Highly Cited Researchers da Clarivate Analytics

“Orgulho-me por promover a Faculdade e a Universidade no palco mundial da ciência”

Alan Phillips distinguido pelo 4.º ano consecutivo como um dos cientistas mais citados a nível mundial na área da Ciência Vegetal e Animal

Última Revisão —
Imagem abstrata relacionada com o cartaz promocional do ranking

Clarivate Analytics publicou o primeiro índice em 2015 com o intuito de identificar os investigadores com maior influência na atualidade, com base no número de citações das respetivas publicações pelos seus pares

Clarivate Analytics
Alan Phillips
Alan Phillips
Imagem cedida por AP

A par do reconhecimento alcançado na lista World’s Top 2%, Alan Phillips é distinguido, pelo 4.º ano consecutivo, como um dos cientistas mais citados na área da Ciência Vegetal e Animal a nível mundial, pelo Highly Cited Researchers da Clarivate Analytics, uma empresa norte-americana especializada em gestão de informação científica.

“Orgulho-me por poder ajudar a promover a Faculdade e a Universidade no palco mundial da ciência”, diz o investigador do Departamento de Biologia Vegetal da Ciências ULisboa e do Instituto de Biossistemas e Ciências Integrativas (BioISI), sediado e coordenado pela Faculdade, que se sente honrado com estas classificações, ainda que para si o mais importante seja a relevância e a utilidade deste trabalho para outros investigadores.

“Fico especialmente feliz por saber que os meus trabalhos publicados têm ajudado outras pessoas a desenvolverem as suas linhas de investigação, contribuindo diretamente para uma maior compreensão do assunto e fornecendo soluções para problemas”, declara Alan Phillips, o único investigador da Ciências ULisboa a alcançar esta classificação este ano. Ao nível da ULisboa além de Alan Phillips, também José Bioucas-Dias (1960-2020) figura na lista deste ano.

“Fico especialmente feliz por saber que os meus trabalhos publicados têm ajudado outras pessoas a desenvolverem as suas linhas de investigação, contribuindo diretamente para uma maior compreensão do assunto e fornecendo soluções para problemas.”
Alan Phillips

A Clarivate Analytics publicou o primeiro índice em 2015 com o intuito de identificar os investigadores com maior influência na atualidade, com base no número de citações das respetivas publicações pelos seus pares. De acordo com a Rádio Alto Ave, a lista de 2021 inclui 6.602 cientistas de mais de 70 países, 16 deles afiliados a instituições portuguesas. O estudo publicado este mês incide no período 2010/2020 e apenas sobre os artigos altamente citados, isto é, que representam 1% do que se publica no mundo e para 21 áreas de conhecimento. Os países mais representados neste índice são os EUA (2.622 cientistas), China (935), Reino Unido (492), Austrália (332) e Alemanha (331). Portugal surge em 15.º lugar europeu e 30.º no mundo. A lista inclui 24 prémios Nobel e a Universidade de Harvard, nos EUA, lidera no volume de cientistas (214).

“Hoje em dia, a publicação de ciência é um grande negócio. Mais do que nunca, estamos sobrecarregados de informações, algumas mais úteis do que outras. Por essa razão, sempre disse aos meus alunos que deveriam publicar não para progredir nas suas carreiras, mas para desenvolverem a ciência”, reflete Alan Phillips, acrescentando que os artigos que publicam devem ser relevantes, úteis e atrativos para outras pessoas, dessa forma serão citados, deixando por fim conselhos aos mais jovens, que pretendem enveredar um dia por esta área. “Investigar não é apenas ‘brincar’ num laboratório fazendo coisas divertidas, é preciso muito trabalho duro e dedicação para ter sucesso, e às vezes pode ser incrivelmente frustrante”, declara, concluindo que "se estiverem preparados para se esforçar, a recompensa de saber que estão a contribuir para uma maior compreensão do mundo vale todo o trabalho árduo".

