Segurança e saúde na FCUL

Duas pessoas simulam manobra de socorrismo
A ação de formação em "Saúde e Socorrismo" juntou 21 formandos
Fonte Júlia Alves

Atualmente no campus da FCUL, 21 profissionais não docentes já possuem formação em primeiros socorros, com capacidade para aplicar os conhecimentos adquiridos em caso de emergência.

No futuro, a FCUL procurará implementar junto da sua comunidade programas de formação básica em primeiros socorros, orientados para um público-alvo o mais abrangente possível.

A par destas intenções, a Assessoria para a Segurança do Trabalho na FCUL pretende dar continuidade ao projeto de implementação do Plano de Desfibrilhação Automática Externa no campus do Campo Grande ainda em 2013.

Compreender o sistema integrado de emergência médica, aprender e praticar as manobras de suporte básico de vida e os protocolos de atuação em caso de emergências médicas, hemorragias, queimaduras, intoxicações foram alguns dos objetivos da ação de formação em “Saúde e Socorrismo”, realizada nas instalações da FCUL em janeiro passado.

“O próximo passo será o de implementar um programa de organização e gestão das equipas de primeiros socorros na FCUL, que incluirá um programa de reciclagem destes conhecimentos para que as equipas estejam sempre prontas a atuar em caso de necessidade”, explica Júlia Alves, técnica superior daquela assessoria.

Duas pessoas simulam manobra de socorrismo
O Plano de Desfibrilhação Automática Externa deverá ser implementado no campus da FCUL ainda em 2013
Fonte Júlia Alves

A iniciativa organizada pelo Núcleo de Formação e Aperfeiçoamento Profissional da UL, contou com o apoio logístico da Assessoria para a Segurança do Trabalho na FCUL e juntou, durante 25 horas, 21 formandos, profissionais não docentes de diferentes unidades de serviço e departamentos da FCUL.

Pedro Rodrigues, licenciado em Física e doutorado em Química-Física pela FCUL, trabalha na Faculdade desde 1988 e atualmente é o coordenador dos laboratórios do Departamento de Geologia. Para este formando um dos aspetos mais relevantes do curso teve que ver com o módulo dedicado ao suporte básico de vida: “As estatísticas comprovam a eficácia deste conjunto de medidas e procedimentos técnicos… Ficamos cientes da sua importância”.

Para Carlos Rosa, assistente técnico do Gabinete de Infraestruturas e Apoio Técnico da FCUL há cerca de dez anos, o balanço da sua participação é muito positivo. “Foi muito bom! Gostei bastante”, conta o formando que destacou ainda a qualidade do formador e dos conteúdos programáticos. “Havia muita coisa que não sabia!”, revela Carlos Rosa, ao mesmo tempo que salienta a importância de reciclar os conhecimentos agora adquiridos periodicamente. Quando questionado se já se sente preparado para socorrer alguém, diz: “ por um lado sim, por outro lado, é importante praticarmos todos os dias e isso não acontece”.

A mesma opinião tem Lucinda Cobanco, que trabalha na FCUL há cerca de 17 anos. “Nós não queremos pôr em prática o que aprendemos… É bom sinal! Mas se tiver que fazê-lo, agora estou preparada”, diz a assistente técnica da Unidade Académica, que realça sobretudo a utilidade dos conhecimentos adquiridos, considerando a experiência “uma mais-valia em termos profissionais e pessoais”.

O bem-estar dos trabalhadores, colaboradores, alunos e visitantes da Faculdade, assim como a segurança nos locais de trabalho e de estudo, em especial nos espaços de laboratório, é uma das preocupações da FCUL.

Um dos laboratórios da FCUL
As inscrições em "Boas Práticas em Segurança de Laboratório e Gestão de Resíduos" terminam a 19 de fevereiro
Fonte FCUL

Para António Sá Fonseca, subdiretor da FCUL, “a FCUL vem desenvolvendo um programa de segurança no trabalho que se pretende que seja cada vez mais exigente e estruturante”. E porque a segurança é algo que deve fazer parte da cultura diária de qualquer trabalho laboratorial, nos dias 21 e 27 de fevereiro realiza-se na FCUL a ação de sensibilização "Boas Práticas em Segurança de Laboratório e Gestão de Resíduos", destinada a docentes, não docentes, bolseiros de investigação, investigadores e alunos dos 1.º, 2.º e 3.º ciclos ligados a atividades laboratoriais.

Esta iniciativa organizada pela FCUL e pelos Serviços Partilhados (SP) da UL é de frequência gratuita, mas implica prévia inscrição até ao próximo dia 19 de fevereiro. Júlia Alves e Sandra Ferreira, do Núcleo de Recursos Energéticos e Ambientais dos SPUL, são as oradoras desta ação.

