V centenário da circum-navegação do navegador português Fernão de Magalhães

Volta ao mundo 2020

Golfinhos

A partir de fotografias das espécies tiradas ao longo da viagem será possível ir retratando a biodiversidade, tornando esta informação acessível a todos através da plataforma Biodiversity4All

Marinha Portuguesa

O Centro Marítimo GEOMETOC da Marinha portuguesa realizou um projeto de posicionamento do NRP Sagres para poder acompanhar em tempo real a viagem de circum-navegação. No passado dia 8 de fevereiro, o NRP Sagres celebrou 58 anos desde que a bandeira nacional foi içada pela primeira vez. Após ter feito escala em Tenerife (Espanha), na cidade da Praia (Cabo Verde), no Rio de janeiro (Brasil), o navio escola chegou ontem a Montevideo (Uruguai) e a Buenos Aires (Argentina) chegará cinco dias depois.

A ciência está “nas mãos” dos cadetes do NRP Sagres graças ao CIRCULARES, um projeto de ciência cidadã, coordenado por Cristina Máguas, professora do Departamento de Biologia Vegetal da Ciências ULisboa e coordenadora do Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais (cE3c).

A viagem de circum-navegação do atual navio escola da Marinha Portuguesa começou em Lisboa, no passado dia 5 de janeiro. O início desta viagem contou com a presença de centenas de pessoas, incluindo o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Que espécies encontrarão os cadetes do NRP Sagres? Que informação se esconde na cor do mar? Estas são algumas das questões a que o CIRCULARES irá procurar responder ao longo desta viagem. Este projeto de ciência cidadã é também uma oportunidade para recolher dados climáticos e de declinação magnética, que permitirão comparar, numa perspetiva histórica, a viagem épica da armada de Fernão de Magalhães e a dos cadetes da Marinha Portuguesa.

A partir de fotografias das espécies tiradas ao longo da viagem será possível ir retratando a biodiversidade, tornando esta informação acessível a todos através da plataforma Biodiversity4All.

Navio escola Sagres
A viagem de circum-navegação do atual navio escola da Marinha Portuguesa visa comemorar o feito histórico do navegador português Fernão de Magalhães no início do século XVI
Fonte Marinha Portuguesa

A atenção também irá recair sobre os poluentes. A bordo do NRP Sagres segue um pequeno e prático kit que permitirá analisar a presença e quantidade de metais pesados ao longo da sua rota planetária. As microalgas são responsáveis pela produção de nutrientes e oxigénio através da fotossíntese. A sua variação (e a consequente variação da cor do mar) permite determinar a produtividade de cada massa de água. Quanto mais produtivo é um ecossistema, maior é a abundância de organismos. Através da aplicação Eyeonwater e da sua ligação a um satélite, a cor do mar será traduzida em quantidade de microalgas existentes na coluna de água.

Comparar as medidas náuticas determinadas no passado e no presente é outra meta do projeto, que conta com a participação de Henrique Leitão, Prémio Pessoa, vencedor de um ERC Advanced Grant, investigador do polo da Faculdade do Centro Interuniversitário de História das Ciências e da Tecnologia (CIUHCT)  e presidente do Departamento de História e Filosofia das Ciências.

O CIRCULARES nasceu de uma ideia transdisciplinar durante um momento de encontro entre investigadores no Dia da Investigação em Ciências, que teve lugar na Faculdade há alguns meses. Trata-se de um projeto multidisciplinar alicerçado num consórcio que junta centros de investigação da Ciências ULisboa  - cE3c, Instituto Dom Luiz, CIUHCT e MARE - a Marinha Portuguesa, a Sociedade Portuguesa de Ecologia e a empresa Senciência, cofundada pelo alumni da Ciências ULisboa, Rúben Oliveira, licenciado em Biologia e mestre em Biologia da Conservação, colaborador do cE3c e membro da Liga para a Proteção da Natureza.

Esta grande viagem visa comemorar o feito histórico do navegador português Fernão de Magalhães no início do século XVI afirmando o papel de Portugal para a promoção do conhecimento, do diálogo intercultural e da sustentabilidade do planeta, e o seu contributo para uma sociedade mais justa, inclusiva e com maior bem-estar.

A missão deverá terminar na capital portuguesa a 10 de janeiro de 2021, passados 371 dias e após escala em 22 portos de 19 países.

Scripta manent. O que se escreve, fica, permanece.
Navio-Escola Sagres Reedita a Viagem de Fernão de Magalhães in National Geographic

ACI Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Fotografia de mesa com cinco pessoas sentadas, na Reitoria da UL

A rede pretende formalizar colégios doutorais em áreas transversais. Opinião de Maria Amélia Martins-Loução.

Fotografia de pessoas sentadas num dos anfiteatros da FCUL

A iniciativa acontece a 17 de março e é organizada pelos Departamentos de Física e de Informática.

Fotografia de Dois voluntários, sentados junto a uma banca no átrio do C5

Em fevereiro estão abertas inscrições para a admissão de novos voluntários.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

Vale a pena recordar a iniciativa do Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional da FCUL.

Fotografia de alunos a andarem, junto ao C8

A primeira edição do curso realiza-se já em 2012.

Outra forma de fazer turismo.

Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25.Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25

O Encontro decorreu em Junho no GeoFCUL.

Páginas