Rnie

"Este resultado é certamente muito importante para os próximos anos de Ciências”

Última Revisão —

PRISC no Rnie
O consórcio PRISC - Portuguese Research Infrastructure of Scientific Collections - liderado pelo Munhac - Museu Nacional de História Natural e da Ciência da Universidade de Lisboa foi recomendado a integrar o Rnie. De acordo com o comunicado de imprensa emitido pelo Munhac, a candidatura “pretende tornar as coleções científicas portuguesas acessíveis à comunidade de investigação, de forma a serem utilizáveis na investigação e ensino pós-graduado e na difusão da cultura científica”.

A Rede Nacional de Espectrometria de Massa, o European Multidisciplinary Seafloor Observatory, a Rede Portuguesa de Monitorização Costeira e a Infraestrutura Comum para os Recursos e Tecnologias da Linguagem de Portugal foram recomendados a integrar o Roteiro Nacional de Infraestruturas de Investigação de Interesse Estratégico.

Maria Helena Florêncio, Jorge Miguel Miranda, Henrique Cabral e António Branco, professores cientistas de Ciências, lideram estes projetos, contando para o efeito com a colaboração de parceiros de outras instituições congéneres.

A Infraestrutura Nacional de Investigação Ecossistémica de Longo Prazo, liderada pela professora e investigadora de Ciências, Margarida Santos-Reis, e o Laboratório de Baixas Temperaturas e Campos Magnéticos Intensos, cuja componente de Ciências é coordenada pela professora e investigadora Maria Margarida Godinho, foram recomendados a integrar o roteiro, no entanto, deverão articular-se ou fundir-se com uma das 38 infraestruturas avaliadas com a categoria de máximo potencial científico e relevância estratégica.

A Plataforma Portuguesa de BioImagem, a E-Infraestrutura Portuguesa de Informação e Investigação em Biodiversidade, o Colaboratório para a Geociências e o WindScanner Portugal também tiveram parecer positivo para integrar esta base de dados nacional de infraestruturas de investigação. Estas quatro candidaturas são lideradas por investigadores pertencentes a outros organismos e resultam de uma parceria com Ciências, entre outras instituições.

“Das oito candidaturas já aprovadas e em que Ciências participa, os nossos investigadores lideram quatro. Para duas candidaturas adicionais – uma das quais liderada por nós – há recomendações de integração/fusão. Muito embora não existam ainda decisões de financiamento, este resultado é certamente muito importante para os próximos anos de Ciências”, comenta José Manuel Rebordão, subdiretor da faculdade, na sequência da publicação, no dia 25 de fevereiro, pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) dos resultados, após avaliação do concurso para criação de um Roteiro Nacional de Infraestruturas de Investigação de Interesse Estratégico (Rnie).

Da análise feita por Fernando Lopes, técnico superior da Unidade de I&D e Inovação de Ciências, é possível extrair alguns números gerais sobre a participação da faculdade e que podem ser considerados “bastante relevantes”.

“Ciências tem 83% das suas candidaturas com recomendação de integração no roteiro nacional (10/12). A média nacional é de 44,6%”, diz Fernando Lopes acrescentando que “a faculdade participa em 18,5% das infraestruturas com recomendação de inclusão no roteiro nacional (10/54) e em 21% das infraestruturas com recomendação de inclusão no roteiro nacional, após fusão/integração (8/38)”.

Campus da FCUL

Das 54 candidaturas recomendadas a integrar o Rnie, dez delas incluem a presença de Ciências
Fonte GCIC-FCUL

Das 121 candidaturas admitidas para avaliação no âmbito do concurso para a criação do Rnie, ocorrido entre julho e setembro do ano passado, 54 foram recomendadas a integrar o roteiro, dez delas incluem a presença de Ciências, sendo que cinco são lideradas por investigadores da faculdade. Dessas 54 candidaturas com parecer positivo, 16 deverão considerar a fusão ou a integração com uma das 38 infraestruturas avaliadas com a categoria de máximo potencial científico e relevância estratégica. Nestas condições estão duas candidaturas que compreendem a participação de Ciências.

A FCT pretende criar e apoiar o Rnie para 2014-2020 em três fases. A primeira já ocorreu e diz respeito ao concurso nacional, cujos resultados foram conhecidos na última semana de fevereiro. A segunda implicará o financiamento das infraestruturas que integram o Rnie, processo que deverá ocorrer entre 2014 e 2020. A terceira pressupõe a revisão e a atualização periódica do referido roteiro, estando a primeira revisão prevista para 2016.

Segundo a FCT, “os contributos de toda a comunidade científica são críticos para o processo de revisão do roteiro”, sendo que este instituto público, “assume o compromisso de apoiar as equipas na elaboração de novas candidaturas com o objetivo de se apresentarem a concurso por altura da revisão do Rnie”.

