2013 Ano Internacional da Estatística

Um olhar sobre as Estatísticas da Educação e Ciência

Rosto de Luísa Canto e Castro Loura
Luísa Canto e Castro Loura

Gostaria de partilhar convosco a minha experiência de pouco mais de ano e meio na “casa” das Estatísticas da Educação e Ciência, convidando-vos para me acompanharem numa visita virtual pelos seus espaços e recantos.

Aqui, estas primeiras salas, são as da gestão dos sistemas de informação. Todo o equipamento tecnológico tem de estar em perfeitas condições e todos os protocolos de comunicação de dados têm de estar afinados para acolher os registos com informação detalhada sobre os alunos e docentes de todas as escolas e de todos os outros organismos responsáveis pela educação e formação. Há um trabalho contínuo de validação e comunicação com as escolas para garantir a qualidade dos dados recolhidos.
Livros e giz
Fonte: iStockphoto.com
Legenda: Através da página da DGEEC já é possível aceder a algumas estatísticas  que se encontram com acesso livre

Passemos agora para o grande espaço onde estão as equipas que se dedicam aos apuramentos e organização dos dados. A azáfama é grande porque são muitos os pedidos da tutela – quantos alunos temos no ensino secundário, por ano e modalidade, em cada uma das NUTS III? Qual a percentagem de docentes doutorados em cada instituição do ensino superior? Como se distribuem geograficamente os alunos com necessidades educativas especiais? Como evoluiu o número de inscritos no 1.º ano, 1.ª vez, em licenciaturas da área das Artes e Humanidades? – É aqui também que se desenvolvem e aplicam todos os algoritmos de pesquisa e validação para apuramento das estatísticas oficiais da educação. A Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC) é a entidade delegada do INE e, como tal, tem na sua missão garantir a boa articulação com este organismo, cumprindo com o código de conduta para as Estatísticas Europeias e disponibilizando nos prazos acordados todos os indicadores estatísticos da Educação, da Ciência, da Inovação e da Sociedade de Informação.

Por falar em Ciência, Inovação e Sociedade de Informação, olhemos agora para o que têm em mãos as equipas responsáveis por essas áreas. Aqui, estão a finalizar a análise dos dados reportados por empresas e instituições, no âmbito do IPCTN, quanto à sua atividade em I&D durante 2011 (que impactos terá tido a crise financeira?) enquanto, ao lado, já se prepara o novo inquérito a lançar muito em breve. E há também o inquérito aos Doutorados (CDH) e o inquérito sobre o uso dos recursos TIC pelas entidades públicas, a participação em projetos comunitários sobre Inovação e sobre indicadores bibliométricos e, ainda, a coordenação e publicação do relatório sobre Sociedade da Informação em Portugal.

Bastante recolhida, lá mais ao canto, está a equipa dos estudos. Os projetos em curso são, essencialmente, dedicados à análise estatística de alguns dos dados coligidos na DGEEC – Perfil dos doutorados em Portugal; Análise dos trajetos escolares e profissionais dos estudantes do ensino secundário; Modelos estatísticos para comparação dos resultados escolares tendo em conta o contexto socioeconómico das escolas; Previsão da evolução do número de alunos no ensino básico e secundário; Análise da produção científica na área da saúde – entre outros.
Tabela
Fonte: DGEEC/MEC, OTES: Estudantes à saída do secundário 2011/2012
Legenda: Expetativas de percurso escolar dos estudantes do ensino secundário

São todos pequenos projetos porque reduzidos (em números) são também os recursos humanos afetos à equipa. Mas os dados são muitos, totalmente desagregados, de grande qualidade e têm, certamente, muito a revelar! É urgente disponibilizá-los à comunidade científica mas, para isso, é necessário todo um trabalho delicado e moroso de conciliação e anonimização das bases de dados.

Bom, mas aqui estão dois investigadores visitantes que assumiram exatamente a tarefa de conciliar e anonimizar as mais extensas bases de dados da DGEEC – as que têm toda a informação recolhida sobre os alunos das escolas públicas nos anos letivos de 2007/2008 a 2011/2012. Trata-se de uma tarefa com várias etapas que se prevê estar finalizada no decorrer do quarto trimestre de 2013. Na página da DGEEC serão nessa altura disponibilizadas indicações precisas quanto às formas de acesso a esta grande base de dados por parte dos investigadores. E, até lá, por que não uma abordagem inicial ao tema recorrendo aos dados que se encontram com acesso livre na página?

Luísa Canto e Castro Loura, professora do DEIO-FCUL, em comissão de serviço na DGEEC
Alunos da FCUL

A Schlumberger realiza uma sessão de recrutamento em Ciências. As grandes empresas procuram os melhores profissionais. A FCUL apoia a inserção profissional dos seus diplomados.
 

O evento é uma organização conjunta da Norton/Symantec e do mestrado em Segurança Informática do DI-FCUL.

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Fotografia de mesa com cinco pessoas sentadas, na Reitoria da UL

A rede pretende formalizar colégios doutorais em áreas transversais. Opinião de Maria Amélia Martins-Loução.

Fotografia de pessoas sentadas num dos anfiteatros da FCUL

A iniciativa acontece a 17 de março e é organizada pelos Departamentos de Física e de Informática.

Fotografia de Dois voluntários, sentados junto a uma banca no átrio do C5

Em fevereiro estão abertas inscrições para a admissão de novos voluntários.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

Vale a pena recordar a iniciativa do Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional da FCUL.

Fotografia de alunos a andarem, junto ao C8

A primeira edição do curso realiza-se já em 2012.

Outra forma de fazer turismo.

Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25.Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25

O Encontro decorreu em Junho no GeoFCUL.

Páginas