DEGGE

Escola de Verão de Energia

Imagina que era possível experimentar um curso universitário antes de concorreres ao ensino superior.

Agora já é! Vem frequentar a Escola de Verão de Energia da Faculdade de Ciências da ULisboa, durante uma semana, com aulas teóricas, práticas computacionais e laboratoriais, com os professores e os alunos do Mestrado Integrado em Engenharia da Energia e do Ambiente. Esta é uma oportunidade única!

A edição de 2018 do Prémio Científico ULisboa/ Santander Universidades distinguiu Carla Silva, professora do Departamento de Engenharia Geográfica, Geofísica e Energia. Nesta entrevista fique a par da sua investigação e dos projetos em curso.

Integração dos GNSS nos SIG empresariais

Por Nuno Leite (Esri Portugal).

A utilização das componentes de mobilidade do SIG tem contribuído para melhorar a coordenação e eficiência das operações de recolha de dados no terreno. Nesta sessão vamos falar sobre a redução ou mesmo substituição do suporte em papel, sobre a integridade e autenticidade dos dados, assegurar que os recursos no terreno e no escritório trabalham sobre os mesmos dados para reduzir erros, aumentar a produtividade e obter maior eficiência de custos.

Recuperação de dados climáticos históricos no IDL

Por Maria Antónia Valente (Instituto Dom Luiz, Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa).

O Instituto Dom Luiz tem a mais antiga estação meteorológica em atividade em Portugal. Desde a sua inauguração em 1853, tem estado a funcionar ininterruptamente no Jardim Botânico da Universidade de Lisboa. Funcionou ainda como o primeiro Serviço Meteorológico Nacional até 1946, recebendo desde a sua origem observações meteorológicas e climatológicas do Continente e Ilhas, bem como das antigas colónias.

Avaliação de Informação Costeira a partir de dados de Observação da Terra - Projetos desenvolvidos no IH

Por Ana Patrícia Moura (Instituto Hidrográfico – Marinha | Divisão de Hidrografia).

O litoral e as zonas costeiras são extremamente dinâmicos, extensos e expostos a inúmeros processos meteo-oceonográficos. Com o aumento dos programas de Observação da Terra (OT), em particular o Programa Copernicus, é nos dada a oportunidade de, gratuitamente, utilizar estes dados para melhor compreender o ambiente costeiro.

OE premeia investigadores de Ciências ULisboa

Carlos Antunes, Cristina Catita e Carolina Rocha são os vencedores do Prémio "Engenheiro Empreendedor 2018 - Ano OE das Alterações Climáticas”. Os investigadores de Ciências ULisboa criaram uma aplicação web, suportada por um serviço de mapas na web para a visualização dos cenários de subida do nível do mar em Portugal continental e respetiva cartografia de inundação e de vulnerabilidade física costeira para 2025, 2050 e 2100.

Páginas