Dictum et factum

Sandra Crespo

Sandra Crespo

ACI Ciências

O que fazem e o que pensam alguns membros da comunidade de Ciências? O Dictum et factum de setembro é com Sandra Crespo, assistente técnico do Departamento de Informática (DI) de Ciências.

Quando era criança já sabia que profissão gostaria de ter no futuro?

Sandra Crespo (SC) - Claro! Quando era criança dizia que ia ser veterinária e nas horas livres cabeleireira.

Como surgiu a hipótese de trabalhar em Ciências?

SC - A minha mãe - Ana Silva - já trabalhava na Faculdade e quando foi necessário aumentar o número de funcionários do DI para um melhor funcionamento, o presidente do departamento dessa altura convidou-me. Claro que nem hesitei.

Foi o 1.º emprego?

SC - Não. Já tinha trabalhado durante seis meses numa loja de revenda de loiças.

Há quantos anos trabalha em Ciências?

SC - Já trabalho em Ciências desde o dia 21 de fevereiro de 1988.

O que começou por fazer quando aqui chegou?

SC - Quando vim para Ciências, mais precisamente para o DI, foi como tarefeira para a reprografia.

E agora como é o seu dia-a-dia?

SC - Neste momento trabalho na secretaria, ainda no mesmo departamento. Como é do conhecimento geral faz-se de tudo um pouco.

O que é que mais gosta de fazer na unidade onde está inserida?

SC - Desde que estou na secretaria tenho aprendido muitas “coisas” novas o que me leva a continuar a gostar do que faço. Destaco o convívio com os alunos.

Há alguma coisa que não aprecia na sua rotina profissional?

SC - Existem algumas deceções como em todo o lado. O que faço é esquecer e seguir em frente.

Na sua opinião o melhor da Faculdade é…?

SC - São as pessoas num geral. É fundamental haver um bom ambiente de trabalho. E aplica-se.

E o melhor da Administração Pública, o que é?

SC - Em tempos teria muito a dizer de bom. Hoje talvez destaque a ADSE (risos).

Se tivesse que escolher um adjetivo para se descrever, qual seria a palavra escolhida?

SC - Existem vários. Uns bons outros menos bons mas o que se destaca é divertida.

Porquê?

SC - Não sei bem mas os meus amigos dizem sempre: “Se não nascesses tinhas de ser inventada.”

Ana Subtil Simões, Área de Comunicação e Imagem de Ciências
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

Há espírito empreendedor nos corredores de Ciências e a prová-lo esteve a prestação dos alunos de Ciências e do ISCTE-IUL na Sessão Final da Disciplina de Projeto Empresarial.

Cerca de 14 alunos do ensino secundário decidiram passar uma semana das suas férias a frequentar aEscola de Verão de Energia, organizada pelos professores e alunos do mestrado integrado deEngenharia da Energia e do Ambiente, e que já vai na sua segunda edição.

Pedro Veiga, Luís Correia e Teresa Chambel, professores do Departamento de Informática (DI) de Ciências, participaram no primeiro E-Tech Portugal, ocorrido no início de junho de 2016, em Setúbal.

A racionalidade (homem racional) é inalcançável, porque a escolha ótima (identificada a maior parte das vezes com a utilidade máxima individual) é demasiado perfeita.

De acordo com ocomunicado de imprensaemitido pelafaculdadeesta segunda-feira, para os investigadores a identificação de novos alvos moleculares é essencial para definir estratégias terapêuticas cada vez mais robustas nos doentes com fibrose quística.Entrevista com Carlos Farinha.

“A Química e os segredos de um chocolate perfeito”, “Olhando os átomos”, “A diversidade escondida dos oceanos: do microscópio ao DNA” e “As bactérias e a resistência a antibióticos” são só alguns exemplos dos projetos disponíveis no âmbito do

A Galeria Ciências é um espaço recente, dinâmico, polivalente, com grandes potencialidades.

O que fazem e o que pensam alguns membros da comunidade de Ciências? O sétimo Dictum et factum é com José Pica, assistente técnico do Departamento de Biologia Vegetal de Ciências.

Crónica de Fernando Barriga e Sofia Martins, investigadores do IDL Ciências, em missão oceanográfica no Atlântico - TAGhydrothermal field.

A 2.ª corrida de carros solares tripulados em Portugal ocorre este sábado, 9 de julho de 2016, entre as 10h00 e as 14h00, nocampusda Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.

Gerson Miguel da Silva Lobo, estudante do 2.º ano do mestrado de Bioquímica, faleceu a 26 de junho de 2016. A Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa lamenta o triste acontecimento, apresentando as condolências aos familiares, amigos e colegas do Gerson Lobo.

A gestão das preferências tornou-se numa facilidade ao dispor do projetista e do programador, e o planeamento (relacionado com as ações ao longo do tempo) é capaz de transformar um problema como se de otimização se tratasse, sujeito a restrições, a objetivos múltiplos e a efeitos probabilísticos das ações.

Crónica de Fernando Barriga e Sofia Martins, investigadores do IDL Ciências, em missão oceanográfica no Atlântico - TAGhydrothermal field.

Galopim de Carvalho, um dos geólogos mais famosos de Portugal, natural de Évora, com quase 85 anos, regressa à Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa no próximo dia 27 de junho.

2016 está a ser um ano em cheio para alguns estudantes empreendedores e é essa a essência de que é feita a Júnior Empresa Ciências, que está agora a dar os primeiros passos.

Crónica de Fernando Barriga e Sofia Martins, investigadores do IDL Ciências, em missão oceanográfica no Atlântico - TAGhydrothermal field.

Em Londres, junto a St. Pancras´s International, está próximo de nascer um polo que agrupa a Google (e a DeepMind), o Francis Crick Institute, o Alan Turing Institute e a British Library (…) O arquiteto visa promover interações com serendipidade entre investigadores de terrenos divergentes.

Crónica de Fernando Barriga e Sofia Martins, investigadores do IDLCiências, em missão oceanográfica no Atlântico - TAGhydrothermal field.

O que fazem e o que pensam alguns membros da comunidade de Ciências? O sexto Dictum et factum é com Inês Andrade, assistente técnico do Departamento de Biologia Animal de Ciências.

Umestudopublicado na revista internacional de conservaçãoOryxindica que a legislação e a proteção nas praias são insuficientes para travar a captura e o consumo ilegal de tartarugas marinhas em Cabo Verde.

Crónica de Fernando Barriga e Sofia Martins, investigadores do IDL- Ciências, em missão oceanográfica no Atlântico - TAGhydrothermal field.

A missão oceanográfica M127 iniciada a 25 de maio, em Bridgetown, Barbados, acontece a bordo do navio oceanográfico alemão RV METEORe deverá terminar a 28 de junho de 2016, em Ponta Delgada.

José Guerreiro, professor da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e coordenador daMARE STARTUPe Sónia Ribeiro, professora da Universidade Católica Portuguesa, apresentam o programa de apoio ao empreendedorismo na área do mar durante aOceans Business Week.

InovCarbon, Janus e o BreatheBio são os vencedores da segunda edição daCall for Projectsdo ScienceIN2Business.

Nos últimos anos a saída de quadros superiores seniores e de cientistas de Portugal acompanhou uma grande vaga de emigração, sobretudo para a Europa.

Páginas