atividades que mais área conquistou em todo o mundo, incluindo as mais áridas que, muito embora ocupem mais de 40% do planeta, albergam mais de metade de todo o gado existente nas suas pastagens. Para avaliar o impacto do pastoreio nas regiões áridas (semiáridas e sub-húmidas secas) do planeta, uma equipa internacional com mais de uma centena de investigadores, destaque para Alice Nunes e Melanie Köbel, investigadores do cE3c Ciências ULisboa, aplicou, pela primeira vez, o mesmo método de análise em 25 países de seis continentes.

rua interior à Alameda da Universidade, na Faculdade de Ciências

Na passada quarta-feira, 16 de novembro, foi instalado no campus da Ciências ULisboa um sensor de tubo, que permite detetar a passagem de bicicletas e trotinetes. Esta instalação insere-se na atividade do projeto europeu Tr @ nsnet – Um modelo de Living Lab Universitário para a Transição Ecológica, que tem como objetivo monitorizar a utilização de meios de transporte suaves no acesso à Faculdade. O equipamento foi instalado na entrada da rua de acesso ao edifício C7 (rua interior à Alameda da Universidade).

Campus da Faculdade

A cerimónia de entrega dos Prémios Científicos ULisboa/Caixa Geral de Depósitos (CGD) 2022, acontece no próximo dia 28 de novembro, pelas 17h30, no Salão Nobre da Reitoria da ULisboa.

grupo de pessoas

Ciências ULisboa coordena projeto europeu Twinning em colaboração com a Universidade de Copenhaga, na Dinamarca, e a Universidade de Tel Aviv, em Israel, e em parceria com a Universidade de Cambridge, no Reino Unido. O objetivo é promover a investigação de excelência e a formação avançada em Bioquímica e Biofísica de Proteínas, com impactos e aplicações em Biomedicina e Biotecnologia.

Ibéria Medeiros

Ibéria Medeiros, professora do Departamento de Informática da Ciências ULisboa, é a protagonista do terceiro vídeo do projeto “Porquês com Ciência”, divulgado no YouTube da Faculdade a 3 de novembro.

estantes com livros e revistas na biblioteca do C4

"September 2022 data-update for 'Updated science-wide author databases of standardized citation indicators'” divulga as bases de dados com os nomes dos cientistas mais citados a nível mundial em 2021 e ao longo da carreira. Estas bases de dados publicadas recentemente pela Elsevier têm o contributo de John Ioannidis, professor da Universidade de Stanford, na Califórnia.

A Faculdade presta homenagem a Carlos Sousa Reis, antigo professor da Ciências ULisboa nos domínios da Ecologia Marinha, Recursos Vivos Marinhos, Pescas e Ordenamento do Litoral.

grande auditório no evento de 2021

“Este é um momento de celebração da qualidade da investigação e da inovação desenvolvidas na Ciências ULisboa, a ocasião ideal para a partilha de conhecimento e para o estabelecimento de colaborações", diz Margarida Santos-Reis, subdiretora da Ciências ULisboa para a área da investigação, a propósito do Dia da Investigação.

José Rebordão, Luís Carriço e Manuel Silva assinam o protocolo

A Faculdade e a FCiências.ID assinaram um protocolo de cooperação com a Cercal Power, uma sociedade da Aquila Clean Energy, a plataforma de energia renovável da Aquila Capital na Europa, dedicada ao desenvolvimento, construção e exploração da central fotovoltaica do Cercal, em Santiago do Cacém.

Imagem de um cérebro em fundo digital

"A linha de investigação em Filosofia da Inteligência Artificial e da Computação surgiu pela primeira vez em Portugal na Ciências ULisboa, nomeadamente, no Centro de Filosofia das Ciências da Universidade de Lisboa (CFCUL), com o intuito de contribuir para um debate que interessa à sociedade no seu todo", escrevem João L. Cordovil e Paulo Castro, investigadores do CFCUL Ciências ULisboa.

logotipo do projeto

O Gabinete de Apoio Psicológico (GAPsi) da Ciências ULisboa partilhou o primeiro episódio do podcast “Chá do Dia”, no passado dia 19 de setembro. O quinto episódio deste projeto inovador já está disponível na plataforma Spotify.

