Alterações climáticas

“Trabalhar com esta espécie é um sonho de criança”

Peixes limpadores da grande barreira de coral australiana podem deixar de limpar

LMG

O trabalho realizado no LMG usou valores de temperatura e de pH previstos pelo IPCC para o fim do século

DBA Ciências ULisboa - Pedro Ré

Este trabalho surgiu através do projeto MUTUALCHANGE, financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia, no qual colaboram todos os autores do artigo e que tem como coordenador Tiago Repolho, investigador do DBA Ciências ULisboa e MARE.
Os investigadores também olharam para o funcionamento do cérebro dos peixes limpadores e perceberam que as alterações observadas estavam correlacionadas com mudanças nos níveis de neurotransmissores no cérebro (dopamina e serotonina).
​Os próximos passos da equipa passam por avaliar se outros mecanismos neurobiológicos podem estar por detrás das alterações comportamentais observadas e perceber como os parasitas, que são comidos pelos peixes limpadores, lidam com estes fatores de stress derivados das alterações climáticas. No LMG do polo da Ciências ULisboa do MARE há um grupo de investigação que estuda o impacto das alterações climáticas nos organismos marinhos.

Investigação liderada por cientistas do polo da Ciências ULisboa do Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE), em colaboração com investigadores da Universidade Nova de Lisboa, da Universidade de Uppsala, na Suécia e da Universidade de James Cook, na Austrália, revela como os mutualismos de limpeza marinhos lidam com o aquecimento e acidificação dos oceanos.

Neurobiological and behavioural responses of cleaning mutualisms to ocean warming and acidification” da autoria de José Ricardo Paula, Tiago Repolho, Maria Rita Pegado, Per-Ove Thörnqvist, Regina Bispo, Svante Winberg, Philip L. Munday e Rui Rosa foi publicado recentemente na revista Scientific Reports do grupo Nature.

De acordo com o comunicado de imprensa emitido pela Faculdade, o estudo iniciado em novembro de 2014 demonstra que após uma longa exposição a água mais quente e mais ácida os peixes limpadores - Labroides dimidiatus - reduzem a motivação para interagir com outros peixes do recife de coral.

O trabalho realizado no Laboratório Marítimo da Guia usou valores de temperatura e de pH previstos pelo Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas (IPCC) para o fim do século. Estas interações são essenciais para os ecossistemas de recifes de coral, já que a sua existência modela a diversidade, abundância e recrutamento de inúmeras espécies de peixes. Perceber como as alterações climáticas podem afetar estes mutualismos é uma prioridade para a investigação marinha.

José Ricardo Paula, primeiro autor do artigo, está inscrito no doutoramento de Biologia - especialidade de Biologia Marinha e Aquacultura e sempre foi apaixonado por comportamento animal, cooperação e mutualismos - especialmente debaixo de água. Rui Rosa, professor do Departamento de Biologia Animal (DBA) da Ciências ULisboa e investigador do MARE, é o seu orientador.

“Muito do meu trabalho é feito em mergulho e já desde o 4.º ano de escolaridade básica que tenho um livro a explicar o que são esses mutualismos de limpeza (com esta mesma espécie)”, conta o investigador do polo da Ciências ULisboa do MARE, acrescentando que “estar hoje a trabalhar com esta espécie é um sonho de criança”.

José Ricardo Paula
José Ricardo Paula
Imagem cedida por JRP

José Ricardo Paula pretende perceber como as alterações climáticas podem afetar estas interações carismáticas, no futuro planeia continuar no meio de investigação. “Concorri a uma Marie Skłodowska-Curie Actions Individual Fellowships nesta última call e estou à espera dos resultados”, conclui.

Ana Subtil Simões, Área de Comunicação e Imagem Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

Denís Graña e José Sebio desenvolveram este projeto no âmbito da disciplina de Aplicações na Web do mestrado em Engenharia Informática de Ciências.

O Centro de Investigação Operacional realizará no dia 19 de junho, quinta-feira, às 14H30, na sala 6.4.31, um Seminário intitulado The Recoverable Robust Facility Location Prob

Mapa

A FCT e a FAPESP pretendem lançar em 2014 um concurso para projetos de investigação, com equipas conjuntas, em todos os domínios científicos.

