Do incêndio da Politécnica aos C´s

Sexta-feira, 17 de março de 1978

Papel ardido

Fiquei sem chão, chegada à FCUL (o que na altura me levava duas horas) um caos, uma desolação, um frio daqueles próprios do medo e do desgosto, gelou-me! Nada restava do pavilhão que ocupava o local do jardim de inverno. Apenas carvão!

Rui Santos, aluno do 3.º ano de Biologia, ano letivo 1977/1978
Rosto de Maria de Lurdes Duarte
Maria de Lurdes Duarte

Saí da FCUL ao fim da tarde rumo ao meu fim de semana. Para trás ficou um edifício imponente a fervilhar de vida, e ao mesmo tempo já a minha casa! A casa que nos ampara, nos ensina e, a mim, permitia uma entrada num mundo tão fortemente diferente do vivido por mim noutro lugar.

Naquela época não tinha televisão e como (até hoje) gosto pouco de rádio, não vi ou ouvi qualquer notícia. Gostava de comprar jornais, mas naquele fim de semana não comprei! No domingo já de noite, um amigo disse-me: então? a tua Faculdade ardeu? Respondi convicta, ser impossível! E lembrei-me que fora do seu lugar estavam dezenas de livros antigos, que uma colega andava a catalogar…fiquei inquieta e na segunda-feira, cedo, assim que passei pelos primeiros jornais lá estavam em grandes letras pretas relatos da tragédia. Fiquei sem chão, chegada à FCUL (o que na altura me levava duas horas) um caos, uma desolação, um frio daqueles próprios do medo e do desgosto, gelou-me! Nada restava do pavilhão que ocupava o local do jardim de inverno. Apenas carvão! As lágrimas não me deixavam ver.

Todo o acervo bibliográfico atirado para uma sala de aula (graças às funcionárias Angelina Miguel e Ana Miranda, que morando em Lisboa acudiram ali para ajudar). Tudo aberto, desventrado, devassado, tetos furados para evitar que abatessem e consequentemente a encharcar as salas de baixo. O anfiteatro da Matemática destruído. A Mineralogia, o Instituto D. Luís, parte da Zoologia, etc. tinham desaparecido, apenas paredes a quem o fogo tinha comido todo o seu revestimento. Por entre o carvão, investigadores da Zoologia procuravam restos de animais que conservavam em frascos para os seus trabalhos.

Mas como já na altura sabia, nada pode parar, e o objetivo de pôr a biblioteca e a secretaria a funcionar nas duas únicas salas de aula que restaram ilesas foi conseguido após algumas semanas de trabalho árduo e a ajuda de um pequeno grupo de alunos (lembro-me particularmente de um que se chamava Sérgio).

Permanecemos na Rua da Escola Politécnica até março de 1979, quando finalmente transferimos estes serviços para as instalações da Av. 24 de Julho, onde já decorriam as aulas.

Até hoje há uma emoção, um relembrar dos meus primeiros anos de trabalho na FCUL, sempre que por qualquer motivo passo por aquele edifício, do qual fui afastada abruptamente por tão imensa tragédia.

Maria de Lurdes Duarte, funcionária da Secção de Matemática Pura
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

O evento uma organizao conjunta da Norton/Symantec e do mestrado em Segurana Informtica do DI-FCUL.

O DM est na Futurlia

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espao onde o sentimento de pertena a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictrica da atividade cientfica da FCUL inaugurada a 13 de maro. Conhea as razes pelas quais deve visitar a exposio.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lanamento do livro ainda no pblica, mas o evento dever ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Cincias da Natureza e Cincias Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer at abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presena no evento, juntamente com outras unidades orgnicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Fotografia de mesa com cinco pessoas sentadas, na Reitoria da UL

A rede pretende formalizar colgios doutorais em reas transversais. Opinio de Maria Amlia Martins-Louo.

Fotografia de pessoas sentadas num dos anfiteatros da FCUL

A iniciativa acontece a 17 de maro e organizada pelos Departamentos de Fsica e de Informtica.

Fotografia de Dois voluntários, sentados junto a uma banca no átrio do C5

Em fevereiro esto abertas inscries para a admisso de novos voluntrios.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avanados" com mais quatro instituies universitrias portuguesas e brasileiras.

Fotografia de alunos procuram informações junto a uma banca no átrio do C3

Vale a pena recordar a iniciativa do Gabinete de Mobilidade, Estgios e Insero Profissional da FCUL.

Fotografia de alunos a andarem, junto ao C8

A primeira edio do curso realiza-se j em 2012.

Outra forma de fazer turismo.

Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25.Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25

O Encontro decorreu em Junho no GeoFCUL.

Páginas