Opinião

Communicare

Mulher a escrever num quadro e homem ao lado

O livro "Fale menos comunique mais" apresenta dez estratégias para se tornar um grande comunicador e que passam por: assertividade, escuta, simplicidade, contar histórias, empatia, linguagem corporal, autenticidade e humor

Unsplash - Kaleidico
Ana Subtil Simões
Ana Subtil Simões
Fonte ACI Ciências ULisboa

A comunicação organizacional é a base das interações humanas das organizações e assume um aspeto crucial para o sucesso de qualquer estrutura, tenha ela fins lucrativos ou não, seja ela empresarial ou académica (Joan F. Marques, 2010).

A comunicação organizacional interna é crítica para o sucesso e a eficácia dos organismos, contribuindo para o aumento da produtividade, promovendo a qualidade do serviço prestado, reduzindo o absentismo e os conflitos laborais e melhorando os níveis de satisfação.

Se se considerar uma organização humana, uma rede comunicacional, se a comunicação falha, uma parte da estrutura organizacional também pode falhar.

A comunicação tem por isso múltiplas funções num organismo. Uma boa prática, por exemplo, passa por acautelar a reputação dessa estrutura, e para que tal aconteça quem trabalha numa organização deve conhecer esse organismo, nomeadamente a sua missão, visão e lema; e o conjunto de pessoas que constituem esse grupo de trabalho. Paralelamente, há que identificar sempre que possível pontos comuns para que seja muito simples "vestir a camisola".

Arménio Rego, no livro “Comunicação Pessoal e Organizacional- teoria e prática”, da Edições Sílabo, fornece conhecimentos sobre a comunicação nas organizações e a comunicação em geral e ajuda o leitor a comunicar mais eficazmente, recorrendo para o efeito a exercícios. “A comunicação é o aparelho circulatório da vida organizacional. Se falhar, os restantes sistemas organizacionais entram em rutura. Também é o nutriente das nossas vidas. Todos comunicamos, independentemente da nossa vontade. Mesmo calados, comunicamos – pois os nossos interlocutores interpretam o silêncio e reagem em conformidade”, comenta o autor na contracapa da obra.

No livro “Fale menos comunique mais”, editado pela Manuscrito, em 2016, Carla Rocha apresenta de forma muito leve, como nos habituou na Rádio Renascença, dez estratégias para se tornar um grande comunicador e que passam por: assertividade, escuta, simplicidade, contar histórias, empatia, manter a mente aberta, linguagem corporal, capacidade de mostrar, autenticidade e humor.

A autora deixa vários conselhos e dicas, e o destaque vai para o foco na mensagem: para a necessidade de mostrar o melhor que se tem com clareza e objetividade, mantendo o discurso simples e a mente aberta a críticas e sugestões, utilizando o humor, sempre que possível, estando recetivo a todos e procurando, sempre que possível, o contacto humano, já que é durante uma conversa que se toma maior consciência das fraquezas e dos pontos fortes e se estreitam relações. Carla Rocha refere ainda que comunicar implica partilhar e todos os problemas de comunicação são um problema de compreensão, pelo que as pessoas só compreendem a informação que reconhecem.

“Quando a comunicação falha põe em causa uma relação amorosa, uma relação de amizade, uma relação familiar, tem um forte impacto nas relações profissionais e nas organizações. Sim, problemas de comunicação podem comprometer uma vida que se quer repleta de oportunidades e experiências gratificantes.”
Carla Rocha

Ana Subtil Simões, Área Comunicação e Imagem Ciências ULisboa
info.ciencias@ciencias.ulisboa.pt
Anfiteatro

"As Jornadas tiveram um balanço bastante positivo (...) elucidaram e esclareceram algumas dúvidas importantes para os estudantes (...) ", conclui a Comissão de Curso de Engenharia Geográfica.

Museu do Quartzo é inaugurado e recebe o nome de Galopim de Carvalho, professor jubilado do Departamento de Geologia.

Céu com nuvens escuras

As candidaturas à oficina de formação terminam a 21 de maio. As sessões realizam-se às terças e quintas-feiras, entre as 17h30 e as 20h30.

A exposição “O Cálculo de ontem e de hoje”, elaborada pelo Departamento de Matemática em colabora&

Lâmpada

Estudantes de Engenharia Biomédica e Biofísica da FCUL promovem reunião especializada. O Ne2b2 existe desde outubro de 2008.

Luzes

Pela primeira vez a Reitoria da UL abre as suas portas aos estudantes da cidade, organizando um evento noturno para alunos dos ensinos universitário e secundário.

A exposição está a partir de 26 de Abril no Museu Nacional de História Natural e da Ciência.

As provas de doutoramento em Biologia, especialidade de Microbiologia, da Mestre Egídia Maria Valente de Azevedo realizam-se no próximo dia 26 de Abril, pelas 10h:30 na Sala de Actos da

O grande momento do dia é a sessão solene, que inclui este ano o lançamento do segundo volume dos Professores Cientistas e a inauguração do Quadro de Honra.

Sobre Namoros e Casamentos

Jorge Buescu

Quinta-feira, dia 12 de Abril de 2012, às 18h30, na sala 6.1.36

Vela

Ricardo Leandro é o vencedor da Competição Europeia. O estudante da FCUL apresentou a melhor ideia: um coletor solar térmico de baixo custo, acoplável a um módulo fotovoltaico.

A palestra "O Princípio do Tempo" proferida por Pedro Gil Ferreira é uma das iniciativas do “VII Encontro Ibérico de Cosmologia”, que decorre em abril nas instalações da FCUL.

Jovem usa microscópio

A FCUL estimula a abertura permanente à sociedade civil, promovendo acontecimentos que visam a disseminação de conhecimentos e a interligação com diferentes agentes sociais.

Os vários objectivos do DEGGE: Tudo o que nos define, e tudo o que apoiamos

O ENEI'12 vai realizar-se na FCUL.

ESTRUTURA E GESTÃO DO DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA ANIMAL (DBA)

Apresentação do Departamento

Paleontólogos do MNHN da UL e do GeoFCUL em foco na revista TVmais.

A FCUL participa em "Programa de Estudos Avançados" com mais quatro instituições universitárias portuguesas e brasileiras.

O DQB e a FCUL acolheram, mais uma vez, a realização de provas semifinais das Olimpíadas de Química Júnior 2012 no sábado, 14 de abril de 2012.

Pessoas estudam numa mesa na biblioteca

“Acho que qualquer aluno consegue ser bom, se tiver uma boa disciplina de trabalho e objetivos concretos”. Quem o diz é Gonçalo Faria da Silva, estudante do 3.º ano de Biologia.

No penúltimo dia de março realiza-se a quinta e última sessão do workshop destinado a preparar os estudantes para a obtenção do 1.º emprego.

 

Alunos da FCUL

A Schlumberger realiza uma sessão de recrutamento em Ciências. As grandes empresas procuram os melhores profissionais. A FCUL apoia a inserção profissional dos seus diplomados.
 

O evento é uma organização conjunta da Norton/Symantec e do mestrado em Segurança Informática do DI-FCUL.

O DM está na Futurália

Páginas