Dia da Universidade e Cerimónia de Entrega dos Prémios Científicos ULisboa/CGD 2019 e 2020

CGD premeia investigação científica na ULisboa

Parabéns ULisboa!

Cumprimento entre Bernardo Duarte e o Reitor da ULisboa

A sessão do Dia da Universidade e Cerimónia de Entrega dos Prémios Científicos ULisboa/CGD decorreu na Aula Magna, na Reitoria da ULisboa. Bernardo Duarte, investigador do MARE, no polo da Faculdade, foi um dos premiados da edição de 2020

ACI Ciências ULisboa

A 26 de julho comemorou-se o Dia da Universidade. A sessão decorreu na Aula Magna, e contou com a Cerimónia de Entrega de Prémios Científicos ULisboa/Caixa Geral de Depósitos (CGD). Por força da situação pandémica, a edição de 2019 - inicialmente prevista para 20 de outubro de 2020 -, foi cancelada. Desta forma, nesta sessão foram entregues os prémios das edições de 2019 e de 2020.

Prémios Científicos ULisboa/CGD 2019

Prémios

Guilherme Carrilho da Graça, professor do Departamento de Engenharia Geográfica, Geofísica e Energia e investigador do Instituto Dom Luiz (IDL) | Área da Engenharia do Ambiente e Energia

Pedro Castro, investigador do Departamento de Estatística e Investigação Operacional | Área da Química e Engenharia Química.

Menções Honrosas

Cláudio Gomes, professor do Departamento de Química e Bioquímica e investigador do Instituto de Biossistemas e Ciências Integrativas (BioISI) | Área da Biologia, Engenharia Biológica, Bioquímica e Biotecnologia

Ícaro Dias da Silva, investigador do IDL | Área da Ciências da Terra e Geofísica

Miguel Tierz, investigador do Grupo de Física Matemática | Área da Matemática Pura e Aplicada.

Os Prémios Científicos ULisboa/CGD visam premiar a atividade de investigação científica dos professores e investigadores da ULisboa e incentivar a publicação dos seus resultados em livros e revistas de prestígio internacional. Estes prémios correspondem a um subsídio para a investigação no valor de 6.500€.

Esta foi uma cerimónia solene, mas que decorreu de forma muito descontraída. As distinções foram entregues pelas mãos do professor António Cruz Serra, reitor da ULisboa, e por Paulo Macedo, presidente da Comissão Executiva da CGD. Os investigadores distinguidos subiram ao palco individualmente, tendo sido referida a área de investigação e instituição da qual fazem parte.

O júri da edição de 2020 atribuiu  prémios e menções honrosas nas seguintes áreas: Agronomia; Biologia, Engenharia Biológica, Bioquímica e Biotecnologia; Ciências da Computação e Engenharia Informática; Ciências da Educação; Ciências da Linguagem; Ciências da Terra e Geofísica; Ciências Jurídicas e Ciência Política; Ciências Veterinárias; Economia e Gestão; Engenharia Civil; Engenharia do Ambiente e Energia; Engenharia Eletrotécnica e Engenharia Aeroespacial; Engenharia Mecânica, Engenharia Naval e Engenharia Aeroespacial; Física e Materiais; Geografia e Território; História e Filosofia; Psicologia; Química e Engenharia Química.

Num conjunto de 18 prémios e 23 menções honrosas, nesta edição de 2020, foram atribuídos quatro prémios e quatro menções honrosas a docentes e investigadores da Ciências ULisboa.

Entre os premiados da Faculdade estão Bernardo Duarte, distinguido na área da Biologia, Engenharia Biológica, Bioquímica e Biotecnologia; Pedro Matos Soares, na área das Ciências da Terra e Geofísica; Mykola Tasinkevych, na área de Física e Materiais; Davide Vecchi, na área de História e Filosofia.

As menções honrosas foram atribuídas a Francisco Malta Romeiras – área de História e Filosofia; Diana Prata – área de Ciências Biomédicas; Rui Cardoso Ferreira - Matemática Pura e Aplicada; Sara Madeira - Ciências da Computação e Engenharia Informática.

