Alumnus Engenharia da Energia e Ambiente

A história de Adyler Frota

2.º prémio das Medalhas de Mérito Científico REN - Ciência LP

1.ª edição das Medalhas de Mérito Científico REN - Ciência LP

A dissertação premiada da autoria de Adyler Frota foca-se no desenvolvimento de uma estratégia para aumentar a captura de luz em amostras de silício cristalino

Imagem cedida por JS

26.ª edição dos Prémios REN

Melhor tese de doutoramento
Prémio bienal (€30 mil)
“Modelos de difusão no planeamento e políticas dos sistemas elétricos”
Fabian Heymann

Melhor tese de mestrado
1.º prémio (€25 mil)
"Optimal Power Flow robusto”
Pedro Gonçalo da Silva
2.º prémio (€15 mil)
“Comparação entre o reforço tradicional das redes e o uso da flexibilidade Distributed Energy Resources”
Tiago José Torres
3.º Prémio (€10 mil)
“Aplicação do Modelo de Controle Preditivo na direção das esteiras: abordagem de decomposição do modo dinâmico Koopman”
Nassir Rodrigues Cassamo

1.ª menção honrosa (€2.500)
“Viabilidade da energia eólica para a produção de hidrogénio: o caso de estudo da WindFloat Atlantic”
Tiago José Lucas
2.ª menção honrosa (€2.500)
“Uso de sistemas de armazenamento de energia em mercados de eletricidade”
Inês Reis Gaspar

1.ª edição das Medalhas de Mérito Científico REN - Ciência LP

Categoria jovens estudantes
1.º Prémio (€5.000)
“Otimização do trânsito de potência da rede Média Tensão (MT) com tecnologia de armazenamento na Ilha do Sal (Cabo Verde)”
Denis Albertino dos Santos
2.º Prémio (€2.500)
“Otimização do desempenho ótico de amostras de silício cristalino por MACE”
Adyler Frota
Categoria mulheres investigadoras
1.º Prémio (€5.000)
“Controle de um retificador regenerativo PWM trifásico”
Felicidade Pemba Kinzo Garcia
2.º Prémio (€2.500)
“A sustentabilidade do desenvolvimento em Cabo Verde no contexto dos pequenos Estados insulares: A Política Pública de Energia”
Luzia Mendes Oliveira

“Além da sua perene boa disposição, [Adyler Frota] tem uma disciplina de trabalho que infelizmente hoje é rara. Apesar de trabalhar todas as noites para pagar os estudos. Todos os dias aparecia bem-disposto e à hora combinada para fazer o trabalho de dissertação de mestrado, desenvolvido no contexto do projeto de investigação ‘TACIT - Células Solares Tandem Melhoradas Oticamente’.”
José Silva

Adyler Frota,  alumnus do mestrado integrado em Engenharia da Energia e Ambiente, foi galardoado este mês com o 2.º prémio das Medalhas de Mérito Científico REN - Ciência LP, na categoria jovens estudantes, pela tese “Otimização do Desempenho Ótico de amostras de silício cristalino por Metal Assisted Chemical Etching (MACE)”.

“Este prémio tem grande valor para mim, representa esforço e dedicação. A nossa força e vontade ultrapassam qualquer tipo de barreira”, diz o jovem, que atualmente trabalha na Livre Power, uma pequena empresa em crescimento na área das energias renováveis, uma experiência que tem permitido adquirir conhecimentos também ao nível da gestão.

Adyler Frota terminou o curso na Ciências ULisboa em 2020, antes já havia concluído uma formação como técnico de instalação de painéis solares. Escolheu este mestrado integrado porque pretendia aprofundar conhecimentos na área das energias renováveis.

“Na minha ilha - São Tomé e Príncipe - temos grandes problemas… Nada mais me daria prazer do que poder contribuir para melhorar o sector da energia elétrica”, conta o antigo aluno que gostou muito de estudar na Ciências ULisboa, não só pelas amizades que fez, como pelo acolhimento que recebeu, agradecendo especialmente aos “excelentes professores orientadores” do DEGGE e IDL Ciêncas ULisboa -  José Silva e Ivo Costa - o rigor, mas também o facto de serem “pessoas ‘cinco estrelas’, o que torna qualquer ambiente de trabalho mais saudável e produtivo”.

