Cientistas

Margarida Amaral dá aulas em Ciências há 35 anos, por isso tem acompanhado "gerações de alunos muito interessados e com carreiras científicas brilhantes".

Anotações de J. Lima-de-Faria

José Avelino Pais Lima de Faria,o proeminente cientista de 92 anos, antigo aluno de Ciências - licenciou-se em Ciências Físico-Químicas em 1950 - volta colaborar com a Faculdade, com um artigo sobre a atividade científica, selecionando para o efeito um conjunto de eminentes personalidades. Dois dias após a publicação deste artigo, J. Lima-de-Faria faleceu. A Faculdade lamenta o triste acontecimento e apresenta as condolências aos familiares, amigos e colegas.

Biologia foi o único curso que escolheu quando se candidatou à Faculdade. Dá aulas em Ciências desde 1997. Ao longo deste tempo conseguiu criar disciplinas novas, destacando a particularidade de conseguir trazer aspetos da sua investigação para o ensino, que deve ser inovador.

Em termos profissionais a Faculdade de Ciências é a sua casa. Aqui gosta de quase tudo em especial do contacto com os alunos. Para ele os professores lidam com os alunos na melhor fase das suas vidas, por isso mesmo a vida de um cientista é muito mais rica quando este tem hipótese de dar aulas. Atualmente leciona Ondas e Ótica e Elementos de Física. Dá aulas a turmas do 1.º ano de Geologia e do 2.º ano de Física, considerando que os finalistas de Ciências são muito competitivos e por isso mesmo uma mais-valia para o mercado.

Ser um cientista

A cooperação (e colaboração) científica apoia-se sempre em ensinar e aprender (dar e receber), num registo de amizade e humildade, de motivação e de empolgamento. A paridade é fundamental, tal como o “foco e simplicidade”, a relevância e a utilidade (Steve Jobs).

Páginas