Exército Português anunciou solução inovadora de resposta à COVID-19

CQE Ciências ULisboa lidera consórcio REUSE

Novo descontaminante gasoso baseado em nanopartículas patenteado pela Delox

Máscara respiratória

A tecnologia da Delox será responsável por inativar toda a carga microbiana existente nas máscaras respiratórias

unsplash - Engin Akyurt

O Exército Português (EP) anunciou no passado dia 23 de abril o desenvolvimento de um conceito - isolador de descontaminação - realizado em parceria com o Centro de Química Estrutural, polo da Ciências ULisboa e a spin-off Delox, sediada no Tec Labs e que permitirá a reutilização de máscaras respiratórias pelos profissionais de saúde e cuidadores.

O consórcio REUSE surge na sequência do apoio especial a projetos de implementação rápida para soluções inovadoras de resposta à COVID-19, promovidos pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia, em colaboração com a Agência de Investigação Clínica e Inovação Biomédica (AICIB) e tem como objetivo a descontaminação de máscaras respiratórias para posterior reutilização.

“O REUSE tem como objetivo a bio descontaminação de respiradores, de modo a permitir a sua reutilização até 20 vezes para combater a falta destes elementos de proteção individual para os profissionais de saúde e grupos de risco da população”, diz Fernando Antunes, professor do Departamento de Química e Bioquímica, investigador do polo da Ciências ULisboa do CQE, cofundador da Delox e coordenador deste consórcio.

O desenvolvimento do REUSE insere-se noutro projeto - Descontaminação por aeRossol gAsoso de partíCulas Oxidantes (DRACO) -, financiado pelo Centro de Investigação da Academia Militar (CINAMIL), e que resulta de uma parceria com a Delox e com o Laboratório de Defesa Biológica (LDB) da Unidade Militar Laboratorial de Defesa Biológica e Química (UMLDBQ), entidades responsáveis por testar a eficácia de um novo descontaminante gasoso baseado em nanopartículas, desenvolvido e patenteado pela Delox.

A eficácia dos resultados deste novo descontaminante incentivaram a extensão do campo de aplicações deste novo composto para o combate à COVID-19, empregando-o na descontaminação de máscaras respiratórias, de diferentes tipologias, para posterior reutilização.

“O REUSE visa a produção de dois protótipos, um com capacidade de bio descontaminar 200 respiradores em duas horas, e uma versão desktop que bio descontamina quatro respiradores em 30 minutos”, explica Fernando Antunes, acrescentando que este projeto conta também com a participação de João Pires da Silva, professor do DQB e investigador do CQE, na Ciências ULisboa, e cofundador da Delox.

David Pera e Ivo Costa, professores do Departamento de Engenharia Geográfica, Geofísica e Energia e investigadores do Instituto Dom Luiz, são os outros membros da Ciências ULisboa que integram esta equipa, constituída também por outros membros da Delox, CINAMIL, LDB, UMLDBQ; e Hospital das Forças Armadas.

O consórcio criado para a operacionalização deste objetivo foi promovido pelo LDB da UMLDBQ, com o apoio do IAPMEI, nomeadamente da rede European Enterprise Network, sendo liderado pelo CQE Ciências ULisboa, do polo da Ciências ULisboa. Além dos parceiros já mencionados o consórcio inclui ainda a empresa Fardas 3B. O major veterinário Wilson Antunes, a prestar serviço na UMLDBQ, é o investigador principal do projeto desenvolvido no CINAMIL.

A equipa detém todas as valências necessárias para a síntese do descontaminante, desenho, produção e testagem dos protótipos à escala laboratorial e operacional.

A materialização do REUSE passa pela construção de um protótipo de uma câmara de descontaminação transportável e de uma versão desktop para uso pessoal, onde operam a tecnologia da Delox, responsável por inativar toda a carga microbiana existente nas máscaras respiratórias.

ACI Ciências Ulisboa com EP
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt
Equipa do projeto 'Ciências em Harmonia'

Esta terça-feira, 28 de maio, o projeto ‘Ciências em Harmonia’ assinalou o seu primeiro ano de atividades: um marco comemorado com um convívio informal com a comunidade, que

António Branco

António Branco, docente do Departamento de Informática de CIÊNCIAS, foi um dos oradores convidados da conferência que

Sabemos que no futuro um sismo de magnitude significativa voltará a atingir Lisboa. Não sabemos é quando. E se o pudéssemos prever? E se existisse uma probabilidade forte de ser já em 2027?

