Opinião

Levar a permacultura para casa

HortaFCUL no CCB

Esquema do vaso

Esquema do vaso

HortaFCUL
O “momento das minhocas” em que alguns guardiões da horta captaram com sucesso a atenção do público mais pequeno ao trazerem o modelo in vivo de como vermicompostores podem ser tão úteis e que muitos seres de pequenas dimensões são importantes
O “momento das minhocas” em que alguns guardiões da horta captaram com sucesso a atenção do público mais pequeno ao trazerem o modelo in vivo de como vermicompostores podem ser tão úteis e que muitos seres de pequenas dimensões são importantes
Imagem cedida pela HortaFCUL

Entre 5 de outubro de 2019 e 16 de fevereiro de 2020 decorreu a exposição: “Agricultura e Arquitetura: Do Lado do Campo” no Centro Cultural de Belém (CCB), que pretendeu mostrar a relação entre a agricultura e a arquitetura e como estas duas disciplinas evoluíram em conjunto até meados da Revolução Industrial.

Com intuito de recuperar essa proximidade são dadas a conhecer ao público soluções com base em princípios da agroecologia e da permacultura. Como grupo que estuda e pratica estas disciplinas emergentes, a HortaFCUL defende que estas são capazes de alterar o rumo insustentável das cidades e identifica-se com a mensagem que a exposição pretendeu transmitir.

Neste seguimento, um grupo de guardiões da HortaFCUL realizou várias oficinas intituladas “Permacultura de Levar para Casa”. Através da construção de um vaso com materiais reutilizados, o objetivo passou por sensibilizar os mais novos para a importância das práticas agrícolas sustentáveis e mostrar que a horta tem mais biodiversidade do que apenas a componente vegetal; que é um ambiente complexo, com um conjunto de componentes (físicas, químicas e biológicas) que compõem um ecossistema.

Durante a exibição da exposição, realizaram-se 24 oficinas, abrangendo um total de 500 alunos de diversas idades, desde a pré-primária ao 9º ano de escolaridade (dos 4 aos 14 anos).

A implementação destas iniciativas, que atingem um público jovem e pronto a aprender, é essencial para a introdução e desenvolvimento de conceitos como a biodiversidade e a sua conservação e também para a apresentação de soluções práticas e sustentáveis, que conseguem fazer-se por todos, como a realização de hortas urbanas, a compostagem ou o simples reciclar de uma garrafa de plástico para criar um vaso.

Este contacto inicial (no caso do público mais jovem) até à consolidação de conceitos (no caso do público adolescente) é importante para o desenvolvimento da consciencialização ambiental de cada um, contribuindo assim para uma sociedade mais consciente e para um futuro mais sustentável.

Estava prevista uma sessão para a terceira idade que infelizmente acabou por não se realizar, mas é de salientar que na visão da HortaFCUL a educação é para públicos de qualquer idade.

Em paralelo realizaram-se oficinas abertas que complementaram esta formação, abrindo as portas da sustentabilidade ao público geral. Nestas compareceram maioritariamente pais e filhos e construíram-se vasos sustentáveis não só com as crianças mas também com as suas famílias, reforçando não só a consciencialização ambiental mas também a relação entre os membros das famílias num momento de cocriação e partilha.

A equipa considera-se, assim, grata ao CCB e à Garagem Sul pelo convite e consequente confiança no trabalho desenvolvido e, principalmente, pela oportunidade de contacto com a mais importante “semente” de esperança que existe, as crianças.

António Alexandre, Catarina Alonso, Rebeca Mateus, Renata Reynaud, guardiões da HortaFCUL
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

Os vários objectivos do DEGGE: Tudo o que nos define, e tudo o que apoiamos

O ENEI'12 vai realizar-se na FCUL.

ESTRUTURA E GESTÃO DO DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA ANIMAL (DBA)

Apresentação do Departamento

Paleontólogos do MNHN da UL e do GeoFCUL em foco na revista TVmais.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

O DQB e a FCUL acolheram, mais uma vez, a realização de provas semifinais das Olimpíadas de Química Júnior 2012 no sábado, 14 de abril de 2012.

Pessoas estudam numa mesa na biblioteca

“Acho que qualquer aluno consegue ser bom, se tiver uma boa disciplina de trabalho e objetivos concretos”. Quem o diz é Gonçalo Faria da Silva, estudante do 3.º ano de Biologia.

No penúltimo dia de março realiza-se a quinta e última sessão do workshop destinado a preparar os estudantes para a obtenção do 1.º emprego.

 

Alunos da FCUL

A Schlumberger realiza uma sessão de recrutamento em Ciências. As grandes empresas procuram os melhores profissionais. A FCUL apoia a inserção profissional dos seus diplomados.
 

O evento é uma organização conjunta da Norton/Symantec e do mestrado em Segurança Informática do DI-FCUL.

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Fotografia de mesa com cinco pessoas sentadas, na Reitoria da UL

A rede pretende formalizar colégios doutorais em áreas transversais. Opinião de Maria Amélia Martins-Loução.

Fotografia de pessoas sentadas num dos anfiteatros da FCUL

A iniciativa acontece a 17 de março e é organizada pelos Departamentos de Física e de Informática.

Fotografia de Dois voluntários, sentados junto a uma banca no átrio do C5

Em fevereiro estão abertas inscrições para a admissão de novos voluntários.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

Páginas