Opinião

Agora, deixa-me estar!

#COVID19 #EuFicoEmCasa

Imagem de uma figura feminina

É importante conseguir regular as emoções, sem essa capacidade, podem tornar-se em elementos adicionais de stress e tensão em casa

unsplash - Priscilla Du Preez
Cláudio Pina Fernandes
Claúdio Pina Fernandes
Fonte ACI CIências ULisoa

Em cenários complexos, as emoções também são complexas. E, em certos momentos, podem emergir sentimentos de raiva e zanga. Por vezes, são resposta a pequenos acontecimentos, que em outros momentos não teriam especial potencial de ativação. Mas a nossa sensibilidade, em contextos de maior stress e privação de liberdade, também fica aumentada.

São reações normais e será útil acolhê-las enquanto tal. Aceitá-las e respeitá-las! Por outro lado, é importante conseguir regulá-las pois, sem essa capacidade, podem tornar-se em elementos adicionais de stress e tensão em casa.

Algumas pessoas, até pela confiança que têm com quem vivem, são mais expressivas na sua manifestação. Outras, mais contidas, exibem sinais de algum desconforto, mas tendem a “internalizar”. Como são emoções com bastante energia, há que encontrar um “meio termo”, nem libertá-las sem filtro, fazendo dano no exterior, nem voltar tudo para dentro, ficando a corroermo-nos. Torna-se, assim, importante termos estratégias que nos permitam regulá-las.

Sugestões que podem ajudar…

  1. Afastarmo-nos momentaneamente da fonte de tensão, ou para outra parte da casa ou sair um pouco para dar uma volta higiénica;
  2. Usar a escrita como meio para depositar a nossa zanga, raiva, frustração, mesmo que a seguir se apague ou se rasgue tudo;
  3. Usar o momento para deitar algumas coisas fora (ex. rasgar velhos papéis, ir colocar garrafas no vidrão, etc.);
  4. Se a necessidade de libertar energia for muita, fazer exercício físico ou até atirar com umas almofadas (algo que ajude a libertar fisicamente a energia sem prejudicar nada nem ninguém)
  5.  Falar com alguém que normalmente nos regula/acalma;
  6. Tratar dos assuntos “quentes” num momento em que estejamos “frios”.
Cláudio Pina Fernandes, Gabinete de Apoio Psicopedagógico da Área de Mobilidade e Apoio ao Aluno da Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

Sobre Namoros e Casamentos

Jorge Buescu

Quinta-feira, dia 12 de Abril de 2012, às 18h30, na sala 6.1.36

Vela

Ricardo Leandro é o vencedor da Competição Europeia. O estudante da FCUL apresentou a melhor ideia: um coletor solar térmico de baixo custo, acoplável a um módulo fotovoltaico.

A palestra "O Princípio do Tempo" proferida por Pedro Gil Ferreira é uma das iniciativas do “VII Encontro Ibérico de Cosmologia”, que decorre em abril nas instalações da FCUL.

Jovem usa microscópio

A FCUL estimula a abertura permanente à sociedade civil, promovendo acontecimentos que visam a disseminação de conhecimentos e a interligação com diferentes agentes sociais.

Os vários objectivos do DEGGE: Tudo o que nos define, e tudo o que apoiamos

O ENEI'12 vai realizar-se na FCUL.

ESTRUTURA E GESTÃO DO DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA ANIMAL (DBA)

Apresentação do Departamento

Paleontólogos do MNHN da UL e do GeoFCUL em foco na revista TVmais.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

O DQB e a FCUL acolheram, mais uma vez, a realização de provas semifinais das Olimpíadas de Química Júnior 2012 no sábado, 14 de abril de 2012.

Pessoas estudam numa mesa na biblioteca

“Acho que qualquer aluno consegue ser bom, se tiver uma boa disciplina de trabalho e objetivos concretos”. Quem o diz é Gonçalo Faria da Silva, estudante do 3.º ano de Biologia.

No penúltimo dia de março realiza-se a quinta e última sessão do workshop destinado a preparar os estudantes para a obtenção do 1.º emprego.

 

Alunos da FCUL

A Schlumberger realiza uma sessão de recrutamento em Ciências. As grandes empresas procuram os melhores profissionais. A FCUL apoia a inserção profissional dos seus diplomados.
 

O evento é uma organização conjunta da Norton/Symantec e do mestrado em Segurança Informática do DI-FCUL.

O DM está na Futurália

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Páginas