“Hoje em dia, a publicação de ciência é um grande negócio. Mais do que nunca, estamos sobrecarregados de informações, algumas mais úteis do que outras. Por essa razão, sempre disse aos meus alunos que deveriam publicar não para progredir nas suas carreiras, mas para desenvolverem a ciência.”
Alan Phillips

Ana Subtil Simões, Área Comunicação e Imagem Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt
Anfiteatro

"As Jornadas tiveram um balanço bastante positivo (...) elucidaram e esclareceram algumas dúvidas importantes para os estudantes (...) ", conclui a Comissão de Curso de Engenharia Geográfica.

Museu do Quartzo é inaugurado e recebe o nome de Galopim de Carvalho, professor jubilado do Departamento de Geologia.

Céu com nuvens escuras

As candidaturas à oficina de formação terminam a 21 de maio. As sessões realizam-se às terças e quintas-feiras, entre as 17h30 e as 20h30.

A exposição “O Cálculo de ontem e de hoje”, elaborada pelo Departamento de Matemática em colabora&

Lâmpada

Estudantes de Engenharia Biomédica e Biofísica da FCUL promovem reunião especializada. O Ne2b2 existe desde outubro de 2008.

Luzes

Pela primeira vez a Reitoria da UL abre as suas portas aos estudantes da cidade, organizando um evento noturno para alunos dos ensinos universitário e secundário.

A exposição está a partir de 26 de Abril no Museu Nacional de História Natural e da Ciência.

As provas de doutoramento em Biologia, especialidade de Microbiologia, da Mestre Egídia Maria Valente de Azevedo realizam-se no próximo dia 26 de Abril, pelas 10h:30 na Sala de Actos da

O grande momento do dia é a sessão solene, que inclui este ano o lançamento do segundo volume dos Professores Cientistas e a inauguração do Quadro de Honra.

Sobre Namoros e Casamentos

Jorge Buescu

Quinta-feira, dia 12 de Abril de 2012, às 18h30, na sala 6.1.36

Vela

Ricardo Leandro é o vencedor da Competição Europeia. O estudante da FCUL apresentou a melhor ideia: um coletor solar térmico de baixo custo, acoplável a um módulo fotovoltaico.

A palestra "O Princípio do Tempo" proferida por Pedro Gil Ferreira é uma das iniciativas do “VII Encontro Ibérico de Cosmologia”, que decorre em abril nas instalações da FCUL.

Jovem usa microscópio

A FCUL estimula a abertura permanente à sociedade civil, promovendo acontecimentos que visam a disseminação de conhecimentos e a interligação com diferentes agentes sociais.

Os vários objectivos do DEGGE: Tudo o que nos define, e tudo o que apoiamos

O ENEI'12 vai realizar-se na FCUL.

ESTRUTURA E GESTÃO DO DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA ANIMAL (DBA)

Apresentação do Departamento

Paleontólogos do MNHN da UL e do GeoFCUL em foco na revista TVmais.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

O DQB e a FCUL acolheram, mais uma vez, a realização de provas semifinais das Olimpíadas de Química Júnior 2012 no sábado, 14 de abril de 2012.

Pessoas estudam numa mesa na biblioteca

“Acho que qualquer aluno consegue ser bom, se tiver uma boa disciplina de trabalho e objetivos concretos”. Quem o diz é Gonçalo Faria da Silva, estudante do 3.º ano de Biologia.

No penúltimo dia de março realiza-se a quinta e última sessão do workshop destinado a preparar os estudantes para a obtenção do 1.º emprego.

 

Alunos da FCUL

A Schlumberger realiza uma sessão de recrutamento em Ciências. As grandes empresas procuram os melhores profissionais. A FCUL apoia a inserção profissional dos seus diplomados.
 

O evento é uma organização conjunta da Norton/Symantec e do mestrado em Segurança Informática do DI-FCUL.

O DM está na Futurália

Páginas