Entrevista com Daniela Marques Godinho

Algoritmos de aprendizagem automática para deteção de tumores na mama

Novo método premiado durante 12.º Congresso do Comité Português da URSI

Esquema

Esquema representativo do sistema de Imagiologia por Micro-ondas com aplicação aos gânglios linfáticos axilares

DMG

Daniela Marques Godinho recebe o 3.º lugar do Best Student Paper Award do 12.º Congresso do Comité Português da URSI, com a submissão do trabalho "Classificação de sinais de imagem por microondas para auxiliar o diagnóstico do cancro da mama"
Fonte ANACOM

Daniela Marques Godinho, aluna de doutoramento em Engenharia Biomédica e Biofísica de Ciências ULisboa, foi distinguida com o 3.ª lugar do Best Student Paper, edição de 2018, durante o 12.º Congresso do Comité Português da URSI. "Classificação de sinais de imagem por micro-ondas para auxiliar o diagnóstico do cancro da mama" foi o tema do trabalho premiado.

Na entrevista que se segue fique a conhecer o trabalho iniciado durante uma bolsa de investigação da FCiências.ID e quais são os planos da Daniela Marques Godinho para o futuro.

Em que consiste o trabalho alvo de distinção?

Daniela Marques Godinho (DMG) - O trabalho distinguido com este prémio consistiu na apresentação de um novo método que utiliza algoritmos de aprendizagem automática para deteção de tumores na mama. Este método está associado à técnica de Imagiologia por micro-ondas e permite criar imagens complementares (com recurso a algoritmos de aprendizagem automática) às imagens obtidas pelos algoritmos tradicionais de reconstrução e assim reduzir as taxas de falsos negativos e falsos positivos. Este trabalho começou a ser desenvolvido durante uma bolsa de investigação da FCiências.ID antes de iniciar o meu doutoramento e ao qual tem sido dada continuidade em paralelo com o projeto de doutoramento.

Como está a correr o doutoramento? 

DMG - Iniciei o doutoramento em Engenharia Biomédica e Biofísica em março de 2018, sob orientação da professora Raquel Conceição, do IBEB Ciências ULisboa e do professor Carlos Fernandes, do IT IST. O projeto tem como título “Axillary Lymph Node Microwave Imaging (ALN-MWI) to Improve Breast Cancer Diagnosis” e consiste em projetar um sistema para diagnosticar os gânglios linfáticos da zona axilar que são metastizados pelo cancro da mama. A metastização destes gânglios faz parte dos critérios para o estadiamento do cancro da mama e atualmente ainda não existe nenhuma técnica de diagnóstico com sensibilidade e especificidade satisfatórias. Acreditamos que com a Imagiologia de Micro-ondas, uma técnica de baixo custo e não-ionizante, podemos auxiliar este diagnóstico, reduzindo os riscos e custos associados à remoção - muitas vezes desnecessária - de gânglios saudáveis. O projeto encontra-se ainda numa fase inicial, tendo já alguns resultados preliminares da criação de modelos anatomicamente realistas da zona da axila e do desenho e projeção da configuração das antenas que vão emitir e receber os sinais micro-ondas.

Que planos tem para o futuro?

DMG - A área de ensino sempre me atraiu, mas acima de tudo gostaria de continuar envolvida em projetos ligados às tecnologias médicas, que sejam inovadores e que procuram ter impacto e melhorar o bem-estar das pessoas.

“A Daniela é uma excelente aluna, com uma capacidade de trabalho (bem feito) invejável! É muito metódica, organizada e trabalhadora, e muito rapidamente começou a aplicar as ferramentas que aprendeu durante o curso de Engenharia Biomédica numa área nova para ela: a de imagiologia por micro-ondas. É uma motivação para mim poder trabalhar com ela neste projeto no dia-a-dia.”
Raquel Conceição

Ana Subtil Simões, Área de Comunicação e Imagem Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

Um dos Prémios Pfizer de Investigação Básica 2013 foi atribuído ao projeto “Global ENaC Regulators and Potential Cystic Fibrosis Therapy Targets", que tem como investigadora principal Margarida D. Amaral, professora do Departamento de Química e Bioquímica e um dos membros do BioFIG - Centro de Biodiversidade, Genómica Integrativa e Funcional da FCUL.

Rui Santos, Andreia Dias, Ricardo Santos, Dora Inácio e Hugo Ferreira

O conceito do projeto bioM surgiu durante o 2.º semestre de 2012/2013 no âmbito da disciplina Inovação e Transferência de Tecnologias.

João Lin Yun

João Lin Yun distingue-se na área da Física e da Astronomia. No seu currículo, diversidade de atividades organizadas e desenvolvidas dentro do território nacional e fora dele são um marco evidente. Para além da forte aposta na carreira profissional, a vida do professor da FCUL é marcada também pela escrita.

