Prémio Fundação Príncipe de Girona

Alumnus de Ciências distinguido em Espanha

Príncipe Girona - Rui Benetido
cedida por RB

Rita Zilhão, professora do Departamento de Biologia Vegetal de Ciências, disse-lhe um dia: “tens jeito para a Genética, devias seguir esse rumo”. Rui Benedito, que sempre teve um fascínio pela Biologia Molecular e Genética, havia de fazer jus àquele comentário. Hoje, é professor assistente, investigador e chefe de grupo de um laboratório denominado “Genética Molecular da Angiogénese”, no Centro Nacional de Investigações Cardiovasculares (CNIC), em Madrid.

O cientista de 35 anos, a trabalhar há um ano e meio em Espanha, licenciou-se em Biologia Molecular e Génetica em Ciências e foi também aqui que realizou o doutoramento, na área da Biomédica Molecular.

Em junho de 2014, foi distinguido com o Prémio Fundação Príncipe de Girona de Investigação Científica. O galardão pretende reconhecer jovens, entre os 16 e 35 anos, com experiências ou projetos científicos, incluindo os do ramo das ciências humanas e sociais, “que oferecem um potencial elevado de desenvolvimento futuro”.

Segundo o júri, o investigador português foi reconhecido pela sua “excelente investigação no campo da Biologia Vascular, tão relevante em diversos campos da saúde como são o cancro e as doenças cardiovasculares”, e ainda pela sua “capacidade de liderança”.


Fonte: cedida por RB
Legenda: Os anos passados em Ciências foram para o investigador “muito importantes” pois, como explica, “sem a excelente base teórica adquirida durante o curso teria sido impossível desenvolver o meu doutoramento ou pós-doc da forma que o fiz”

O trabalho científico que tem vindo a desenvolver e que lhe valeu a distinção, nomeadamente o estudo “Caraterização de uma linha de ratinhos transgénicos e caracterização de expressão de genes via Nocth no ovário”, tem por objetivo “entender alguns dos processos moleculares e celulares que ocorrem durante o desenvolvimento de novos vasos sanguíneos”.

A investigação iniciou-se em 2002 durante um estágio na Faculdade de Medicina Veterinária da ULisboa, enquanto estudante da licenciatura de Biologia Molecular e Genética, em Ciências.

O fascínio que denota no trabalho prende-se com a “tecnologia de Engenharia Genética associada ao estudo da função de genes num organismo animal como um ratinho de laboratório”, e a compreensão da “grande dinâmica e complexidade destas células endoteliais que revestem todos os nossos vasos sanguíneos e que têm uma importância muito grande no desenvolvimento de qualquer cancro e em doenças cardiovasculares”.

Rui Gomes, professor do Departamento de Biologia Vegetal da Faculdade e orientador interno/membro do júri de estágio profissionalizante e seminário do alumnus, conta que o cientista se destaca pela “enorme capacidade de organização do trabalho e de interpretação dos resultados obtidos. O Rui Benedito faz parte de um lote de alunos extraordinários que têm frequentado as licenciaturas de Ciências, que enchem de orgulho o corpo docente desta instituição. Muitos parabéns, Rui, e muitos parabéns à Instituição Ciências que forma profissionais de elevado nível internacional”.

Da Faculdade, Rui recorda “todo o ambiente estudantil e de como a maior parte de nós quando começa o curso não faz ideia do que é de facto fazer Ciência. É uma experiência única e só tenho pena de não a ter aproveitado ainda mais. Na faculdade, tal como na escola, somos expostos a vários desafios pessoais, sociais e académicos e, no meio de tudo isso, vamos aprendendo alguma coisa, escutando este e aquele professor que, no fundo, são as nossas referências para o futuro”.


Fonte: cedida por RB
Legenda: Felipe VI, atual rei de Espanha, congratulou Rui Benedito

Os anos passados em Ciências foram para o investigador “muito importantes” pois, como explica, “sem a excelente base teórica adquirida durante o curso teria sido impossível desenvolver o meu doutoramento ou pós-doc da forma que o fiz”.

Rui Benedito já trabalhou com estudantes de Biologia vindos de Portugal, Espanha, Inglaterra e Alemanha, a avaliação que faz é a de que “os estudantes saem muito bem preparados da FCUL. Os alunos de Ciências portugueses são muito apreciados no estrangeiro”. Por isso, deixa o convite: “tenho posições disponíveis no meu laboratório para estudantes portugueses!”.

Na 5.ª edição da iniciativa, foram recebidas 180 candidaturas, das quais 47 na categoria de investigação científica.

Para além de Rui Benedito, o espanhol Alberto Enciso Carrasco foi também distinguido. Na cerimónia de entrega de prémios, esteve presente o atual rei de Espanha, Felipe VI.

O anúncio dos vencedores em 2014, pode ser visto no vídeo da autoria da Fundação Prínicipe de Girona, que a seguir é apresentado.

Fonte: Fundação Príncipe de Girona, URL

Para conhecer mais pormenores do trabalho desenvolvido pelo cientista e sobre o seu percurso académico e profissional, consulte a entrevista aqui .

