Programa de Estímulo à Investigação

FCG premeia o melhor da ciência portuguesa

A Fundação Calouste Gulbenkian (FCG) continua a convidar jovens investigadores a apresentarem as suas ideias científicas, proporcionando condições para que essas mesmas ideias possam vir a ser testadas e desenvolvidas em contexto institucional. O objetivo do Programa é claro: estimular a criatividade e a qualidade dos jovens, com idade não superior a 26 anos, no contexto da investigação científica.

Os investigadores da FCUL, mais uma vez, agarraram a oportunidade e viram os seus projetos serem distinguidos. Na edição de 2011, Tomás Aquino, Ana Bastos e Jocelyn Lochan foram os galardoados da Faculdade, juntamente com outros cinco cientistas, num total de 60 candidaturas.

De realização anual, o concurso abrange temas de diversos domínios científicos, entre eles, Matemática, Física, Química e Ciências da Terra e do Espaço sendo que as áreas específicas variam de ano para ano, de acordo com a apreciação do júri. Na última edição, Matemática (Álgebra / Lógica Matemática); Física (Teórica / Experimental/Aplicada); Química (Água potável / Comida saudável / Ar puro) e Ciências da Terra e do Espaço (Geofísica / Astrofísica) foram as áreas abrangidas.

O prémio é atribuído a oito investigadores (dois em cada área científica) e traduz-se num incentivo financeiro total de 12.500 euros que é dividido em duas partes: 2500 euros destinam-se ao investigador, 10.000 euros à instituição de acolhimento, que fica encarregue de disponibilizar o montante ao jovem investigador de acordo com as suas necessidades para a concretização do trabalho.

Fonte: António C. Silva
Legenda: Programa de Estímulo à Investigação já premiou 34 jovens investigadores e 19 instituições da Universidade de Lisboa

Rita Rebelo de Andrade, técnica especialista do Serviço de Ciência da FCG, relata o balanço feito desta edição: “De acordo com a avaliação do Júri, os projetos de investigação selecionados, no concurso de 2011, revelaram uma boa preparação científica de base dos investigadores e apresentaram ideias inovadoras”. Para o Júri os concorrentes são “jovens promissores, com projetos de investigação de qualidade”. Segundo Rita Rebelo de Andrade, citando Miguel Seabra, presidente da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, os jovens selecionados pelo Programa “são o espelho de tudo o que vai bem na ciência portuguesa”.

Originalidade de Tomás Aquino, Ana Bastos e Jocelyn Lochan premiada em 2011

Foi com a proposta “Filodinâmica da Gripe A: um Modelo Simples para um Sistema Complexo” que Tomás Aquino foi premiado na área da Física. O aluno do Centro de Física da Matéria Condensada da UL explica em que consiste o projeto: “A gripe é um vírus cuja estrutura genética se altera muito e, portanto, é bastante difícil de ser combatido pelo sistema imunitário. Pretendemos compreender como é que este processo funciona, como é que o vírus da gripe evolui geneticamente e como evolui a sua propagação. O objetivo é, portanto, descrever e compreender o processo para depois prever o que se passa e aí espero poder contribuir para evoluções, por exemplo, ao nível da vacinação”.

Para Ana Nunes, professora do Departamento de Física da FCUL e orientadora do investigador premiado, “entender os mecanismos que regem à variação genética de agentes patogénicos tem aplicações que se revestem do maior interesse do ponto de vista social. Este projeto pretende contribuir na vertente metodológica para o estudo deste problema, desenvolvendo novas ferramentas de análise de modelos matemáticos que reflitam o essencial da complexidade destes sistemas”.

A proposta de Ana Bastos sobre “Influência da Variabilidade Climática na Dinâmica da Vegetação e no Ciclo do Carbono” foi a escolhida na área das Ciências da Terra e do Espaço.

