Astronomia e Astrofísica

Lançamento de livro de David Sobral acontece na Faculdade

Última Revisão —
Estrelas

Qual é o nosso lugar no Universo? A resposta a esta e tantas outras questões encontra-se no livro de David Sobral, cujo lançamento acontece a 19 de maio

Storyblocks

Qual é o nosso lugar no Universo? A resposta a esta e tantas outras questões encontra-se no livro do astrofísico David Sobral, que em 2015 descobriu a galáxia CR7, a mais brilhante do Universo, e que está disponível nas livrarias a partir desta terça-feira e tem lançamento marcado para esta quinta-feira, 19 de maio, pelas 18h30, no campus da Faculdade, no edifício C6, anfiteatro 6.1.36.

A obra editada pela Editorial Planeta vai ser apresentada pelos cientistas Carlos Fiolhais e Francisco S. N. Lobo.

Estaremos sozinhos no Universo? O que existe para além da Terra? O Universo é infinito? Quantas galáxias existem? As estrelas vivem para sempre? De onde vimos, afinal? Qual é o nosso lugar no Universo? Estas são algumas das perguntas a que David Sobral tenta responder neste livro que procura levar o leitor numa viagem cósmica pelo mundo da Astronomia em busca das origens.

Há cerca de 110 anos só existia uma galáxia no Universo. Hoje sabe-se que existem mais de dois biliões de galáxias. Em 1995 não era conhecido um único planeta fora do sistema solar a rodar à volta de uma outra estrela. Desde então, descobriram-se mais de quatro mil, e identificaram-se, até, candidatos a planetas como a Terra, com distâncias das suas estrelas que os podem tornar potencialmente habitáveis. Hoje, sabe-se mais, mas há ainda muito por descobrir segundo nota de imprensa da editora.

Astrónomo e astrofísico na área da Astrofísica Extragalática e Cosmologia Observacional e professor de Astrofísica na Universidade de Lancaster, no Reino Unido, David Sobral descobriu em 2015 a galáxia CR7, a mais luminosa do Universo primordial.

capa de livro
Capa do livro

“Quando descobri a CR7, juntamente com o Jorryt Matthee, o Sérgio Santos e o Behnam Darvish, tinha já feito e participado em diversos comunicados de imprensa. Tinha dado imensas entrevistas. No entanto, a descoberta da CR7, sobretudo pelo nome ou pelas siglas, iria acabar por chegar a muito, muito mais gente, não só em Portugal como por todo o mundo. Na altura, em 2015, o ESO estimou que a descoberta tenha chegado a cerca de 100 milhões de pessoas. A CR7 existiu tal como a vemos hoje há quase 13 mil milhões de anos, mas tinha já quase um décimo da quantidade de estrelas que a nossa galáxia tem. Talvez à volta de dez mil milhões de estrelas. Hoje, se conseguíssemos ver a CR7, veríamos uma galáxia como a M87, a famosa galáxia elíptica que se deixou fotografar com um telescópio do tamanho da Terra e que nos mostrou o seu buraco negro supermassivo. […]. Em 2015, a CR7 era uma descoberta inesperada por imensas razões. Era – e continua a ser – a galáxia mais brilhante em emissão Lyman-alfa do Universo primitivo. É uma das mais brilhantes no ultravioleta. Para o meio não científico, a CR7 tornou-se famosa porque partilhava a sigla com o Cristiano Ronaldo. Isso fazia com que o Ronaldo, para além de ser do outro mundo, também tivesse uma galáxia”, excerto do livro que será apresentado no próximo dia 19 de maio, na Faculdade, uma instituição que diz muito ao autor, já que foi na Ciências ULisboa que se licenciou em Física, em 2007, tendo sido ainda investigador no Observatório Astronómico de Lisboa e professor no Departamento de Física (DF) da Ciências ULisboa, entre 2014 e 2016.

Vale a pena ler "Cosmos em português", um artigo da autoria de Carlos Fiolhais, publicado na edição do Jornal de Letras de 18 de maio, sobre este livro e um outro "O Universo", da coleção de ensaios da Fundação Francisco Manuel dos Santos, da autoria do cosmólogo Paulo Crawford, professor aposentado do DF Ciências ULisboa. "(...) Os dois autores têm evidente talento para divulgarem a ciência que tão bem conhecem e fazem. (...) Os dois livros mostram que o Cosmos não só pode ser contado em português, como pode ser descoberto na língua de Álvaro de Campos. Basta sonhar e perseguir o sonho", escreve Carlos Fiolhais. Destaque ainda para a entrevista a David Sobral a propósito deste livro no programa "A nossa tarde", da RTP1.

GJ Ciências ULisboa com Editorial Planeta
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt
Banner Prémio de Doutoramento em Ecologia - Fundação Amadeu Dias

Já são conhecidos os vencedores da edição 2024 do Prémio de Doutoramento em Ecologia - Fundação Amadeu Dias, organizado pela Sociedade Portuguesa de Ecologia (SPECO).

Jorge Buescu, professor do Departamento de Matemática (DM) de CIÊNCIAS, reeleito Vice-Presidente da European Mathematical Society (EMS)

Jorge Buescu, professor do Departamento de Matemática (DM) de CIÊNCIAS, foi reeleito Vice-Presidente da European Mathematical Society (EMS).