Estúdio da FCCN

João Telhada é um dos protagonistas do projeto "Porquês com Ciência", nomeadamente no vídeo “É seguro pagar online com cartão VISA?”, disponível no canal YouTube da Faculdade. Para o professor do DEIO Ciências ULisboa, “a cultura científica é um aspeto essencial no progresso e desenvolvimento de um país”.

grupo de pessoas

Tom Henfrey, Giuseppe Feola, Gil Penha-Lopes, Filka Sekulova e Ana Margarida Esteves publicam na Sustainable Development, no âmbito de relatório da rede ECOLISE, da qual Ciências ULisboa faz parte.

A Faculdade presta homenagem a Henrique Manuel da Costa Guimarães, antigo aluno e professor da ULisboa, especialista em investigação sobre o ensino da Matemática.

Estátua de Alfred Nobel com flores por detrás

Os seis Prémios Nobel 2022 são anunciados entre 3 e 10 de outubro. A poucos dias de conhecer as personalidades que serão distinguidas este ano, recordamos os laureados em 2021, com a ajuda de professores e cientistas da Faculdade. Entre na breve e conheça os laureados da Fisiologia/Medicina e Física.

 

rapariga com vento no cabelo a ouvir música

"Que poder é este da música? Ela tem mesmo uma ligação com as emoções? Apesar de existirem posições contraditórias, a literatura aponta que a música é capaz de induzir emoções", escreve Marta Esteves, psicóloga no GAPsi Ciências ULisboa.

Sara Magalhães no estúdio da FCCN

Sara Magalhães é professora do Departamento de Biologia Animal da Ciências ULisboa desde 2016 e investigadora do Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais (cE3c). “Os ácaros são assim tão feios, porcos e maus?” é o tema apresentado pela professora, que inaugura o projeto “Porquês com Ciência”.

mar

Nos dias 26 e 27 de setembro decorre na Ciências ULisboa o “Fórum Oceano: Atlântico, um bem comum, visões partilhadas franco-portuguesas”, uma iniciativa organizada pela Faculdade e pelo MARE, no âmbito da Temporada Portugal-França 2022.

“Saúde, Dança e Ciência na qualidade de vida sustentável”

No próximo dia 23 de setembro irá decorrer na Ciências ULisboa um workshop que pretende sensibilizar jovens e adultos para a importância do movimento na saúde e na qualidade de vida sustentável.

livros

Ana Simões, presidente do Departamento de História e Filosofia das Ciências e investigadora no CIUHCT, terminou o seu mandato como vice-presidente da European Society for the History of Science no dia 10 de setembro, concluindo seis anos de envolvimento na direção.

imagem abstrata representativa de termodinamica

"Quando ensinamos temos que ter a preocupação de que os alunos compreendem as matérias da melhor forma possível, e essa é a minha forma de ensinar, que procurei refletir neste livro”, diz Patrícia Faísca, professora do DF Ciências ULisboa e autora do novo livro sobre Termodinâmica, publicado na editora CRC Press.

logotipo da iniciativa

“Porquês com Ciência” é o novo projeto de divulgação científica da Direção de Comunicação e Imagem da Faculdade e arranca no início deste ano letivo. Cinco vídeos serão lançados no YouTube até ao final de 2022 e têm como personagens principais João Telhada, Ibéria Medeiros, Marta Panão, Maria Manuel Torres e Sara Magalhães. As temáticas em foco estão relacionadas com as Bolsas de Palestras.

grupo de investigadores

O projeto LIFE PREDATOR, aprovado no âmbito do Programa LIFE, vai arrancar no próximo mês de outubro. Da equipa de trabalho europeia fazem parte sete professores e investigadores de três unidades de investigação da Faculdade, que vão colaborar no estudo e combate da espécie invasora peixe-gato europeu.

Alunos e professores

Portugal conquistou quatro medalhas de ouro, duas de prata e uma de bronze na 15.ª edição das Olimpíadas Internacionais de Ciências da Terra (IESO 2022). Esta foi a melhor participação de sempre de Portugal nestas provas internacionais.

Jovens na praia

Crónica sobre o Roteiro Entremarés da autoria do professor Carlos Duarte. Esta é a segunda aplicação que resulta da colaboração entre o Departamento de Informática da Ciências ULisboa e o Instituto de Educação da ULisboa, depois da publicação em 2017 da aplicação Roteiro dos Descobrimentos.

Páginas