FCUL no mundo do trabalho

“Aprender fazendo”

Imagem cedida por Rafael Soledade

Portal de Emprego da FCUL

Investir na inserção profissional dos alunos de Ciências é uma das fortes apostas da FCUL. Para isso, a Faculdade dispõe de um serviço de apoio na ligação entre os mundos empresarial e académico - o Portal do Emprego.Aqui, os alunos e os alumni da FCUL encontram oportunidades criadas por empresas inscritas na rede e cujo ramo de atividade contemple as áreas de formação da FCUL.
Para fazer parte deste portal, é necessário fazer o registo na página http://emprego.fc.ul.pt/. Depois, cada utilizador fica responsável pela gestão do seu perfil pessoal, bem como pela disponibilização do seu currículo e pela respetiva candidatura às ofertas. Para qualquer apoio necessário, existe uma equipa pronta a ajudar através de contacto presencial, ou por email emprego@fc.ul.pt ou telefone 21 750 00 00 (ext.: 25336).Bom trabalho!

Foi há cerca de um ano e meio que Rafael Soledade aceitou o desafio: combinar a formação académica com a atividade profissional. Em setembro de 2012, o aluno do Departamento de Informática da FCUL iniciava o estágio curricular na Accenture, empresa de consultoria global de gestão, serviços de tecnologia e outsourcing. O objetivo? Desenvolver a tese de mestrado em Engenharia Informática centrada na “Solução integrada de reconhecimento de veículos através de métodos baseados em vídeo”.

O tema surgiu em resposta à “baixa automatização no reconhecimento de matrículas nos Estados Unidos da América”. Assim, o projeto partiu da perceção de que, atualmente, “a validação automática dos dados de um veículo que passe num ponto de portagem eletrónico - onde é tirada uma foto ao veículo para depois serem enviados os dados de pagamento, ao invés da tradicional cobrança de portagem paga na hora -, é feito através de algoritmos de reconhecimento dos caracteres (OCR) presentes na imagem da matrícula” e, por isso, “o projeto consistiu essencialmente em desenvolver um método alternativo a este, chamado fingerprinting de imagens, que permite ter taxas de sucesso mais elevadas no reconhecimento e validação da matrícula, pois a identificação é feita com base em pontos de interesse visuais detetados na imagem”, explicou o informático.

O trabalho desenvolvido contribuiu para a abertura de um nicho de mercado já que, como explica o aluno, “[para além da diferenciação face à concorrência em relação ao] módulo de fingerprinting utilizado, trata-se de uma tecnologia state-of-the-art, ainda com muito poucas soluções implementadas a nível mundial. Neste campo, somos pioneiros”. A importância do projeto reforçou-se com a sua venda a um cliente nos EUA.

“Aprender fazendo”

Levado a cabo durante nove meses, a metodologia de trabalho centrou-se na leitura de documentação, desenho, implementação e realização de testes. Durante o processo, a fase de investigação e leitura de documentação bem como a fase de otimização do algoritmo, foram as principais dificuldades sentidas pelo aluno.

Para lá das dificuldades, o aluno enfatiza as diferentes aprendizagens adquiridas, como sendo o contacto com diversas frameworks e bibliotecas e o conhecimento de novas metodologias de planeamento de tarefas. Foi também neste contexto, o do “mundo do trabalho”, que Rafael aprendeu a importância de uma das “velhas máximas” dos professores- “isto vai ser-vos muito útil!” -, uma vez que, como contou, “o principal desafio de toda a experiência foi o contacto com as frameworks Java com que tive de trabalhar, pois implicou ter de relembrar e aplicar toda uma série de conceitos teóricos que aprendi durante o curso e que, de forma errada, muitas vezes achamos que não nos serão mais úteis após sairmos da faculdade”. Desta forma, afirma não ter dúvidas quanto à importância dos ensinamentos apreendidos em Ciências: “foi devido às bases de conhecimento que adquiri na FCUL que consegui por em prática tudo aquilo que foi proposto no decorrer do projeto. Caso contrário, a experiência teria sido muito menos positiva em todos os aspetos”.

Oportunidades à vista

Interessado, colaborante e sistemático. Estes são os adjetivos que, para António Ferreira, professor do DI-FCUL e orientador desta tese, melhor definem Rafael Soledade. Sobre a oportunidade “agarrada” pelo aluno, o professor reforça: “este caso de sucesso mostra as virtudes da simbiose entre a universidade e o meio empresarial, mesmo que por tempo limitado à duração da unidade curricular de dissertação/projeto em Engenharia Informática, e pode servir de base para inspirar futuros alunos do mestrado em Engenharia Informática e a comunidade académica em geral”. A mesma opinião é partilhada pelo aluno, que acrescenta: “(…) esta ligação [permite] esclarecer e desmistificar algumas ideias erradas que os alunos muitas vezes têm sobre o mundo do trabalho”.

Depois de entregar a tese, avaliada com 19 valores, o aluno foi admitido na empresa Accenture e continua a trabalhar no mesmo projeto, com a mesma equipa.

