Ensino multidisciplinar

Duas empresas. Cinco universidades. O mesmo desafio

Fotografia de alunos a andarem, junto ao C8
Eliseu Furtado

A FCUL, com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras, cria e participa no programa de estudos avançados em Geo-Engenharia de Reservatórios Carbonatados, promovido pela Galp Energia e Petrobas.

Os reservatórios carbonatados, em geral, e os reservatórios de hidrocarbonetos em águas profundas, em especial, representam uma nova e muito relevante fronteira da indústria petrolífera internacional, com importante potencial económico. Neste contexto, a Galp Energia e a Petrobas decidiram promover o lançamento de uma pós-graduação visando a formação avançada de quadros (geólogos, geocientistas e engenheiros), dotando-os de competências multidisciplinares diferenciadoras no domínio dos reservatórios carbonatados. Esta iniciativa poderá também vir a ser o embrião de projetos de investigação conjuntos entre as duas empresas e as instituições científicas dos dois países.

Neste contexto, o Instituto Superior Técnico, a FCUL, a Universidade de Aveiro, a Universidade Estadual de Campinas e a Universidade Estadual Paulista, com a Galp Energia e a Petrobas, criaram em cooperação o diploma de estudos avançados em Geo-Engenharia de Reservatórios Carbonatados. Trata-se de um curso de formação avançada, não conferente de grau académico, cuja conclusão com aprovação dá lugar à atribuição de um diploma de estudos avançados em Geo-Engenharia de Reservatórios Carbonatados com menção conjunta às universidades envolvidas. No passado dia 13 de dezembro de 2011 celebraram-se, simultaneamente em Lisboa e no Rio de Janeiro, os acordos formais ao alto nível entre as duas empresas e as cinco instituições de ensino superior, concretizando uma iniciativa de natureza e dimensão pouco comuns, que vai seguramente marcar uma nova etapa do ensino e investigação na área do petróleo em Portugal.

A primeira edição do curso realiza-se já em 2012. O curso é antecedido por uma fase de nivelamento de conhecimentos fundamentais, que se justifica pelas diferentes formações de base dos formandos. O programa completo prevê 840 horas de aulas e, para efeitos de prossecução de estudos com vista a dissertação de doutoramento, dará equivalência ao primeiro ano de um programa doutoral nas universidades portuguesas envolvidas.

A participação da FCUL, sob responsabilidade de Ana Cristina Azerêdo, docente do Departamento de Geologia e investigadora do Centro de Geologia, incidirá sobre Geologia dos Reservatórios Carbonatados e Trabalho de campo na Bacia Lusitânica, além de módulos da fase de nivelamento.

Ana Cristina Azerêdo, Departamento de Geologia e Centro de Geologia da FCUL
acazeredo@fc.ul.pt

Pedro Veiga, Luís Correia e Teresa Chambel, professores do Departamento de Informática (DI) de Ciências, participaram no primeiro E-Tech Portugal, ocorrido no início de junho de 2016, em Setúbal.

A racionalidade (homem racional) é inalcançável, porque a escolha ótima (identificada a maior parte das vezes com a utilidade máxima individual) é demasiado perfeita. Em vez disso, a maior parte dos homens (agentes económicos) adota um programa interdisciplinar dirigido para a “inteligência”, e frequentemente apoiado em decisões feitas à pressa, com informação contraditória, incompleta ou em excesso, e, também, rodeada por turbulências sociais, financeiras e políticas. No entanto, no tempo de Simon, foram os modelos econométricos e matemáticos que levaram a melhor!

De acordo com o comunicado de imprensa emitido pela faculdade esta segunda-feira, para os investigadores a identificação de novos alvos moleculares é essencial para definir estratégias terapêuticas cada vez mais robustas nos doentes com fibrose quística. Entrevista com Carlos Farinha.

