Dictum et factum

Emília Real

Emília Real

ACI Ciências

O que fazem e o que pensam alguns membros da comunidade de Ciências? O Dictum et factum de novembro é com Emília Real, assistente técnica do Departamento Física (DF) de Ciências.

Quando era criança já sabia que profissão gostaria de ter no futuro?

Emília Real (EM) - Olá! Em criança queria ser tudo… Mas as profissões que me lembro mais de querer ser eram estilista e advogada.

Qual foi o 1.º emprego?

EM - O 1º emprego foi monitora de crianças, na altura das colónias de Verão, adorei, principalmente porque havia muitas crianças desfavorecidas por pertencerem a bairros problemáticos e aqueles dias eram um sonho…

Como surgiu a hipótese de trabalhar em Ciências?

EM - Eu trabalhava no Instituto Nacional de Engenharia e Tecnologia Industrial (INETI), no Laboratório das Atividades Aeroespaciais (LAER), que fica no campus do Lumiar. Entretanto com a mudança de ministério foi integrado na Faculdade, presentemente Laboratório de Ótica, Lasers e Sistemas (LOLS) que pertence ao DF e entretanto fui convidada a mudar-me fisicamente para cá.

Há quantos anos trabalha na Faculdade?

EM - Na Faculdade trabalho desde dia 2 de janeiro de 2010, há sete anos. Mas trabalho na função pública há 22 anos.

O que começou por fazer quando aqui chegou?

EM - Fui integrada no DF e foi um choque porque não sabia minimamente como funcionava uma Faculdade, vinha de um Laboratório de Estado, onde tudo é diferente, mas acho que me adaptei bem, comecei a trabalhar com os mestrados e doutoramentos do DF e também fazia o apoio financeiro dos mesmos. Aproveito para agradecer a muitas pessoas daqui que me apoiaram aquando da minha chegada, não preciso dizer quem são porque elas sabem… Não foi fácil.

E agora como é o seu dia-a-dia?

EM - O meu dia-a-dia nunca é igual, porque há sempre situações que surgem que podem ser mais urgentes e que lhes tenha que dar prioridade, mas para dar um bocadinho a conhecer o meu trabalho, além de apoiar os mestrados e doutoramentos do DF, contribuo para o suporte de todos os processos financeiros em que o DF está envolvido e dou auxílio à gestão financeira e contratações dos grupos/centros de investigação do Departamento, trabalhando assim diariamente com a Fundação da Faculdade.

O que é que mais gosta de fazer na unidade onde está inserida?

EM - Gosto de fazer tudo, não há nada em específico que eu diga que gosto mais ou menos, trabalho é trabalho e o que há para fazer faz-se! Gosto muito de lidar com os professores, alunos, colegas e ajudar em qualquer coisa que seja preciso. No que diz respeito aos docentes e investigadores gosto imenso de conversar com eles e conhecer o que cada um faz.

Há alguma coisa que não aprecia na sua rotina profissional?

EM - Não gosto de mau ambiente, pessoas mesquinhas, com má vontade para ajudar o próximo. Para mim, se houver harmonia é “meio caminho andado” para o trabalho correr bem, tudo se faz, com maior ou menor dificuldade.

Na sua opinião o melhor da Faculdade é…?

EM - Conhecimento, aprendizagem! É tão bom ver os miúdos entrarem no 1.º ano da faculdade (completamente eufóricos, a tentar absorver tudo e depois acompanhar, passo a passo, o percurso) e quando terminam e vêm aqui entregar a tese, ver a alegria estampada na cara!

E saber que um bocadinho de todos nós, desde os docentes até aos funcionários da limpeza, contribuímos para que cada aluno saia daqui com o coração cheio e pronto para enfrentar o mundo lá fora!

E o melhor da Administração Pública, o que é?

EM - Na minha opinião o melhor é a estabilidade.

Se tivesse que escolher um adjetivo para se descrever, qual seria a palavra escolhida?

EM - Brincalhona!

Porquê?

EM - Porque adoro rir e fazer rir, acho que a vida já é tão difícil e complicada nos tempos que correm que se não tiver uma pitadinha deste “condimento” não tem o mesmo sabor!!

Ana Subtil Simões, Área de Comunicação e Imagem de Ciências
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Fotografia de mesa com cinco pessoas sentadas, na Reitoria da UL

A rede pretende formalizar colégios doutorais em áreas transversais. Opinião de Maria Amélia Martins-Loução.

Fotografia de pessoas sentadas num dos anfiteatros da FCUL

A iniciativa acontece a 17 de março e é organizada pelos Departamentos de Física e de Informática.

Fotografia de Dois voluntários, sentados junto a uma banca no átrio do C5

Em fevereiro estão abertas inscrições para a admissão de novos voluntários.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

Vale a pena recordar a iniciativa do Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional da FCUL.

Fotografia de alunos a andarem, junto ao C8

A primeira edição do curso realiza-se já em 2012.

Outra forma de fazer turismo.

Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25.Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25

O Encontro decorreu em Junho no GeoFCUL.

Páginas