1.ª edição das Medalhas de Mérito Científico REN - Ciência LP

Em 2021 a Redes Energéticas Nacionais (REN) associou-se ao Centro Ciência LP e à Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) para atribuir, pela primeira vez, estas medalhas destinadas a reconhecer e valorizar trabalhos de investigação realizados por jovens oriundos de países africanos de língua oficial portuguesa (PALOP), nas áreas da Energia e da Transição Energética.

Com uma periodicidade bianual, a 1.ª edição deste galardão teve mais três premiados: na categoria jovens estudantes, o 1.º lugar foi para Denis Albertino dos Santos; na categoria mulheres investigadoras, Felicidade Pemba Kinzo Garcia foi a vencedora, seguindo-se Luzia Mendes Oliveira.

A cerimónia de entrega das Medalhas de Mérito Científico REN - Ciência LP aconteceu no passado dia 6 de dezembro, na sede da Impresa, durante a 26.ª edição dos Prémios REN,  que visam distinguir as melhores teses de doutoramento e de mestrado realizadas em Portugal nas áreas da Energia. Este ano foram entregues quatro prémios e duas menções honrosas, na presença de Rodrigo Costa, presidente da REN, Manuel Heitor, ministro da Ciência e Tecnologia, João Galamba, secretário de estado adjunto da Energia, entre outras personalidades.

O Expresso publicou uma notícia sobre o evento, bem como uma reportagem multimédia com testemunhos dos participantes, incluindo de Adyler Frota. A cerimónia foi transmitida em direto na rede social do Expresso.

“Otimização do desempenho ótico de amostras de silício cristalino por MACE”

A dissertação premiada da autoria de Adyler Frota foca-se no desenvolvimento de uma estratégia para aumentar a captura de luz em amostras de silício cristalino, tendo em vista o aumento da eficiência de conversão dos sistemas fotovoltaicos baseados em silício cristalino.

Para José Silva, orientar Adyler Frota foi muito gratificante.  “Além da sua perene boa disposição, tem uma disciplina de trabalho que infelizmente hoje é rara. Apesar de trabalhar todas as noites para pagar os estudos. Todos os dias aparecia bem-disposto e à hora combinada para fazer o trabalho de dissertação de mestrado, desenvolvido no contexto do projeto de investigação ‘TACIT - Células Solares Tandem Melhoradas Oticamente’”, menciona o cientista.

“A maior alegria foi ter conhecido pessoas maravilhosas na Ciências ULisboa que esperavam por mim para estudar."
Adyler Frota

“A maior alegria [do percurso académico] foi ter conhecido pessoas maravilhosas que esperavam por mim para estudar”, conta Adyler Frota, mencionando também que teve imensas dificuldades, quando partiu o pé durante uma partida de futebol com amigos, no pavilhão da Cidade Universitária. “Pensei em desistir, mas ultrapassei”, diz o jovem que acredita que “o caminho faz-se caminhando”.

Para pertencer à Rede Alumni Ciências ULisboa, visite o site da Faculdade e faça o seu registo.

Para os orientadores de Adyler Costa o trabalho realizado pelo aluno foi muito importante para o progresso do projeto TACIT e possibilitou até uma comunicação na conferência europeia de energia solar fotovoltaica. Os orientadores salientam ainda a sua capacidade de integração na equipa de investigação. “Foram-lhe atribuídas tarefas necessárias ao desenvolvimento do projeto, cumpriu-as sempre no prazo solicitado”, refere José Silva.

O foco principal da tese premiada passou por texturizar amostras de silício cristalino com recurso à técnica MACE, isto é, gravura química assistida por metal. A ideia deste método é usar um metal nobre, neste caso, a prata (Ag), para catalisar localmente a reação de gravura realizada num banho químico de peróxido de hidrogénio (H2O2) e ácido hidrofluorídrico (HF).

“São criadas texturizações mais profundas, que reduzem significativamente a refletividade da superfície, produzindo aquilo que é normalmente denominado de black silicon, aumentando assim a quantidade de luz captada e potenciando um aumento de eficiência das células solares de silício cristalino”, conclui José Silva.