Ana Subtil Simões, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura da FCUL
info.ciencias@fc.ul.pt
Um grupo de membros de Instituições do Ensino Superior, onde se inclui CIÊNCIAS, está reunido em frente a um jardim, em visita à Siemens

 A iniciativa teve como objetivo aproximar a academia do tecido empresarial.

Nuno Gonçalves alcança o segundo lugar na competição 3MT ULisboa.

Nuno Gonçalves foi distinguido com o segundo lugar, na final da competição ‘Três Minutos de Tese – 3MT ULisboa’, que se realizou esta quint

Inês Ventura

Inês Ventura, a desenvolver o seu doutoramento no Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE) e no Instituto de Biossistemas e Ciências Integrativas (

Universidade de Lisboa

A Universidade de Lisboa alcança a 260ª posição no QS World University Rankings (SUR) 2025, tornando-se na universidade portuguesa mais bem classificada neste ranking.

Signatários do acordo

Dia 5 de junho foi assinado o acordo para a construção do espectrógrafo ANDES (ArmazoNes high Dispersion Echelle Spectrograph – Espectrógrafo Echelle de alta dispersão do Armazones), entre o Observatório Europeu do Sul (

 Luís Carriço, Diretor de CIÊNCIAS, e David Gonçalves, Dean do Instituto da Ciência e do Ambiente da Universidade de São José (USJ) assinam acordo sentados a uma mesa

CIÊNCIAS assinou no dia 5 de junho um acordo de cooperação com o Instituto da Ciência e do Ambiente da Universidade de São José (USJ), com vista à cooperação científica em várias áreas de interesse comum.

Equipa do projeto 'Ciências em Harmonia'

Esta terça-feira, 28 de maio, o projeto ‘Ciências em Harmonia’ assinalou o seu primeiro ano de atividades: um marco comemorado com um convívio informal com a comunidade, que

António Branco

António Branco, docente do Departamento de Informática de CIÊNCIAS, foi um dos oradores convidados da conferência que

Sabemos que no futuro um sismo de magnitude significativa voltará a atingir Lisboa. Não sabemos é quando. E se o pudéssemos prever? E se existisse uma probabilidade forte de ser já em 2027?

Ana Santos, finalista 3MT ULisboa

Ao longo dos próximos dias, daremos a conhecer os quatro finalistas de CIÊNCIAS que irão participar na final da competição

Painel e sessão de Perguntas & Respostas | Estreia de documentário

Perto de 120 pessoas assistiram este sábado, 25 de maio, à estreia do documentário ‘O que se esconde na luz? A ciência da missão espacial Euclid’, produzido pelo Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA).

Investigadores do Instituto Dom Luiz, de CIÊNCIAS, instalaram um sismómetro na Escola Básica Professor Delfim Santos, que se encontra a menos de um quilómetro do Estádio da Luz, em Lisboa, onde vão ter lugar os concertos.

Banner Bênção de Finalistas & Queima das Fitas 2024

Este fim de semana a Alameda da Universidade de Lisboa vai voltar a encher-se de finalistas de CIÊNCIAS e de tantas outras faculdades e universidades. A cerimónia de Bênção de Finalistas decorre amanhã dia 25 de maio, a partir das 11h30.

 

3MT ULisboa 2024

Quatro dos doze finalistas da competição ‘Três Minutos de Tese – Universidade de Lisboa’ são de CIÊNCIAS.

Pinguins-de-adélia

Num artigo agora publicado na Science, investigadores de instituições de renome a nível mundial propõem uma estratégia para envolver todas as partes interessadas na governança do Oceano Antártico através de um processo de ordenamento do espaço marinho (OEM) inteligente do ponto de vista climático.

Impressão artística da missão Euclides no espaço.

A 25 de maio (sábado), às 21h00, vamos ver e compreender as novas imagens de entre as maiores alguma vez feitas do Universo, no Grande Auditório de CIÊNCIAS (Edifício C3). A entrada é livre.

Redes Doutorais Marie Curie Projeto PROMOTE

CIÊNCIAS vai participar numa das propostas vencedoras do concurso 2023 das Redes Doutorais de Ações Marie Skłodowska-Curie (MSCA DN).

Foto de entrega de prémio aos vencedores

No âmbito do projeto Invasives e como atividade inserida na

Dia Nacional dos Cientistas - 16 de maio

O Dia Nacional dos Cientistas foi instituído em 2016 por Resolução da Assembleia da República com o objetivo de reconhecer e celebrar a contribuição vital dos cientistas para o progresso da sociedade.

CIÊNCIAS e OKEANOS em parceria para monitorizar biodiversidade e alterações dos ecossistemas marinhos

Projeto internacional SEAGHOSTS visa a monitorização e conservação das populações de painhos, as aves marinhas mais pequenas do planeta.

Reitoria da ULisboa

O CWUR 2024 avaliou de entre 20.966 instituições de ensino superior e atribuiu à ULisboa o 211.º lugar (top 1.1%) e a 80.ª posição no panorama europeu.

Pages