Palestra Fangz

“Não esperem 15 anos para concretizar uma ideia vossa!”

GCIC-FCUL

Numa época em que tanto se fala da importância de se ser empreendedor, há histórias que inspiram e por isso mesmo merecem ser contadas.

A convite do Departamento de Informática (DI) e perante uma plateia atenta, composta por alunos e professores, Alexandre Ribeiro, antigo aluno da FCUL, contou no passado dia 15 de maio como alcançou o sucesso explicando as diferentes etapas superadas até à chegada do Fangz à App Store dos EUA.

Para alguns dos presentes, este foi o primeiro contacto com a aplicação para smartphones, lançada a 17 de abril. João Santos, estudante do 1.º ano de Engenharia Informática referiu que “futuramente gostava de fazer programação de jogos, por isso quis conhecer a aplicação e a pessoa que a criou porque estudou cá, na Faculdade. Quis saber mais sobre o jogo e, claro, sobre o criador”.
               

Quem não quis deixar de estar presente no seminário foi Hélder Coelho, a quem o autor do jogo atribui a responsabilidade de lhe “ter mostrado ser possível continuar apaixonado por uma área [inteligência articial] até ao fim da vida”. Para o professor do DI-FCUL o sucesso do antigo discente não o surpreendeu: “Ele foi um dos melhores alunos. Aliado à forte motivação para ser criativo, o Alexandre já era um campeão enquanto aluno, fazendo trabalhos de projeto excecionais: inovadores e cheios de coisas novas. O seu trajeto profissional foi sempre o de andar à frente, desejoso de abrir novos desafios. O êxito que obteve com o jogo não me surpreendeu”.

Na palestra, os presentes puderam compreender muito do processo de criação do Fangz, desde a escolha do tema, o processo de criação das personagens, o desenrolar da ação, o design, os aspetos técnicos, passando pela comercialização, entre outros aspetos importantes da conceção, promoção e reconhecimento do jogo.

Um dos momentos de maior atenção foi precisamente a explicação do interior do jogo, tendo o criador demonstrado, através do programa utilizado na conceção das personagens, que cada uma é um polígono com texturas mapeadas.

“Acabámos por saber algumas coisas pelo qual ele passou e pelo qual nós vamos passar. O Alexandre Ribeiro falou na questão de ter de contratar freelancers e isso é algo que vamos ter de fazer também, porque não somos artistas e, assim sendo, ficámos a perceber um pouco mais sobre o processo, através da sua experiência”, disse Gonçalo Pomares, a frequentar o 3.º ano de Engenharia Informática.

No momento dedicado à participação do público, fizeram-se várias perguntas, quando questionado sobre qual o tempo de vida de um gamer, Alexandre respondeu na primeira pessoa: “Eu sou gamer desde os seis anos. Os gamers envelhecem a jogar. Os tipos de jogos podem mudar mas o brilho nos olhos continua lá”.

A bagagem de conhecimentos levada da Faculdade, permitiu ainda ao criador responder à questão “Já tinha formação em animação?” de forma segura: “Não, mas uma das coisas que aprendes aqui na FCUL é a aprender”.

Para além da partilha de conhecimentos técnicos, o ex-aluno da FCUL fez questão de, entre muitas sugestões, aconselhar os estudantes a arriscar: “A altura é agora! Para criar negócios que nos tragam dinheiro de diferentes partes do mundo... Não esperem 15 anos para concretizar uma ideia vossa! Falem uns com os outros, a Informática é uma área com muito potencial e vocês não precisam de recursos materiais para criar mundos, podem ser vocês a criá-los.

Há 12 anos atrás, Alexandre Ribeiro concluía a licenciatura em Informática na FCUL. A sua “obsessão por querer sempre mais”, levou-o a criar a empresa Game Whizzes, onde trabalha com a esposa, Paula Mendes, também ex-aluna da FCUL.

Raquel Salgueira Póvoas com ASS, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura da FCUL
info.ciencias@fc.ul.pt
Doctorate in Applied and Engineering Physics

Programa Doutoral em Física Aplicada e Engenharia Física

Arthur Vieira, estudante do mestrado integrado em Engenharia Física e Emiliano Pinto, aluno de mestrado em Física Nuclear e Partículas, são os diretores da revista trimestral do Departamento de Física da FCUL e  que integra uma equipa editorial constituída por outros 16 discentes.

