Sessão final da Unidade Curricular Projeto Empresarial

A unidade curricular Projeto Empresarial contou, em 2017, com a participação de nove alunos de mestrado de Ciências e 38 alunos da licenciatura de Finanças do ISCTE-IUL

ACI Ciencias

Todos os anos, desde 2005, a unidade curricular Projeto Empresarial proporciona meses de trabalho de equipas formadas por estudantes de mestrado e mestrado integrado de diferentes áreas de Ciências e de Finanças do ISCTE-IUL.

Durante um semestre, estas equipas multidisciplinares desenvolvem ideias de negócio passando pelas diferentes fases exigidas de um projeto empresarial em contexto real (menos a implementação, nesta fase). Ou seja, trabalham as diferentes componentes de um plano de negócios - desde as mais técnicas às de cariz contabilístico e financeiro -, bem como exploram temas científicos e tecnológicos que sustentam a resposta de mercado do projeto que decidem desenvolver.

“Para os estudantes de ambas as escolas é uma experiência de cooperação muito próxima das que vão viver em contexto de trabalho uma vez que são pessoas com formações diferentes e, por isso mesmo, formas de pensar diferentes. (…) Por trabalharem em conjunto, assiste-se sempre a uma ‘contaminação positiva’ em que os alunos de Ciências se familiarizam com alguns dos termos financeiros e os alunos de Finanças tentam compreender melhor tecnologias que de outra forma apenas contactariam do ponto de vista do utilizador.” Bruno Santos Amaro, coordenador de projetos do Tec Labs, Centro de Inovação.

Em 2017, 47 alunos completaram a disciplina. Nove alunos de mestrado e mestrado integrado de Ciências - Engenharia da Energia e Ambiente, Tecnologias da Informação, Ecologia e Gestão Ambiental, Física, Biologia -, os restantes 38 da licenciatura de Finanças do ISCTE-IUL. Seis grupos de trabalho foram formados.

Eco-Vital

Dot Sting

Bit Farm

Genius Academy

Green Fil

See Science

“Sempre tive muito interesse na área do empreendedorismo e vi aqui uma oportunidade de ligar o meu curso à possibilidade de abrir uma empresa. Ficar já com as bases dos passos a seguir para a implementação de futuros projetos é importante”, declara Jéssica Soares, do 3.º ano da licenciatura de Física, membro do grupo See Science.

No mês de junho, os seis grupos apresentaram os seus modelos de negócio publicamente, em Ciências, perante um júri composto por Rogério do Ó, Business Angel (Eggnest), Diogo Palha, da NERSANT, Associação Empresarial da Região de Santarém, Ana Fonseca, do Labs Lisboa e Audax IUL, José Vale, da IAPMEI – Agência para a Competitividade e Inovação, I.P e Miguel Vieira, Business Angel (Emevê, SGPS).

Durante os comentários finais sobre os projetos apresentados e sobre a área curricular, todos os jurados fizeram questão de parabenizar as instituições responsáveis, bem como as equipas que durante um semestre trabalharam nos projetos e naquele dia deram a conhecer os seus trabalhos.

Dos seis grupos, três foram distinguidos. Os grupos Ecovital, Genius Academy e BitFarm, ficaram em 1.º, 2.º e 3.º lugares, respetivamente.

“Termos tido o apoio dos professores ao longo de todo o projeto, desde a raiz da ideia até ao dia de hoje, foi muito importante para o nosso crescimento e para a ideia que criámos. Agora, pretendemos mesmo implementar o projeto”, reforça o grupo que ocupou o primeiro lugar, Ecovital.

Para o ano, há mais: mais ideias, mais projetos, mais jovens empreendedores.

Comentários dos jurados

“Adoro este projeto. É ímpar e potenciador do muito que pode acontecer no mundo do empreendedorismo em Portugal.” Rogério do Ó, Business Angel (Eggnest)

“Parabéns a todos. E, sobretudo, aos alunos de Ciências que fazem esta disciplina por opção. Não tenho dúvidas que é uma linha muito importante no vosso currículo.” Diogo Palha, NERSANT, Associação Empresarial da Região de Santarém

“Gostei bastante das apresentações. Gostava de sublinhar a importância da identificação dos indicadores financeiros e de viabilidade, as fontes de financiamento e as necessidades de financiamento, e como todos vocês o fizeram e bem. Percebeu-se que entenderam bem o conceito.” Ana Fonseca, Labs Lisboa e Audax IUL

“Tocámos aqui diferentes instrumentos importantes para o mundo em que vivemos.” José Vale, IAPMEI – Agência para a Competitividade e Inovação, I.P.

“Parabéns não só pelo tangível do programa mas sobretudo pelos intangíveis: pela inspiração e motivação que esta iniciativa transmite. Parabéns também pela diversidade de temas apresentados.” Miguel Vieira, Business Angel (Emevê, SGPS)

Raquel Salgueira Póvoas, Área de Comunicação e Imagem
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt

Para Duarte Flor, presidente da associação académica e aluno do 12.º ano em Ciências, é importante que os candidatos ao ensino superior visitem as instalações de uma faculdade.

Desenho de uma figura masculina

“Existe um espaço onde o sentimento de pertença a uma escola pode ser reavivado", afirma Miguel Ramos.

Aluna junto a uma das colunas do átrio do C6

A mostra pictórica da atividade científica da FCUL é inaugurada a 13 de março. Conheça as razões pelas quais deve visitar a exposição.

O que são líquidos iónicos? Num dos primeiros programas do ano, o Com Ciência entrevistou o professor e investigador da FCUL, Carlos Nieto de Castro sobre esta classe de solventes.

Desenho de uma figura masculina

A data de lançamento do livro ainda não é pública, mas o evento deverá ocorrer brevemente, na Faculdade de Belas-Artes da UL.

Ontem evocou-se o Dia das Doenças Raras. A fibrose quística é um desses males incomuns. A investigação científica é importante em todos os setores, mas ganha especial sentido em áreas como esta.

Cerca de 20 professores de Ciências da Natureza e Ciências Naturais de nove concelhos portugueses participam na atividade promovida pelo MNHNC-UL a decorrer até abril.

Imagem de um folheto promocional

A FCUL volta a marcar presença no evento, juntamente com outras unidades orgânicas da UL.

Fotografia com pontos de interrogação

Alunos finalistas aconselham Engenharia da Energia e do Ambiente. Testemunhos de Guilherme Gaspar e Ricardo Leandro.

Fotografia de mesa com cinco pessoas sentadas, na Reitoria da UL

A rede pretende formalizar colégios doutorais em áreas transversais. Opinião de Maria Amélia Martins-Loução.

Fotografia de pessoas sentadas num dos anfiteatros da FCUL

A iniciativa acontece a 17 de março e é organizada pelos Departamentos de Física e de Informática.

Fotografia de Dois voluntários, sentados junto a uma banca no átrio do C5

Em fevereiro estão abertas inscrições para a admissão de novos voluntários.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

Vale a pena recordar a iniciativa do Gabinete de Mobilidade, Estágios e Inserção Profissional da FCUL.

Fotografia de alunos a andarem, junto ao C8

A primeira edição do curso realiza-se já em 2012.

Outra forma de fazer turismo.

Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25.Artigo de investigadores do CeGUL e docentes do GeoFCUL no Top 25

O Encontro decorreu em Junho no GeoFCUL.

Páginas