Pedro Matos Soares no púlpito a falar
Pedro Matos Soares foi um dos oradores da cerimónia
Fonte ACI Ciências ULisboa

A primeira alocução da tarde coube ao professor da Ciências ULisboa, Pedro Matos Soares, na qualidade de representante dos premiados. O professor do Departamento de Engenharia Geográfica, Geofísica e Energia, começou por agradecer à ULisboa, à CGD e a todos os colegas que consigo realizaram o trabalho de investigação pelo qual foi distinguido, congratulando os restantes colegas premiados. Houve ainda oportunidade para falar sobre a temática das alterações climáticas - domínio no qual desenvolve a sua investigação -, nomeadamente, a evolução das preocupações com o tema e o seu impacto nos vários sectores da sociedade.

O professor defendeu que “fazer ciência continua a ser um privilégio mas também é uma imensa responsabilidade”. Na sua opinião, a responsabilidade acresce pela necessidade de comunicar ciência, de forma “credível, reprodutível, isenta e ao serviço da sociedade”, tarefa cada vez mais desafiante no seio da agenda mediática onde a informação prolifera a uma velocidade estonteante.

“Fazer ciência continua a ser um privilégio mas também é uma imensa responsabilidade.”
Pedro Matos Soares

Seguiu-se a intervenção de Paulo Macedo. O presidente da Comissão Executiva da CGD começou por referir que, ainda que o os prémios sejam atribuídos individualmente, estes resultam de um importante esforço coletivo, imprescindível para o sucesso da investigação.

O “esforço, competência e dedicação” estão na sua opinião na base do reconhecimento e da atribuição destes prémios, que têm como objetivo distinguir o mérito e a ciência. Paulo Macedo destacou a importância monetária dos prémios atribuídos pela CGD, que constituem uma das verbas mais relevantes concedidas anualmente à ULisboa. Salientou igualmente a vontade da CGD em continuar a apoiar e investir no conhecimento, em especial nas universidades, locais de criação de conhecimento e construção do futuro.

António Cruz Serra no púlpito a falar
António Cruz Serra, reitor da ULisboa
Fonte ACI Ciências ULisboa

Por fim, teve a palavra António Cruz Serra. O reitor da ULisboa começou por enaltecer o trabalho desenvolvido pelos docentes, investigadores e trabalhadores, cujo esforço durante o período de pandemia permitiu garantir o funcionamento da Universidade neste último ano. Destacou a importância do trabalho científico e investigação para a docência, assim como para a resolução de problemas e o progresso científico. Enfatizou igualmente a importância do trabalho dos investigadores da Faculdade de Ciências e do Instituto Superior Técnico, pelo desenvolvimento de modelos matemáticos que permitiram analisar a evolução da pandemia.

António Cruz Serra fez um balanço dos últimos anos de mandato, destacando a evolução positiva no que toca ao acréscimo de estudantes de mestrado e doutoramento, estudantes Erasmus e estrangeiros estudantes na ULisboa, assim como o acréscimo de diplomados.

Já a terminar a sessão, seguiu-se um momento musical protagonizado pelo Quarteto da Orquestra Académica da ULisboa.

É possível rever a cerimónia no canal YouTube da Universidade.

 

 

Marta Tavares, Área de Comunicação e Imagem Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt
Empresa Outmind trabalha o conceito de marketing sensorial aliado à tecnologia

“Queremos dar a conhecer um novo espaço, uma nova marca, uma nova estratégia para o Tec Labs e também, claramente, incentivar as pessoas a terem uma atitude diferente face ao empreendedorismo”, sublinhou Luís Matos Martins, presidente do Conselho de Administração do Tec Labs.

Imagem alusiva à extração de óleos essenciais

Aquele que é hoje conhecido como o ISEO teve início em setembro de 1969, quando quatro cientistas da área da farmacognosia se reuniram, informalmente, em Leiden, na Holanda, para discutir problemas comuns, relacionados com a análise de óleos essenciais. Docentes/investigadores da FCUL participam, desde 1989, nesse congresso e já o organizaram por duas vezes.