“A Química e os segredos de um chocolate perfeito”, “Olhando os átomos”, “A diversidade escondida dos oceanos: do microscópio ao DNA” e “As bactérias e a resistência a antibióticos” são só alguns exemplos dos projetos disponíveis no âmbito do

A Galeria Ciências é um espaço recente, dinâmico, polivalente, com grandes potencialidades.

O que fazem e o que pensam alguns membros da comunidade de Ciências? O sétimo Dictum et factum é com José Pica, assistente técnico do Departamento de Biologia Vegetal de Ciências.

Crónica de Fernando Barriga e Sofia Martins, investigadores do IDL Ciências, em missão oceanográfica no Atlântico - TAG hydrothermal field.

A 2.ª corrida de carros solares tripulados em Portugal ocorre este sábado, 9 de julho de 2016, entre as 10h00 e as 14h00, no campus da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.

Gerson Miguel da Silva Lobo, estudante do 2.º ano do mestrado de Bioquímica, faleceu a 26 de junho de 2016. A Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa lamenta o triste acontecimento, apresentando as condolências aos familiares, amigos e colegas do Gerson Lobo.

A gestão das preferências tornou-se numa facilidade ao dispor do projetista e do programador, e o planeamento (relacionado com as ações ao longo do tempo) é capaz de transformar um problema como se de otimização se tratasse, sujeito a restrições, a objetivos múltiplos e a efeitos probabilísticos das ações.

Crónica de Fernando Barriga e Sofia Martins, investigadores do IDL Ciências, em missão oceanográfica no Atlântico - TAG hydrothermal field.

Galopim de Carvalho, um dos geólogos mais famosos de Portugal, natural de Évora, com quase 85 anos, regressa à Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa no próximo dia 27 de junho.

2016 está a ser um ano em cheio para alguns estudantes empreendedores e é essa a essência de que é feita a Júnior Empresa Ciências, que está agora a dar os primeiros passos.

Crónica de Fernando Barriga e Sofia Martins, investigadores do IDL Ciências, em missão oceanográfica no Atlântico - TAG hydrothermal field.

Em Londres, junto a St. Pancras´s International, está próximo de nascer um polo que agrupa a Google (e a DeepMind), o Francis Crick Institute, o Alan Turing Institute e a British Library (…) O arquiteto visa promover interações com serendipidade entre investigadores de terrenos divergentes.

Crónica de Fernando Barriga e Sofia Martins, investigadores do IDL Ciências, em missão oceanográfica no Atlântico - TAG hydrothermal field.

O que fazem e o que pensam alguns membros da comunidade de Ciências? O sexto Dictum et factum é com Inês Andrade, assistente técnico do Departamento de Biologia Animal de Ciências.

Um estudo publicado na revista internacional de conservação Oryx indica que a legislação e a proteção nas praias são insuficientes para travar a captura e o consumo ilegal de tartarugas marinhas em Cabo Verde.

Crónica de Fernando Barriga e Sofia Martins, investigadores do IDL- Ciências, em missão oceanográfica no Atlântico - TAG hydrothermal field.

A missão oceanográfica M127 iniciada a 25 de maio, em Bridgetown, Barbados, acontece a bordo do navio oceanográfico alemão RV METEOR e deverá terminar a 28 de junho de 2016, em Ponta Delgada.

José Guerreiro, professor da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e coordenador da MARE STARTUP e Sónia Ribeiro, professora da Universidade Católica Portuguesa, apresentam o programa de apoio ao empreendedorismo na área do mar durante a Oceans Business Week.

InovCarbon, Janus e o BreatheBio são os vencedores da segunda edição da Call for Projects do ScienceIN2Business.

Nos últimos anos a saída de quadros superiores seniores e de cientistas de Portugal acompanhou uma grande vaga de emigração, sobretudo para a Europa.

O tema deste ano é “A ciência não é só dos cientistas”.

Se a última Noite de Ciências foi dedicada ao Trânsito de Mercúrio e ao sistema solar, em maio é a vez do bosão de Higgs ganhar destaque.

Páginas