Processo MACE
Ilustração do processo MACE
Imagem cedida por JS

Ana Subtil Simões, Área Comunicação e Imagem Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt
Várias pessoas num sala

Ciências ULisboa participou na 3.ª edição do roadshow EA-IDEIA - Estrutura de Acompanhamento da Investigação, Desenvolvimento, Experimentação e Inovação da Armada, organizado pela Marinha Portuguesa.

Pedro Machado

Pedro Machado, investigador do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA) e professor da Ciências ULisboa, foi homenageado pelo Grupo de Trabalho para a Nomenclatura de Pequenos Corpos (WGSBN) da União Astronómica Internacional (IAU), com a atribuição do seu nome a um asteroide, que tem quase três quilómetros de diâmetro e demora quatro anos e meio a dar uma volta ao Sol.

ave a voar em cima do mar

Um novo estudo internacional sobre a análise do risco de exposição ao plástico por aves marinhas identifica o Mediterrâneo como a região de maior risco a nível global. O artigo foi publicado na revista científica Nature Communications e conta com 18 cientistas portugueses, entre eles quatro investigadores da Ciências ULisboa.

foto dos tres finalistas

Filipa Rocha, estudante de doutoramento na Ciências ULisboa, alcançou o 2.º lugar do Prémio Jovens Inventores 2023, atribuído pelo Instituto Europeu de Patentes. O prémio corresponde a um valor pecuniário de dez mil euros. A cerimónia de entrega de prémios decorreu esta manhã, em Valência, Espanha.

fotografia de grupo

Foi assinado um protocolo de cooperação entre Ciências ULisboa, a FCiências.ID, o cE3c e a empresa dinamarquesa Copenhagen Infrastructure Partners, que visa a investigação e mitigação dos impactos da exploração eólica offshore ao largo da Figueira da Foz.

Logotipo da ACL

Cristina Branquinho e Isabel Trigo foram eleitas em 2023 respetivamente sócias correspondentes nacionais da Classe de Ciências -  Ciências Biológicas e Ciências da Terra e do Espaço – da Academia das Ciências de Lisboa (ACL).

O projeto EDUCOAST, promovido pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera, desenvolve programas educacionais para diversos níveis de ensino e para profissionais, na área das geociências costeiras e marinhas, tendo como base o trabalho de campo e as práticas experimentais.

Conceção artística do telescópio espacial Euclid no espaço

A missão espacial Euclid da Agência Espacial Europeia (ESA) irá penetrar nos últimos 10 mil milhões de anos de história do Universo para tentar compreender pela primeira vez o que está a acelerar a expansão do Universo. O lançamento do telescópio espacial Euclid está previsto para 1 de julho. O telescópio vai observar durante seis anos mais de um terço do céu. A participação portuguesa na missão Euclid é coordenada pelo Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço.

João Pedro e Vera no laboratório

Ciências ULisboa integrou recentemente o projeto “Autonomia 21”, um projeto da Associação Pais 21 cujo objetivo é integrar jovens com Trissomia 21 no mercado de trabalho. O dinamizador desta ideia na Faculdade foi Federico Herrera, professor do DQB e investigador do BioISI. No âmbito deste projeto, Ciências ULisboa recebeu dois jovens que estão neste momento a estagiar num dos laboratórios da Faculdade.

José Pedro Granadeiro e Rui Rebelo

A expedição Selvagens 50 organizada pelo Instituto das Florestas e Conservação da Natureza da Madeira reuniu cerca de 40 especialistas de diversas instituições, entre os quais se incluem os professores do Departamento de Biologia Animal da Ciências ULisboa, José Pedro Granadeiro (aves marinhas) e Rui Rebelo (répteis terrestres).

Conceção artística de um exoplaneta semelhante a Vénus, em órbita da sua estrela

Uma equipa de investigadores escolheu um planeta a 106 anos-luz, com 1,37 vezes o diâmetro da Terra, descoberto em 2022, para apresentar a primeira simulação a três dimensões do clima de um planeta de tipo rochoso com as características que atualmente conhecemos em Vénus.

Grupo de alunos e professores

A 9.ª edição da final nacional das Olimpíadas Portuguesas da Geologia decorreu nos dias 3 e 4 de junho, no Centro Ciência Viva de Estremoz / Pólo de Estremoz da Universidade de Évora, com a participação de 25 estudantes vindos de diversas regiões do País, incluindo uma delegação dos Açores (São Roque do Pico).

