Inovação e colaboração entre academia, indústria, administração pública e sociedade civil

Turismo de saúde

Ciências ULisboa coordena HEALx-LAB

Lisboa

O projeto ALHTour visa potenciar a capacidade de inovação e de desenvolvimento de tecnologias de vida assistida para o sector do turismo de saúde na região de Lisboa

Octávio Pinto
Carlos Duarte
Carlos Duarte
Imagem cedida por CD

O HEALx-Lab - living lab para o desenvolvimento de tecnologias de vida assistida aplicadas ao sector do turismo de saúde irá permitir o desenvolvimento de tecnologias num ambiente colaborativo envolvendo investigadores, empreendedores e utilizadores ou clientes finais; e a qualificação, por via do incremento da componente tecnológica e de inovação, da oferta do sector do turismo de saúde na região de Lisboa.

Num primeiro nível, qualquer empreendedor pode ter acesso aos serviços do HEALx-LAB para desenvolver e validar ideias ou produtos. A este nível, gostaria que os empreendedores baseados na ULisboa e em Ciências em particular, pudessem beneficiar dos nossos serviços. Aqui refiro-me aos nossos alunos, professores e investigadores que atuem em qualquer área relacionada com saúde ou turismo, e que tenham vontade de passar uma ideia à prática. O HEALx-LAB oferece valências em todas as etapas do processo de geração do conceito, criação de protótipos e validação de soluções, estabelecendo depois a ponte para incubadoras da ULisboa e em particular para o Tec Labs – Centro de Inovação de Ciências ULisboa.

A outro nível, gosto de pensar que a sociedade civil no geral beneficiará desta iniciativa, pois poderá mais facilmente fazer chegar as suas necessidades aos empreendedores e contribuir assim para a criação de soluções para problemas reais.

Carlos Duarte

Ciências é uma das cinco instituições da ULisboa que integra o projeto ALHTOUR, financiado pela Comissão Europeia no âmbito do programa H2020 — Twinning of research institutions, no valor de €1.175.205,00. O principal resultado deste projeto é a criação do HEALx-LAB, um living lab para potenciar a inovação e a colaboração entre a academia, a indústria, a administração pública e a sociedade civil na área do turismo de saúde na região de Lisboa.

O HEALx-LAB é coordenado por Carlos Duarte, professor do Departamento de Informática, investigador do Laboratório de Sistemas Informáticos de Grande Escala de Ciências ULisboa e um dos membros do projeto ALHTOUR, cuja conferência final ocorreu no final de novembro, no Instituto de Ciências Sociais (ICS) da ULisboa.

Além de Ciências, o HEALx-LAB é constituído ainda pela Faculdade de Medicina, Faculdade de Motricidade Humana, ICS e Instituto Superior Técnico da ULisboa; e pela José de Mello Residências e Serviços, grupo Vila Galé e PLUX.

“Um espaço apropriado para um living lab na área do turismo de saúde deverá facilitar o acesso a uma população representativa dos futuros beneficiários da tecnologia que aí venha a ser desenvolvida. Nesse sentido, parceiros do HEALx-LAB, como a José de Mello Residências e Serviços, ou o Grupo Vila Galé, poderão facilitar acesso a espaços adequados às características dos diferentes projetos que se venham a desenvolver. Adicionalmente, estamos a avaliar a possibilidade de termos um espaço de carácter mais permanente no contexto dos parceiros ULisboa”, conta Carlos Duarte, cuja investigação se tem focado sobretudo na procura de alternativas que facilitem às pessoas com necessidades especiais, permanentes ou temporárias, o acesso a sistemas interativos.

O projeto ALHTour - iniciado em 2016 e que agora chega ao fim - é coordenado pela ULisboa e inclui ainda a colaboração das universidades de Maastricht, na Holanda, Católica de Leuven, na Bélgica e de Macerata, em Itália. Este projeto visa potenciar a capacidade de inovação e de desenvolvimento de tecnologias de vida assistida para o sector do turismo de saúde na região de Lisboa.

“Na Faculdade, o Departamento de Informática foi o mais ativo no âmbito do ALHTOUR. Daí a participação da Faculdade ter-se focado mais na componente associada às tecnologias de informação quando consideramos 'tecnologias de vida assistida'”, contextualiza Carlos Duarte adiantando que o balanço do projeto é positivo, já que os objetivos foram atingidos: “Para além da colaboração científica que se estabeleceu entre todos os parceiros, o principal resultado, a criação de um living lab na área do turismo de saúde, está em vias de concretização”.

Durante o projeto, investigadores de Ciências ULisboa realizaram visitas à Universidade Católica de Leuven para partilha de resultados da investigação realizados na área das tecnologias de vida assistida, assim como à Universidade de Macerata, cujo foco da visita visou a compreensão do processo de inovação usado nessa universidade, tendo em vista a sua disseminação na sociedade.

A área do turismo de saúde em Portugal tem uma implantação quase inexistente, apesar do potencial do País e em particular da região de Lisboa.

ICS ULisboa
A conferência final do projeto ALHTOUR ocorreu no final de novembro, no ICS ULisboa. Para Carlos Duarte o balanço do projeto é positivo, já que os objetivos foram atingidos, destaque para a criação do HEALx-LAB
Fonte ALHTOUR

 

ACI Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt
Trabalho em Bio Hacking

Ciências colabora com o módulo Bio Hacking na iniciativa Young Creators 2018. Esta é a segunda vez que a Faculdade integra o projeto.

Equipa de trabalho CEAUL

O Centro de Estatística e Aplicações da Universidade de Lisboa realizou o seu primeiro workshop no dia 17 de março.

