Visitantes conhecem “bastidores” das empresas

“Estamos cá, podem vir até nós!”

Empresa Outmind trabalha o conceito de marketing sensorial aliado à tecnologia
GCIC - FCUL

Sempre de portas abertas para receber os que trazem boas e consistentes ideias, o Tec Labs – Centro de Inovação da FCUL, celebrou o arranque do novo plano estratégico da instituição com o mesmo espírito: abrindo as portas dos laboratórios das atividades empreendedoras, ali desenvolvidas, à comunidade.
“Entendo que é necessário mostrarmos desagrado face ao atual tecido social, económico e cultural existente mas há o outro lado, a atitude empreendedora. É necessário que todos coloquemos a questão: o que é que nós podemos fazer para mudar o mundo? De que forma inconformada é que podemos atuar para desenvolver projetos diferentes e inovadores? (…) Queremos dar a conhecer um novo espaço, uma nova marca, uma nova estratégia para o Tec Labs e também, claramente, incentivar as pessoas a terem uma atitude diferente face ao empreendedorismo”. O raciocínio pertence a Luís Matos Martins, presidente do Conselho de Administração do Tec Labs, em funções desde maio deste ano.

A viagem pelo mundo do empreendedorismo foi estruturada por forma a surpreender logo à chegada. À espera dos visitantes estavam os colaboradores da empresa OF Produções, promotora de atividades de índole coletivo, cultural e desportivo para diferentes faixas etárias que de forma dinâmica e simpática receberam, encaminharam e mostraram-se disponíveis para dar resposta a qualquer necessidade dos visitantes.
Quem visitou o novo Centro de Inovação da FCUL no passado mês de outubro, pôde fazê-lo por um período de 12 horas, conhecendo as 31 empresas suportadas por laboratórios especializados e de grande potencial científico, assim como os 130 profissionais que nelas trabalham.


Fonte: Tec Labs - Centro de Inovação da FCUL
Legenda: Alunos observam apresentação de marketing sensorial da empresa Outmind

Ana Andrade, de 62 anos, já sabia da existência do centro. Ainda assim, não quis perder a oportunidade de ver de perto o que há muito lhe suscitava interesse. “Não sou desta área e não sei muito sobre o assunto mas este é um tema que me interessa. Vi e ouvi uma explicação breve de todas as empresas mas centrei a minha atenção na Bioalvo. Esta empresa chama-me especialmente à atenção pelo facto de se debruçar sobre a temática do mar e/ou oceano, sendo este um recurso que nós não exploramos muito e deveríamos explorar. Um dos exemplos que me surpreende é o facto de terem ido aos Açores buscar uma determinada matéria para a reproduzir em laboratório passando a ser, automaticamente, uma mais-valia que pode ter várias aplicações desde um creme antirrugas, detergentes ou até em medicamentos anti Parkison”, explicou a visitante.

Outros curiosos estabeleceram como “paragem obrigatória”, no percurso pelo Tec Labs, os laboratórios da Bioalvo. À entrada, Patrícia Calado, representante da empresa portuguesa que maximiza a aplicação de produtos naturais, esclarecia: “Temos bibliotecas de produtos naturais exclusivamente portugueses que são, na maioria, bactérias marinhas. O nosso objetivo é conseguir colocar produtos no mercado, trabalhando em parceria com outras empresas que tenham como ingrediente ativo um produto natural português. O que fazemos é utilizar bactérias que vivem em ambientes marinhos extremos, como sendo exemplo as fontes hidrotermais, neste caso, perto da região dos Açores. Recolhemos amostras a partir das quais isolamos as bactérias marinhas já nos nossos laboratórios”.

Passando a porta do laboratório, os visitantes puderam assistir à atividade que ali estava a ser desenvolvida pelos colaboradores. “Temos um carinho especial por um destes ingredientes, o refirmarine, chamamos-lhe o “botox marinho” porque é um ingrediente derivado de uma bactéria portuguesa que tem atividade antirrugas. Está neste momento a ser desenvolvido para ser incorporado num creme”, explicou Patrícia Calado.

Dos produtos naturais para o marketing sensorial, muitos foram os que ficaram atentos à atividade da empresa Outmind. Como elemento representativo do seu trabalho, a empresa apresentou um projeto inovador em 4D, traduzido numa televisão capaz de proporcionar experiências sensoriais ao público. Atentos à imagem emitida, os visitantes foram surpreendidos com fumo a sair da TV enquanto o ator da publicidade fumava, com um líquido a ser vertido num copo enquanto alguém servia uma bebida no filme e foram até seduzidos pelo aroma de café e bolos de chocolate libertado pelo ecrã, entre outras situações ilustrativas que tiveram um efeito surpresa em todos os que por ali passavam.

