Um festival repleto de Sol

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, ficou a conhecer os carros solares de Ciências ULisboa

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, ficou a conhecer os carros solares de Ciências ULisboa

Dmitri Boutov, DEGGE Ciências ULisboa

A segunda edição do Festival Solar de Lisboa organizado pela Câmara Municipal de Lisboa e pela Lisboa E-Nova contou com a colaboração de Sara Freitas, doutorada em Sistemas Sustentáveis de Energia por Ciências ULisboa. O acontecimento integrou a Agenda da Semana Verde Europeia tendo contribuído para a atribuição à cidade de Lisboa do prémio Capital Verde Europeia 2020, pela Comissão Europeia, em junho passado.

O Sol fez jus ao nome do festival e brilhou durante os quatro dias do evento organizado à beira-rio, em maio passado. Com ele os cerca de dois mil visitantes puderam bailar, cozinhar, conduzir, brincar e inovar tendo sido o ponto convergente de todas as atividades.

Para Sara Freitas a atividade com mais sucesso entre os visitantes foi a Casa Solar, uma casa energeticamente autossustentável, e que agregou contributos de diferentes participantes. “Esta casa nunca esteve vazia durante o período de funcionamento do festival e todos sorriam quando entravam e saíam pela porta virada para o rio Tejo”, conta Sara Freitas que destaca ainda “o enorme sucesso” da Cantina Solar, assim como do test drive solar e da construção de robots pintores.

Os investigadores do IDL e alunos de Ciências ULisboa
Os investigadores do IDL e alunos de Ciências ULisboa dinamizaram várias atividades durante o Festival Solar de Lisboa
Fonte Marta Aido, IDL Ciências ULisboa

Os carros solares do mestrado integrado em Engenharia da Energia e do Ambiente de Ciências ULisboa foram testados por cerca de 400 participantes, numa pista privilegiada junto ao Tejo.

Os alunos da Faculdade e investigadores do Instituto Dom Luiz (IDL) dinamizaram ainda a atividade “Experiências ao Sol”, em que os mais pequenos aprenderam a montar um dessalinizador, uma cidade, um robot pintor e um carrinho, todos eles, solares.

Alunos a testar os seus robots, que pintam com a energia solar
Alunos a testar os seus robots, que pintam com a energia solar
Fonte Marta Aido, IDL Ciências ULisboa

O concurso “Foto Síntese”, que distinguiu a melhor “foto solar”, contou com Miguel Centeno Brito, professor do Departamento de Engenharia Geográfica, Geofísica e Energia de Ciências ULisboa e investigador do IDL, como elemento do júri.

O primeiro Festival Solar aconteceu em 2009, no âmbito do projeto Dias Europeus do Sol. Este ano, a Lisboa E-Nova e a Câmara Municipal de Lisboa pretenderam recuperar a iniciativa, tendo como adicional motivação a candidatura do município de Lisboa ao European Green Capital Award 2020.

“Esta oportunidade surgiu após ter finalizado e entregue a minha dissertação de doutoramento, em meados de fevereiro. O período de inatividade que se seguia à entrega da tese era, de certo modo, assustador para mim, pelo que o desafio que me foi apresentado pelo meu orientador Miguel Centeno Brito e colocado pela Lisboa E-Nova, de quem a Faculdade é associada, veio juntar o útil ao agradável: exercer um gosto que tenho pela comunicação de ciência, aprender a organizar um evento de grande escala e também contactar mais de perto com as principais empresas relacionadas com a energia solar em Portugal. E ainda consegui adquirir alguns conhecimentos mais práticos que me deram mais genica aquando da defesa da minha tese (sorrisos). A equipa Lisboa E-Nova é fabulosa e foi um prazer fazer parte da organização do Festival Solar Lisboa. Posso dizer que já começam a fervilhar ideias para a próxima edição!!”
Sara Freitas

Marta Aido, IDL com ACI Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

Agora é Web of Science

“Tomar consciência da existência [de] necessidades e poder contribuir para satisfazer algumas delas é um privilégio que temos quando participamos neste tipo de projetos”, declarou o professor do Departamento de Engenharia Geográfica, Geofísica e Energia, Jorge Maia Alves.

Campus da FCUL

Os programas doutorais em Matemática da Faculdade de Ciências e do Instituto Superior Técnico da nova Universidade de Lisboa são parceiros no âmbito do Programa LisMath, financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia.

Joana Almaça, Marisa Sousa, Inna Ulyiakina e Diana Faria não têm dúvidas em afirmar que foram “contaminadas pelo ‘bichinho da ciência’”, por isso, os planos futuros passam por “contribuir para o conhecimento dos mecanismos responsáveis por algumas patologias dos humanos”.

