Prémio de Doutoramento em Ecologia - Fundação Amadeu Dias 2020

Entrevista com José Ricardo Paula

Júri elegeu 19 candidaturas: Vanessa Mendonça e Jacinto Benhadi-Marín também foram premiados

José Ricardo Paula é investigador no MARE e está a concorrer a uma Marie Skłodowska-Curie Global Fellowship, entre a Universidade do Hawaii e Ciências ULisboa, num projeto que mistura cognição com ecologia

Imagem cedida por JRP

"Tenciono seguir a minha carreira de investigação na área da Ecologia Comportamental e estou neste momento a concorrer a uma Marie Skłodowska-Curie Global Fellowship, entre a Universidade do Hawaii e Ciências ULisboa, num projeto que mistura cognição com ecologia."
José Ricardo Paula

A Sociedade Portuguesa de Ecologia (SPECO) anunciou recentemente os vencedores do Prémio de Doutoramento em Ecologia - Fundação Amadeu Dias 2020. José Ricardo Paula é o grande vencedor desta edição e irá apresentar o seu trabalho no 19.º Encontro Nacional de Ecologia, este ano associado às cerimónias dos 25 anos da SPECO, e que se realiza de 9 a 12 de dezembro, na Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, em Ponte de Lima.

Peixe
O trabalho de doutoramento agora distinguido está relacionado com as interações simbióticas em ambiente marinho, em particular entre peixes limpadores e os seus “clientes”
Imagem cedida por JRP

José Ricardo Paula é investigador no Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE), polo da Faculdade, no âmbito do projeto ASCEND e antigo aluno desta instituição centenária. Primeiro concluiu a licenciatura em Biologia Evolutiva e do Desenvolvimento, depois o mestrado em Biologia da Conservação onde teve oportunidade de fazer a dissertação no grupo do professor Rui Oliveira, sob orientação da investigadora Marta Soares onde fez o seu trabalho no Oceanário de Lisboa e na Lizard Island Research Station, na Austrália. Em 2016 começou o doutoramento em Biologia, especialidade de Biologia Marinha e Aquacultura, nomeadamente no Laboratório Marítimo da Guia (LMG), atualmente polo do MARE.

José Ricardo Paula desenvolveu o seu trabalho de doutoramento no âmbito das interações simbióticas em ambiente marinho, em particular entre peixes limpadores e os seus “clientes”. O investigador procurou compreender como as simbioses de limpeza respondem ao aquecimento e acidificação dos oceanos. Durante este período académico conseguiu captar financiamento internacional competitivo nomeadamente um projeto financiado pela The Company of Biologists - para realizar trabalho de campo no Centre de Recherches Insulaires et Observatoire de l’Environnement (CRIOBE), em Moorea, na Polinésia Francesa – assim como uma Lizard Island Doctoral Fellowship, pela Lizard Island Reef Research Foundation e que financiou o trabalho de campo na Lizard Island Research Station, na Austrália. Nesse período também trabalhou na Universidade de Uppsala, na Suécia.

O jovem natural de Oeiras em 2014 desempenhou funções de técnico de investigação no Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos (CIBIO). Nesse ano e seguinte também foi bolseiro de investigação no Centro de Oceanografia da Faculdade, atualmente MARE. Neste momento é autor e coautor de mais de 30 publicações tendo participado em mais de 40 apresentações orais e cerca de 18 em poster, em conferências e seminários científicos, destaque especial para o artigo “Neurobiological and behavioural responses of cleaning mutualisms to ocean warming and acidification”, noticiado pela Faculdade o ano passado. Foi um dos organizadores do primeiro Pint Of Science em Portugal e normalmente participa em eventos de divulgação científica, como é o caso do PubhD.

Na entrevista que se segue, fique a par dos próximos planos do jovem biólogo.

O que simboliza este prémio?

José Ricardo Paula (JRP) - Acho que o prémio é uma ótima iniciativa para valorizar o trabalho de jovens doutores em Ecologia em Portugal. A SPECO é uma sociedade de reconhecido mérito em Portugal e não podia deixar passar a oportunidade de concorrer. É sem dúvida fascinante (e ainda me custa acreditar) receber este prémio. Acho que me pode ajudar a abrir as portas em concursos futuros a financiamentos ou a posições. 

Como foi estudar na Faculdade?