Homem a espreguiçar

Sabendo que no nosso dia-a-dia, por motivos laborais ou outros, ficamos sentados muito tempo, que medidas deveremos tomar para minimizar os seus efeitos?

Pormenor da Lua

Martin Schilller e Martin Bizzarro, investigadores da Universidade de Copenhaga, na Dinamarca e Vera Assis Fernandes, investigadora do Museu de História Natural de Berlim, na Alemanha e colaboradora do Instituto Dom Luiz, desafiam a teoria dominante sobre a formação dos corpos planetários do sistema solar e a própria origem do sistema Terra - Lua.

Conceção artística de um exoplaneta a passar (transitar) em frente da sua estrela

A missão Ariel tem como objetivo descrever as atmosferas dos exoplanetas. A equipa de investigação é composta por 12 investigadores, sete deles têm ligação a Ciências.

Imagem de motivação

Uma das formas de lidar com a ansiedade e o medo é ganhar perspetiva.

Rosto de Henrique Cabral

Nesta fotolegenda destacamos uma passagem da entrevista com o biólogo Henrique Cabral e que pode ser ouvida no canal YouTube e na área multimédia deste site.

Edifício C2

A primeira reunião do projeto PROSEU “PROSumers for the Energy Union: mainstreaming active participation of citizens in the energy transition”, financiado pelo Horizonte 2020 e com a duração de três anos, realiza-se no campus de Ciências, nos dias 22 e 23 de março.

Carrinho

Dez empresas discutem os últimos avanços no sector da mobilidade sustentável.

Sala de aulas

Parece razoável inferir que queremos ter estudantes que saibam como aprender e que conheçam como descobrir a informação que precisam a partir de uma variedade de fontes.

Papel ardido

Saí da FCUL ao fim da tarde rumo ao meu fim de semana. Para trás ficou um edifício imponente a fervilhar de vida, e ao mesmo tempo já a minha casa! A casa que nos ampara, nos ensina e, a mim, permitia uma entrada num mundo tão fortemente diferente do vivido por mim noutro lugar.

Pessoas na Politécnica recuperam objetos no rescaldo do incêndio

Ainda durante o rescaldo do incêndio iniciaram-se as operações de salvamento e recuperação do que ainda fosse possível salvar e recuperar.

Imagem abstrata

Dez países juntam-se para o estudo do património dos materiais plásticos.

Edifício da Escola Politécnica

Politénica (FCUL)... escrever e ou pensar sobre “ELA”, hoje, ainda me emociona...

Pormenor de uma palmeira

Agora era diferente. No fim da Ferreira Borges surgia sempre a mesma dúvida que me tolhia o passo: onde são as aulas hoje? E eu, traído pela minha própria desorganização, fazia todos os dias o mesmo esforço para encontrar uma qualquer lógica que me ajudasse a decidir para onde ir naquele dia. Politécnica? 24 de Julho? É claro que ter um horário comigo ajudaria...

Rosto de Marta Antunes

O que fazem e o que pensam alguns membros da comunidade de Ciências? O Dictum et factum de março é com Marta Antunes, técnico superior do Departamento de Geologia de Ciências.

Escola Politécnica

Passaram 40 anos do incêndio da “outra” Faculdade. São já poucos os que vivenciaram, alguns os que ficaram marcados. Para os mais novos, o “fogo na Politécnica” é apenas uma história que ouviram contar.

Bombeiro apaga fogo

Era madrugada e o edifício da Faculdade de Ciências de Lisboa, na rua da Escola Politécnica, ardia. Dezoito de março, seriam duas horas da madrugada. Um salto da cama, um vestir rápido e uma fuga apressada ao encontro das labaredas.

Mar

Qual o impacto das poeiras provenientes do Sahara na produtividade marinha do Oceano Atlântico tropical, particularmente nos coccolitóforos (fitoplâncton calcário)? Esta é a principal questão que irá marcar o trabalho de Catarina Guerreiro, investigadora do MARE.

pilhas de compostagem

O compostor da FCUL foi inaugurado há pouco mais de um ano, em 27 de novembro de 2016, numa parceria entre a HortaFCUL, o Gabinete de Segurança, Saúde e Sustentabilidade da FCUL e o cE3c - Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais.

Gabriella Gilli

Gabriella Gilli, investigadora do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço, pretende usar um novo modelo teórico tridimensional, análogo ao que é usado para descrever a atmosfera de Vénus, para antecipar as futuras observações de exoplanetas quentes de tipo terrestre.

Vladimir Konotop

Nesta fotolegenda destacamos uma passagem da entrevista com o físico Vladimir Konotop e que pode ser ouvida no canal YouTube e na área multimédia deste site.

Bernadette Bensaude-Vincent

A ULisboa atribui a 2 de março o título de doutor honoris causa a Bernadette Bensaude-Vincent, por proposta da Faculdade de Ciências, homenageando uma personalidade de grande relevo cientifico com relações estreitas com o contexto científico português, demonstrando publicamente quanto lhe deve e quanto se sente honrada por lhe poder conceder este titulo.

Biblioteca com alunos

A entrada na faculdade é muito mais do que a transição para uma nova etapa académica, é o início de uma aventura no próprio desenvolvimento, onde se passa de jovem a adulto. Esta fase acarreta desafios para o próprio e nas relações com os outros, ficando este jovem adulto entre o medo e o desejo de crescer com tarefas académicas, sociais, pessoais e vocacionais para fazer face, simultaneamente.

Campus de Ciências

Dois investigadores do cE3c – Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais receberam bolsas europeias Marie Sklodowska-Curie para desenvolver investigação nos próximos dois anos.

Páginas