Entrevista com… Matilde Fidalgo

No futebol e na faculdade: os mesmos valores, a mesma dedicação

"Conciliar o futebol com a faculdade é algo muito espontâneo para mim. Desde sempre conjuguei o futebol com a vida académica e por isso estou muito habituada", conta a aluna de Ciências

ACI Ciências

Matilde Fidalgo, de 22 anos, é aluna do 5.º ano do curso de Engenharia da Energia e do Ambiente de Ciências ULisboa. Para lá da vida académica, tem uma paixão: o futebol.

É jogadora do Clube Futebol Benfica, conhecido por Fofó, e luta pela vitória da modalidade no país e além-fronteiras, na seleção feminina, na posição defesa. Conta com 51 internacionalizações, a primeira aconteceu em fevereiro de 2011. Este ano a sua equipa apurou-se para o Europeu de Futebol. Um feito nunca antes alcançado e que vai, por certo, acompanhá-la para sempre – quer seja como uma boa recordação ou como um estímulo para o alcance de outras vitórias, dentro e fora das quatro linhas.

Na entrevista a seguir apresentada, fique a saber mais sobre a história desta jovem.

O que significa pertencer a esta casa, a Ciências?

Matilde Fidalgo (MF) - Foi a casa que escolhi para continuar a minha formação após o ensino secundário e fiquei muito feliz por ter conseguido ingressar nela. Sinto-me integrada e fiz bons amigos.

Quais são os ensinamentos que considera fundamentais para a sua vida e que foram aqui adquiridos?

(MF) - A faculdade é um espaço de crescimento pessoal. A faculdade representa uma mudança grande na vida de um jovem, na medida em que o expõe a uma realidade diferente até à então vivida, nomeadamente no trato com os restante membros da instituição, e obviamente desempenha um papel fundamental na formação de indivíduos com capacidade de trabalho, autónoma e coletivamente.

E que aprendizagens traz do futebol para a vida académica?

(MF) - O futebol, sendo um desporto coletivo, obriga à capacidade de conviver e trabalhar com os pares. Além disso, o sucesso desportivo só é possível com muita devoção e trabalho, aspetos também fundamentais na vida académica.

Disciplina, esforço, dedicação. São três elementos comuns à vida de estudante e à de desportista. Como é conciliar estas duas vertentes?

(MF) - Sem dúvida, são virtudes que devem ser transversais às duas vertentes. Conciliar o futebol com a faculdade é algo muito espontâneo para mim. Desde sempre conjuguei o futebol com a vida académica e por isso estou muito habituada. Além disso, os meus treinos são normalmente à noite pelo que não se sobrepõem. A única situação mais complicada dá-se quando estou a estagiar, e portanto impossibilitada de estar nas aulas. Mas tenho tido sempre a ajuda de amigos que me ajudam a manter a par da matéria e professores compreensivos.

Há tempo para tudo, ou seja, uma ajuda a outra a acontecer?

(MF) - Há tempo para tudo. Sempre quis ter uma formação académica que me permita uma melhor perspetiva de emprego no futuro, uma vez que o futebol não me oferece essa segurança. Por outro lado, o futebol é algo que faço por gosto e não seria capaz de abandonar a modalidade e portanto tenho que conciliar as duas coisas.

Sobre o apuramento para o Europeu, como se sente com tão grande feito?

(MF) - Foi um feito inédito e sinto-me muito orgulhosa do trabalho que todas desenvolvemos. A modalidade está a crescer em Portugal e este é um marco muito importante.

Que implicações tem este apuramento para este ano letivo, o que muda?

(MF) - Pouco muda! Tenho já alguns estágios marcados e que me obrigaram a faltar às aulas, mas são independentes do Europeu. O torneio será apenas realizado entre 16 de julho e 6 agosto do próximo ano [2017], pelo que tem poucas implicações neste ano letivo.

O que se imagina a fazer daqui a cinco anos, a nível profissional e em campo?

(MF) - Daqui a cinco anos acredito estar a jogar profissionalmente e talvez tente conciliar com uma licenciatura no estrangeiro, de forma a estar ocupada quando não estiver a treinar ou jogar.

Relativamente a projetos futuros, já há algum definido que possamos conhecer?

(MF) - Nada concreto. Pretendo terminar o mestrado integrado no prazo estipulado, ou seja, este ano e a partir daí decidirei mais concretamente o que fazer.