JRP - Ciências ULisboa é sem dúvida uma instituição de excelência. Foi uma experiência muito positiva ter feito o meu doutoramento nesta faculdade. Antes de conhecer as instalações do LMG e o professor Rui Rosa pensei em realizar o meu doutoramento no estrangeiro, porém ao descobrir que existe um laboratório marítimo de qualidade a nível internacional e uma equipa de investigação polivalente, desafiante e cooperativa, coordenada por um investigador cativante, reconhecido internacionalmente e com energia “para dar e vender” que nos dá plena liberdade científica foi fácil mudar de ideias e escolher ficar em Portugal. Recomendo vivamente o LMG (e Ciências ULisboa) a todos os futuros estudantes de doutoramento!

Quais são os planos para o presente e futuro?

JRP - Neste momento sou investigador doutorado do projeto ASCEND, liderado por Tiago Repolho, onde tentamos usar uma abordagem de evolução experimental nos estudos de alterações climáticas. Tenciono seguir a minha carreira de investigação na área da Ecologia Comportamental e estou neste momento a concorrer a uma Marie Skłodowska-Curie Global Fellowship, entre a Universidade do Hawaii e Ciências ULisboa, num projeto que mistura cognição com ecologia.

"Recomendo vivamente o LMG (e Ciências ULisboa) a todos os futuros estudantes de doutoramento!"
José Ricardo Paula

Vanessa Mendonça e Jacinto Benhadi-Marín, segundo e terceiro classificados

Vanessa Mendonça e Jacinto Benhadi-Marín foram selecionados como segundo e terceiro classificados do Prémio de Doutoramento em Ecologia - Fundação Amadeu Dias 2020 e que contou com 19 candidaturas elegíveis de doutorados com teses defendidas nas Universidades de Aveiro, Algarve, Coimbra, Évora, Lisboa, Minho, Nova de Lisboa e Porto. Vanessa Mendonça debruçou a sua investigação sobre o funcionamento das redes tróficas em poças rochosas intertidais. Jacinto Benhadi-Marín, especialista de aranhas, usou estes animais como bioindicadores de práticas de gestão agrícola em olivais. O júri convidado a avaliar as candidaturas desta edição incluiu as seguintes personalidades: Maria Amélia Martins-Loução; Ricardo Melo, Margarida Santos-Reis, Helena Freitas, Myriam Lopes, Joaquin Hortal e João Gonçalves. Os três prémios, no valor de três, dois e mil euros, são atribuídos, respetivamente, ao primeiro, segundo e terceiro classificados. Os três premiados terão ainda um bónus de dois anos na SPECO, com quotas pagas.

Ana Subtil Simões, Área de Comunicação e Imagem Ciências ULisboa
Banner Prémio de Doutoramento em Ecologia - Fundação Amadeu Dias

Já são conhecidos os vencedores da edição 2024 do Prémio de Doutoramento em Ecologia - Fundação Amadeu Dias, organizado pela Sociedade Portuguesa de Ecologia (SPECO).

Jorge Buescu, professor do Departamento de Matemática (DM) de CIÊNCIAS, reeleito Vice-Presidente da European Mathematical Society (EMS)

Jorge Buescu, professor do Departamento de Matemática (DM) de CIÊNCIAS, foi reeleito Vice-Presidente da European Mathematical Society (EMS).

Verão na ULisboa em CIÊNCIAS

Foi com um sorriso na cara e com vontade de um dia regressarem, que os estudantes do programa Verão na ULisboa deixaram o campus de CIÊNCIAS, após as cerimónias de entrega de diplomas que decorreram nos dias 5 e 12 de julho.

Assinatura do Protocolo com a REDCORP

No passado dia 9 de julho a Direção de CIÊNCIAS assinou um protocolo de cooperação com a REDCORP, empresa de empreendimentos mineiros responsável pelo Projeto Lagoa Salgada.

CIÊNCIAS assinA um protocolo de colaboração com a Raiz Vertical Farms nas instalações de CIÊNCIAS, tendo sido assinado pelo Diretor da faculdade, Luís Carriço, e pela co-fundadora da startup Rede Vertical Farms, Inês Barros.

CIÊNCIAS assinou um protocolo de colaboração com a Raiz Vertical Farms, com o objetivo de instalar uma horta vertical no campus da faculdade.

