Opinião

O problema da procrastinação

“Amanhã começo…”

A procrastinação é uma das grandes causas do insucesso académico e fonte de muito sofrimento e conflito interno. Para conquistar a procrastinação podemos começar por nos questionarmos: porque é que ando, constantemente a adiar

ACI Ciências

Provavelmente já todos tivemos quele pensamento e sensação: ainda tenho tempo, vou deixar isto para fazer depois…. O problema surge quando sentimos que este pensamento aparece demasiadas vezes e sentimos de um modo consistente que andamos a adiar algo há demasiado tempo, representando o modo como funcionamos na maior parte das vezes. É neste sentido que surge o conceito de procrastinar, isto é, adiar sucessivamente aquilo que temos para fazer, e sentirmo-nos simultaneamente culpados por estarmos a adiar.

Por exemplo, não estudar para um exame que se vais ter daqui a três dias e em vez disso, estar a ver séries e ao mesmo tempo sentir-se culpado por não estar a estudar.


Andreia Santos
Fonte ACI Ciências

A procrastinação é uma das grandes causas do insucesso académico e fonte de muito sofrimento e conflito interno. Ela acontece por várias razões, entre elas: a falta de vontade, isto é, pura e simplesmente, a pessoa não quer fazer aquilo que anda a adiar. Em vez de ser honesta consigo própria e dizer que de facto não quer fazer aquilo e que escolheu conscientemente não fazer, age como se estivesse no meio de um misterioso processo bloqueador do qual é vítima; a insegurança, necessidade de planeamento extrema antes de iniciar a tarefa; o medo de falhar; o perfeccionismo; uma sensação distorcida do tempo e dificuldades ao nível da autodisciplina, ou seja, dificuldade em começar e ainda, a crença de que a motivação vem antes da ação.

Para conquistar a procrastinação podemos começar por nos questionarmos: porque é que ando constantemente a adiar?

Propomos o seguinte desafio: escolhe uma coisa que tens andado a procrastinar. Escreve o que é, sê específico (tudo não serve). Escolhe uma coisa concreta e real que gostarias de fazer. Depois: escreve quando é que exatamente pretendes começar a tarefa, esta é a melhor maneira de te comprometeres contigo próprio. Estabelece objetivos específicos em vez de objetivos vagos e indefinidos - em vez de pensares, vou estudar mais logo, pensa especificamente o quê, quando e quanto. Por exemplo, fazer um resumo da matéria dada em análise até hoje, logo a partir das 15h00, isto vai dar-te uma direção e um sentimento de sucesso logo que consigas. Por último, quebra a inércia, começa a fazer qualquer coisa relacionada com a tarefa, a ação no aqui e no agora, ajuda-nos a motivarmo-nos e, por sua vez, gera mais ação.

Andreia Santos, Gabinete de Apoio Psicopedagógico da Área de Mobilidade e Apoio ao Aluno de Ciências
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

Arthur Vieira, estudante do mestrado integrado em Engenharia Física e Emiliano Pinto, aluno de mestrado em Física Nuclear e Partículas, são os diretores da revista trimestral do Departamento de Física da FCUL e  que integra uma equipa editorial constituída por outros 16 discentes.

Challenge4you desafiou estudantes dos cinco aos vinte anos

“Aquilo que aqui aprendemos faz parte da cultura geral e todos nós devemos ter algumas ideias sobre o local onde estamos inseridos e sobre esta união de que todos fazemos parte e que tanto nos ajuda”. A declaração é da estudante e participante Adriana Pereira de 17 anos.

Para uma crítica das perspectivas recentes da União Europeia sobre o Ensino Superior

Recomendações para melhorar a qualidade do ensino e da aprendizagem.

Implicações no Quebramento do Gondwana e sua Correlação com as bacias da Margem Atlântico Sul e Atlântico Central

É crucial que estatísticos e investigadores em Ciências do Ambiente mantenham uma colaboração estreita, para que continuem a ser desenvolvidos métodos estatísticos e computacionais adequados que permitam dar resposta continuada aos desafios presentes e futuros.

Está disponível a edição de 2012 do JCR (Journal Citation Reports).

O trabalho de cinco investigadoras portuguesas foi distinguido no início de junho em Boston, nos EUA. O congresso mundial contou com mais de 800 cientistas de 50 países.

[Tec Labs]i – Potenciar a Inovação

“Os alunos da FCUL tiveram uma experiência única que não vão esquecer ao longo da sua vida académica e profissional”, denota Rui Ferreira, administrador do Tec Labs – Centro de Inovação da FCUL.

Visita de Estudo à nova Universidade de Lisboa

“[Viveu-se um ambiente] muito propício ao debate onde o intercâmbio de ideias e de boas práticas foram muito gratificantes e uma mais-valia para os participantes e oradores do evento”, declarou Luísa Cerdeira, pró-reitora da Universidade de Lisboa e presidente do FORGES.

Álvaro de Campos

TABACARIA

O Departamento de Informática da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (DI-FCUL) vai organizar a 3 de julho deste ano a primeira edição do 

“Eu sempre gostei de fazer desenho geométrico e sempre me interessei pelos azulejos e seus painéis e pela calçada portuguesa pela sua beleza, pela arte, e porque têm potencialidades científicas, estéticas e didáticas praticamente ilimitadas”, conta o investigador do Grupo de Física-Matemática, distinguido recentemente com o Prémio Abordagem Inovadora “SOS Azulejo 2012”.

As bibliotecas do C4 e C8 têm horários alargados durante a época de exames de 1 a 29 de Junho.

Mestrados DBA 2013-2014

Investigadores do projeto “Climate Change Iniciative – Ocean Colour”

A equipa do projeto “Climate Change Iniciative – Ocean Colour” esteve reunida na FCUL, nos dias 21 e 22 de maio. Os investigadores avaliaram as ações em curso e discutiram alguns assuntos com a comunidade de end-users.

Jorge Manuel Ribeiro Rezende galardoado com o prémio “Abordagem Inovadora”

Intervenção na cerimónia de entrega dos Prémios 'SOS Azulejo' 2012:

Sessões dias 24 e 25 de junho 2013

"Gás de Xisto"?! Sim? Não? Porquê? Como? Onde?

Cerimónia de escritura do Instituto do Petróleo e do Gás

A transferência de conhecimento e tecnologia para a sociedade faz-se mediante o reforço das relações entre as comunidades científica e empresarial. Para J. M. Pinto Paixão, diretor da FCUL, esta é a oportunidade ideal para constituir parcerias suportadas no conhecimento e no exercício de uma cidadania plena.

Acções de Formação em Geologia na FCUL / 2013

Departamento de Geologia da FCUL

Informações sobre o procedimentos de escolha de ramo na Licenciatura em Geologia, 2013-14, do Departamento de Geologia da FCUL.

Alunos de Estatística Aplicada da FCUL

Atualmente, o uso e a aplicação da estatística têm a sua razão de ser não apenas na legitimação da indução, mas também na possibilidade de incorporar a incerteza nas suas conclusões: outro testemunho da sua proximidade ao real.

 

O Departamento de Informática (DI), da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL), convida as empresas e instituições para o estabelecimento de Parcerias e a submeter propostas de trabalhos na área de Engenharia Informática e da Seguranç

Páginas