Protocolo de cooperação

Ciências ULisboa e cE3c assinam protocolo para estudar o impacto da exploração eólica offshore

fotografia de grupo

A assinatura do protocolo decorreu na reitoria da ULisboa

cE3c

Foi assinado um protocolo de cooperação entre Ciências ULisboa, a FCiências.ID – Associação para a Investigação e Desenvolvimento de Ciências, o Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais (cE3c) e a empresa dinamarquesa Copenhagen Infrastructure Partners, que visa a investigação e mitigação dos impactos da exploração eólica offshore ao largo da Figueira da Foz.

O estudo estará a cargo do cE3c, fazendo uso das suas valências científicas na conservação dos valores naturais das zonas costeiras, quer em terra, nos ecossistemas dunares, quer no ar, na investigação acerca da ecologia e ameaças que incidem sobre as aves marinhas.

O assunto teve destaque nos media: Jornal EconómicoAmbiente Magazine.

Recentemente, em resposta à divulgação de um relatório do governo com as áreas propostas para o desenvolvimento da energia eólica offshore, uma equipa de cientistas do cE3c, em colaboração com cientistas do Centro de Estudos do Ambiente e do Mar (CESAM) e do Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE), efetuaram uma análise preliminar dos dados atualmente disponíveis, a fim de evitar e minimizar o impacto das novas infraestruturas nas aves marinhas. O protocolo agora assinado irá permitir prestar o apoio necessários à avaliação, mitigação e inovação para o desenvolvimento sustentável de sistemas costeiros e dunares, bem como da biodiversidade que lhes está associada.

Para Cristina Máguas, professora do Departamento de Biologia Vegetal e investigadora coordenadora do cE3c, este protocolo e as ações que lhe são subjacentes permitirão “atribuir um carácter de pioneirismo ao estudo dos efeitos da exploração eólica offshore na interface terra-ar a nível nacional”. A especialista em sistemas dunares acrescenta ainda que “é muito importante integrar as visões e as missões das várias entidades que procuram enfrentar as várias crises que atravessamos: a crise energética e climática e a crise da perda da biodiversidade, compatibilizando as soluções, rumo a um futuro verdadeiramente sustentável”.

A Copenhagen Infrastructure Partners é hoje o maior fundo de investimento do mundo no domínio das energias renováveis. Este protocolo surge em articulação com o conhecido projeto “Nortada”, anunciado em fevereiro deste ano por Afonso César Machado, diretor de mercado da Copenhagen Offshore Partners para Portugal. “Por reconhecermos a excelência da investigação científica feita em Portugal e o valor dos investigadores e cientistas portugueses, consideramos que é fundamental envolvê-los no desenvolvimento dos projetos. Esta é uma prioridade à qual pretendemos dar continuidade, durante todas as fases dos projetos", refere o empresário. O projeto “Nortada” é um dos mais ambiciosos no contexto nacional, com um investimento previsto na ordem dos 8 mil milhões de euros para o desenvolvimento do parque eólico offshore da Figueira da Foz, que irá produzir 2 gigawatts e gerar um considerável contributo socioeconómico para a região. O objetivo é que entre em funcionamento até 2030.

Gabinete de Comunicação cE3c
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt
Anfiteatro

"As Jornadas tiveram um balanço bastante positivo (...) elucidaram e esclareceram algumas dúvidas importantes para os estudantes (...) ", conclui a Comissão de Curso de Engenharia Geográfica.

Museu do Quartzo é inaugurado e recebe o nome de Galopim de Carvalho, professor jubilado do Departamento de Geologia.

Céu com nuvens escuras

As candidaturas à oficina de formação terminam a 21 de maio. As sessões realizam-se às terças e quintas-feiras, entre as 17h30 e as 20h30.

A exposição “O Cálculo de ontem e de hoje”, elaborada pelo Departamento de Matemática em colabora&

Lâmpada

Estudantes de Engenharia Biomédica e Biofísica da FCUL promovem reunião especializada. O Ne2b2 existe desde outubro de 2008.

Luzes

Pela primeira vez a Reitoria da UL abre as suas portas aos estudantes da cidade, organizando um evento noturno para alunos dos ensinos universitário e secundário.

A exposição está a partir de 26 de Abril no Museu Nacional de História Natural e da Ciência.

As provas de doutoramento em Biologia, especialidade de Microbiologia, da Mestre Egídia Maria Valente de Azevedo realizam-se no próximo dia 26 de Abril, pelas 10h:30 na Sala de Actos da

O grande momento do dia é a sessão solene, que inclui este ano o lançamento do segundo volume dos Professores Cientistas e a inauguração do Quadro de Honra.

Sobre Namoros e Casamentos

Jorge Buescu

Quinta-feira, dia 12 de Abril de 2012, às 18h30, na sala 6.1.36

Vela

Ricardo Leandro é o vencedor da Competição Europeia. O estudante da FCUL apresentou a melhor ideia: um coletor solar térmico de baixo custo, acoplável a um módulo fotovoltaico.

A palestra "O Princípio do Tempo" proferida por Pedro Gil Ferreira é uma das iniciativas do “VII Encontro Ibérico de Cosmologia”, que decorre em abril nas instalações da FCUL.

Jovem usa microscópio

A FCUL estimula a abertura permanente à sociedade civil, promovendo acontecimentos que visam a disseminação de conhecimentos e a interligação com diferentes agentes sociais.

Os vários objectivos do DEGGE: Tudo o que nos define, e tudo o que apoiamos

O ENEI'12 vai realizar-se na FCUL.

ESTRUTURA E GESTÃO DO DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA ANIMAL (DBA)

Apresentação do Departamento

Paleontólogos do MNHN da UL e do GeoFCUL em foco na revista TVmais.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

O DQB e a FCUL acolheram, mais uma vez, a realização de provas semifinais das Olimpíadas de Química Júnior 2012 no sábado, 14 de abril de 2012.

Pessoas estudam numa mesa na biblioteca

“Acho que qualquer aluno consegue ser bom, se tiver uma boa disciplina de trabalho e objetivos concretos”. Quem o diz é Gonçalo Faria da Silva, estudante do 3.º ano de Biologia.

No penúltimo dia de março realiza-se a quinta e última sessão do workshop destinado a preparar os estudantes para a obtenção do 1.º emprego.

 

Alunos da FCUL

A Schlumberger realiza uma sessão de recrutamento em Ciências. As grandes empresas procuram os melhores profissionais. A FCUL apoia a inserção profissional dos seus diplomados.
 

O evento é uma organização conjunta da Norton/Symantec e do mestrado em Segurança Informática do DI-FCUL.

O DM está na Futurália

Páginas