Futuramente o estudante gostaria de “experimentar outras realidades”, para lá das indústrias das portagens. No entanto, a nível técnico, é com as tecnologias Java que pretende trilhar o seu caminho.

Aos colegas da FCUL, Rafael Soledade deixa o conselho: “não tenham medo de concorrer a uma tese inserida num contexto empresarial. É uma experiência enriquecedora, irão ter contacto com tecnologias novas muito específicas a este meio e é ainda uma excelente oportunidade de enriquecerem o vosso currículo”.

Raquel Salgueira Póvoas, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura da FCUL
info.ciencias@fc.ul.pt
Ana Bastos

Através de diversas atividades práticas vamos aprender qual o papel do sol na dinâmica da atmosfera e do oceano, qual a importância dos oceanos, das calotes polares e da vegetação, como se formam as nuvens e os sistemas meteorológicos, e como funciona o ciclo da água.

Foi a 26 de Outubro que se realizou a Maratona Inter-Universitária de Programação, 2013, (MIUP2013).

Uma das surpresas do Dia Internacional passa pela exposição do concurso de fotografia lançado recentemente e alusivo ao tema “Mobilidade Internacional”.

Maria Inês Cruz

Atualmente, para além do “básico” lápis de grafite com que todos ainda escrevemos, até o desenvolvimento dos carros híbridos está dependente da evolução e extração dos recursos da nossa “casa”.

Susana Custódio

Como é que são gerados os tremores de Terra? E os tsunamis? Como é que nós reconhecemos no terreno a existência de tsunamis antigos? Porque é que na Nazaré vemos ondas tão grandes? Todos estes fenómenos são o reflexo de um enorme dinamismo do nosso planeta.

SCOPUS é também uma ferramenta para estudos bibliométricos e avaliações de produção científica.

Na cobertura dos edifícios da Universidade de Lisboa foi recentemente instalada a maior central fotovoltaica da cidade de Lisboa. Para além da bela vista sobre o Jardim do Campo Grande, vamos poder apreciar os desafios e o potencial dos telhados urbanos para produção de eletricidade solar.

A empresa SISCOG – Sistemas Cognitivos, SA, procura candidato para integrar a sua equipa.

J. A. Quartau

Na verdade, considerando apenas as abelhas, se estas fossem recompensadas pelo seu trabalho na polinização dos pomares e de outras plantas cultivadas, teríamos que lhes pagar como fatura anual global pelo menos setenta mil milhões de euros, a que seria ainda necessário adicionar várias centenas de milhões pelos lucros adicionais com a produção de mel e de cera.

Livre acesso a trabalhos dos cientistas laureados com o Prémio Nobel 2013

Palmira Carvalho, Raquel Barata e David Felismino

O Jardim Botânico deve, mais do que nunca e no futuro, ser encarado como um espaço de coesão urbana, fundamental e complementar ao espaço edificado e à sua articulação com a envolvente, em termos ecológicos, estéticos, culturais, históricos, sociais e económicos.

As aulas de Projeto Empresarial começam em fevereiro de 2014. Enquanto o 2.º semestre não chega, a FCUL desafia os alunos a testarem ideias no passatempo do Tec Labs Centro de Inovação da FCUL e quem sabe participar na 2.ª edição do YA Bootcamp.

8 de Novembro no GeoFCUL. Campo Grande, Lisboa.

Torre meteorológica

Para comemorar o seu aniversário, o IDL organizou uma pequena exposição com o título “160 anos do IDL: 150 anos do Observatório” a decorrer até ao dia 22 de novembro, no hall do edifício C6 da FCUL.

É fundamental que cada jovem se assuma como gestor da própria carreira, devendo ser dinâmico e proativo no que toca à sua inserção profissional.

Dynamics of calcite cementation

Conferência dia 14 de Novembro, 16h00, sala 6.1.36, C6, FCUL, Campo Grande, Lisboa.

Some scientific events are being organized by CIO's members.

To get a detailed list of those events and more informations, click here!

Para pesquisa de ofertas de emprego na área de Estatística consultar site:www.statjob.com

 

Nos termos previstos no Regulamento das Bolsas de Investigação do IHMT, informa-se que se encontra publicitado nos sites da FCT e do IHMT, o Edital do concurso para atribuição de uma

A FCUL vai ser representada pelas equipas Bytech e StackTracers compostas por alunos do segundo ano da licenciatura em Engenharia Informática.

Collapse Caldera Systems

Conferência no dia 28 de Outubro, 17h00, Edifício C6, FCUL, Campo Grande, Lisboa.

Teresa Chambel

“Multisensory Mixed Reality with Smell and Taste” é o título da palestra do orador convidado Adrian Cheok, professor de Pervasive Computing, na City University London, no Reino Unido.

A Corda Pelo Botânico

O encontro estava marcado para sábado, 19 de Outubro, pelas 16h para começar a esticar mais de 1 km de corda desde a Praça da Alegria e do jardim do Príncipe Real até ao Jardim Botânico.

Páginas