A doutoranda do Instituto Dom Luiz, um laboratório associado organizado pela UL, sob orientação do investigador Ricardo Machado Trigo pretende “analisar a relação entre a variabilidade climática, a dinâmica da vegetação e a fixação de carbono pela biosfera na região Euro-asiática, com destaque para os impactos de fenómenos extremos como secas, ondas de calor ou grandes incêndios no balanço de Carbono”. Ricardo Machado Trigo salienta ainda que “os objetivos propostos na candidatura são considerados realistas dadas as excecionais capacidades da Ana para a investigação, tendo já um artigo publicado e outro aceite na temática da utilização de modelos de recuperação da vegetação que permitem a avaliação do comportamento da mesma após grandes incêndios florestais, em particular os que tenham ocorrido antes ou depois de secas severas”.

Fonte: Octávio Pinto
Legenda: Um dos trabalhados premiados pretende analisar a relação entre a variabilidade climática, a dinâmica da vegetação e a fixação de carbono pela biosfera na região Euro-asiática

Já Jocelyn Lochon, orientado pelo professor do Departamento de Matemática da FCUL, Carlos André, destacou-se na área de Matemática com o trabalho “Supercaracteres e Caminhos Aleatórios em p-grupos”. A investigação a desenvolver no Centro de Estruturas Lineares e Combinatórias da UL traduz-se da seguinte forma: “Num grupo finito G com um conjunto de geradores S, todo o elemento pode ser obtido multiplicando sucessivamente elementos de S. Pretende-se que o estudo da probabilidade do caminho aleatório associado atinga um dado elemento de G, depois de n etapas, e determine estimativas para que essa probabilidade seja uniforme”. Carlos André explica ainda que neste trabalho “é proposto o estudo destas questões em certos grupos de matrizes, usando técnicas desenvolvidas por P. Diaconis e outros, que relacionam áreas aparentemente díspares da Matemática: Álgebra e Análise, por um lado, e Probabilidades e Estatística, por outro”.

Resultados da edição de 2012 conhecidos até novembro

Os três vencedores desta edição juntam-se, assim, à já preenchida lista de premiados da Universidade de Lisboa (UL), pelo Programa de Estímulo à Investigação. No historial da Universidade contabilizam-se 34 vencedores desde que a iniciativa foi implementada, em 1994. A UL é a instituição com o maior número de premiados, seguindo-se as Universidades de Coimbra e Técnica de Lisboa, com 29 e 25 premiados respetivamente. Das 19 instituições da UL agraciadas pelo Programa, 13 estão associadas à FCUL, destaque para o Centro de Matemática e Aplicações Fundamentais e para o Centro de Física e Teórica Computacional, já que cada um deles foi distinguido por cinco vezes.

A próxima edição já está em desenvolvimento, as candidaturas dirigidas a investigadores portugueses que não tenham ainda obtido o grau de doutor estão abertas até 21 de setembro e recaem sobre as seguintes áreas: Matemática (Análise Funcional e Equações Diferenciais), Física Aplicada (Teorias, Modelos, Técnicas), Química (Química em ambientes extremos) e Ciências da Terra e do Espaço (Astronomia / Astrofísica / Cosmologia). Os resultados serão divulgados até 30 de novembro deste ano.

Os critérios de seleção do Programa regem-se pela qualidade da proposta apresentada e pela maturidade científica do subscritor. Para se candidatarem os interessados deverão submeter a sua inscrição através do site da Fundação Calouste Gulbenkian. Em 18 anos a FCG estimulou o melhor de 150 jovens cientistas, resta apenas desejar boa sorte aos candidatos deste ano!

Espólio info-Ciências digital
Programa Gulbenkian de Estímulo à Investigação 2007
Física em destaque
Ciências da Terra e do Espaço
Entrevista com...

Raquel Póvoas com Ana Subtil Simões, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura da FCUL
Carlos Nieto de Castro

Carlos Nieto de Castro chegou à Faculdade em 1982 com a missão de criar uma escola de Termodinâmica e Processos de Transporte. Em abril de 2019 jubilou-se. Ainda assim, o seu trabalho enquanto investigador continua: todos os dias úteis chega à Faculdade pelas 8h30/9h00. Conheça o percurso do cientista.

3 alunos numa mesa, na semana da sustentabilidade

Neste Dia Mundial do Ambiente recordamos a Semana da Sustentabilidade, organizada por núcleos de estudantes da Faculdade, com o apoio da Associação de Estudantes e do Laboratório Vivo para a Sustentabilidade.

