Lições de Professores Cientistas

Relógios de Bolso
Unsplash - Alex Guillaume

‘Lições de Professores Cientistas’ - um repositório digital de cursos e apontamentos de antigos Professores da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL).

 

No ano que em Ciências-ULisboa completa 110 anos, relembramos e honramos alguns daqueles que fizeram com que a nossa Faculdade continue a ser uma referência de rigor e qualidade científica. A Direção da Faculdade de Ciências associa-se ao projeto ‘Lições de Professores Cientistas’, um projeto da autoria das Professoras Ana Nunes do Departamento de Física e Ana Simões do Departamento de História e Filosofia das Ciências, e que promove o conhecimento de obras pedagógicas de professores marcantes da nossa Escola.”

Direção de Ciências ULisboa, 19 de abril de 2021.

 

Apresentação

Esta página é lançada no ano em que se cumpre o 110.º aniversário da FCUL como contribuição para a devida celebração, e com um título que evoca o de dois livros coordenados por uma de nós por ocasião do 90.º e do 100.º aniversários - Memórias de Professores Cientistas e Novas Memórias de Professores Cientistas.

 A alusão é ela própria uma ponte com o passado mais recente, mas é também a inscrição desta iniciativa num propósito de registo da memória da FCUL e, assim, de contributo para a sua História. Por outro lado, muitos destes cursos mantêm o seu interesse como materiais pedagógicos, que através desta página são disponibilizados a toda a comunidade lusófona.

Começamos com um conjunto de notas de vários cursos lecionados no último quartel do século XX pelos Professores Andrade e Silva, Noémio Marques e Vassalo Pereira, todos eles ligados ao Departamento de Física, de onde partiu a ideia deste projeto, inspirado nas iniciativas pioneiras do Departamento de Matemática. Uma seleção das obras de Sebastião e Silva e de Almeida e Costa, disponível há vários anos na página do Departamento de Matemática, passa a estar também acessível a partir deste repositório. Mas a ambição é poder contar com a colaboração de colegas de todos os departamentos para criar uma plataforma que represente todas as áreas da FCUL. Neste sentido, a equipa e o próprio projeto estão totalmente abertos, convidando-se todos os interessados na ideia a entrar em contacto connosco.   

Numa famosa cena do filme Roma de Fellini, os trabalhos do metro da cidade levam à descoberta de uma vila romana soterrada, decorada com frescos perfeitamente preservados, mas que desaparecem em poucos segundos ao entrar em contacto com o ar. Não nos ocorre melhor metáfora para os riscos, e os paradoxos, de um olhar sobre o passado. Os paradoxos são incontornáveis, mas para reduzir ao máximo a nossa interferência optámos sempre que possível por digitalizar, sem edição, documentos autógrafos ou revistos pelos autores, acompanhados de breves notas biográficas.

Tendo ingressado na FCUL como estudantes de Física em outubro de 1976, ainda nas instalações da Rua da Escola Politécnica, ambas participámos, ao longo da nossa formação e carreira profissional, em quase metade dos seus 110 anos de vida. Este projeto tem por isso uma vertente assumidamente pessoal, que se junta à vontade, nesta viragem de século, de passar o testemunho da nossa geração sobre o que foi a Escola num passado recente.

Por isso, é um projeto virado sobretudo para o futuro - um futuro em que a FCUL continuará a estar presente.

 

Ana Nunes e Ana Simões

19 de abril de 2021