“Trabalhamos o conceito do marketing sensorial aliado à tecnologia. O trabalho que aqui apresentamos serve para cativar a atenção das pessoas que circulam, principalmente aquelas que estão junto a um ponto de venda para que assim se ajude a potenciar as vendas”, esclareceu José Gomes da equipa Outmind.

No BioFIG - Centro para a Biodiversidade Genómica Integrativa e Funcional, uma unidade de I&D da FCUL instalada no Tec Labs, os visitantes observaram os aparelhos tecnológicos utilizados para o desenvolvimento de investigações na área da Biologia e Microbiologia e ouviram esclarecimentos quanto às políticas de suporte às empresas aqui desenvolvidas.

“As empresas que necessitem têm acesso aos materiais existentes no laboratório e aos próprios consumíveis (procedendo ao registo de utilização). Quer na fase da prova de conceito, quer na fase de arranque, as jovens empresas ou aquilo que vão ser futuras empresas, podem aqui testar as suas ideias em ambiente laboratorial. Se têm sucesso, depois estabilizam-se e adquirem o seu material mas na fase inicial não têm que fazer o investimento, às vezes brutal do ponto de vista financeiro, para poderem testar uma metodologia que depois pode até nem ser o seu modelo de negócio”, declarou, Rogério Tenreiro, professor do Departamento de Biologia Vegetal da FCUL e coordenador de um dos grupos de investigação daquela unidade.

 
Fonte: Imagem cedida por Tec Labs - Centro de Inovação da FCUL
Legenda: Contacto directo com os produtos das empresas, no Open Day

O dia do lançamento oficial da marca foi ainda assinalado por uma sessão de apresentação do novo plano estratégico da instituição, reforçando a projeção nacional e internacional que a administração estipula como um dos objetivos principais para fomentar, cada vez mais, atividades e negócios entre as partes envolvidas.
Para além da equipa dirigente do Tec Labs, houve oportunidade de ouvir alguns dos representantes das entidades associadas a esta instituição como foi o caso do diretor da FCUL, J.M. Pinto Paixão e da vereadora da Câmara Municipal de Lisboa, Graça Fonseca.

Sobre a importância deste centro para a capital e da contínua aposta na melhoria das atividades a que se propõe, Graça Fonseca reforçou: “O que nós queremos em Lisboa é ter uma rede de espaços de incubação, como este, que possam funcionar de forma complementar entre si. (…) É nessa perspetiva que vemos esta transformação, são exatamente projetos e espaços como este, que apoiam quem tem uma ideia e quem tem a ousadia de arriscar hoje em dia, abrindo um negócio, uma empresa que nós precisamos!”.

João Remondes e Davis Gouveia, membros da Startup Lisboa marcaram presença no Open Day com o intuito de criar sinergias e potenciar negócios. “Viemos ver esta remodelação e perceber um pouco como é a nova dinâmica. Acho que acima de tudo, este centro é importante pela promoção da ciência e das novas tecnologias dentro da área do empreendedorismo, o que é fulcral. Consideramos que esta é uma forma de cativar outras empresas a vir para Portugal e, estando no meio académico e no meio empresarial, é a melhor forma de o conseguir”, disseram, felicitando a iniciativa.

Dos visitantes interessados, mas distantes das matérias relacionadas com o empreendedorismo, aos profissionais da área, os dois pisos das instalações preencheram-se de curiosidades e outras tantas dúvidas. A intenção da iniciativa manter-se-á, tal como o presidente do Conselho de Administração do Tec Labs sublinhou: “Queremos passar a mensagem de que estamos cá, podem vir até nós!”.