Outras informações sobre este tema podem ser consultadas na página de Internet ou esclarecidas através do seguinte email roteiro.infract@fct.pt.

Ana Subtil Simões, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura da FCUL
info.ciencias@fc.ul.pt

Carlos Miguel Farinha, bioquímico docente do DQB e investigador do BioFIG , foi premiado em junho com o Romain Pauwels Research Award, atribuído pela European Respiratory Society.

 

2ª fase de candidaturas:  15 a 22 de Julho.

O mestrado em Matemática para Professores é uma excelente oportunidade para consolidar,  recordar e aprender muitos temas relacionados com a matemática escolar.

No dia 12 de Julho foram feitas as apresentações de quatro trabalhos feitos no âmbito da disciplina de Projecto em Matemática para o Ensino do Mestrado em Matemática para Professores.

A Universidade de Lisboa e a Fundação Amadeu Dias estão a atribuir bolsas aos alunos de 1º Ciclo de qualquer área do saber, leccionado na Universidade de Lisboa e que já tenham concluído o 1.º ano curricular, ou alunos que frequentem&n

Em 18 anos, o Programa de Estímulo à Investigação premiou 34 jovens investigadores e 19 instituições da Universidade de Lisboa. Na última edição, dos oito premiados, três são jovens cientistas da FCUL. As candidaturas à próxima edição decorrem até 21 de setembro.

Cartaz do Seminário

No dia dia 16 de Julho, pelas 11H00, na sala 6.4.30, realizar-se-á um Seminário organizado pelo Centro de Investigação Operacional com o título 'Lagrangian-Based Branch-and-Bound for Two-Echelon Uncapacitated Facility Location with Single Assignment Cons

Os resultados das experiências ATLAS e CMS divulgados recentemente pelo CERN, também foram apresentados publicamente na FCUL, numa sessão organizada pela professora do Departamento de Física Amélia Maio, a responsável pela participação portuguesa na experiência ATLAS.

Apresentações dos Projectos de Física dia 19 de Julho, às 10h, na sala 8.2.17:

O que faz o profissional que passa os seus dias no laboratório? E quem se dedica a resolver equações ou a estudar animais e plantas? Cinquenta alunos da associação EPIS descobriram as respostas a estas e a outras questões.

Servidor da FCUL

O projeto de reestruturação do Centro de Dados da FCUL, iniciado em junho, deverá estar concluído no próximo mês de setembro.

Duas pessoas fazem uma experiência no laboratório

A Faculdade de Ciências abre as portas dos seus laboratórios a 50 jovens, vindos de diferentes pontos do País, para mais uma edição da “Rota das Vocações de Futuro” da EPIS.

Apesar de ser uma das áreas mais recentes da FCUL, atualmente é uma vertente da ciência portuguesa em franca expansão.

“Um trabalho que reflita sobre o passado de uma instituição, ou o passado da ciência em Lisboa ou em Portugal, é sempre algo de muito importante para repensarmos o nosso trajeto”. A afirmação feita pela historiadora das ciências, Ana Simões, a propósito de um dos muitos projetos em curso é reveladora da importância, que a preservação do património científico tem na sua vida.

Kostas Gavroglu e Ana Simões assinam o primeiro livro “Neither Physics nor Chemistry: A History of Quantum Chemistry” sobre a emergência da disciplina Química Quântica, o pretexto ideal para conversar com a autora portuguesa.

O Grupo Azevedos oferece estágio profissional remunerado a recém licenciado na área da Estatística ou Matemática. Os interessados devem enviar a candidatura para

A edição deste ano d´O Botânico, uma revista propriedade da Associação Íbero-Macaronésica de Jardins Botânicos já se encontra online.

O Centro de Informática migrou todo o sítio antigo para o novo Portal da FCUL.

O Centro de Informática colocou em produção, durante a ultima semana de Maio, um equipamento de rede central na arquitectura de comunicações da FCUL.

Na Licenciatura em Matemática (LM) da FCUL, o leque de opções do 3º ano da LM foi alargado e passou a incluir as seguintes disciplinas, que estarão já disponíveis no ano lectivo de 2012/13:

 

 

Em exibição no:

MUSEU NACIONAL DE HISTÓRIA NATURAL E DA CIÊNCIA

1 de Junho de 2012 a 28 de Abril de 2013

 

 

Os cadernos e as comissões eleitorais estão publicitados no portal da FCUL, assim como o Despacho D/101/2012, que integra o calendário de eleições.

A eleição do Presidente do Departamento de Física  terá lugar de 3 a 5 de Julho de 2012

Comissão Eleitoral

Informações úteis:

Constituição da Comissão Eleitoral

Pages