Verão na ULisboa em CIÊNCIAS

Foi com um sorriso na cara e com vontade de um dia regressarem, que os estudantes do programa Verão na ULisboa deixaram o campus de CIÊNCIAS, após as cerimónias de entrega de diplomas que decorreram nos dias 5 e 12 de julho.

Assinatura do Protocolo com a REDCORP

No passado dia 9 de julho a Direção de CIÊNCIAS assinou um protocolo de cooperação com a REDCORP, empresa de empreendimentos mineiros responsável pelo Projeto Lagoa Salgada.

CIÊNCIAS assinA um protocolo de colaboração com a Raiz Vertical Farms nas instalações de CIÊNCIAS, tendo sido assinado pelo Diretor da faculdade, Luís Carriço, e pela co-fundadora da startup Rede Vertical Farms, Inês Barros.

CIÊNCIAS assinou um protocolo de colaboração com a Raiz Vertical Farms, com o objetivo de instalar uma horta vertical no campus da faculdade.

Equipa do CSD Lab do BioISI

Uma equipa de investigadores do Laboratório de Estrutura e Dinâmica Celular (CSD Lab) do Instituto de Biossistemas e Ciências Integrativas (BioIS

Diogo Rodrigues Fernandes

Diogo Rodrigues Fernandes, doutorando de CIÊNCIAS e investigador no Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais (

Banner O Planeta Vivo

“Temos este mundo, ou nada. E temos um grande problema se não entendermos o planeta que queremos salvar.” Esta citação de Carl Sagan é o mote do documentário ‘O Planeta Vivo’, que estreou no passado dia 3 de julho na RTP.

Vista Aérea do Observatório do Paranal

O Observatório do Paranal, no deserto do Atacama no Chile, que faz parte do Observatório Europeu do Sul (ESO), vai receber em 2025 um telescópio made in Portugal para observar o Sol.

Nuno Gonçalves e Inês Leite posam com os prémios junto aos restantes investigadores do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA)

Nuno Gonçalves e Inês Leite, estudantes de CIÊNCIAS, foram premiados na SPIE Astronomical Telescopes + Instrumentation, a maior conferência internacional sobre instrumentação para a Astronomia.

Ranking de Leiden: Há três áreas de investigação de CIÊNCIAS em que a ULisboa é líder nacional

A Universidade de Lisboa (ULisboa) está em primeiro lugar a nível nacional em três áreas de produção científica de CIÊNCIAS no reputado CWTS Leiden Ranking: Ciências da Vida e da Terra, Matemáti

Banner Curso PRODIGI

A partir de 2025 a Universidade de Lisboa em parceria com o Instituto Politécnico de Lisboa, vai disponibilizar uma nova formação online em competências digitais.

 

Inês Fragata, Margarida Matos, Sara Magalhães e Cristina Máguas.

CIÊNCIAS inaugura hoje oficialmente a infraestrutura laboratorial de investigação - Unidade de Evolução Experimental.

Imagem alusiva ao Deep Tech Talent Initiative (DTTI), um programa do European Institute of Innovation and Technology (EIT)

O Mestrado em Bioestatística de CIÊNCIAS foi acreditado pela Deep Tech Talent Initiative (DTTI), um programa do European Institute of Innovation and Technology (EIT).

Dois professores de CIÊNCIAS eleitos sócios da Academia das Ciências de Lisboa

Pedro Miguel Duarte e Luís Eduardo Neves Gouveia, professores de CIÊNCIAS, foram eleitos sócios da Academia das Ciências de Lisboa.

O Centro de Congressos da Alfândega do Porto é o palco da edição de 2024 do Encontro Ciência.

Luís Carriço (Diretor de CIÊNCIAS) e Carlos Martins (Presidente da EPAL) junto a um dos novos bebedouros.

A Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa aderiu ao desafio da EPAL - Empresa Portuguesa das Águas Livres de consumir Água da Torneira nas suas áreas comuns, representando mais um compromisso com o Ambiente e com

 Rodrigo Freitas, Francisco Graça e Diogo Ávila no Pódio dos 3000 metros obstáculos no Campeonato Nacional Universitário de Pista ao Ar Livre

Rodrigo Freitas, estudante de CIÊNCIAS, sagrou-se bicampeão no Campeonato Nacional Universitário (CNU) de Atletismo Pista Ar Livre.

Desde ontem que CIÊNCIAS dispõe de um novo espaço: o Lounge C7!

Carolina Margarido, Catarina Lima e Raquel Costa seguram o prémio de primeiro lugar na segunda fase do Future Innovators Program da Unicorn Factory Lisboa

Carolina Margarido, Catarina Lima e Raquel Costa venceram a segunda fase do Future Innovators Program da Unicorn Factory Lisboa

A cientista Ana Russo, investigadora do Instituto Dom Luiz (IDL), visitou duas escolas básicas do concelho de Sintra no dia 23 de abril para rea

Branca Edmée Marques, cientista alumna de CIÊNCIAS

Branca Edmée Marques, alumna de CIÊNCIAS, será homenageada no dia 20 de junho pelos Museus da Universidade de Lisboa

Vanessa Fonseca, Catarina Frazão Santos, Rita Cardoso, Cláudio Gomes, Ana Duarte Rodrigues e Paulo J. Costa posam com os prémios para uma foto numas escadas

A faculdade conseguiu obter o segundo lugar entre as Escolas da Universidade de Lisboa mais galardoadas.

Páginas