Equipa do CSD Lab do BioISI

Uma equipa de investigadores do Laboratório de Estrutura e Dinâmica Celular (CSD Lab) do Instituto de Biossistemas e Ciências Integrativas (BioIS

Diogo Rodrigues Fernandes

Diogo Rodrigues Fernandes, doutorando de CIÊNCIAS e investigador no Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais (

Banner O Planeta Vivo

“Temos este mundo, ou nada. E temos um grande problema se não entendermos o planeta que queremos salvar.” Esta citação de Carl Sagan é o mote do documentário ‘O Planeta Vivo’, que estreou no passado dia 3 de julho na RTP.

Vista Aérea do Observatório do Paranal

O Observatório do Paranal, no deserto do Atacama no Chile, que faz parte do Observatório Europeu do Sul (ESO), vai receber em 2025 um telescópio made in Portugal para observar o Sol.

Nuno Gonçalves e Inês Leite posam com os prémios junto aos restantes investigadores do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA)

Nuno Gonçalves e Inês Leite, estudantes de CIÊNCIAS, foram premiados na SPIE Astronomical Telescopes + Instrumentation, a maior conferência internacional sobre instrumentação para a Astronomia.

Ranking de Leiden: Há três áreas de investigação de CIÊNCIAS em que a ULisboa é líder nacional

A Universidade de Lisboa (ULisboa) está em primeiro lugar a nível nacional em três áreas de produção científica de CIÊNCIAS no reputado CWTS Leiden Ranking: Ciências da Vida e da Terra, Matemáti

Banner Curso PRODIGI

A partir de 2025 a Universidade de Lisboa em parceria com o Instituto Politécnico de Lisboa, vai disponibilizar uma nova formação online em competências digitais.

 

Inês Fragata, Margarida Matos, Sara Magalhães e Cristina Máguas.

CIÊNCIAS inaugura hoje oficialmente a infraestrutura laboratorial de investigação - Unidade de Evolução Experimental.

Imagem alusiva ao Deep Tech Talent Initiative (DTTI), um programa do European Institute of Innovation and Technology (EIT)

O Mestrado em Bioestatística de CIÊNCIAS foi acreditado pela Deep Tech Talent Initiative (DTTI), um programa do European Institute of Innovation and Technology (EIT).

Dois professores de CIÊNCIAS eleitos sócios da Academia das Ciências de Lisboa

Pedro Miguel Duarte e Luís Eduardo Neves Gouveia, professores de CIÊNCIAS, foram eleitos sócios da Academia das Ciências de Lisboa.

O Centro de Congressos da Alfândega do Porto é o palco da edição de 2024 do Encontro Ciência.

Luís Carriço (Diretor de CIÊNCIAS) e Carlos Martins (Presidente da EPAL) junto a um dos novos bebedouros.

A Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa aderiu ao desafio da EPAL - Empresa Portuguesa das Águas Livres de consumir Água da Torneira nas suas áreas comuns, representando mais um compromisso com o Ambiente e com

 Rodrigo Freitas, Francisco Graça e Diogo Ávila no Pódio dos 3000 metros obstáculos no Campeonato Nacional Universitário de Pista ao Ar Livre

Rodrigo Freitas, estudante de CIÊNCIAS, sagrou-se bicampeão no Campeonato Nacional Universitário (CNU) de Atletismo Pista Ar Livre.

Desde ontem que CIÊNCIAS dispõe de um novo espaço: o Lounge C7!

Carolina Margarido, Catarina Lima e Raquel Costa seguram o prémio de primeiro lugar na segunda fase do Future Innovators Program da Unicorn Factory Lisboa

Carolina Margarido, Catarina Lima e Raquel Costa venceram a segunda fase do Future Innovators Program da Unicorn Factory Lisboa

A cientista Ana Russo, investigadora do Instituto Dom Luiz (IDL), visitou duas escolas básicas do concelho de Sintra no dia 23 de abril para rea

Branca Edmée Marques, cientista alumna de CIÊNCIAS

Branca Edmée Marques, alumna de CIÊNCIAS, será homenageada no dia 20 de junho pelos Museus da Universidade de Lisboa

Vanessa Fonseca, Catarina Frazão Santos, Rita Cardoso, Cláudio Gomes, Ana Duarte Rodrigues e Paulo J. Costa posam com os prémios para uma foto numas escadas

A faculdade conseguiu obter o segundo lugar entre as Escolas da Universidade de Lisboa mais galardoadas.

Páginas