Mensagens de “H.R.H. the Prince of Asturias and of Girona” (em 2012 e 2013)

"We must ensure that young people’s ideas, no matter how impossible they may seem, can come true, for their good and for the good of us all"

"The Foundation wants the Girona counties to be recognized for their dedication to young people"

"Discovering and recognizing new talent enables us to confirm that the creativity, initiative and perseverance are always the basis of progress"

"We are living in increasingly demanding times in which young people’s actions are more necessary than ever"

Raquel Salgueira Póvoas, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura
info.ciencias@fc.ul.pt
Um grupo de membros de Instituições do Ensino Superior, onde se inclui CIÊNCIAS, está reunido em frente a um jardim, em visita à Siemens

 A iniciativa teve como objetivo aproximar a academia do tecido empresarial.

Nuno Gonçalves alcança o segundo lugar na competição 3MT ULisboa.

Nuno Gonçalves foi distinguido com o segundo lugar, na final da competição ‘Três Minutos de Tese – 3MT ULisboa’, que se realizou esta quint

Inês Ventura

Inês Ventura, a desenvolver o seu doutoramento no Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE) e no Instituto de Biossistemas e Ciências Integrativas (

Universidade de Lisboa

A Universidade de Lisboa alcança a 260ª posição no QS World University Rankings (SUR) 2025, tornando-se na universidade portuguesa mais bem classificada neste ranking.

Signatários do acordo

Dia 5 de junho foi assinado o acordo para a construção do espectrógrafo ANDES (ArmazoNes high Dispersion Echelle Spectrograph – Espectrógrafo Echelle de alta dispersão do Armazones), entre o Observatório Europeu do Sul (

 Luís Carriço, Diretor de CIÊNCIAS, e David Gonçalves, Dean do Instituto da Ciência e do Ambiente da Universidade de São José (USJ) assinam acordo sentados a uma mesa

CIÊNCIAS assinou no dia 5 de junho um acordo de cooperação com o Instituto da Ciência e do Ambiente da Universidade de São José (USJ), com vista à cooperação científica em várias áreas de interesse comum.

Equipa do projeto 'Ciências em Harmonia'

Esta terça-feira, 28 de maio, o projeto ‘Ciências em Harmonia’ assinalou o seu primeiro ano de atividades: um marco comemorado com um convívio informal com a comunidade, que

António Branco

António Branco, docente do Departamento de Informática de CIÊNCIAS, foi um dos oradores convidados da conferência que

Sabemos que no futuro um sismo de magnitude significativa voltará a atingir Lisboa. Não sabemos é quando. E se o pudéssemos prever? E se existisse uma probabilidade forte de ser já em 2027?

Ana Santos, finalista 3MT ULisboa

Ao longo dos próximos dias, daremos a conhecer os quatro finalistas de CIÊNCIAS que irão participar na final da competição

Painel e sessão de Perguntas & Respostas | Estreia de documentário

Perto de 120 pessoas assistiram este sábado, 25 de maio, à estreia do documentário ‘O que se esconde na luz? A ciência da missão espacial Euclid’, produzido pelo Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA).

Investigadores do Instituto Dom Luiz, de CIÊNCIAS, instalaram um sismómetro na Escola Básica Professor Delfim Santos, que se encontra a menos de um quilómetro do Estádio da Luz, em Lisboa, onde vão ter lugar os concertos.

Banner Bênção de Finalistas & Queima das Fitas 2024

Este fim de semana a Alameda da Universidade de Lisboa vai voltar a encher-se de finalistas de CIÊNCIAS e de tantas outras faculdades e universidades. A cerimónia de Bênção de Finalistas decorre amanhã dia 25 de maio, a partir das 11h30.

 

3MT ULisboa 2024

Quatro dos doze finalistas da competição ‘Três Minutos de Tese – Universidade de Lisboa’ são de CIÊNCIAS.

Pinguins-de-adélia

Num artigo agora publicado na Science, investigadores de instituições de renome a nível mundial propõem uma estratégia para envolver todas as partes interessadas na governança do Oceano Antártico através de um processo de ordenamento do espaço marinho (OEM) inteligente do ponto de vista climático.

Impressão artística da missão Euclides no espaço.

A 25 de maio (sábado), às 21h00, vamos ver e compreender as novas imagens de entre as maiores alguma vez feitas do Universo, no Grande Auditório de CIÊNCIAS (Edifício C3). A entrada é livre.

Redes Doutorais Marie Curie Projeto PROMOTE

CIÊNCIAS vai participar numa das propostas vencedoras do concurso 2023 das Redes Doutorais de Ações Marie Skłodowska-Curie (MSCA DN).

Foto de entrega de prémio aos vencedores

No âmbito do projeto Invasives e como atividade inserida na

Dia Nacional dos Cientistas - 16 de maio

O Dia Nacional dos Cientistas foi instituído em 2016 por Resolução da Assembleia da República com o objetivo de reconhecer e celebrar a contribuição vital dos cientistas para o progresso da sociedade.

CIÊNCIAS e OKEANOS em parceria para monitorizar biodiversidade e alterações dos ecossistemas marinhos

Projeto internacional SEAGHOSTS visa a monitorização e conservação das populações de painhos, as aves marinhas mais pequenas do planeta.

Reitoria da ULisboa

O CWUR 2024 avaliou de entre 20.966 instituições de ensino superior e atribuiu à ULisboa o 211.º lugar (top 1.1%) e a 80.ª posição no panorama europeu.

Pages