Aprendizagem além-fronteiras

Novos mundos ao mundo

Alunos informam-se sobre programas de mobilidade internacional
Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional

Os alunos da Faculdade podem realizar o programa Erasmus (período de estudos e estágio), o programa Leonardo Da Vinci e os estágios IAESTE (International Association for the Exchange of Students for Technical Experience). Em 14 anos, só em relação ao programa Erasmus, a FCUL acolheu 686 alunos estrangeiros e proporcionou a 618 alunos portugueses uma experiência fora de Portugal.

Este ano, 83 alunos fculianos estão a realizar Erasmus, 41 em período de estudos e 42 em período de estágio. Os alunos de Biologia são os que mais aderem a este programa, quanto aos destinos mais escolhidos, o Reino Unido ocupa o 1.º lugar, a Alemanha o 2.º e a Holanda o 3.º. No que concerne aos alunos estrangeiros a realizar Erasmus na FCUL, este ano contabilizam-se 96 alunos (oito em período de estágio, os restantes 88 em período de estudos).

Em relação ao programa Leonardo da Vinci, de janeiro a agosto de 2012, 12 alunos da FCUL foram estudar para a Suíça, Dinamarca, Espanha, França, Reino Unido, Holanda e Suécia.

No que diz respeito ao programa IAESTE, a FCUL recebeu em 2012 seis alunos, quatro deles oriundos da Polónia, os restantes do Brasil e da Eslováquia.

Ao abrigo do mesmo programa, este ano partiram da Faculdade sete alunos, três deles para o Brasil, os outros para a Alemanha, Colômbia, Polónia e Reino Unido, respetivamente.

Quanto aos alunos brasileiros, dispõe de três programas de estudos na FCUL, o programa PLIS (Programa de Licenciaturas Internacionais, durante dois anos) através do qual sete alunos estão a estudar na Faculdade, o Programa Ciências sem Fronteiras, que levou, este ano, ao aumento exponencial de alunos brasileiros na nossa Faculdade – 69 -, e os protocolos da FCUL/UL com outras universidades/instituições que este ano registaram 11 participações.

Daniel Martins, veio do estado de Minas Gerais, no Brasil, para a FCUL estudar Biologia através do programa PLIS. Há dois meses em Portugal, fez um balanço bastante positivo da sua experiência em terras lusas e aproveitou a oportunidade para deixar uma sugestão aos seus conterrâneos: “É uma grande oportunidade que estou a ter, a Faculdade dá um grande apoio aos alunos. (…) Estou a gostar do convívio com os colegas, das aulas, das disciplinas e da cultura portuguesa. Recomendo a todos os que possam, a ter uma experiência como esta que estou a viver”.

Num mundo globalizado, conhecer, experimentar, partilhar, aprender, para lá do que é próximo, é uma mais-valia que certamente irá destacar-se no currículo académico e profissional de cada aluno.

As oportunidades estão à espreita, informem-se no Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional e lancem-se à aventura dando novos mundos ao mundo!

Testemunhos dos alunos

“No Brasil, estudar no estrangeiro é muito valorizado. (…) As aulas aqui são bastante interessantes, têm um conteúdo bastante diferentes do programa de estudos brasileiro o que nos permite adquirir mais conhecimento e enriquecer a mente.” Samuel Sila, estudante brasileiro na FCUL, a frequentar a licenciatura de Química

“Gostava de ir estudar para o estrangeiro pois acho que é uma oportunidade única de conhecer outra cultura, outras línguas e porque considero que é uma experiência enriquecedora para qualquer jovem. Os destinos de eleição são a Holanda, a Suíça e a Polónia.” Marcelo Marques, aluno português de Engenharia da Energia e do Ambiente

“Gosto bastante dos pontos culturais e históricos da cidade de Lisboa. Ao estar aqui, posso conhecer um pouco mais sobre o povo que colonizou o meu país." Crisley Lima, estudante brasileiro na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, a frequentar a licenciatura de Estudos Portugueses e Lusófonos

“Espero vir a desenvolver as minhas capacidades na Holanda ou na Dinamarca.” Cristiano Lúcio, aluno português de Engenharia da Energia e do Ambiente

“Sempre estive curioso por conhecer a cultura, a comida, a língua portuguesa. Tinha duas opções, Polónia ou Portugal e estou realmente satisfeito por ter escolhido Portugal!” Emre Bilgin, estudante turco na FCUL, a frequentar a licenciatura de Estatística Aplicada

Raquel Salgueira Póvoas, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura da FCUL
info.ciencias@fc.ul.pt

No penúltimo dia de março realiza-se a quinta e última sessão do workshop destinado a preparar os estudantes para a obtenção do 1.º emprego.

 

Alunos da FCUL

A Schlumberger realiza uma sessão de recrutamento em Ciências. As grandes empresas procuram os melhores profissionais. A FCUL apoia a inserção profissional dos seus diplomados.
 

O evento é uma organização conjunta da Norton/Symantec e do mestrado em Segurança Informática do DI-FCUL.

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Fotografia de mesa com cinco pessoas sentadas, na Reitoria da UL

A rede pretende formalizar colégios doutorais em áreas transversais. Opinião de Maria Amélia Martins-Loução.

Fotografia de pessoas sentadas num dos anfiteatros da FCUL

A iniciativa acontece a 17 de março e é organizada pelos Departamentos de Física e de Informática.

Fotografia de Dois voluntários, sentados junto a uma banca no átrio do C5

Em fevereiro estão abertas inscrições para a admissão de novos voluntários.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

Vale a pena recordar a iniciativa do Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional da FCUL.

Fotografia de alunos a andarem, junto ao C8

A primeira edição do curso realiza-se já em 2012.

Outra forma de fazer turismo.

Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25.Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25

O Encontro decorreu em Junho no GeoFCUL.

Páginas