Novo Dinossáurio do Jurássico Superior de Portugal

Oceanotitan dantasi

Esqueleto de <i>Oceanotitan dantasi</i> à escala

Esqueleto de Oceanotitan dantasi à escala. A vermelho estão os elementos encontrados. Fósseis estudados: vértebras caudais; escápula direita; fémur, tíbia e fíbula

Modificado de Paul, 2010

Uma equipa de paleontólogos identificou uma nova espécie de dinossáurio - Oceanotitan dantasi -, descoberto na Praia de Valmitão, na Lourinhã, em 1996. A identificação da nova espécie confirma a presença de uma grande diversidade de saurópodes no Jurássico Superior de Portugal rivalizando a diversidade já reconhecida nas faunas do Jurássico Superior da América do Norte e de África.

O estudo liderado por Pedro Mocho, investigador do Instituto Dom Luiz de Ciências ULisboa e da Sociedade de História Natural, publicado este mês no Journal of Vertebrate Paleontology, enriquece um dos melhores registos fósseis de dinossáurios jurássicos da Europa. Pedro Mocho contou com a colaboração de paleontólogos do Grupo de Biología Evolutiva-UNED e FCPT-Dinópolis, em Espanha e do Natural History Museum of Los Angeles County, nos EUA.

Neste trabalho iniciado em 2013 os investigadores descrevem os restos fósseis deste novo dinossáurio pertencente aos saurópodes, dinossáurios herbívoros que podiam atingir dimensões colossais e que se caracterizam pelas suas caudas e pescoços compridos. O Oceanotitan dantasi, com um tamanho mediano, habitou a Bacia Lusitaniana há 150-145 milhões de anos, no Jurássico Superior, e é um dos membros mais antigos e primitivos de um grupo de saurópodes denominado Somphospondyli, correspondendo a um dos grupos de dinossáurios saurópodes mais diversificados durante o período Cretácico.


Ilustração de Oceanotitan dantasi
Fonte Carlos de Miguel Chaves

O “gigante dos oceanos” é uma referência à cantora islandesa Björk e à sua música “Oceania”, que inspirou os autores na atribuição deste nome e homenageia o paleontólogo Pedro Dantas, um dos responsáveis pelo renascimento da Paleontologia de Vertebrados em Portugal nos anos 90, então paleontólogo do Museu Nacional de História Natural e da Ciência, em Lisboa, e involucrado na extração de dinossáurios como Dinheirosaurus lourinhanensis.

A nova espécie de dinossáurio foi descoberta em 1996 por José Joaquim, um entusiasta da Paleontologia e responsável por várias descobertas na região Oeste que se encontram depositadas na Coleção Paleontológica da Sociedade de História Natural, sediada em Torres Vedras. A região Oeste é conhecida pela sua riqueza em fósseis de dinossáurios do Jurássico Superior (há 148 milhões de anos). O núcleo provisório do futuro Museu Paleontológico da Praia de Santa Cruz deverá abrir este verão. O acervo existente representa uma das maiores coleções de vertebrados fósseis do mesozoico português.

ACI Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

Sessões dias 24 e 25 de junho 2013

"Gás de Xisto"?! Sim? Não? Porquê? Como? Onde?

Cerimónia de escritura do Instituto do Petróleo e do Gás

A transferência de conhecimento e tecnologia para a sociedade faz-se mediante o reforço das relações entre as comunidades científica e empresarial. Para J. M. Pinto Paixão, diretor da FCUL, esta é a oportunidade ideal para constituir parcerias suportadas no conhecimento e no exercício de uma cidadania plena.

Acções de Formação em Geologia na FCUL / 2013

Departamento de Geologia da FCUL

Informações sobre o procedimentos de escolha de ramo na Licenciatura em Geologia, 2013-14, do Departamento de Geologia da FCUL.

Alunos de Estatística Aplicada da FCUL

Atualmente, o uso e a aplicação da estatística têm a sua razão de ser não apenas na legitimação da indução, mas também na possibilidade de incorporar a incerteza nas suas conclusões: outro testemunho da sua proximidade ao real.

 

O Departamento de Informática (DI), da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL), convida as empresas e instituições para o estabelecimento de Parcerias e a submeter propostas de trabalhos na área de Engenharia Informática e da Seguranç

Sessão de esclarecimento dia 31 de maio 2013, 11h, anfiteatro 2.4.16

Colocação por unidade curricular- informação atualizada

 

Conhece as reais causas das expulsões de 1947? Como eram as relações da Faculdade de Ciências com o Instituto Superior Técnico? Uma das últimas edições da FCUL procura responder a estas e a outras questões.

Alexandre Ribeiro, criador do jogo Fangz destacado recentemente na App Store dos EUA, voltou àquela que foi a sua instituição de ensino superior, a FCUL, para partilhar experiências, curiosidades e dificuldades vivenciadas ao longo da conceção do jogo, aproveitando para responder às dúvidas dos interessados.

Conferência por Isabel Sacramento Grilo, Department of Geological Sciences SDSU, San Diego, California. EUA.

No âmbito do Ano Internacional de Estatística, a Sociedade Portuguesa de Estatística (SPE)  e o Centro de Estatística e Aplicações da Universidade de Lisboa (CEAUL)  promovem uma

Alunos no átrio do C3

Visitantes e colaboradores do Dia Aberto em Ciências comentam a iniciativa que em 2013 reuniu cerca de 1400 pessoas, entre alunos do básico e secundário e seus professores.

Inquéritos Pedagógicos. 2.º Semestre de 2012-13

Os Inquéritos Pedagógicos são uma ferramenta fundamental para a avaliação da qualidade do ensino na FCUL

Fangz, jogo criado por aluno da FCUL que conquistou a Apple

Alexandre Ribeiro, antigo aluno do Departamento de Informática da FCUL, é o primeiro português a conseguir destacar uma aplicação nacional na App Store dos EUA. Para além deste destaque, foi eleito jogo da semana no fórum da Touch Arcade, “o site de maior reputação no mundo dos jogos para plataformas móveis”.

Sessões de esclarecimento/apresentação

Secção Autonoma de História e Filosofia das Ciências da FCUL

A Secção Autónoma de História e Filosofia das Ciências - SAHFC

 

DESAFIO SOCIETAIS 1, 2 E 5: HEALTH, BIO-ECONOMY, CLIMATE ACTION

IV Jobshop

“Os alunos e os responsáveis pelos recursos humanos das empresas participantes poderão dialogar e assim trocar informações úteis acerca dos métodos, oportunidades e critérios de recrutamento utilizados”, informa o presidente da AEFCL, Eduardo Matos.

Logotipo Cost

A próxima reunião do Comité COST, área de Chemistry and Molecular Sciences and Technologies realiza-se em  setembro, em Lisboa. Durante esse acontecimento a organização local prevê estudar, juntamente com os atuais e os antigos delegados a ações COST, novas formas de incrementar a participação portuguesa no Horizonte 2020.

“A parceria que temos [com a FCUL] contribuiu em larga escala para o desenvolvimento da Science4you”, comenta Miguel Pina Martins, a propósito do sucesso da empresa que soma novos galardões: o “Business Internationalization Award” e os Prémios Novos, na categoria Empreendedorismo.

Páginas