 

Empresas pertencentes ao Tec Labs – Centro de Inovação da FCUL:
Aqua Food  | Bioalvo | Biopremier | Biosurfit | Fytozimus | Ega | Escola De Mar | LumiSense | ICTE | Prewind | SDSIL | Fluiddo Interactive | Outmind | Peopleware | Speedges | AAVANZ | Associação Portuguesa de Dietistas  | BIZ4U | Make it Bizz | Gesengue | Lusitanicus | OF Produções | Ortik | Other Signs | PAR – Respostas Sociais| Science4you | Upaje | We Value

 

 

Raquel Salgueira Póvoas, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura da FCUL
info.ciencias@fc.ul.pt
Miguel Miranda e a plateia

O professor e geofísico Jorge Miguel Miranda deu a sua última aula na passada sexta-feira, e despediu-se do Instituto Português do Mar e da Atmosfera, laboratório do Estado que presidiu nos últimos dez anos.

pessoas numa sala com computadores

Esta segunda-feira, dia 29 de maio, Ciências ULisboa recebeu a visita de Oksana Zholnovych, ministra da Política Social da Ucrânia, e Miguel Fontes, secretário de Estado do Trabalho. Os governantes visitaram uma turma durante uma ação de formação do programa UPskill, com o intuito de ficar a conhecer melhor este projeto.

12 finalistas do 3 MT

Patrícia Chaves foi distinguida com o segundo lugar, na primeira edição da competição 3MT – Três Minutos de Tese dinamizada pela Universidade de Lisboa. O pódio ficou completo com Catarina Botelho, em primeiro lugar, e Matteo Pisano, em terceiro lugar, ambos do Instituto Superior Técnico. Os nossos parabéns aos vencedores e a todos os finalistas!

Auditório com pessoas

Ciências ULisboa está de parabéns! 100% dos seus ciclos de estudos avaliados no segundo ciclo de avaliação (2017-2022) foram acreditados sem condições, pelo período máximo (seis anos), pela Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES).

Grupo de pessoas

Entre os dias 13 e 17 de março deste ano realizou-se a excursão geológica de campo na Bacia Lusitânica (bacia sedimentar mesozóica na região centro-oeste de Portugal), a pedido da SHELL e organizada pela empresa GeoLogica (Portugal), do geólogo Pedro Barreto, antigo aluno de Geologia da Faculdade.

Jorge Miguel Miranda

No próximo dia 26 de maio, pelas 11h00, terá lugar no Grande Auditório da Faculdade a cerimónia de jubilação de Jorge Miguel Miranda, professor do Departamento de Engenharia Geográfica, Geofísica e Energia na Ciências ULisboa, investigador do Instituto Dom Luís (IDL) e presidente do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

oceano

José Guerreiro, professor do Departamento de Biologia Animal da Ciências ULisboa e investigador do Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE), foi nomeado perito da World Ocean Assessment III junto da Division for Ocean Affairs and the Law of the Sea (DOALOS) – ONU.

Médicos avaliam funções respiratórias de bébe

Carlos Farinha, professor do Departamento de Química e Bioquímica da Ciências ULisboa e investigador principal do grupo de investigação em Fibrose Quística do Instituto de Biossistemas & Ciências Integrativas, foi distinguido com um financiamento de 220 mil USD (€ 204.100,57), pela associação Emily’s Entourage.

Filipa Rocha

A estudante de doutoramento na Ciências ULisboa e professora assistente no IST desenvolveu um sistema que utiliza blocos tangíveis para promover a aprendizagem digital inclusiva para crianças com deficiência visual, ensinando assim literacia digital e eliminando barreiras educativas.

cérebro

O primeiro grande modelo de Inteligência Artificial generativa para a língua portuguesa, para cada uma das variantes, do Brasil e de Portugal, gratuito, em código aberto e com acesso universal está disponível desde este mês e tem 900 milhões de parâmetros. "Trata-se de um marco histórico muito importante na preparação tecnológica da língua portuguesa para a era digital", diz António Branco, professor do DI Ciências ULisboa.

Joaquim Alvez Gaspar

Encontra a resposta a esta pergunta na exposição final do projeto Medea-Chart - As Cartas Náuticas Medievais e Renascentistas: origem, uso e evolução, inaugurada a 18 de maio, no Instituto Hidrográfico e em exibição até setembro deste ano. Joaquim Alves Gaspar, investigador principal do projeto, efetuou uma visita guiada à exposição.

Grande auditório com pessoas

A ULisboa é uma das melhores universidades portuguesas, segundo o portal Research.com, com 131 cientistas entre os mais influentes, dos quais 29 dizem respeito a investigadores, cujo trabalho tem sido realizado na Faculdade e nas suas unidades de investigação.