Observatório Astronómico

O Edifício das Matemáticas, que faz parte do complexo arquitetónico do Observatório Astronómico, foi também recentemente modelado em 3D por um grupo de alunos da Faculdade de Ciências da ULisboa.

Mais uma visita a uma escola, na região oeste, para uma sessão com duas palestras...

Aberta aos sábados, até às 17h00, entre 7 e 28 de junho.

Ambiente subaquático

O passeio a bordo do galeão ocorre durante a manhã. Os participantes além de recolherem o lixo subaquático também poderão fotografar a biodiversidade. Da parte da tarde estão previstas outras ações como a identificação de sons de animais marinhos, a observação de plâncton à lupa e a recolha de amostras para análises genéticas.

HoliBraille

Diogo Marques e Tiago Guerreiro, investigadores de Ciências, assinam juntamente com outros cinco investigadores o artigo "Augmenting Braille Input through Multitouch Feedback".

2ª fase de candidaturas para o Mestrado em Matemática para Professores: de 18 de Agosto a 3 de Setembro. Este ano iniciar-se-á o ensino em regime de b-learning neste mestrado.

Prémio Jovem Investigador da Sociedade Europeia de Aterosclerose

Ana Catarina Alves, doutoranda do centro BioFIG, distingue-se com o trabalho "Novel functional APOB mutations outside LDL-binding region causing familial hypercholesterolaemia".

Durante o terceiro debate foram apresentados os resultados de um estudo de opinião com incidência em temáticas como a educação para o mar, a Economia verde, a eficiência energética ou a reindustrialização.

Parabéns à Alexandra Symeonides, Fábio Silva, Filipe Gomes, João Dias, João Enes, Pedro Pinto e Sílvia Reis, alunos ou ex-alunos do mestrado em Matemática do Departamento de Matemática de Ciências, pela obtenção duma bolsa de doutoramento LisMath.

A sessão de abertura do Fórum do Mar ocorre no dia 28 de maio, pelas 9h30, com a presença do Senhor Secretário de Estado do Mar.

Logo do evento

O Departamento de Informática da FCUL (DI-FCUL) organiza este ano a segunda edição do&nb

Luís Correia, atual presidente do Departamento de Informática e diretor do LabMAg, foi entrevistado no contexto do projeto europeu ASSISIbf&nbs

No âmbito da unidade curricular Estatística Ciência e Sociedade, realiza-se no dia 29 de maio, pelas 12h, na sala 6.2.50 um Seminário da autoria dos alunos Carlos Botelho, Soraia Graça e Vasco Guerra, intitulado 

O Centro de Investigação Operacional realizará no dia 5 de Junho, pelas 15 horas, na sala 6.4.31, um Seminário intitulado : "Column Generation in Routing: Classical CVRP and Transport

António Amorim

As emissões das florestas podem ter um papel fundamental nos momentos iniciais da formação das nuvens.

Abstract: Routing problems are naturally formulated by enumerating possible routes and combining them to derive an improved solution. This combination is done by solving a set partitioning problem that assures the set of chosen routes to visit all routing customers exactly once.

Conferência no dia 30 de Maio, pelas 11h30, sala 6.2.53, Edifício C6, FCUL, Campo Grande, Lisboa, no âmbito do “Dia do Geológo”

 

O Professor Pedro Ferraz de Abreu, Professor Catedrático Convidado da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e Investigador do Massachusetts Institute of Technology (MIT) está a visitar vários estados do Brasil como Brasília,

Rita e Mariana, alunas do pré-escolar daquele colégio, deram conta de alguns pormenores do que aprenderam nos telhados do edifício C4: “vimos muitos painéis solares. Nunca tínhamos visto! O senhor disse que o Sol batia neles, depois aqueciam e produziam eletricidade”.

SESSÕES DE APRESENTAÇÃO & ESCLARECIMENTO

 

- 23 Maio 2014 (6ªF), 17:00-18:30h, sala 2.2.14

o    Biologia da Conservação (BC)

“Houve muitos [episódios] interessantes e inesperados. Os mais marcantes foram o encontro, o conhecimento e o convívio com alunos excecionais”, declara Filipe Duarte Santos, professor do Departamento de Física de Ciências, sobre a sua experiência ao longo dos anos na Faculdade.

O DEIO divulga mais uma oferta de emprego.

Páginas