Pode deixar uma mensagem para os estudantes de Ciências…

(MF) - Os valores associados ao desporto são complementares aos que são necessários para o sucesso académico, e por isso apelo a que não permitam que uma das vertentes leve a melhor em relação à outra, é possível conciliar tudo e vale a pena o esforço!

Raquel Salgueira Póvoas, Área de Comunicação e Imagem
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt
Imagem de Kairos em pedra

O próximo e quinto número da revista do Centro de Filosofia das Ciências da UL é lançado em novembro. A submissão de textos termina a 30 de setembro.

Encontra-se aberto concurso para bolsa de estágio na área de suporte aos laboratórios letivos e de investigação do Departamento de Informática da Faculdade de Ciências.

Simulação de uma proteína

Quatro lições sobre proteínas.  As investigadoras Maria José R. Gomes e Patrícia Faísca apresentam quatro razões para não faltar à quinta iniciativa do projeto Ciência na UL.

O Dr. Rui Lopes ex-aluno do Departamento de Informática e investigador no LASIGE, actualmente a trabalhar na Google, foi um dos responsáveis da equipa de desenvolvimento do doodle de hoje (23 de Maio).

A Investigação dos Doutores de Amanhã

Lâmpada

"O objetivo é partilhar com os colegas das outras faculdades a experiência que tivemos, e estamos a ter, com a implementação do modelo de gestão por objetivos, assente na identificação dos processos", diz Ana Rocha, secretária-coordenadora da FCUL.

Vários círculos com várias cores

A reunião de entrada livre e sujeita a prévia inscrição inclui sessões plenárias e workshops sob o tema genérico “Prosseguir a excelência, promovendo as competências da UL”.

Produtos alimentares

“Partilhar o que se tem pode ser um convite a algum sacrifício – mas a solidariedade não pode ser só um sentimento, tem de ser um compromisso de ação”, refere Graça Vieira, professora aposentada da FCUL, a propósito da campanha "Vamos dar com o coração".

Plantas em vasos

Hoje é um dia fascinante. Dia de nos fascinarmos com as plantas, com a sua beleza, com o que nos dão, e nos possibilitam – a vida tal como a conhecemos.

Flor sujeita a tratamento para expressão de um gene

Nesta época do ano, não há nada que mais nos descanse o espírito como um campo repleto de cores: branco, amarelo, lilás, vermelho, com flores de diferentes tamanhos e odores.

Seminário do DF

Anúncio de Seminário do DF

Encontra-se aberto concurso para a atribuição de 1 (uma) Bolsa de Investigação, no âmbito do projecto de investigação “Erro de não-resposta nas sondagens telefónicas com telemóveis: causas, efeitos e correcçã

Para marcar uma visita ao novo lugar destinado ao estudos das ciências e das artes basta telefonar ou enviar um email.

Fascination of Plants Day - 18 de maio de 2012.

A reportagem multimédia realizada no âmbito da UL Open Night inclui declarações de Sofia Cruz, coordenadora do Núcleo de Comunicação da Reitoria da Universidade de Lisboa (RUL), Isabel Tadeu, coordenadora do Núcleo

A ação de voluntariado acontece entre 26 e 27 de maio. Inscreva-se até dia 18 de maio, através do site UL Alimenta esta Ideia.

 

Anfiteatro da FCUL

Miguel Yus, professor da Universidade de Alicante, recebe o galardão na primeira de cinco conferências proferidas pelo premiado em Portugal.

A Direção de Marketing e Comunicação da RTP oferece estágio remunerado na Área de Audiências e Estudo de Mercado a alunos recém licenciados ou mestrandos em Matemática A

A exposição "O Cálculo de Ontem e de Hoje" está, agora, disponível em versão itinerante.

De 3 a 28 de Maio está patente na "Academia Sénior da Cruz Vermelha Portuguesa-Delegação de Lisboa".

Seminário "Serendipity and The Ups and Downs of Synthesis", apresentado pelo Prof.

Olho verde

Palestras, visitas, exposições e muitas experiências são algumas das atividades previstas.

Pormenor da capa do livro

O livro está à venda pelo valor de €18,40, no Atendimento Geral, sito no edifício C5, piso 3.

Anfiteatro

"As Jornadas tiveram um balanço bastante positivo (...) elucidaram e esclareceram algumas dúvidas importantes para os estudantes (...) ", conclui a Comissão de Curso de Engenharia Geográfica.

Museu do Quartzo é inaugurado e recebe o nome de Galopim de Carvalho, professor jubilado do Departamento de Geologia.

Páginas