Galaxy Zoo em português

NASA, ESA, Hubble Heritage (STScI/AURA)-ESA/Hubble Collaboration, e A. Evans (University of Virginia, Charlottesville/NRAO/Stony Brook University)
NASA, ESA, Hubble Heritage (STScI/AURA)-ESA/Hubble Collaboration, e A. Evans (University of Virginia, Charlottesville/NRAO/Stony Brook University)

“O Centro de Astronomia e Astrofísica da Universidade de Lisboa foi a única instituição a realizar a tradução e adaptação para português do Galaxy Zoo”, diz João Retrê, diretor do gabinete de mediação científica do CAAUL, sediado no Observatório Astronómico de Lisboa.

O projeto internacional de “ciência cidadã” consiste numa plataforma online pioneira, que procura o envolvimento do público na classificação visual de milhões de galáxias. Qualquer pessoa, em qualquer parte do mundo, pode descrever objetos astronómicos que ainda não foram classificados, auxiliando dessa forma a investigação dos astrónomos sobre a evolução do Universo e contribuindo igualmente para a promoção da literacia científica.

O Galaxy Zoo existe desde julho de 2007 e está disponível em português desde o início deste mês. De acordo com o comunicado de imprensa emitido pelo CAAUL, “agora, mais de 250 milhões de pessoas, em países como Angola e o Brasil, podem participar ativamente em descobertas científicas internacionais sem barreiras linguísticas ou de formação científica”.
 

Curiosidades do Galaxy Zoo
Mais de um milhão de membros.
Cerca de 1.5 milhões de galáxias, cada uma delas contendo milhares de milhões de estrelas, já foram classificadas.
Integrado no Zooniverse, uma plataforma de “ciência cidadã” com projetos que vão da Astronomia à Zoologia.

João Retrê diz que “frequentemente são usados computadores para auxiliar neste processo, mas o cérebro humano continua a ser mais eficiente a identificar e distinguir padrões”. O coordenador da tradução e da adaptação do Galaxy Zoo para português refere ainda que o CAAUL “está envolvido na tradução de mais projetos da plataforma de ‘ciência cidadã’ Zooniverse”.

De acordo com o site do Galaxy Zoo “mais de 50 milhões de classificações foram recebidas pelo projeto durante o seu primeiro ano de existência”.

Para José Afonso, diretor do CAAUL, esta unidade de investigação tem uma “forte atividade de promoção científica que é suportada pela qualidade da sua investigação”, pelo que não podiam perder a oportunidade de participar ativamente num projeto com estas características. “A barreira linguística continua a ser um sério obstáculo para a promoção da ciência”, conclui José Afonso.

Curiosidades sobre o CAAUL
O centro de investigação da Faculdade de Ciências, classificado como muito bom pela FCT, em 2007, tem vindo a crescer e conta hoje com 41 investigadores, dos quais 31 são doutorados. A sua investigação centra-se no estudo da formação estelar, das atmosferas dos planetas do sistema solar, da formação e evolução de galáxias, e da estrutura do próprio universo, e conta ainda com uma atividade forte no desenvolvimento de instrumentação para telescópios terrestres e espaciais, em colaboração com o ESO e com a ESA.

Ana Subtil Simões, Gabinete de Comunicação, Imagem e Cultura da FCUL
info.ciencias@fc.ul.pt
Imagem de Kairos em pedra

O próximo e quinto número da revista do Centro de Filosofia das Ciências da UL é lançado em novembro. A submissão de textos termina a 30 de setembro.

Encontra-se aberto concurso para bolsa de estágio na área de suporte aos laboratórios letivos e de investigação do Departamento de Informática da Faculdade de Ciências.

Simulação de uma proteína

Quatro lições sobre proteínas.  As investigadoras Maria José R. Gomes e Patrícia Faísca apresentam quatro razões para não faltar à quinta iniciativa do projeto Ciência na UL.

O Dr. Rui Lopes ex-aluno do Departamento de Informática e investigador no LASIGE, actualmente a trabalhar na Google, foi um dos responsáveis da equipa de desenvolvimento do doodle de hoje (23 de Maio).

A Investigação dos Doutores de Amanhã

Lâmpada

"O objetivo é partilhar com os colegas das outras faculdades a experiência que tivemos, e estamos a ter, com a implementação do modelo de gestão por objetivos, assente na identificação dos processos", diz Ana Rocha, secretária-coordenadora da FCUL.

Vários círculos com várias cores

A reunião de entrada livre e sujeita a prévia inscrição inclui sessões plenárias e workshops sob o tema genérico “Prosseguir a excelência, promovendo as competências da UL”.

Produtos alimentares

“Partilhar o que se tem pode ser um convite a algum sacrifício – mas a solidariedade não pode ser só um sentimento, tem de ser um compromisso de ação”, refere Graça Vieira, professora aposentada da FCUL, a propósito da campanha "Vamos dar com o coração".

Plantas em vasos

Hoje é um dia fascinante. Dia de nos fascinarmos com as plantas, com a sua beleza, com o que nos dão, e nos possibilitam – a vida tal como a conhecemos.

Flor sujeita a tratamento para expressão de um gene

Nesta época do ano, não há nada que mais nos descanse o espírito como um campo repleto de cores: branco, amarelo, lilás, vermelho, com flores de diferentes tamanhos e odores.

Seminário do DF

Anúncio de Seminário do DF

Encontra-se aberto concurso para a atribuição de 1 (uma) Bolsa de Investigação, no âmbito do projecto de investigação “Erro de não-resposta nas sondagens telefónicas com telemóveis: causas, efeitos e correcçã

Para marcar uma visita ao novo lugar destinado ao estudos das ciências e das artes basta telefonar ou enviar um email.

Fascination of Plants Day - 18 de maio de 2012.

A reportagem multimédia realizada no âmbito da UL Open Night inclui declarações de Sofia Cruz, coordenadora do Núcleo de Comunicação da Reitoria da Universidade de Lisboa (RUL), Isabel Tadeu, coordenadora do Núcleo

A ação de voluntariado acontece entre 26 e 27 de maio. Inscreva-se até dia 18 de maio, através do site UL Alimenta esta Ideia.

 

Anfiteatro da FCUL

Miguel Yus, professor da Universidade de Alicante, recebe o galardão na primeira de cinco conferências proferidas pelo premiado em Portugal.

A Direção de Marketing e Comunicação da RTP oferece estágio remunerado na Área de Audiências e Estudo de Mercado a alunos recém licenciados ou mestrandos em Matemática A

A exposição "O Cálculo de Ontem e de Hoje" está, agora, disponível em versão itinerante.

De 3 a 28 de Maio está patente na "Academia Sénior da Cruz Vermelha Portuguesa-Delegação de Lisboa".

Seminário "Serendipity and The Ups and Downs of Synthesis", apresentado pelo Prof.

Olho verde

Palestras, visitas, exposições e muitas experiências são algumas das atividades previstas.

Pormenor da capa do livro

O livro está à venda pelo valor de €18,40, no Atendimento Geral, sito no edifício C5, piso 3.

Anfiteatro

"As Jornadas tiveram um balanço bastante positivo (...) elucidaram e esclareceram algumas dúvidas importantes para os estudantes (...) ", conclui a Comissão de Curso de Engenharia Geográfica.

Museu do Quartzo é inaugurado e recebe o nome de Galopim de Carvalho, professor jubilado do Departamento de Geologia.

Pages