Edição de 2022 premeia 79 cientistas a nível mundial

Prémio Thieme Chemistry Journals

Investigador do CQE Ciências ULisboa é o primeiro cientista a trabalhar em Portugal a alcançar a distinção

Scientists working at the laboratory

O galardão atribuído anualmente existe desde 1999 e é concedido a cientistas em início de carreira, jovens promissores que trabalham em Síntese e Catálise Química ou áreas relacionadas da Química Orgânica

Storyblocks
Jaime A. S. Coelho
Jaime A. S. Coelho
Imagem cedida por JC

Jaime A. S. Coelho, professor do Departamento de Química e Bioquímica da Ciências ULisboa e investigador no Centro de Química Estrutural (CQE), polo desta faculdade, é o primeiro investigador a trabalhar em Portugal a ser galardoado com o Prémio Thieme Chemistry Journals.

O galardão atribuído anualmente existe desde 1999 e é concedido a cientistas em início de carreira, jovens promissores que trabalham em Síntese e Catálise Química ou áreas relacionadas da Química Orgânica. Os premiados são selecionados exclusivamente pelos membros do conselho editorial da SYNTHESIS, SYNLETT e SYNFACTS. A edição de 2022 premiou 79 cientistas.

Segundo comunicado de imprensa emitido esta terça-feira pela Faculdade, para Jaime A. S. Coelho “este prémio é o reconhecimento do trabalho desenvolvido na área da Química Orgânica. É uma enorme honra fazer parte desta prestigiada lista em que estão presentes outros químicos internacionalmente reconhecidos, como o Dean Toste (distinguido em 2003), Nuno Maulide (distinguido em 2010), Benjamin List (distinguido em 2001, prémio Nobel da Química 2021), David MacMillan (distinguido em 1999, prémio Nobel da Química 2021), entre outros”.

Jaime A. S. Coelho obteve o grau de mestre em Química no Instituto Superior Técnico da ULisboa em 2010 e o doutoramento em Química Orgânica na Faculdade de Farmácia da ULisboa, quatro anos depois, sob a supervisão do professor Carlos A. M. Afonso. Em 2013, como parte do seu doutoramento, fez uma estadia de seis meses no Max-Planck-Institut für Kohlenforschung, na Alemanha sob a supervisão do professor Nuno Maulide, distinguido com o Prémio Thieme Chemistry Journals, em 2010. Entre 2016 e 2017, mudou-se para os Estados Unidos para uma estadia de pós-doutoramento na Universidade de Califórnia-Berkeley e na Universidade de Utah nos grupos dos professores F. Dean Toste e Matthew S. Sigman. Após posições de investigador na FF ULisboa e Universidade Lusófona, iniciou o ano passado a sua atividade como cientista na Ciências ULisboa, nomeadamente no DQB e no seu grupo integrado na linha de investigação do CQE Ciências ULisboa, coordenado pela professora Amélia Pilar Rauter.

Atualmente Jaime A. S. Coelho desenvolve a sua atividade na área de Química Orgânica, em particular no desenvolvimento de metodologias sustentáveis de síntese orgânica, no CQE Ciências ULisboa e também leciona nesta faculdade aulas de Química introdutória e Química Orgânica. Para Fernando Antunes, coordenador do CQE Ciências ULisboa, o prémio revela o grande potencial do jovem cientista e é importante para o reconhecimento internacional do CQE enquanto centro de investigação de referência, um dos objetivos estratégicos desta unidade de investigação.

ACI Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

O modelo foi aplicado ao campus da FCUL mostrando que o aproveitamento da radiação solar nas fachadas dos edifícios permite duplicar o seu potencial solar.

A Qmetrics, SA, empresa de consultoria nas áreas de gestão, estudos de mercado e relacionamento com o cliente, oferece estágio profissional. O candidato deverá apresentar grau académico em

Apesar de já existir há dois anos e meio, numa altura do ano em que chegam à FCUL mais algumas centenas de novos alunos, é importante divulgar a existência do Sistema de Impressão da FCUL para alunos.

No âmbito da avaliação de unidades promovida em 2013 pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia, o Centro de Matemática, Aplicações Fundamentais e

Oportunidades além-fronteiras

No decorrer do encontro entre a FCUL e o Centro de Ciências Matemáticas e da Natureza (CCMN) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), o professor João Graciano Mendonça Filho, responsável por este centro, em jeito de “convite” alertou: “O Brasil precisa de geólogos. Há falta de especialistas desta área no nosso país!”.