Challenge4you desafiou estudantes dos cinco aos vinte anos

“Aquilo que aqui aprendemos faz parte da cultura geral e todos nós devemos ter algumas ideias sobre o local onde estamos inseridos e sobre esta união de que todos fazemos parte e que tanto nos ajuda”. A declaração é da estudante e participante Adriana Pereira de 17 anos.

Para uma crítica das perspectivas recentes da União Europeia sobre o Ensino Superior

Recomendações para melhorar a qualidade do ensino e da aprendizagem.

Implicações no Quebramento do Gondwana e sua Correlação com as bacias da Margem Atlântico Sul e Atlântico Central

É crucial que estatísticos e investigadores em Ciências do Ambiente mantenham uma colaboração estreita, para que continuem a ser desenvolvidos métodos estatísticos e computacionais adequados que permitam dar resposta continuada aos desafios presentes e futuros.

Está disponível a edição de 2012 do JCR (Journal Citation Reports).

O trabalho de cinco investigadoras portuguesas foi distinguido no início de junho em Boston, nos EUA. O congresso mundial contou com mais de 800 cientistas de 50 países.

[Tec Labs]i – Potenciar a Inovação

“Os alunos da FCUL tiveram uma experiência única que não vão esquecer ao longo da sua vida académica e profissional”, denota Rui Ferreira, administrador do Tec Labs – Centro de Inovação da FCUL.

Visita de Estudo à nova Universidade de Lisboa

“[Viveu-se um ambiente] muito propício ao debate onde o intercâmbio de ideias e de boas práticas foram muito gratificantes e uma mais-valia para os participantes e oradores do evento”, declarou Luísa Cerdeira, pró-reitora da Universidade de Lisboa e presidente do FORGES.

Álvaro de Campos

TABACARIA

O Departamento de Informática da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (DI-FCUL) vai organizar a 3 de julho deste ano a primeira edição do 

“Eu sempre gostei de fazer desenho geométrico e sempre me interessei pelos azulejos e seus painéis e pela calçada portuguesa pela sua beleza, pela arte, e porque têm potencialidades científicas, estéticas e didáticas praticamente ilimitadas”, conta o investigador do Grupo de Física-Matemática, distinguido recentemente com o Prémio Abordagem Inovadora “SOS Azulejo 2012”.

As bibliotecas do C4 e C8 têm horários alargados durante a época de exames de 1 a 29 de Junho.

Mestrados DBA 2013-2014

Investigadores do projeto “Climate Change Iniciative – Ocean Colour”

A equipa do projeto “Climate Change Iniciative – Ocean Colour” esteve reunida na FCUL, nos dias 21 e 22 de maio. Os investigadores avaliaram as ações em curso e discutiram alguns assuntos com a comunidade de end-users.

Jorge Manuel Ribeiro Rezende galardoado com o prémio “Abordagem Inovadora”

Intervenção na cerimónia de entrega dos Prémios 'SOS Azulejo' 2012:

Sessões dias 24 e 25 de junho 2013

"Gás de Xisto"?! Sim? Não? Porquê? Como? Onde?

Cerimónia de escritura do Instituto do Petróleo e do Gás

A transferência de conhecimento e tecnologia para a sociedade faz-se mediante o reforço das relações entre as comunidades científica e empresarial. Para J. M. Pinto Paixão, diretor da FCUL, esta é a oportunidade ideal para constituir parcerias suportadas no conhecimento e no exercício de uma cidadania plena.

Acções de Formação em Geologia na FCUL / 2013

Departamento de Geologia da FCUL

Informações sobre o procedimentos de escolha de ramo na Licenciatura em Geologia, 2013-14, do Departamento de Geologia da FCUL.

Alunos de Estatística Aplicada da FCUL

Atualmente, o uso e a aplicação da estatística têm a sua razão de ser não apenas na legitimação da indução, mas também na possibilidade de incorporar a incerteza nas suas conclusões: outro testemunho da sua proximidade ao real.

 

Pages