Crónicas em Ciências

Em busca de novos conhecimentos e soluções

30th International Carbohydrate Symposium: primeiro em Lisboa, entre 10 e 15 de julho online

Mesa com vários oradores no grande auditório da Faculdade

A sessão de abertura foi gravada na Faculdade*

Imagem cedida por APR
Guitarristas no grande auditório da Faculdade
Os guitarristas do Grupo “Três Bairros” Ricardo Gama e João Correia a tocar na sessão de abertura
Imagem cedida por APR

30th International Carbohydrate Symposium é um evento organizado pela International Carbohydrate Organisation (ICO), a qual reúne 33 países a nível mundial, nos quais se inclui Portugal. Tem início no próximo dia 10 de julho e será um evento online, que reúne especialistas de academias e empresas, investigadores e estudantes e cobre áreas de grande relevância para problemas societais em vários domínios que incluem a saúde, o ambiente e a energia. A sessão de abertura foi antecipada e presencial, tendo sido gravada em Ciências ULisboa, para ser apresentada internacionalmente no primeiro dia do simpósio.

A sessão de abertura teve um momento musical de guitarra portuguesa, por Ricardo Gama, e guitarra clássica, por João Correia, músicos que pertencem ao Grupo “Três Bairros”, e que enriqueceram a sessão com a cultura musical portuguesa.

Amélia Pilar Rauter e Yasuhiro Kajihar
Atribuição da placa de premiação do Roy L Whistler International Award in Carbohydrate Chemistry a Yasuhiro Kajihara por Amélia Pilar Rauter
Imagem cedida por APR

Durante esta sessão foram atribuídos dois prémios científicos de grande renome mundial. Yasuhiro Kajihara, da Universidade de Osaka no Japão, foi galardoado com o prémio “Roy L Whistler International Award in Carbohydrate Chemistry 2020”, pois não houve ICS2020 devido à pandemia COVID-19.

Este prémio é dado a um cientista reconhecido pelas suas contribuições de excelência no domínio da Química e/ou da Bioquímica dos Glúcidos, e que tenha a possibilidade de continuar a produzir contribuições que sejam significativas.

O prémio também tem um contributo financeiro. A lição plenária do premiado intitulada “N-Glycans on proteins” descreve o seu trabalho na área de oligossacáridos ligados a proteínas, a sua síntese e importância no enrolamento e dinâmica de proteínas.

Amélia Pilar Rauter e Daniel Kracher
Atribuição da placa de premiação do ICO Young Researcher Award a Daniel Kracher por Amélia Pilar Rauter
Imagem cedida por APR

O prémio “ICO Young Researcher Award” foi criado em 2014 sob proposta da representante portuguesa. Pretende incentivar os jovens investigadores e premiar o seu trabalho nas áreas da Glicoquímica e/ou Glicobiologia. Em 2020 foi atribuído  a Daniel Kracher, da Technische Universität Graz, na Áustria. A sua lição plenária intitula-se “Polysaccharide-degrading oxidoreductases” e versa a degradação de polissacáridos por oxidoreductases, enzimas que catalisam a transferência de eletrão de uma molécula dadora de eletrão para outra que é aceitadora de eletrão.

A parte social deste evento em Lisboa consistiu num jantar de confraternização no Estoril Palace Hotel, na véspera da gravação da sessão de abertura, que teve como convidados individualidades da academia e de empresas portuguesas bem como jovens investigadores e estudantes, e ainda jovens profissionais da cultura musical portuguesa.

e trio Marisa Mendonça, Silvia Marpuri e João Borges numa das suas atuações, após o jantar
Trio Marisa Mendonça, Silvia Mirpuri e João Borges numa das suas atuações, após o jantar de congraternozação
Imagem cedida por APR

Sob a direção do coreógrafo e bailarino João Borges, o trio constituído por ele, Silvia Mirpuri e Marisa Mendonça ofereceu ainda um magnífico espetáculo de dança e canto, que abrilhantou o jantar de confraternização, e sem dúvida demonstrou que “Há química na dança e arte na química!”.

No dia da gravação da sessão, o jantar foi no Chapitô, onde os convidados se deliciaram com a gastronomia típica portuguesa e com a magia e malabarismo, exemplos ilustres da dedicação de Portugal à cultura e educação circense.