De 4 de janeiro a 1 de fevereiro de 2014,  a Biblioteca do C4 também está aberta aos sábados, das 9h00

A FCUL abriu as portas do Departamento de Física aos alunos da Escola Secundária Vergílio Ferreira, de Lisboa. Durante uma manhã, 26 alunos do 12.º ano exploraram os mistérios da Física.

O percurso académico e profissional da cientista é marcado pela experiência profissional além-fronteiras.

Prémio ANACOM URSI Portugal 2013

O estudo “Técnica multimodal inovadora baseada em PEM-UWB para deteção de cancro da mama e respetiva classificação” é da autoria da cientista Raquel Conceição.

O trabalho da jovem cientista também passa pela criação de uma rede de investigadores europeia, que colabore no desenvolvimento de aplicações médicas na frequência de micro-ondas e agilize processos de ensaios clínicos e de comercialização de novos equipamentos médicos.

“Os ocupantes cumpriram as instruções, saíram do edifício de forma muito ordeira e a evacuação foi feita com rapidez”, declarou Júlia Alves, assessora para a Segurança do Trabalho na FCUL.

Marília Antunes

“[Tê-la na nossa equipa] é absolutamente enriquecedor e imprescindível para a boa continuação do nosso trabalho”, comenta Sandra Garcês, coordenadora do projeto "An Evidence-Based Approach to Optimize Therapeutic Decisions Involving Biological Drugs”, distinguido com o Prémio Pfizer de Investigação Clínica 2013, que contou com a participação da cientista da FCUL.

The European Commission has presented on December 11th  the first calls for projects under Horizon 2020, the European Union's €80 billion research and innovation programme.

Consulte as apresentações disponíveis.

 

Para além de Paulo Urbano o estudo contará com a participação de um bolseiro e a consultoria do investigador Joel Lehman, da University of Texas at Austin. O financiamento total excede os 22.000 euros.

Autores do artigo publicado no Journal of Catalysis

Carla D. Nunes, Cristina I. Fernandes, Marta S. Saraiva, Teresa G. Nunes e Pedro D. Vaz trabalham há dois anos num estudo que visa o desenvolvimento de catalisadores mais eficientes e facilmente separáveis para reciclagem.

A equipa do CAUUL, responsável por este projeto, tem como objetivo “construir um modelo do sistema climático de Vénus e colocar os resultados de vários anos de investigação à disposição da comunidade científica mundial”.

Cartaz

A investigação premiada tem como foco principal os doentes com Artrite Reumatoide.

FCUL recebe delegação russa

“Achei o encontro muito interessante. Na Rússia não há muito conhecimento sobre a educação em Portugal e hoje descobrimos muitos aspetos interessantes que podemos vir a aplicar na nossa estrutura de ensino”, comentou Predybaylo Bladislav, membro da delegação russa em visita à UL

Durante as férias de Natal, de 23 de Dezembro a 3 de Janeiro a biblioteca do C4 está aberta todos os dias úteis das 9:30h às 17:30h.

Um dos Prémios Pfizer de Investigação Básica 2013 foi atribuído ao projeto “Global ENaC Regulators and Potential Cystic Fibrosis Therapy Targets", que tem como investigadora principal Margarida D. Amaral, professora do Departamento de Química e Bioquímica e um dos membros do BioFIG - Centro de Biodiversidade, Genómica Integrativa e Funcional da FCUL.

Rui Santos, Andreia Dias, Ricardo Santos, Dora Inácio e Hugo Ferreira

O conceito do projeto bioM surgiu durante o 2.º semestre de 2012/2013 no âmbito da disciplina Inovação e Transferência de Tecnologias.

João Lin Yun

João Lin Yun distingue-se na área da Física e da Astronomia. No seu currículo, diversidade de atividades organizadas e desenvolvidas dentro do território nacional e fora dele são um marco evidente. Para além da forte aposta na carreira profissional, a vida do professor da FCUL é marcada também pela escrita.

João Lin Yun

“Quando escrevo, há alturas em que as ideias e o material fluem de forma tão espontânea que me surpreendo com o resultado! É como se as personagens tomassem as rédeas e dissessem: ‘quero dizer isto e fazer aquilo!’ E eu limito-me a obedecer-lhes…”, comenta o professor da FCUL, João Lin Yun.

As candidaturas à formação avançada decorrem até 13 de dezembro. Para esta 1.ª edição, que se inicia a 13 de janeiro de 2014, devem ser atribuídas seis bolsas mistas cujos trabalhos decorrem em Portugal e no estrangeiro, com o intuito de desenvolver projetos conjuntos entre países.

Paulo Veríssimo, professor catedrático do DI-FCUL, participou no passado dia 25 de novembro de 2013, no programa "Sociedade Civil", transmitido na RTP2.
 

Páginas