CIUHCT

The Orange Folly and its dissemination from the Iberian Peninsula to the Old and New Worlds (work in progress)

As sessões do Journal Club são encontros informais nos quais se discutem textos, ou documentários, que importam à história das ciências e da tecnologia, podendo estes ser a) artigos publicados recentemente em revistas da área; b) capítulos de um livro escolhido para ser lido coletivamente; c) trabalhos em curso (work in progress) dos investigadores; d) documentários sobre temáticas da área (com duração máxima de 50 minutos).

Humanidades e Ciência Cidadã. É muito mais o que as une ou aquilo que as separa?

Em Portugal, os projetos de ciência cidadã são ainda escassos e parecem seguir uma tendência mundial dominante, isto é, envolvendo principalmente dados de investigação relacionados com a biodiversidade, o meio ambiente, a astronomia e a saúde. Em todo o mundo, o número de projetos de ciência cidadã usando dados decorrentes das áreas das humanidades é ainda reduzido, e Portugal não é excepção. Neste contexto, colocam-se várias questões. São algumas disciplinas mais "adequadas" à co-produção de conhecimento? Em caso afirmativo, quais disciplinas e por quê?

Química, fraude e impostos: laboratórios aduaneiros na Península Ibérica

As Conferências do CIUHCT são um ciclo de palestras dedicadas a estudos na área da História das Ciências e da Tecnologia organizado anualmente pelo CIUHCT. Os oradores são convidados a apresentar trabalhos originais da sua autoria, concluídos ou em curso. As conferências são abertas ao público e têm a duração aproximada de 45 minutos, seguidas de discussão. A maioria das conferências é em português embora no caso de oradores estrangeiros possam ser proferidas em inglês.

Eise Eisinga - The Franeker phenomenon (30 min., Anton Stoelwinder Filmprodukties)

As sessões do Journal Club são encontros informais nos quais se discutem textos, ou documentários, que importam à história das ciências e da tecnologia, podendo estes ser a) artigos publicados recentemente em revistas da área; b) capítulos de um livro escolhido para ser lido colectivamente; c) trabalhos em curso (work in progress) dos investigadores; d) documentários sobre temáticas da área (com duração máxima de 50 minutos).

Quinzenalmente, às sextas-feiras, na FCUL, pelas 13h00.

Ciência, colonialismo e natureza nas Novas Conquistas, Goa

Este seminário destina-se à apresentação de trabalhos em curso sobre as inter-relações entre conhecimento científico, tecnologia e formações imperiais. O seminário convoca historiadores, antropólogos e cientistas sociais em geral para uma reflexão conjunta e interdisciplinar sobre a ciência e o fenómeno colonial.

Realiza-se nas segundas quartas-feiras de cada mês, das 12h30 às 13h30, alternadamente na Faculdade de Ciências e no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa.

Museus, tecnologia e poder: a política da musealização da tecnologia no Sul da Europa (1929-1986)

As Conferências do CIUHCT são um ciclo de palestras dedicadas a estudos na área da História das Ciências e da Tecnologia organizado anualmente pelo CIUHCT. Os oradores são convidados a apresentar trabalhos originais da sua autoria, concluídos ou em curso. As conferências são abertas ao público e têm a duração aproximada de 45 minutos, seguidas de discussão. A maioria das conferências é em português embora no caso de oradores estrangeiros possam ser proferidas em inglês.

A representação do mundo na época dos Descobrimentos

Nesta aula de mestrado em História e Filosofia das Ciências (FCUL), proferida pelo investigador CIUHCT Joaquim Alves Gaspar, far-se-á uma introdução à cartografia antiga, com especial incidência na cartografia náutica e no contexto histórico em que ela se produziu. Começar-se-á com a cartografia náutica medieval, representada pela chamada “carta-portulano”, passando depois para a cartografia de latitudes, desenvolvida pelos portugueses no fim do século XVI, e daí para a carta de Mercator, proposta por Gerardus Mercator em 1569.

Páginas