Rádão

O professor do DQB Ciências ULisboa e investigador do BioISI Ciências ULisboa é o primeiro autor de um novo artigo publicado no jornal Physical Chemistry – Chemical Physics da Royal Society of Chemistry, onde foram estudados diferentes compostos de rádon e xénon - dois gases nobres – e onde as suas propriedades energéticas e de ligação química foram analisadas.

Fundo do oceano

Ricardo Melo, professor do Departamento de Biologia Vegetal da Ciências ULisboa e investigador do MARE, integra o júri do Prémio Mário Ruivo – Gerações Oceânicas. As candidaturas da 3.ª edição deste prémio decorrem até 31 de julho.

Carlos Nieto de Castro

Carlos Nieto de Castro chegou à Faculdade em 1982 com a missão de criar uma escola de Termodinâmica e Processos de Transporte. Em abril de 2019 jubilou-se. Ainda assim, o seu trabalho enquanto investigador continua: todos os dias úteis chega à Faculdade pelas 8h30/9h00. Conheça o percurso do cientista.

3 alunos numa mesa, na semana da sustentabilidade

Neste Dia Mundial do Ambiente recordamos a Semana da Sustentabilidade, organizada por núcleos de estudantes da Faculdade, com o apoio da Associação de Estudantes e do Laboratório Vivo para a Sustentabilidade.

José Guerreiro, docente do Departamento de Biologia Animal e investigador do MARE, iniciou funções esta quinta-feira, dia 1 de junho, como presidente do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Miguel Miranda e a plateia

O professor e geofísico Jorge Miguel Miranda deu a sua última aula na passada sexta-feira, e despediu-se do Instituto Português do Mar e da Atmosfera, laboratório do Estado que presidiu nos últimos dez anos.

pessoas numa sala com computadores

Esta segunda-feira, dia 29 de maio, Ciências ULisboa recebeu a visita de Oksana Zholnovych, ministra da Política Social da Ucrânia, e Miguel Fontes, secretário de Estado do Trabalho. Os governantes visitaram uma turma durante uma ação de formação do programa UPskill, com o intuito de ficar a conhecer melhor este projeto.

12 finalistas do 3 MT

Patrícia Chaves foi distinguida com o segundo lugar, na primeira edição da competição 3MT – Três Minutos de Tese dinamizada pela Universidade de Lisboa. O pódio ficou completo com Catarina Botelho, em primeiro lugar, e Matteo Pisano, em terceiro lugar, ambos do Instituto Superior Técnico. Os nossos parabéns aos vencedores e a todos os finalistas!

Auditório com pessoas

Ciências ULisboa está de parabéns! 100% dos seus ciclos de estudos avaliados no segundo ciclo de avaliação (2017-2022) foram acreditados sem condições, pelo período máximo (seis anos), pela Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES).

Grupo de pessoas

Entre os dias 13 e 17 de março deste ano realizou-se a excursão geológica de campo na Bacia Lusitânica (bacia sedimentar mesozóica na região centro-oeste de Portugal), a pedido da SHELL e organizada pela empresa GeoLogica (Portugal), do geólogo Pedro Barreto, antigo aluno de Geologia da Faculdade.

Jorge Miguel Miranda

No próximo dia 26 de maio, pelas 11h00, terá lugar no Grande Auditório da Faculdade a cerimónia de jubilação de Jorge Miguel Miranda, professor do Departamento de Engenharia Geográfica, Geofísica e Energia na Ciências ULisboa, investigador do Instituto Dom Luís (IDL) e presidente do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

oceano

José Guerreiro, professor do Departamento de Biologia Animal da Ciências ULisboa e investigador do Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE), foi nomeado perito da World Ocean Assessment III junto da Division for Ocean Affairs and the Law of the Sea (DOALOS) – ONU.

Médicos avaliam funções respiratórias de bébe

Carlos Farinha, professor do Departamento de Química e Bioquímica da Ciências ULisboa e investigador principal do grupo de investigação em Fibrose Quística do Instituto de Biossistemas & Ciências Integrativas, foi distinguido com um financiamento de 220 mil USD (€ 204.100,57), pela associação Emily’s Entourage.

Páginas