A parte social foi pois concebida não só para demonstrar a importância da ligação da ciência à cultura artística, mas também para ser sentido um reconhecimento mútuo dos valores de ambas pelos seus players.

Várias pessoas posam para fotografia
Grupo de cientistas e estudantes que participaram no jantar no Chapitô
Imagem cedida por APR

Enquanto presidente da ICO aqui fica também um sincero agradecimento aos nossos sponsors, em particular à Sociedade Portuguesa de Química (SPQ), ao United States Advisory Committee for the International Carbohydrate Symposium, à Fundação Jacqueline Dias de Sousa, à Ordem dos Engenheiros Técnicos e à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Santarém.

O 30th International Carbohydrate Symposium, excecionalmente realizado online, cobre as áreas de síntese, glicobiologia, estrutura e análise de glúcidos, polímeros de glúcidos e ciência dos materiais, novos desenvolvimentos em glicociências, glúcidos em medicina e diagnose, glicoconjugados e vacinas, sendo apresentadas as invenções e descobertas mais recentes, muitas delas relevantes para a sociedade dos dias de hoje, com problemas graves de saúde pública (doenças incuráveis), ambiente e energia. As soluções estão em curso! Lanço pois o desafio de participarem neste evento, de 10 a 15 de julho, em busca de novos conhecimentos e novas soluções.

Vários momentos durante o jantar de confraternização
Jantar de confraternização no Hotel Estoril Palace
Imagens cedidas por APR

Nota de redação referente à legenda*

Composição da mesa: Maria Soledade Santos, vice-presidente do Departamento de Química e Bioquímica, Ciências ULisboa; Adelino Galvão, secretário-geral da SPQ; Pedro Almeida, subdiretor da Ciências ULisboa; Peter Andreana, secretário/tesoureiro da United States Advisory Committee for the International Carbohydrate Symposium, University of Toledo, USA; Amélia Pilar Rauter, presidente da ICO e coordenadora do Grupo dos Glúcidos do Centro de Química Estrutural (CQE), Ciências ULisboa; Zbigniew Witczak, presidente cessante da ICO, Wilkes University, USA;  Ivone Carvalho, presidente eleita da ICO, Universidade de S. Paulo, Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto, Brasil; Celso Reis, coordenador do Grupo dos Glúcidos da SPQ, Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto; José Nuno Canongia Lopes, coordenador do CQE, Técnico ULisboa

Amélia Pilar Rauter, representante portuguesa e presidente da International Carbohydrate Organisation, coordenadora do Grupo dos Glúcidos do Centro de Química Estrutural, polo Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

“No stand da FCUL descobrimos áreas que não sabíamos sequer que existiam e que agora vamos querer pesquisar, já valeu a pena ter vindo. Vamos ter mais informação e hipóteses para ponderar!”, declarou um grupo de alunos da Escola Salesiana de Manique a visitar a banca da FCUL na Futurália.

Rosto de Fernando Ramos

“A maioria das instituições de ensino superior em Portugal têm qualidade superior às do Brasil, contrariando de forma que não deixa dúvidas a 'recomendação' do Governo brasileiro”, escreve Fernando Ramos num artigo publicado no jornal "Público" no passado dia 26 de março.

O artigo intitulado "PAMPA in the wild: a real-life evaluation of a lightweight ad-hoc broadcasting family" da autoria de Christopher Winstanley, Ra

O Departamento de Informática marcou presença na última edição da Futurália. A Futurália, a Feira de Ofertas Educativas e Formativas para estudantes, realizou-se de 13 a 16 de Março, na Feira Internacional de Lisboa (FIL)

“Luís Mendes Victor dedicou uma carreira de mais de 40 anos à investigação nas diversas áreas da Geofísica. Professor Catedrático da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa desde 1991, ensinou Geofísica, Sismologia, Prospeção Geofísica, Hidrologia e Física dos Recursos Naturais”, refere o colega e amigo, Jorge Miguel Miranda.
 

Atualmente, a nova rubrica disponibiliza entrevistas realizadas a participantes e colaboradores da última edição do Dia Aberto e a dois investigadores que trabalham na área da surdez genética.

