Opinião

Segurança do trabalho: de todos, para todos

Por definição, a segurança do trabalho é o conjunto de práticas e comportamentos que têm por objetivo promover a proteção do trabalhador no seu posto de trabalho. Envolve duas linhas de ação que, apesar de intimamente ligadas, implicam abordagens diferentes: a prevenção dos riscos profissionais e as respostas em caso de emergência.

Um sistema de prevenção de riscos profissionais depende do rigor na caracterização dos locais de trabalho, tarefas e atividades desenvolvidas. Para cada atividade, é necessário identificar os perigos (entendidos como as fontes ou situações com potencial para causar danos) e avaliar os riscos (que representam a combinação da probabilidade de ocorrência com a gravidade das consequências desses danos). A quantificação do risco permite a definição e implementação de medidas adequadas de prevenção e controlo e, assentando no princípio da melhoria contínua, o sistema deve ser revisto e acompanhado em permanência.

Segurança do Trabalho na FCUL
Independentemente da origem da emergência, cada plano específico define as respostas a cinco questões elementares: o que fazer, quem faz, como, quando e com que meios?
Fonte AST-FCUL

Na FCUL, só nas áreas da Biologia, Física e Química, existem mais de duzentos espaços laboratoriais, realizando-se, em cada um, dezenas de atividades diferentes e a cada novo projeto estão associadas outras tarefas diferentes das anteriores. Esta enorme diversidade de atividades traduz-se numa complexidade acrescida para a prevenção de riscos que depende, por inteiro, dos conhecimentos e do envolvimento dos docentes e investigadores da FCUL, enquanto verdadeiros especialistas nessas atividades.

As respostas em caso de emergência constituem o conjunto de meios materiais e humanos e de procedimentos que permitem minimizar as consequências em caso de perigo grave e iminente. Englobam, por exemplo, os planos específicos de primeiros socorros, de combate a incêndios, de evacuação das instalações e de controlo de fugas e derrames.

Segurança do Trabalho na FCUL
Não é lugar-comum afirmar que a segurança é de todos e para todos e que começa em cada um de nós
Fonte AST-FCUL

Independentemente da origem da emergência, cada plano específico define as respostas a cinco questões elementares: o que fazer, quem faz, como, quando e com que meios? É necessário definir os elementos que irão constituir a equipa de intervenção, elaborar os procedimentos de coordenação e de atuação de todos os intervenientes, proporcionar a formação adequada e definir os meios materiais necessários. Os simulacros, em que se criam cenários de emergência e se avaliam as respostas, permitem detetar e corrigir falhas nos meios e procedimentos e são fundamentais para manter os planos atualizados e para garantir respostas eficazes em situações reais.

A elaboração e implementação de qualquer medida de prevenção de riscos ou de qualquer plano de emergência na FCUL é um desafiante trabalho de equipa. Envolve a participação de várias unidades de serviços e departamentos da FCUL, a colaboração de outras estruturas da ULisboa (nomeadamente a área de sustentabilidade dos serviços centrais) e, naturalmente, o envolvimento e a participação dos membros da FCUL. A cultura de segurança em desenvolvimento na FCUL é baseada num objetivo comum e numa participação alargada. Por isso, não é lugar-comum afirmar que a segurança é de todos e para todos e que começa em cada um de nós.

Júlia Alves, técnica superior da Assessoria para a Segurança do Trabalho na FCUL
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

O evento é uma organização conjunta da Norton/Symantec e do mestrado em Segurança Informática do DI-FCUL.

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Fotografia de mesa com cinco pessoas sentadas, na Reitoria da UL

A rede pretende formalizar colégios doutorais em áreas transversais. Opinião de Maria Amélia Martins-Loução.

Fotografia de pessoas sentadas num dos anfiteatros da FCUL

A iniciativa acontece a 17 de março e é organizada pelos Departamentos de Física e de Informática.

Fotografia de Dois voluntários, sentados junto a uma banca no átrio do C5

Em fevereiro estão abertas inscrições para a admissão de novos voluntários.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

Vale a pena recordar a iniciativa do Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional da FCUL.

Fotografia de alunos a andarem, junto ao C8

A primeira edição do curso realiza-se já em 2012.

Outra forma de fazer turismo.

Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25.Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25

O Encontro decorreu em Junho no GeoFCUL.

Páginas