Ana Santos, finalista 3MT ULisboa

Ao longo dos próximos dias, daremos a conhecer os quatro finalistas de CIÊNCIAS que irão participar na final da competição

Painel e sessão de Perguntas & Respostas | Estreia de documentário

Perto de 120 pessoas assistiram este sábado, 25 de maio, à estreia do documentário ‘O que se esconde na luz? A ciência da missão espacial Euclid’, produzido pelo Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA).

Investigadores do Instituto Dom Luiz, de CIÊNCIAS, instalaram um sismómetro na Escola Básica Professor Delfim Santos, que se encontra a menos de um quilómetro do Estádio da Luz, em Lisboa, onde vão ter lugar os concertos.

Banner Bênção de Finalistas & Queima das Fitas 2024

Este fim de semana a Alameda da Universidade de Lisboa vai voltar a encher-se de finalistas de CIÊNCIAS e de tantas outras faculdades e universidades. A cerimónia de Bênção de Finalistas decorre amanhã dia 25 de maio, a partir das 11h30.

 

3MT ULisboa 2024

Quatro dos doze finalistas da competição ‘Três Minutos de Tese – Universidade de Lisboa’ são de CIÊNCIAS.

Pinguins-de-adélia

Num artigo agora publicado na Science, investigadores de instituições de renome a nível mundial propõem uma estratégia para envolver todas as partes interessadas na governança do Oceano Antártico através de um processo de ordenamento do espaço marinho (OEM) inteligente do ponto de vista climático.

Impressão artística da missão Euclides no espaço.

A 25 de maio (sábado), às 21h00, vamos ver e compreender as novas imagens de entre as maiores alguma vez feitas do Universo, no Grande Auditório de CIÊNCIAS (Edifício C3). A entrada é livre.

Redes Doutorais Marie Curie Projeto PROMOTE

CIÊNCIAS vai participar numa das propostas vencedoras do concurso 2023 das Redes Doutorais de Ações Marie Skłodowska-Curie (MSCA DN).

Foto de entrega de prémio aos vencedores

No âmbito do projeto Invasives e como atividade inserida na

Dia Nacional dos Cientistas - 16 de maio

O Dia Nacional dos Cientistas foi instituído em 2016 por Resolução da Assembleia da República com o objetivo de reconhecer e celebrar a contribuição vital dos cientistas para o progresso da sociedade.

CIÊNCIAS e OKEANOS em parceria para monitorizar biodiversidade e alterações dos ecossistemas marinhos

Projeto internacional SEAGHOSTS visa a monitorização e conservação das populações de painhos, as aves marinhas mais pequenas do planeta.

Reitoria da ULisboa

O CWUR 2024 avaliou de entre 20.966 instituições de ensino superior e atribuiu à ULisboa o 211.º lugar (top 1.1%) e a 80.ª posição no panorama europeu.

Fotografia de participantes na Training School

CLEANFOREST na vanguarda da compreensão dos efeitos dos extremos climáticos e poluição nas florestas Europeias

Participantes no Dia Aberto

O campus ganhou vida, cor e energia proveniente do entusiasmo dos cerca de 2000 alunos de 170 escolas de norte a sul do País.

CIÊNCIAS esteve presente nesta edição, com a participação dos docentes do Departamento de Física: Alexandre Cabral, no painel de abertura “À conversa sobre carreiras espaciais” e

Semana Internacional da Compostagem

Uma das transformações necessárias às entidades que querem progredir pelo caminho da sustentabilidade é fecharem os seus ciclos de materiais, nomeadamente o orgânico.

A VicenTuna - Tuna da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa - completou 30 anos em janeiro de 2024. Para comemorar, realizou no dia 30 de abril de 2024, a Festa da Primavera, um espetáculo de música e divertimento dedicado à comunidade de CIÊNCIAS e ao público em geral.

Celebrações dos 50 anos do 25 de abril de 1974 da Academia das Ciências de Lisboa

A 9 de maio realiza-se a segunda de duas jornadas de debate académico e científico organizadas pela Academia das Ciências de Lisboa, que tem por objetivo ‘analisar e discutir a evolução do panorama científico português de forma prospetiv

Lançamento do projeto Barrocal-Cave marca um novo capítulo na Conservação da Biodiversidade em Portugal

O prestigiado Palácio Gama Lobo foi o cenário escolhido para o lançamento do projeto Barrocal-Cave, financiado pelo Prémio Fundação Belmiro de Azevedo 2023.

No passado dia 10 de abril, tivemos a honra de receber um grupo de estudantes e dois professores da Universidade de Leiden, na Holanda. Com um total de 40 estudantes, todos da área das bio farmacêuticas, a visita prometia ser entusiástica.

Páginas