José Guerreiro, docente do Departamento de Biologia Animal e investigador do MARE, iniciou funções esta quinta-feira, dia 1 de junho, como presidente do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Miguel Miranda e a plateia

O professor e geofísico Jorge Miguel Miranda deu a sua última aula na passada sexta-feira, e despediu-se do Instituto Português do Mar e da Atmosfera, laboratório do Estado que presidiu nos últimos dez anos.

pessoas numa sala com computadores

Esta segunda-feira, dia 29 de maio, Ciências ULisboa recebeu a visita de Oksana Zholnovych, ministra da Política Social da Ucrânia, e Miguel Fontes, secretário de Estado do Trabalho. Os governantes visitaram uma turma durante uma ação de formação do programa UPskill, com o intuito de ficar a conhecer melhor este projeto.

12 finalistas do 3 MT

Patrícia Chaves foi distinguida com o segundo lugar, na primeira edição da competição 3MT – Três Minutos de Tese dinamizada pela Universidade de Lisboa. O pódio ficou completo com Catarina Botelho, em primeiro lugar, e Matteo Pisano, em terceiro lugar, ambos do Instituto Superior Técnico. Os nossos parabéns aos vencedores e a todos os finalistas!

Auditório com pessoas

Ciências ULisboa está de parabéns! 100% dos seus ciclos de estudos avaliados no segundo ciclo de avaliação (2017-2022) foram acreditados sem condições, pelo período máximo (seis anos), pela Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES).

Grupo de pessoas

Entre os dias 13 e 17 de março deste ano realizou-se a excursão geológica de campo na Bacia Lusitânica (bacia sedimentar mesozóica na região centro-oeste de Portugal), a pedido da SHELL e organizada pela empresa GeoLogica (Portugal), do geólogo Pedro Barreto, antigo aluno de Geologia da Faculdade.

Jorge Miguel Miranda

No próximo dia 26 de maio, pelas 11h00, terá lugar no Grande Auditório da Faculdade a cerimónia de jubilação de Jorge Miguel Miranda, professor do Departamento de Engenharia Geográfica, Geofísica e Energia na Ciências ULisboa, investigador do Instituto Dom Luís (IDL) e presidente do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

oceano

José Guerreiro, professor do Departamento de Biologia Animal da Ciências ULisboa e investigador do Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE), foi nomeado perito da World Ocean Assessment III junto da Division for Ocean Affairs and the Law of the Sea (DOALOS) – ONU.

Médicos avaliam funções respiratórias de bébe

Carlos Farinha, professor do Departamento de Química e Bioquímica da Ciências ULisboa e investigador principal do grupo de investigação em Fibrose Quística do Instituto de Biossistemas & Ciências Integrativas, foi distinguido com um financiamento de 220 mil USD (€ 204.100,57), pela associação Emily’s Entourage.

Filipa Rocha

A estudante de doutoramento na Ciências ULisboa e professora assistente no IST desenvolveu um sistema que utiliza blocos tangíveis para promover a aprendizagem digital inclusiva para crianças com deficiência visual, ensinando assim literacia digital e eliminando barreiras educativas.

cérebro

O primeiro grande modelo de Inteligência Artificial generativa para a língua portuguesa, para cada uma das variantes, do Brasil e de Portugal, gratuito, em código aberto e com acesso universal está disponível desde este mês e tem 900 milhões de parâmetros. "Trata-se de um marco histórico muito importante na preparação tecnológica da língua portuguesa para a era digital", diz António Branco, professor do DI Ciências ULisboa.

Joaquim Alvez Gaspar

Encontra a resposta a esta pergunta na exposição final do projeto Medea-Chart - As Cartas Náuticas Medievais e Renascentistas: origem, uso e evolução, inaugurada a 18 de maio, no Instituto Hidrográfico e em exibição até setembro deste ano. Joaquim Alves Gaspar, investigador principal do projeto, efetuou uma visita guiada à exposição.

