Opinião

Quando o excelente não chega...

Perfeccionismo

Torre de pedras

As pessoas perfeccionistas tendem a interpretar os erros como equivalentes a falhas nelas próprias e não somente naquilo que fizeram

Pixabay

Andreia Santos
Fonte ACI Ciências

Associada à ideia de perfeccionismo surge a luta por objetivos elevados e irrealistas. Quando perguntamos a pessoas ditas perfeccionistas: ”O que é que achou do seu trabalho?” é frequente ouvir-se respostas como: ”Podia estar melhor”. Mas se a seguir perguntarmos: “O que é que acha que seria preciso para ficar melhor?”, geralmente a resposta é um: “não sei, mas tenho esta sensação!”. Esta ideia de que há um qualquer patamar não quantificável a alcançar faz com que as pessoas fiquem presas à ideia de que há uma meta a atingir (a perfeição). Como é algo não quantificável e irrealista faz com que a pessoa se sinta constantemente insatisfeita. Como consequência, a pessoa vai focar-se na procura do erro ou da falha, e dada a excessiva exigência é possível que os encontre. Ao encontrar estes erros, mesmos que invisíveis aos olhos dos outros, a pessoa tende a sentir-se ansiosa, com sentimentos de inadequação, sentindo-se com vergonha e muitas vezes deprimida.

O maior problema relativo a “estes erros” é que as pessoas perfeccionistas tendem a interpretar os erros como equivalentes a falhas nelas próprias e não somente naquilo que fizeram. Acreditam que se os outros descobrirem estes erros vão vê-las como pessoas menos merecedoras do seu respeito e afeto.

Regra geral, estas pessoas aprenderam durante a sua vida que só serão merecedoras de afeto e aprovação por parte dos outros se tiverem um desempenho “perfeito”. Se algum dia houve por parte de outros crítica excessiva e expectativas exageradas, agora é a própria pessoa que se autocritica, o que contribui de forma negativa para a sua autoestima.

A luta pela perfeição através do controlo é muito comum. Por exemplo, é frequente vermos pessoas, de forma compulsiva, a repetirem uma técnica ou a verificarem os trabalhos vezes sem conta. Contudo estas situações levam a que estas pessoas se sintam cansadas e ansiosas. O peso é dado ao resultado e não ao processo, o que retira o prazer naquilo que estão a aprender ou a fazer.

Esta situação conduz por sua vez, à redução da capacidade de desfrutar do processo, da diversão, da criatividade, da inovação e sobretudo de nos deixarmos ir, de surpreendermo-nos. Se pensarmos em momentos “perfeitos”, ou seja com os quais nos sentimos bem, não será difícil surgir-nos memórias de momentos ou situações em que nem tudo estava pensado ou planeado, que de certa forma nos deixámos ir, sem esforço associado.

Se conhece alguém assim, mostre-lhe que tem o seu reconhecimento e afeto independentemente dos resultados do seu desempenho. Se você próprio se identifica com este ciclo, pode começar por tornar a sua vida mais leve, mimando-se, valorizando-se e aprendendo a dizer “basta” à voz que exige sem limites.

Andreia Santos, Gabinete de Apoio Psicopedagógico da Área de Mobilidade e Apoio ao Aluno de Ciências
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt
Escolha de Ramo em Geologia / 2014

Listas definitivas divulgadas em 23 de Julho de 2014.

Helder Coelho, professor do Departamento de Informática da FCUL e um dos investigadores fundadores da Inteligência Artificial

“Tenho pensado em fazer um curso, uma formação extra virada para a área da Energia, não só para ajudar os meus alunos mas também por mim, por satisfação, para aprender”, conta Carlos Paulino, professor do ensino secundário.

Anfiteatro da Escola de Ciências

Universidade do Minho

Departamento de Biologia

23 a 26 de Junho

 

 

A Thomson Reuters alerta para a interrupção de serviços.

 “O mar tomou-se de repente muito novo e muito antigo”

O MARE organizou uma viagem a bordo de um Galeão para dar a conhecer a fauna local do Parque Marinho do Parque Natural da Arrábida. No total, 100 pessoas participaram nas iniciativas de comemoração do Dia Mundial do Ambiente organizadas por este centro.

Gostava de fazer um estágio aplicando os conhecimentos de Estatística Aplicada à área de Recursos Humanos? A Ernst & Young lança proposta.

Cátia Raminhos e Jorge Santos, estudantes do mestrado em Engenharia Informática de Ciências, lançaram uma plataforma de partilha de informação dedicada ao autismo e que já chegou a 33 países.

Orador: Ivana Ljubic (University of Vienna)

 

Título: The Recoverable Robust Facility Location Problem

 

O desafio está lançado: experimentar, na primeira pessoa, a realidade da investigação científica na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e conhecer por dentro o campus universitário e os seus laboratórios, de 21 a 24 de julho.

Denís Graña e José Sebio desenvolveram este projeto no âmbito da disciplina de Aplicações na Web do mestrado em Engenharia Informática de Ciências.

O Centro de Investigação Operacional realizará no dia 19 de junho, quinta-feira, às 14H30, na sala 6.4.31, um Seminário intitulado The Recoverable Robust Facility Location Prob

Mapa

A FCT e a FAPESP pretendem lançar em 2014 um concurso para projetos de investigação, com equipas conjuntas, em todos os domínios científicos.

Observatório Astronómico

O Edifício das Matemáticas, que faz parte do complexo arquitetónico do Observatório Astronómico, foi também recentemente modelado em 3D por um grupo de alunos da Faculdade de Ciências da ULisboa.

Mais uma visita a uma escola, na região oeste, para uma sessão com duas palestras...

Aberta aos sábados, até às 17h00, entre 7 e 28 de junho.

Ambiente subaquático

O passeio a bordo do galeão ocorre durante a manhã. Os participantes além de recolherem o lixo subaquático também poderão fotografar a biodiversidade. Da parte da tarde estão previstas outras ações como a identificação de sons de animais marinhos, a observação de plâncton à lupa e a recolha de amostras para análises genéticas.

HoliBraille

Diogo Marques e Tiago Guerreiro, investigadores de Ciências, assinam juntamente com outros cinco investigadores o artigo "Augmenting Braille Input through Multitouch Feedback".

2ª fase de candidaturas para o Mestrado em Matemática para Professores: de 18 de Agosto a 3 de Setembro. Este ano iniciar-se-á o ensino em regime de b-learning neste mestrado.

Prémio Jovem Investigador da Sociedade Europeia de Aterosclerose

Ana Catarina Alves, doutoranda do centro BioFIG, distingue-se com o trabalho "Novel functional APOB mutations outside LDL-binding region causing familial hypercholesterolaemia".

Durante o terceiro debate foram apresentados os resultados de um estudo de opinião com incidência em temáticas como a educação para o mar, a Economia verde, a eficiência energética ou a reindustrialização.

Parabéns à Alexandra Symeonides, Fábio Silva, Filipe Gomes, João Dias, João Enes, Pedro Pinto e Sílvia Reis, alunos ou ex-alunos do mestrado em Matemática do Departamento de Matemática de Ciências, pela obtenção duma bolsa de doutoramento LisMath.

A sessão de abertura do Fórum do Mar ocorre no dia 28 de maio, pelas 9h30, com a presença do Senhor Secretário de Estado do Mar.

Páginas