Rosto de Patrícia Chaves

Patrícia Chaves, atualmente no 3.º ano de doutoramento em Ciências ULisboa, está entre os 12 finalistas da primeira edição da competição Três Minutos de Tese – 3MT ULisboa. A final tem lugar a 30 de maio, às 18h30, no Museu Nacional de História Natural e da Ciência da ULisboa. Patrícia Chaves está atualmente no 3.º ano do programa de doutoramento Biologia e Ecologia das Alterações Globais.

tejadilho de uma carro com paineis solares

Uma equipa de investigadores do Departamento de Engenharia Geográfica, Geofísica e Energia e do Instituto Dom Luiz, está a recrutar voluntários para uma campanha de ciência cidadã, cujo objetivo é estimar o potencial da mobilidade solar, utilizando os próprios veículos. A campanha decorre no âmbito do projeto “Solar Cars”.

telescópio

Um grupo de cientistas da Ciências ULisboa e da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, membros do CENTRA - Centro de Astrofísica e Gravitação, participam no desenvolvimento do Mid-infrared ELT Imager and Spectrograph (METIS), um poderoso instrumento que vai equipar o maior telescópio do mundo - o Extremely Large Telescope (ELT) – em construção pelo European Southern Observatory (ESO) em Armazones, Chile.

logotipo simpósio

O simpósio internacional sobre “Os impactos humanos na conetividade funcional dos ecossistemas marinhos” realiza-se entre 22 e 25 de maio, no Cineteatro Municipal João Mota, em Sesimbra. Mais de 100 investigadores, gestores marinhos e políticos de 30 países de todo mundo partilham as últimas descobertas na temática e discutem as políticas de gestão e preservação destes ecossistemas.

Sala de reuniões com várias pessoas sentadas

Volker Mehrmann esteve na Ciências ULisboa, em outubro de 2022, para participar na reunião do Comité Executivo da EMS, que pela primeira vez ocorreu em Portugal. “A comunidade matemática portuguesa orgulha-se de, ao longo das últimas décadas, ter colocado com cada vez maior intensidade e reconhecimento Portugal no mapa da Matemática europeia e mundial”, diz Jorge Buescu, professor do Departamento de Matemática da Ciências ULisboa, vice-presidente da EMS, presente nestas reuniões desde 2018.

imagem com linhas e ligações luminosas

O Centro de Matemática, Aplicações Fundamentais e Investigação Operacional em conjunto com o Centro de Estudos de Gestão do Instituto Superior Técnico tem vindo a organizar a série "Workshop on Combinatorial Optimization". A 4.ª edição do evento terá lugar no próximo dia 8 de maio, em formato online.

3 pessoas a mostrar uma capa da Faculdade com o protocolo dentro

Realizou-se esta quarta-feira, dia 3 de maio, a assinatura da adenda ao acordo de cooperação do “UPskill - Digital Skills and Jobs”, um programa que aposta na requalificação de pessoas desempregadas ou em situação de subemprego, nas várias áreas das TIC. No âmbito deste acordo, a Faculdade irá participar como entidade formadora.

chuteira e uma bola de futebol

Em 2022, 23 alunos da Ciências ULisboa foram distinguidos com medalhas desportivas, em cerca de 50 provas de competições universitárias, nacionais e internacionais, nas modalidades karaté, taekwondo, judo, atletismo e natação, alcançando resultados de excelência.

mamífero toirão

O novo Livro Vermelho dos Mamíferos de Portugal Continental, apresentado esta terça-feira, atualiza o conhecimento sobre as espécies de mamíferos terrestres e marinhos da fauna de Portugal Continental e faz uma revisão dos estatutos de ameaça das espécies.

conjunto de pessoas - foto de grupo dos participantes

Nos dias 11 e 18 de março, realizaram-se no Departamento de Química e Bioquímica as semifinais das Olimpíadas de Química + e Júnior, respetivamente.

menina a escrever num papel com formulas matemáticas

Professores da Ciências ULisboa integraram equipas da Direção Geral de Educação, criadas para definir as aprendizagens essenciais para a Matemática do Ensino Secundário.

4 investigadores

Quatro investigadores do Centro de Ciências do Mar e do Ambiente estiveram embarcados em expedições oceanográficas no Oceano Atlântico e Oceano Austral, com o objetivo de estudar os processos biogeoquímicos do oceano.

foto de grupo com mulheres homenageadas

O quarto volume do livro “Mulheres na Ciência”, editado pela Ciência Viva, conta com retratos de 101 cientistas portuguesas de diferentes gerações e áreas do conhecimento científico, onze delas investigadoras na Ciências ULisboa.

Páginas