Opinião

Current state: estudante em tempos da COVID-19

#COVID19 #EuFicoEmCasa

Papel e caneta, num ato de estudo

Quando estiveres a estudar, evita estímulos distratores para um maior foco, aumentando a qualidade do estudo. Estar ocupado é diferente de estar concentrado. Dica: deixa o telemóvel noutra divisão

unsplash - Green Chameleon
Madalena Pintão
Madalena Pintão
Imagem cedida por MP

Agora que se inicia a época de exames, enquanto o confinamento se mantém recomendado, várias alterações aos métodos habituais de estudo tomam o seu lugar.

Dentro do que o confinamento nos trouxe, podemos ver a liberdade de tempo como um ponto positivo à restrição à nossa casa, permitindo uma pausa dos transportes e dos passos ao café mais próximo. Podemos, então, encontrar uma oportunidade em despender o nosso tempo de outra forma. Esta liberdade, no entanto, não se traduz apenas em benefícios. Junto desta, surgem dificuldades: o facto de os compromissos e os marcadores temporais e espaciais (por exemplo, estudar com a Maria às 15h00 na biblioteca) terem de ser adaptados à nossa própria gestão e ao espaço do nosso lar; o facto de os estímulos distratores, como o sofá e a boa da televisão, estarem à nossa disposição; e a mudança da companhia presencial para a “companhia virtual”, que por ser de constante acesso também pode contar como uma maior distração.

Por outro lado, a liberdade pode também exercer uma maior pressão em nós para sermos produtivos durante mais tempo, o que, quando não contemplado, pode dar aso a frustração, desânimo e culpa.

Estudar em tempos da COVID-19 é novo e exigente. No entanto, temos recursos para tomar as rédeas, mesmo numa situação desta dimensão, e retomar o controlo.

Algumas sugestões…

  • Seguir o teu período de maior produtividade, quer seja de manhã, tarde ou noite. Não há uma resposta correta quanto ao período ideal de estudo;
  • Planear o tempo de estudo considerando pausas e momentos de lazer;
  • Dividir o estudo em pequenas tarefas. Experimenta fazer uma “to do list” logo à 2ª feira com tudo o que tens de estudar e divide pelos dias da semana;
  • Fazer uma planificação realista do estudo. No início de cada dia, revê a lista que fizeste e reajusta o plano. Assim, se te levantares mais tarde que o esperado, podes adaptar o resto do dia sem sentir que começaste em desvantagem. A ideia é ter algo estruturante, não deixando de lado o seu caráter flexível;
  • Não te esqueças de fazer um “check” em cada tarefa feita. A ideia de concretização é um ótimo motor para alimentar a motivação;
  • Estabelecer um marcador espacial: criar um espaço cujo único propósito é o de estudo;
  • Distinguir quantidade de qualidade: quando estiveres a estudar, evita estímulos distratores para um maior foco, aumentando a qualidade do estudo. Estar ocupado é diferente de estar concentrado. Dica: deixa o telemóvel noutra divisão ou, se não te sentires confortável ou não for possível, deixa-o o mais longe possível;
  • Envolver o contacto social: marcar horas de esclarecimento com colegas, por exemplo.
Madalena Pintão, Gabinete de Apoio Psicopedagógico da Área de Mobilidade e Apoio ao Aluno de Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

Os vários objectivos do DEGGE: Tudo o que nos define, e tudo o que apoiamos

O ENEI'12 vai realizar-se na FCUL.

ESTRUTURA E GESTÃO DO DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA ANIMAL (DBA)

Apresentação do Departamento

Paleontólogos do MNHN da UL e do GeoFCUL em foco na revista TVmais.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

O DQB e a FCUL acolheram, mais uma vez, a realização de provas semifinais das Olimpíadas de Química Júnior 2012 no sábado, 14 de abril de 2012.

Pessoas estudam numa mesa na biblioteca

“Acho que qualquer aluno consegue ser bom, se tiver uma boa disciplina de trabalho e objetivos concretos”. Quem o diz é Gonçalo Faria da Silva, estudante do 3.º ano de Biologia.

No penúltimo dia de março realiza-se a quinta e última sessão do workshop destinado a preparar os estudantes para a obtenção do 1.º emprego.

 

Alunos da FCUL

A Schlumberger realiza uma sessão de recrutamento em Ciências. As grandes empresas procuram os melhores profissionais. A FCUL apoia a inserção profissional dos seus diplomados.
 

O evento é uma organização conjunta da Norton/Symantec e do mestrado em Segurança Informática do DI-FCUL.

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Fotografia de mesa com cinco pessoas sentadas, na Reitoria da UL

A rede pretende formalizar colégios doutorais em áreas transversais. Opinião de Maria Amélia Martins-Loução.

Fotografia de pessoas sentadas num dos anfiteatros da FCUL

A iniciativa acontece a 17 de março e é organizada pelos Departamentos de Física e de Informática.

Fotografia de Dois voluntários, sentados junto a uma banca no átrio do C5

Em fevereiro estão abertas inscrições para a admissão de novos voluntários.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

Páginas