Membros de uma tuna, durante uma atuação

Diário de bordo da nave Esperança. Uma viagem por um dos acontecimentos musicais da comunidade académica com especial tradição…

Pormenor de obra de arte

Invest in our future, invest in science”. A mensagem é clara, concisa e direta. Por um mundo melhor, um grupo de personalidades do Champalimaud Neuroscience Programme lançou recentemente um blogue no qual procuram sensibilizar a comunidade para a importância da ciência nas nossas vidas.

Está aberto concurso, até ao dia 07 de dezembro de 2012, para admissão de voluntários para a prestação de serviço em regime de contrato na Categoria de Oficial Técnico Superior Naval (TSN) e Oficial Técnico Naval (TN).

A sessão de encerramento contou com uma breve troca de ideias acerca dos novos desafios e possibilidades oferecidos pelo software Open Source, em particular, pela cada vez maior procura de formação em Quantum GIS.

Actividade no NanoLab do GeoFCUL

Dinâmica das zonas costeiras: conhecer para gerir

O Microsoft Windows 8 e Microsoft Office 2013 já estão disponiveis para download no seu Perfil de Utilizador (apenas Docentes e Funcionários).

Evolução da Complexidade Celular: Filosofia, Biologia Celular e Simbiose

Palestra no GeoFCUL

 

Paisagens do Mundo. Imagens da Dinâmica da Terra

 

Devido a problemas de software num equipamento (redundante) vai ser necessário realizar uma alteração de firmware num equipamento central de rede.

Não se prevê que uma possivel quebra de serviços, a existir, seja maior do que alguns segundos.

Francisco Eduardo Lapido Loureiro

Faleceu no passado dia 4 deste mês, no Brasil, onde consolidou a sua carreira (Centro de Tecnologia Mineral - CETEM ), que iniciara em Lisboa (FCUL, Junta de Energia Nuclear), França (Universidade de Nancy) e Angola (Universidade e IICT Instituto de Investiga&ccedi

Está aberta uma bolsa de Mérito Social para a área de Suporte ao utilizador para a Unidade de Informática.

A iniciativa pretende reunir especialistas que, através dos seus testemunhos, contribuam para a compreensão da revolução tecnológica pelo qual vão passar as línguas naturais, entre elas o português.

A Unidade de Informática irá fazer a transmissão ao vivo da apresentação do livro "A Língua Portuguesa Na Era Digital" no dia 16 de novembro de 2012 entre as 9h00 e as 13h30 a partir da Fundação Calouste Gulbenki

Conferência por Jorge Carvalho (LNEG) no dia 29 de Novembro, no GeoFCUL

Encontram-se abertos concursos para recrutamento de um posto de trabalho de Professor Auxiliar na área disciplinar de Astronomia e Astrofísica, e de dois postos de trabalho de Professor Auxiliar, na área disciplinar de Engenharia da Energia.

 Projetados com o objectivo de monitorizar as condições do Estado do Tempo, os satélites meteorológicos são atualmente utilizados em muitas outras áreas do estudo da Terra; por exemplo, a partir de medições efetuadas pelo satélit

Camião de longo curso em via rápida

Existe uma enorme vontade de potenciar a economia baseada no conhecimento. O Ecossistema de Transportes ambiciona transformar Portugal num polo de referência, dinamizando projetos em inovação aberta, reconhecendo a oportunidade estratégica que se coloca.

A Unidade de Informática informa que desde hoje, dia 13 de Novembro de 2012 às 9h00, o Portal da FCUL está em IPv6.

Estão a ser enviadas, desde o passado fim de semana (3/11), mensagens de correio eletrónico para alguns utilizadores de contas fc.ul.pt com solicitação de preenchimento de formulários web ou respostas via mail com dados pessoais dos utilizadores.

Devido ao numero excessivo de mensagens falsas que nos últimos tempos têm chegado às caixas de correio dos utilizadores da FCUL, algumas delas dando a entender que são enviadas de endereços internos, fomos obrigados a tomar medidas mais restritivas em relaç

Páginas