Rosto de Teresa Alpuim

Pode-se dizer, sem risco de exagero, que a Estatística é a mais social das ciências exatas.

Programa M23

Atualmente 47 alunos estudam na FCUL através do programa Maiores de 23 anos. A FCUL conversou com uma dessas alunas, Ana Jardim, de 35 anos, aluna do 2.º ano de Engenharia Informática.

FCUL esclareceu possíveis candidatos ao programa M23 no Open Day pelo Núcleo de Formação ao Longo da Vida

“Tenho interesse em prosseguir os estudos académicos por vários motivos, entre eles o pessoal, sei que posso dar muito mais não só para mim como também para a sociedade e também porque poderei melhorar a minha condição de trabalho”, afirma Elísio Gomes, de 31 anos e visitante do Dia Aberto a Maiores de 23 da UL.

Antenas do ALMA

O primeiro de uma série de vodcasts de divulgação científica do CAAUL dedicados aos maiores tópicos da atualidade em Astronomia apresenta o ALMA.

Rosto de Luísa Maria Abrantes

“A professora Luísa Maria Abrantes será sempre recordada pela sua enorme dedicação e empenho durante os 40 anos de serviço a esta casa”, refere o seu colega e amigo Jorge P. Correia.

A FCUL volta a marcar presença na Futurália, na FIL, no Parque das Nações, juntamente com outras unidades orgânicas da UL, entre 13 e 16 de março.

“Foi o professor Henrique Leitão que me alertou para o facto de a questão do real impacto de Pedro Nunes na náutica do seu tempo estar por resolver.

“Foi o professor Henrique Leitão que me alertou para o facto de a questão do real impacto de Pedro Nunes na náutica do seu tempo estar por resolver. A tese e o prémio foram passos saborosos de um caminho longo mas que tem todo o potencial de ser gratificante e divertido”, reforça Bruno Almeida, vencedor do Prémio Cultura 2012 atribuído pela Sociedade de Geografia de Lisboa.

A reportagem multimédia sobre o Dia Aberto em Ciências inclui testemunhos de candidatos ao ensino superior, alunos e professores da FCUL, colaboradores desta iniciativa.

Prémio SAHFC 2012 - Marta Macedo

Prémio SAHFC

  A Comissão Executiva da Secção Autónoma de História e Filosofia das Ciências (SAHFC) atribui a anualmente o Prémio SAHFC.

O Grupo de Surdez do BioFIG-FCUL, coordenado por Graça Fialho, já analisou cerca de 400 famílias portuguesas afetadas com surdez hereditária. A primeira tese de doutoramento realizada em Portugal na área da genética da surdez foi defendida em 2012, na UL, por Tiago Matos.

Anfiteatro da FCUL

Cerca de 100 alunos de 15 escolas secundárias da zona de Lisboa participaram na 9.ª edição da ação de divulgação da Física de Partículas.

“Portugal é o principal destino dos estudantes brasileiros de graduação bolsistas do Programa Ciência sem Fronteiras.

“Acho que este tipo de ações é bastante útil porque, nesta altura, precisamos de todas as informações possíveis para podermos fazer uma escolha certa”, declara Maria Buzaglo, aluna do 12.º ano, a frequentar o curso de Ciências e Tecnologias na Escola Secundária de Pedro Nunes.

Alunos no átrio do C3

O Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional organizou uma sessão de acolhimento aos cerca de 30 novos alunos de mobilidade para o 2.º semestre.

Em 2000, a UL atribuiu o título de doutor honoris causa a Laurens de Haan. Em 2013, outro gigante dos Extremos, Ross Leadbetter, honrará a UL ao aceitar a mesma distinção. Quando a universidade honra investigadores desta importância está também a honrar-se.

O Departamento de Matemática da FCUL e o CMAF organizam dois mini-cursos de Sistemas Dinâmicos de 17 a 24 de Abril 2013. Os oradores serão Rafael Ortega da Universidade de Granada e Pedro Miguel Duarte do DM da FCUL.

Gulf Labor Markets and Migration Program (GLMMP), a joint program of the European University Institute (EUI - Florence) and the Gulf Research Center (GRC - Jeddah, Geneva, Cambridge), seeks two Research Assistants (Demographer/Statistician and Lawyer).

Páginas