Grande auditório com pessoas

A ULisboa é uma das melhores universidades portuguesas, segundo o portal Research.com, com 131 cientistas entre os mais influentes, dos quais 29 dizem respeito a investigadores, cujo trabalho tem sido realizado na Faculdade e nas suas unidades de investigação.

Rosto de Patrícia Chaves

Patrícia Chaves, atualmente no 3.º ano de doutoramento em Ciências ULisboa, está entre os 12 finalistas da primeira edição da competição Três Minutos de Tese – 3MT ULisboa. A final tem lugar a 30 de maio, às 18h30, no Museu Nacional de História Natural e da Ciência da ULisboa. Patrícia Chaves está atualmente no 3.º ano do programa de doutoramento Biologia e Ecologia das Alterações Globais.

tejadilho de uma carro com paineis solares

Uma equipa de investigadores do Departamento de Engenharia Geográfica, Geofísica e Energia e do Instituto Dom Luiz, está a recrutar voluntários para uma campanha de ciência cidadã, cujo objetivo é estimar o potencial da mobilidade solar, utilizando os próprios veículos. A campanha decorre no âmbito do projeto “Solar Cars”.

telescópio

Um grupo de cientistas da Ciências ULisboa e da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, membros do CENTRA - Centro de Astrofísica e Gravitação, participam no desenvolvimento do Mid-infrared ELT Imager and Spectrograph (METIS), um poderoso instrumento que vai equipar o maior telescópio do mundo - o Extremely Large Telescope (ELT) – em construção pelo European Southern Observatory (ESO) em Armazones, Chile.

logotipo simpósio

O simpósio internacional sobre “Os impactos humanos na conetividade funcional dos ecossistemas marinhos” realiza-se entre 22 e 25 de maio, no Cineteatro Municipal João Mota, em Sesimbra. Mais de 100 investigadores, gestores marinhos e políticos de 30 países de todo mundo partilham as últimas descobertas na temática e discutem as políticas de gestão e preservação destes ecossistemas.

Sala de reuniões com várias pessoas sentadas

Volker Mehrmann esteve na Ciências ULisboa, em outubro de 2022, para participar na reunião do Comité Executivo da EMS, que pela primeira vez ocorreu em Portugal. “A comunidade matemática portuguesa orgulha-se de, ao longo das últimas décadas, ter colocado com cada vez maior intensidade e reconhecimento Portugal no mapa da Matemática europeia e mundial”, diz Jorge Buescu, professor do Departamento de Matemática da Ciências ULisboa, vice-presidente da EMS, presente nestas reuniões desde 2018.

imagem com linhas e ligações luminosas

O Centro de Matemática, Aplicações Fundamentais e Investigação Operacional em conjunto com o Centro de Estudos de Gestão do Instituto Superior Técnico tem vindo a organizar a série "Workshop on Combinatorial Optimization". A 4.ª edição do evento terá lugar no próximo dia 8 de maio, em formato online.

3 pessoas a mostrar uma capa da Faculdade com o protocolo dentro

Realizou-se esta quarta-feira, dia 3 de maio, a assinatura da adenda ao acordo de cooperação do “UPskill - Digital Skills and Jobs”, um programa que aposta na requalificação de pessoas desempregadas ou em situação de subemprego, nas várias áreas das TIC. No âmbito deste acordo, a Faculdade irá participar como entidade formadora.

chuteira e uma bola de futebol

Em 2022, 23 alunos da Ciências ULisboa foram distinguidos com medalhas desportivas, em cerca de 50 provas de competições universitárias, nacionais e internacionais, nas modalidades karaté, taekwondo, judo, atletismo e natação, alcançando resultados de excelência.

mamífero toirão

O novo Livro Vermelho dos Mamíferos de Portugal Continental, apresentado esta terça-feira, atualiza o conhecimento sobre as espécies de mamíferos terrestres e marinhos da fauna de Portugal Continental e faz uma revisão dos estatutos de ameaça das espécies.

conjunto de pessoas - foto de grupo dos participantes

Nos dias 11 e 18 de março, realizaram-se no Departamento de Química e Bioquímica as semifinais das Olimpíadas de Química + e Júnior, respetivamente.

Páginas