João Lin Yun

“Quando escrevo, há alturas em que as ideias e o material fluem de forma tão espontânea que me surpreendo com o resultado! É como se as personagens tomassem as rédeas e dissessem: ‘quero dizer isto e fazer aquilo!’ E eu limito-me a obedecer-lhes…”, comenta o professor da FCUL, João Lin Yun.

As candidaturas à formação avançada decorrem até 13 de dezembro. Para esta 1.ª edição, que se inicia a 13 de janeiro de 2014, devem ser atribuídas seis bolsas mistas cujos trabalhos decorrem em Portugal e no estrangeiro, com o intuito de desenvolver projetos conjuntos entre países.

Paulo Veríssimo, professor catedrático do DI-FCUL, participou no passado dia 25 de novembro de 2013, no programa "Sociedade Civil", transmitido na RTP2.
 
António Branco

Um dos resultados chave da análise levada a efeito é o de que a língua portuguesa é um dos idiomas para o qual a preparação tecnológica para a era digital é "fragmentária".

Imagem abstrata da  "Philosophy of Science in the 21st Century - Challenges and Tasks"

Durante o evento será lançado o programa doutoral em Filosofia da Ciência, Tecnologia, Arte e Sociedade, recentemente aprovado pela FCT, com a mais elevada classificação: “Exceptionally strong with essentially no weaknesses”.

Rita Cascão

O sucesso do Biobanco-IMM é promovido pelo contínuo aumento de parcerias e colaborações não só com empresas de biotecnologia e unidades de saúde, mas também com institutos de investigação científica e investigadores académicos de ciências básicas, como os investigadores da FCUL.

SIMPLES AZULEJOS

Azulejos quadrados e Matemática

 

Bandeira de Marrocos

Atualmente a equipa prossegue com os trabalhos de correção de falhas e de afinação do CuCo de modo a dar apoio às sete faculdades marroquinas e a prepará-lo também para entrar em operação no DI-FCUL já no próximo ano letivo.

José Afonso

Chama-se galáxia IRAS 08572+3915 e é a mais luminosa do universo local. José Afonso é um dos membros da equipa de astrónomos internacionais, que anunciou recentemente a descoberta. O investigador da FCUL e dirigente do CAAUL é muito otimista quanto ao presente e futuro desta área científica.

Consulte informação adicional aqui.

Bill Fyfe foi um grande amigo de Portugal. Orientou ou coorientou vários doutoramentos de portugueses, acerca de temas relevantes para Portugal e fomentou as ligações científicas entre Portugal-Brasil-Canadá. Em 1990 a Universidade de Lisboa outorgou-lhe o grau de doutor honoris causa.

Uma das consequências do aumento da disponibilidade de fontes laser de maior potência, compactas e a baixo preço é o aumento da sua má utilização.

Circo Matemático

“O objetivo do Circo é mostrar que é possível utilizar resultados matemáticos para produzir resultados espetaculares e para divertir e motivar as pessoas”, explicou o professor da FCUL, Pedro Freitas.

Temos sido pioneiros de muito boas práticas no ensino superior. Uma excelente escola e nós, que cá estamos, sabemos isso. E os alunos também. Os que cá estão e os que já cá estiveram. Mas hoje não chega. Temos que saber responder aos desafios e temos que exportar as nossas mais-valias.

Inscrições 2013/2014

Atualmente estudam na FCUL mais de cinco mil alunos, a maioria conhece bem os cantos da casa centenária, outros nem tanto, por isso é especialmente importante o acolhimento dado durante o arranque do ano letivo, que o digam a Catarina, a Leonor e o Ricardo!

Joaquim Dias

Num planeta com mais de 7000 milhões de pessoas, vão ser necessárias quantidades enormes de alguns recursos naturais que começam a escassear. Chegará em breve a era da mineração submarina? Existe tecnologia adequada? Será possível a mineração em condições de preservar a diversidade natural dos ecossistemas marinhos?

Ana Bastos

Através de diversas atividades práticas vamos aprender qual o papel do sol na dinâmica da atmosfera e do oceano, qual a importância dos oceanos, das calotes polares e da vegetação, como se formam as nuvens e os sistemas meteorológicos, e como funciona o ciclo da água.

Foi a 26 de Outubro que se realizou a Maratona Inter-Universitária de Programação, 2013, (MIUP2013).

Uma das surpresas do Dia Internacional passa pela exposição do concurso de fotografia lançado recentemente e alusivo ao tema “Mobilidade Internacional”.

Maria Inês Cruz

Atualmente, para além do “básico” lápis de grafite com que todos ainda escrevemos, até o desenvolvimento dos carros híbridos está dependente da evolução e extração dos recursos da nossa “casa”.

Susana Custódio

Como é que são gerados os tremores de Terra? E os tsunamis? Como é que nós reconhecemos no terreno a existência de tsunamis antigos? Porque é que na Nazaré vemos ondas tão grandes? Todos estes fenómenos são o reflexo de um enorme dinamismo do nosso planeta.

SCOPUS é também uma ferramenta para estudos bibliométricos e avaliações de produção científica.

Páginas