No dia 6 de Janeiro de 2014 a FCUL associa-se ao seu Departamento de Matemática para prestar homenagem à memória de Miguel Ramos, matemático e professor desta casa.

Concurso Externo - Estágios Profissionais Remunerados de Recém-Licenciados para Técnico Administrativo
REQUISITOS

Rita Zilhão

A participação interessada e com sucesso dos alunos, é um incentivo para a mobilidade académica de estudantes entre as duas universidades.

É já no próximo sábado mais uma Feira no Botânico. Não perca!

 

Para mais informações:

A principal missão do Departamento de Matemática é a da promoção do ensino e da investigação da Matemática, contribuindo para a criação e transmissão do conhecimento nesta área, bem como

Capa da Agenda FCUL 2012/2013

- Qual é coisa, qual é ela? É retangular e a cor varia normalmente todos os anos. Tem argolas e mais de 200 páginas. Pode-se usar todos os dias ou só em determinadas ocasiões. Sim, é fácil adivinhar! É a Agenda FCUL 2013/2014 e já “anda de mão em mão”…

Fórum Bolsas UL/FAD

“Numa época de crise e com falta de emprego, a solução por vezes é mais simples do que emigrar: criar o próprio emprego e gerar emprego. Este projeto "lançou-me" não só a nível académico (…) como profissional, estando neste momento a desenvolver uma empresa”, informou o antigo aluno do mestrado integrado em Engenharia Biomédica e Biofísica da FCUL, Ricardo Santos.

 Mestrados do DEIO 2013-14

“Com um simples azulejo” é uma iniciativa do Departamento de Matemática da FCUL dirigida a alunos do 1ºciclo e 2ºciclo do Ensino Básico e destinada a explorar transformações geométricas no plano.

A experiência profissional da cientista iniciou-se na casa que a formou, a FCUL, em 1999, enquanto doutoranda. Nessa altura, exercia funções de investigadora e supervisora de projetos de alunos de licenciatura. Atualmente, o percurso profissional, “continua dentro de casa”.

Trial do Journal of Visualized Experiments

“ (…) Pretendo fazer investigação aplicada, em particular na área da Biotecnologia Vegetal, que possa contribuir para a sociedade e para a economia do país”, refere a investigadora da FCUL que acaba de lançar um artigo na “Food Chemistry, Ana Margarida Fortes.

Isabel Fraga Alves

A Teoria dos Valores Extremos e a Inferência Estatística daí decorrente, têm vindo a invadir de forma transversal um largo espectro de áreas aplicadas e que vão desde ciências ambientais às financeiras, numa interface din&aci

Livros e giz

Um programa alicerçado na preocupação do axiomatizar, que valoriza o “formalismo pelo formalismo”, que rejeita a possibilidade de compreensão de conceitos e procedimentos, dificulta a tarefa do professor, para além de se distanciar das orientações dos programas do Reino Unido, de Singapura e dos EUA.

No seguimento da nomeação de Carlos Nieto de Castro como delegado nacional no Domínio da Química e Ciências Moleculares, em março deste ano, esta é a primeira reunião a ter lugar no campus da FCUL, em Lisboa.

FCUL desenvolve inquérito a antigos alunos

Conhecer o percurso académico e profissional dos alunos alumni é um dos interesses de Ciências. Para isso, a Faculdade desenvolveu um inquérito que permanece ativo no portal.

Em 2012, a Universidade de Lisboa, através do Museu Nacional de História Natural e da Ciência (MUHNAC), participou pela primeira vez na Noite

A extraordinária comunhão entre a Geometria e a Arquitectura… volta a ser este o mote de mais um Diálogo na Exposição Formas & Fórmulas, patente no Museu de História Natural e da Ciência (MUHNAC).

Na manhã de 16 de Setembro a partir das 8h45 vai realizar-se a Sessão de Boas Vindas aos novos alunos do Departamento de Informática.

Técnicas Geoquímicas aplicadas à Exploração de Petróleo e a Problemas Ambientais

Cooperação FCUL/Univ. Federal do Rio de Janeiro. Convite à participação!

Páginas